Análise do Emmy 2016 – Séries de Drama

16 de setembro de 2016 Por:

Se ano passado, quase todas as atenções se centravam na temporada final de Mad Men e a aposta do público quanto a sua vitória na principal categoria da noite do Emmy era certa, um pequeno grupo de críticos foi na contramão ao afirmar que Game of Thrones sairia vitoriosa. Agora, o cenário é diferente. Público, crítica e praticamente qualquer ser vivente deve apostar no bicampeonato da série de fantasia da HBO, que esse ano monopolizou comentários, atenções, críticas e foi, sem dúvida, o evento televisivo de 2016. Mas vamos dar uma olhada em cada um dos indicados:

Game of Thrones

emmy-game-of-thrones

Franca favorita, Game of Thrones já chega com 10 vitórias no Creative (entregue sempre uma semana antes), uma temporada quase irretocável em qualidade técnica e narrativa, a vitória esmagadora no ano anterior, o episódio mais comentando do ano até então (a famosa Batalha dos Bastardos) e muito, muito hype em cima, que transformou a série em um evento. Muito dificilmente qualquer uma das suas companheiras de categoria conseguirá tirar dele não apenas o principal prêmio da noite, mas qualquer outro em que concorra. Se você procura algo pra apostar seu dinheiro, esse é nosso palpite.

Better Call Saul

emmy-better-call-saul

Que o spin off de Breaking Bad tem qualidades narrativas e técnicas invejáveis, que muitas vezes em pouco ficam devendo a sua série mãe, ninguém duvida. Mas Breaking Bad tinha uma coisa que Better Call Saul não tem (ainda): Prestígio. Seu passe tem crescido entre a crítica e os membros da Academia – e já é maior esse ano que no ano anterior, quando estreou – , mas ainda não é o suficiente para lhe dar sequer a chance de vencer. Mas fiquem de olho nela para os anos vindouros.

Mr. Robot

emmy-mr-robot

O grande coringa da lista, Mr. Robot estreou ano passado, sem discrição e com muito alarde e, em pouco tempo, já era uma aposta certa para a temporada de premiações, onde, de fato, conquistou algumas vitórias aqui e ali, como o Globo de Ouro de Série Dramática, o Critics Choice na mesma categoria e alguns prêmios e indicações para seus membros do elenco. O problema é que, em todos esses lugares que venceu, Mr. Robot ainda não tinha a concorrência de Game of Thrones. A série é excelente, possui uma narrativa fragmentada que faz pensar e sem dúvidas será uma vitória bem vinda se acontecer, mas seria uma surpresa. Talvez ano que vem, sem a série da HBO no páreo (já que a temporada estreará mais tarde e pode não ter tempo de concorrer).

House of Cards

emmy-house-of-cards

Depois de um 3º ano criticado, House of Cards ressurgiu das cinzas e conseguiu entregar uma 4ª temporada que, em qualidade e recepção crítica e pública, lembra muito os tempos áureos da saudosa 1ª temporada, que impactou todos com sua ousadia e seu roteiro certeiro. Francis e Claire Underwood voltaram ao foco e essa é, sem dúvida alguma, sua maior chance de vitória desde a estreia. Mas a série da Netflix também deve acabar caindo para Jon Snow e sair, mais uma vez, sem o tão sonhado Emmy de Melhor Série Dramática, não por falta de qualidade, vale-se ressaltar.

Homeland

emmy-homeland

Se a 4ª temporada de Homeland trouxe ela de volta dos mortos depois de um 3º ano apagado, a 5ª continuou a provar que a série da Showtime ainda tem muita lenha pra queimar e que continuará sendo merecidamente indicada todo ano, sim. Com uma trama política mais contida, o 5º ano da série colocou mais uma vez o foco em Claire Danes e acertou. Também não deve ser o suficiente para uma vitória, mas já mereceu ter sido indicada e, por isso, a gente já fica feliz.

The Americans

emmy-the-americans

Quatro anos depois, uma das melhores e mais subestimadas séries no ar, enfim, teve seu merecido reconhecimento. The Americans é uma série exemplar, desde o 1º ano tem entregado tramas de qualidade ímpar na TV e já merecia estar indicada desde então. A 4ª temporada elevou o já alto padrão da FX e conseguiu não apenas ser indicada na principal categoria, mas também emplacar seus astros, Keri Russel e Matthew Rhys. Dificilmente a série sairá premiada, mas fica registrada a nossa torcida e o recadinho: The Americans é a melhor série que você não está assistindo.

Downton Abbey

emmy-downton-abbey

A derrota de Mad Men ano passado colocou por terra a ideia de que temporadas finais gerem algum tipo de saudosismo na Academia, fato já comprovado no passado por algumas vitórias. Sendo assim, o ano de despedida de Downton Abbey deve acabar saindo de mãos vazias no próximo domingo, frente a forte concorrência que enfrenta. É fato que os Crawley tem seu charme e que a série fez uma bela jornada contando a história da família inglesa, mas não deve ser o suficiente para vencer.

 

  • Quem vence: Game of Thrones.
  • Quem deveria vencer: Game of Thrones.
  • Quem faltou na lista: Outlander e The Path.

Agora é sua vez. Conta pra gente: Também tá torcendo por Game of Thrones ou espera uma virada na noite? Veja todos os nossos posts com análise das categorias principais da premiação. A cerimônia de entrega do Emmy acontece domingo, dia 18 de setembro.

Jornalista, nerd, viciado em um bom drama teen, de fantasia, ficção científica ou de super-herói. Assiste séries desde que começou a falar e morria de medo da música...

Ler perfil completo

Petrolina / PE

Série Favorita: One Tree Hill

Não assiste de jeito nenhum: The Big Bang Theory

  • Gabriela Peralva Dunham

    Das indicadas só vi House of Cards e Game of Thrones (apesar de ter curiosidade de ver quase todas ahahah), então minha opinião é meio parcial, mas GoT fez uma temporada SENSACIONAL e acima das expectativas (já bem altas)

Primeiras Impressões: The Orville

1 semana atráscomentarios

O que dizer de The Orville? Assisti ao primeiro episódio dessa nova série da Fox, criada, produzida e estrelada por Seth MacFarlane (Family Guy), e até agora não consegui entender por que o seriado está classificado como uma comédia ou, mais distante ainda, uma sátira de Star Trek. The Orville não é uma série ruim, vejam vocês, mas não é uma comédia como tentaram vender os trailers e todo o material promocional. Há piadas sim, algumas até engraçadas, mas elas fazem parte do contexto e não são o objetivo final do roteiro. A ideia de um mundo futuro, com naves espaciais e seres de diversos planetas convivendo também não é uma sátira de Star Trek, como fizeram parecer. Ao contrário, […]

Leia o post completo

1 Contra Todos

1 semana atráscomentarios

Com a lei de incentivo à produção nacional, várias produções poderiam sair do papel. Muitas delas não têm a menor pretensão de introduzirem uma ideia nova ou em mesmo de fazer sucesso. É por isso que uma série estoura na medida em que 1 Contra Todos fez, a gente tem que prestar atenção e dar os louros. Cadu (Júlio Andrade) é um advogado de Taubaté que será pai pela segunda vez, mas perde o emprego devido seus princípios éticos. Para piorar sua situação, é injustamente preso ao ser confundido com o Doutor do Crime, maior traficante do país. Para tentar sobreviver, e com o apoio de sua esposa Malu (Julia Ianina), ele decide se passar pelo criminoso como única forma […]

Leia o post completo

Queens que merecem redenção em RuPaul’s Drag Race: All Stars – Parte 2

1 semana atráscomentarios

Comemorando que RuPaul’s Drag Race acaba de conquistar o Emmy de Melhor Apresentador de Reality, Melhor Edição de Fotografia e Melhor Figurino (pelo episódio: Oh! My! Gaga!), além da VH1 não perder tempo em agendar a próxima edição All Stars para Janeiro de 2018 (está quase chegando!), em breve teremos a lista oficial das queens que estarão retornando para brigar por um lugar no Hall Of Fame do programa e ter a oportunidade de reescrever parte da sua história na competição. Assim como na primeira parte desse especial, eis aqui uma outra lista de participantes que não conseguiram atingir seu potencial e chegar longe na competição. Então, shall we begin? Trixie Mattel – Temporada 7 (Top 6) Oh honey! Quem não […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter