Os indicados ao Globo de Ouro 2018

As nomeações à 75ª edição do Globo de Ouro foram anunciadas nesta segunda-feira pela manhã por…

Primeiras Impressões: Dark

Dark é uma produção alemã de suspense e terror, criada por Baran do Odar e Jantje…

American Crime e o sucesso das séries antológicas

Por: em 11 de fevereiro de 2017

American Crime e o sucesso das séries antológicas

Por: em

Spoiler Alert!

Este texto contém spoilers leves,

nada que estrague a série ou a sua experiência.

A cada temporada um contexto divergente. Esta é a principal característica das séries que se classificam como antológicas, um formato que não é novo, mas, que voltou a se popularizar recentemente e tem feito sucesso tanto com o público quanto com a crítica especializada, o justificado alarde se deve a genial premissa da reinvenção – mesma série, contudo, novos personagens e tramas a serem exploradas a cada ano – as possibilidades se mostram infindáveis, além de se mostrarem como uma opção a um específico público que prefere não se comprometer a acompanhar uma série do começo ao fim, sem perder nada, uma tarefa que todos os Apaixonados por Séries possuem ciência de que pode levar muitos anos para se concluir.

É impossível discutir o cenário antológico sem mencionar a sua percursora e a que acabou se tornando a mais popular entre os telespectadores, ela mesma, American Horror Story, a série, escrita pelo não tão desconhecido assim Ryan Murphy que possui seu dedo em diversas produções, inclusive antológicas, teve a sua estreia no ano de 2011 e desde então foi premiada com um número nada humilde de 24 vezes, dentre eles 10 Emmy’s e 02 Globos de Ouro e se encontra no ar até o ano vigente finalizando recentemente a sua sexta temporada, sendo inclusive renovada até a nona temporada. AHS já foi Murder House, Asylum, Coven, Freak Show, Hotel e Roanoke, deste modo, a série segue firme entre erros e acertos, continuamente reafirmando o seu formato antológico ao retornar a cada temporada explorando uma nova estória que não se fixa no tempo, se passando tanto no passado quanto no tempo presente entre os anos, assim como, goza de um elenco, com alguns fixos, que a cada temporada retorna encorpado em novos personagens.

Além da supracitada, algumas outras séries também fazem sucesso neste âmbito consideravelmente pouco explorado, como por exemplo, a aposta do canal HBO, que também começou a navegar por estas águas, True Detective  explora o universo criminal e investigativo acompanhando a saga de detetives na resolução de casos que envolvem assassinatos e conspirações, a série causou muita comoção em sua temporada de estreia, com uma aclamada recepção da crítica especializada, o drama policial possui duas temporadas exibidas dentro do formato antológico; também ambientada no universo de averiguação criminal que oscila entre o drama, a comédia e o humor negro Fargo se equilibra com maestria na linha entre o real e crível e o trash totalmente absurdo, inspirada no filme de mesmo nome a obra da FX recebeu elogios favoráveis em ambas temporadas exibidas até agora.

Uma das melhores estréias de 2016, o recente, e absolutamente justificável, frenesi envolto em American Crime Story: The People v. O.J. Simpson somente comprova o quanto os formatos antológicos tem feito sucesso, tal realidade sendo numericamente comprovada considerando que a mesma foi uma das séries mais premiadas do ano passado, e isto somente em sua primeira temporada, com roteiro e atuações de peso o primeiro ano do drama narrou um drama verídico do julgamento do astro de futebol americano que dividiu os EUA nos anos 90 ao expor uma eminente tensão racial e sexismo tanto dentro do tribunal quanto no meio da própria população. Para quem ainda não conhece a série, fica a dica para uma curta maratona, a mesma já se encontra disponível na Netflix, e para sanar qualquer dúvida sobre dar uma chance a mesma confira aqui: 3 motivos para conferir American Horror Story: The People v. O,J. Simpson.

American Crime

Mesmo que não se constituindo como um destaque entre os telespectadores aqui no Brasil, American Crime é para mim um dos melhores exemplos de toda a capacidade que um formato antológico pode alcançar. Porque não se utilizar deste recurso que abre precedentes para uma liberdade de escrita concisa, com início, meio e fim consideravelmente curtos, que ditam um escasso tom de objetividade tão necessário estes dias, para realizar uma crítica válida acerca de temáticas atuais, polêmicas e que necessitam ser discutidas continuamente? Isto, American Crime realiza com uma maestria há tempos não vista.

Com apenas duas temporadas no ar, o drama não foge em nada do formato já explorado, pode ser considerado genericamente como um drama criminal, contudo, a mesma ultrapassa este quesito ao destrinchar de maneira singular assuntos recorrentes no nosso dia a dia, como, a tensão racial, preconceito entre classes, crise política, religiosa e de gênero, tudo isto somente na primeira temporada, brincando com o nosso pré-julgamento ao comprovar que a realidade é muito relativa, nem os fatos nem as pessoas aparentam ser o que são, a série realiza um real jogo psicológico com o seu público ao sempre deixar no ar quem é culpado e quem é inocente, o objetivo maior não é este, mas sim, comprovar aquilo que todos temos ciência: as aparências realmente enganam e ninguém é totalmente limpo, todo mundo é suscetível a ser deturbado a sua maneira.

Ao retornar para a segunda temporada o drama somente comprova a sua monstruosidade ao colocar em pauta problemáticas como a homofobia e cultura do estupro dentro do ambiente escolar, novamente brincando com a dualidade dos temas e o que há de mais feio no ser humano. Sem mais delongas, American Crime é uma série que merece ser vista por todos, e como já dito, um perfeito exemplo do melhor que uma antologia pode se tornar.


Não, eu não me esqueci de Black Mirror, a antologia britânica é assunto para outro post.

E você, conhecem American Crime? Ou alguma outra série antológica? Não deixem de comentar!


Ana Rebeca Tamandaré

Jovem bahiana simpática e gente boa que curte um bom número de séries e por este motivo tem a audácia de escrever suas opiniões positivas e negativas sobre elas.

Itamaraju/BA

Série Favorita: How i Met Your Mother/Friends

Não assiste de jeito nenhum: The Vampire Diaries

  • Gulliter Henrique

    American Crime, na minha opinião, é a melhor série antológica já feita pela TV norte-americana. Mesmo sem muito hype, a série conquista os poucos telespectadores que a assiste, com sua trama densa e concisa, ótimas atuações e assuntos delicados, que, por vezes, não são discutidos em âmbito social da forma que deveria ser feita.
    Aguardo ansioso a terceira temporada.

    • Ana Rebeca Tamandaré

      Foi exatamente este ideário que eu quis passar com o post Gulliter, American Crime possui uma qualidade imensurável e o seu formato antológico só reforça a sua forte e necessário crítica social.

      Muito obrigada pelo comentário!

  • João Vitor Maia

    Vi a segunda temporada e adorei, a primeira comecei a ver agora.

    • Ana Rebeca Tamandaré

      Espero que você aprecie a primeira temporada também João, e acelera ai, a terceira temporada está prevista para o mês que vem!

×