11 séries com homenagens à turma do Snoopy

19 de maio de 2017 Por:

Charlie Brown e seu cão, Snoopy, ganharam vida nos quadrinhos de Charles M. Schulz, publicados entre 1950 e 2000, quando o criador morreu. O desenho ficou tão famoso, que já teve adaptações na TV e no cinema. E, claro, algumas séries também fizeram homenagens à turma.

Arrested Development

  • Episódio 2×04

A série faz muitas referências aos amigos do Snoopy. No episódio Good Grief – cujo título já remete ao desenho -, George Michael caminha pela rua, cabisbaixo, como Charlie Brown tipicamente faria, e ainda passa por uma casinha vermelha com um Beagle deitado no telhado. A caminhada se tornou um jargão na série e veio à tona em outros episódios.

Family Guy

  • Episódio 7×01

Difícil saber quem fez mais homenagens à obra de Charles M. Schulz. Family Guy também tem uma lista enorme. Quem se lembra do cão, Brian, fantasiado de Snoopy e ainda fazendo a dancinha clássica do personagem? E mais: Stewie estava com a mesma fantasia.

The Office

  • Episódio 9×05

Quando o assunto é fantasia, temos que falar de The Office. Vale a pena assistir a qualquer episódio de Halloween no escritório da Dunder Mifflin. Graças ao Kevin, a série entrou para o nosso Top Qualquer Número de hoje:

Reprodução/NBC

Em outro episódio, Michael Scott reproduz o bordão do amigo careca de Snoopy:

Existe algo chamado good grief. Pergunte ao Charlie Brown.

A piada talvez não seja instantânea para o público brasileiro, que está mais acostumado com a tradução dos quadrinhos em português: que puxa!

Friends

  • Episódio 8×06

Tem mais gente com fantasia de Charlie Brown por aí. Gunther também se veste com o traje abelhudo para a festa de Halloween em FriendsQuem fez melhor: ele ou Kevin?

Parenthood

  • Episódio 6×06

Lembram que a Patty Pimentinha chama o Charlie Brown de Minduim? Pois bem: em inglês, a turma é conhecida como Peanuts, que significa amendoim. A filha do Hank, Ruby, não conhecia o desenho e, num jogo de adivinhação, dá a dica: ela é alérgica ao Peanuts. Nem assim o Hank acerta.

Reprodução/NBC

Gilmore Girls

  • Episódio 1×03

Mas a atriz Lauren Graham, que fazia a Sarah de Parenthood, já conhecia o Charlie Brown desde a época de Gilmore Girls. De tanto tagarelar, Michel compara Lorelai à professora do desenho animado.

Reprodução/The WB

Pra quem não tem tanta familiaridade assim, igual à Ruby, aqui vai um vídeo com a professora da turma:

Gossip Girl

  • Episódio 5×09

Percebendo que Chuck está mudado, Blair diz que ele deixou de ser Charlie Sheen – o polêmico ex-protagonista de Two and a Half Mene se tornou um Charlie Brown.

Reprodução/The CW

The Mindy Project

  • Episódio 1×04

Mindy está desanimada para ir a uma festa à fantasia, mas muda de ideia depois de uma conversa inspiradora com a afilhada. Pelo telefone, a menina menciona o otimismo de Linus, amigo de Charlie Brown, em relação à Great Pumpkin. No desenho, Linus espera pela grandiosa abóbora durante toda a noite de Halloween. Ao som da trilha sonora clássica do Snoopy, Mindy então se veste com um figurino de Diane Chambers, da série Cheers, para ir à festa.

Reprodução/FOX

The Middle

  • Episódio 6×05

Sue tenta arrecadar dinheiro para a faculdade e organiza uma sessão de cinema ao ar livre com o filme It’s a Great Pumpkin, Charlie Brown. Dá para reparar que o programa de Sue não fez muito sucesso. A personagem tem um carma dos brabos, mas nunca perde a pose.

Reprodução/ABC

Will & Grace

  • Episódio 5×05

Um dos desejos para o revival é que mantenham a criatividade nos títulos dos episódios. No nosso post sobre as referências a Sex and the City em outras séries, Will & Grace já fazia um trocadilho divertido. E aqui, mais uma vez, há uma brincadeira: o episódio se chama It’s the Gay Pumpkin, Charlie Brown.

Reprodução/NBC

Stranger Things

No Natal de 2016, um fã talentosíssimo de Stranger Things fez esta animação, que transformou os personagens da Netflix em amigos do Snoopy. Uma homenagem digna de fechar nossa lista.

Jornalista que não bebe café, mas vai ao Central Perk com frequência. Gostaria de viver em todas as séries filmadas em Nova York.

Rio de Janeiro / RJ

Série Favorita: Friends

Não assiste de jeito nenhum: Game of Thrones

  • Paulo Adriano Rocha

    Que massa! Sou muito fã desses quadrinhos… Valeu a homenagem!

    • Alice Reis

      Eu também 😉

5 momentos incríveis da 2ª temporada de Master of None

4 dias atráscomentarios

Somos apaixonados por Master of None por aqui. Depois de uma primeira temporada sucinta, porém arrebatadora, esperamos quase dois anos (ou foi mais que isso?) para reencontrarmos Dev em um novo momento da sua vida. E, ao longo de dez episódios, tivemos a oportunidade de passear por muitos momentos incríveis na companhia do personagem, com um roteiro extremamente crítico e que faz com que a gente pare, reflita e mude algumas atitudes tão intrínsecas do nosso ser. Por isso, separamos (só) cinco dos grandes momentos dessa nova temporada, para revisitarmos e te convencermos de que, se você ainda não viu, essa é a hora para parar tudo que está fazendo e devorar o segundo ano de Master of None.   […]

Leia o post completo

Gypsy

5 dias atráscomentarios

Confesso que a princípio eu achei que Gypsy fosse um filme, afinal Naomi Watts e Billy Crudup são atores que estamos mais acostumados a ver na telona. Estranho ter um casal desse porte em uma produção para telinha do Netflix. De fato, Gypsy não é como a maioria das séries que estamos acostumados. Tem uma cinematografia de tirar o fôlego e um enredo que se desenvolve sem qualquer pressa. Com episódios de 50 minutos em média, Gypsy é quase um estudo de personalidade da sua protagonista, Jean Holloway, vivida por Naomi Watts. Ela é uma psicóloga, casada com Michael, um advogado que parece ter uma vida normal no subúrbio dos EUA. Tudo é muito sútil no início, mas vamos notando […]

Leia o post completo

Primeiras Impressões: Atypical

5 dias atráscomentarios

Estreou ontem na Netflix a comédia Atypical, que conta a vida de Sam (Keir Gilchrist), um garoto autista que chega a idade adulta e passa a ter uma série de necessidades/curiosidades para descobrir quem realmente é. E nesse caminho de descobertas vamos entendendo mais sobre a sua personalidade, suas limitações e como tudo isso afeta a sua família e a todos que o cercam. Trazer o universo adolescente parece ter sido uma maneira do canal de streaming se aproximar do seu público, trabalhando pautas mais complicadas através de uma abordagem diferente. Foi assim com o suicídio em 13 Reasons Why e agora com o autismo em Atypical. Mas o que chama atenção mesmo é que, apesar de todas as limitações do […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter