13 Reasons Why: Autor do livro quer uma 2ª temporada da série

9 de abril de 2017 Por:

Atenção: Esta notícia contém spoilers caso você ainda não tenha assistido todos os 13 episódios!

Jay Asher, autor do livro que originou a série 13 Reasons Why da Netflix, disse em entrevista ao Entertainment Weekly, que gostaria de ver uma segunda temporada da série, cuja primeira temporada estreou em 31 de Março na plataforma de streaming e se tornou um dos assuntos mais comentados do momento.

Confira a declaração do autor:

“Gostaria de uma continuação para todos aqueles personagens…O que acontece com Clay? Como as pessoas reagem ao que Alex fez no final? O que acontecerá com o Sr. Porter? Pensei em uma continuação em um determinado momento, trabalhei com algumas ideias, mas decidi não escrever. Então adoraria ver isso”

A série é uma adaptação do livro Os Treze Porquês, de Jay Asher, que tem Selena Gomez como uma das produtoras. A história gira em torno de Clay, estudante que recebe um pacote com várias fitas cassetes. Ao ouví-las, o garoto descobre que elas são gravações de Hannah Baker, garota por quem ele era apaixonado e que cometeu suicídio. Nas fitas, a garota revela 13 motivos que fizeram com que ela tirasse a própria vida – um deles, Clay.

As primeiras impressões da série você pode ler aqui.

Paulistano, aquariano, ama séries, tecnologia, filmes de heróis, sol, verão, cultura pop em geral.

São Paulo/SP

Série Favorita: Scandal

Não assiste de jeito nenhum: Scream Queens

  • Lorena Guimarães Dias

    Também estou curiosa para saber! Aliás se fizeram uma 2 temporada adoraria ver a reação dos pais de Hannah ao ouvirem todas fitas. Sem falar que não é possível que eles eram tão alheios aos problemas da filha, já que aparentemente era uma filha muito amada e a mãe pensava que conhecia bem sua única criança. Desconfiei que o distanciamento tenha sido causado pela preocupação dos sr e sra Baker com dinheiro, antes de Hannah morrer era o assunto que mais discutiam. No caso do Alex, se ele for sobreviver no mínimo vai haver sequelas, afinal um tiro na cabeça é quase impossível de sobreviver. Já sr Porter talvez reflita sobre suas atitudes como diretor da escola. Quanto ao Clay fica difícil especular algo, mas pode ser que continue a querer fazer justiça, já que no final obteve a prova do rapaz que estuprou Hannah, mas o algoz pelo fato de vir de uma família rica pode tornar as coisas complicadas. Acho que a próxima temporada vai explorar os novos rumos que todos os personagens iram seguir dalí em diante.

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

2 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

House of Cards e a Política Brasileira

3 semanas atráscomentarios

Primeiramente, #foratemer. E se você ainda não conferiu a última temporada de House of Cards, não se preocupe, esse texto não contém spoilers, – apenas reflexões. Pra gostar de House of Cards você precisa torcer pelos Underwood. Claro, a gente sabe o quanto eles são escrotos, mas é ficção, certo? Não tem problema torcer pelos vilões. Ou pelo menos era o que pensávamos em 2013, quando a série estreou. Mas de lá pra cá a política mundial virou de ponta à cabeça. Os Estados Unidos elegeram Trump e nós tivemos Temer enfiado goela abaixo. Isso sem contar os acontecimentos dignos da ficção, como a morte de Teori Zavascki, a delação do Joesley e os testes nucleares da Coréia do Norte. […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter