Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

As 16 participações mais especiais de 2012

Por: em 30 de dezembro de 2012

As 16 participações mais especiais de 2012

Por: em

Chegou a hora de falarmos sobre aqueles que não ocuparam muito tempo na telinha, mas ficaram marcados em nossos corações: as 16 participações mais especiais de 2012. Seguindo a tradição do Apaixonados por Séries nesse especial, selecionamos atores que em 2012 apareceram em, no máximo, 3 episódios de determinada série; e que apesar de tão pouco tempo na telinha, conseguiram nos fazer torcer por sua volta. Ou por terem atuado em um papel incrível na série em questão, ou por nos remeter a algum personagem anterior de sua carreira, em algum filme ou série.

Colocamos as participações em ordem alfabética pelo nome das séries, por isso não se trata de um ranking. Curiosos? Confiram a lista:

Adam Levine em American Horror Story – por Micael

Um grande astro da música participando de uma série de televisão não é algo que estamos acostumados a ver todo dia. Além disso, o cantor é jurado do reality show musical The Voice, versão americana, e por isso
é muito conhecido pelos fãs de séries. AHS, desde sua primeira temporada, sempre trouxe ótimos nomes para seu elenco. Este ano não foi diferente. Destaco a participação de Adam Levine porque foi, sem dúvida, a que motivou mais burburinhos na mídia. Além disso, a participação, apesar de curta, introduziu muito bem a trama que estaria por vir e, por incrível que pareça, o Adam Levine ator não decepcionou.

Adam Baldwin em Castle – por Keyla

Antes de mais nada, quero avisar que eu gosto do Adam Baldwin. Sou fã de Firefly, então fiquei animadíssima quando fiquei sabendo que Adam faria uma participação emCastle, a série de Nathan Filion, o Capitão Mal. A reunião dos dois antigos amigos foi simplesmente épica. Não foi uma coisa óbvia que qualquer pessoa perceberia, mas o episódio 4×21 – Headhunter foi recheado de referências à falecida série, sendo um grande presente para os fãs. A química entre os dois atores é inegável e o episódio funciona exatamente por  esse motivo. Quem acompanhou a história de Firefly sabe que o maior fã da série é o próprio Fillion, que sempre parece se divertir muito apenas com a menção do assunto. A cada referência eu me sentia entendendo uma piada interna. Honestamente, independente da história, eu fico feliz de assistir Nathan Fillion Adam Baldwin juntos em cena.

Lisa Edelstein em Elementary – por Andrezza

Lisa Edelstein sempre será lembrada pelo papel da Dra. Lisa Cuddy de House. Enquanto não emplaca outra série de sucesso, a atriz coleciona participações especiais.  No ano passado, esquecemos de listá-la pela participação especial no drama jurídico The Good Wife, mas em 2012 aqui está a musa como uma “vilã” de Elementary como uma mulher sedutora no 1×08, The Long Fuse. Rolou o maior clima entre a empresária e o Sherlock, pena que não teve final pra moça que, além de ter perdido o affair, terminou o episódio atrás das grades.

Ricky Martin em Glee – por Maura

Se tem uma coisa que não falta em Glee (além de covers de músicas da Katy Perry), são participações especiais. A série já atingiu um determinado prestígio que possibilita a contratação de artistas renomados para a interpretação de pequenos papeis. Depois de Gwyneth Paltrow na segunda temporada, já tivemos Kate Hudson e Sarah Jessica Parker dando o ar da graça em episódios recentes (em personagens tão recorrentes que até perdem um pouco a cara de “participação especial”). Mas a participação que mais marcou a série em 2012 foi a do galã latino Ricky Martin. Mesmo tendo aparecido em somente um episódio (3×12 – The Spanish Teacher) Ricky foi capaz de deixar sua marca em Glee, esbanjando carisma e sendo responsável por alguns dos momentos musicais mais marcantes da temporada (incluindo o seu dueto de La Isla Bonita com a também latina caliente Santana, um dos meus covers favoritos de Glee até hoje). O final da trama envolvendo Ricky, com Will arranjando um trabalho para Dave Martinez na McKinley High, deu brecha para um possível retorno do personagem. Vamos torcer!

Lauren Graham em Go On – por Alexandre Borges

Uma Go On já é boa… Uma Go On com Lauren Graham? Ainda melhor! O encontro de Chandler e Lorelai Gilmore, ou melhor, de Lauren com Matthew Perry de nos rendeu o melhor episódio de Thanksgiving do ano e também o melhor da nova série de Perry (e isso vem de uma pessoa que curtiu todos os episódios de Go On). Interpretando uma ex colega de classe de Ryan, Lauren abrilhantou mais ainda a série da NBC, despertando o coração do radialista para que ele finalmente tentasse começar a ‘seguir em frente’, criando uma disputa divertidíssima entre ele e Steve pelo coração dela e entregando um dos mais deliciosos episódios de comédia do ano. Se não fosseParenthood, até iria querer a Lauren fixa em Go On…

Neve Campbell em Grey’s Anatomy – por Camila

Neve Campbell chegou no Seattle Grace com o número de participações já contados: 3. Mas nestes três nós esperamos ver muito mais da atriz que interpreta mais uma das 5 irmãs de Derek e sua família linda e “normal” (porque de normal não tem nada, quantos problemas os Shepards tem em Grey’s Anatomy ou em Private Practice). Lizzie veio para ajudar o irmão, para se recuperar, conhecer a sobrinha e sua participação não é escandalosa como algumas outras. Acho que o ponto mais importante da história dela em Grey’s Anatomy é que Lizzie é a primeira pessoa para quem Meredith conta que está grávida, provando um ponto que Derek levanta no mesmo episódio: ela está mudando, a amizade entre ela e Cristina está mudando. Talvez foi preciso a participação de Neve Campbell para ilustrar isso, mas ainda temos um episódio com a irmã Shepard pela frente.

Justin Hartley em Hart of Dixie – por Andrezza

O arqueiro verde de Smallville segue fazendo carreira na CW. Em 2012, integrou o elenco da já cancelada Emily Owens M.D., e antes disso teve tempo pra uma participação mais que especial na série mais fofa do canal: a charmosa Hart of Dixie. Justin Hartley sempre ficará marcado na minha memória como Oliver Queen, mas adorei vê-lo interagindo com a médica de shorts no divertidíssimo Bachelorettes & Bullets como ninguém menos que Jesse Kinsella, irmão do Wade. O bonitão agitou a trama e causou ciúmes no cowboy casanova, que foi muito duro com Zoe. Pena que a participação durou apenas um episódio, queria saber mais sobre o passado dos dois.

Adam Baldwin em Leverage – por Keyla

Já disse que gosto do Adam Baldwin, não? Tanto que ele aparece duas vezes nesse post! Fiquei bem feliz quando soube que ele faria uma participação em Leverage, como amigo de Eliot. A participação de Coronel Michael Vance não foi muito grande, mas ele esteve em 2 episódios: 5×01 – The Very Big Bird Job e 5×09 – The Rundown Job. No primeiro episódio, a presença dele é bem discreta, mas não passa despercebida. Já em The Rundown Job, Baldwin aparece mais e o episódio, que já seria ótimo de qualquer jeito, ficou ainda melhor. A dinâmica entre Vance Eliot foi ótima e a tudo contribuiu para que a tensão do ataque terrorista iminente fosse ainda maior.

Alexis Bledel em Mad Men – por Camila

A garota Gilmore já há tempos não é mais uma garota, e sua participação em Mad Men salientou bem esse amadurecimento. Sua participação na série foi para perturbar a vida do Pete, e Alexis Bledel mostrou uma Beth Dawes sedutora e problemática, contrapondo a vida certinha que Pete tenta levar com sua esposa. Com o jeito de menina, a Beth de Alexis Bledel balançou o mundo do Pete, que até tentou mas não conseguiu resistir a ela mais uma vez. Sua participação mostra que o Pete também é infeliz naquela vida, está se tornando cada vez mais parecido com Don Draper. Se isso tudo não fizesse a participação de Alexis Bledel em Mad Men memorável, a surra que Pete levou do marido dela fez valer a pena. E a moça perder a memória que tem do Pete com o tratamento é bem simbólico na série, mostra o quanto Pete é esquecível, as pessoas não se importam com ele no lado pessoal. Beth não se importou em saber que ia perder a memória do tempo que passou com ele.

Alex Kingston em NCIS – por Camila

No início de NCIS não tinha nada que me irritava mais nos episódios quando o FBI aparecia, e eu sabia que imediatamente o ag. Fornell iria aparecer. Depois de algumas temporadas passei a aturar o personagem e hoje já aguardo ansiosamente sua participação. E quando a atuação é virtual, servindo só de pretexto para alguém como Alex Kingston participe ativamente da série? Para isso eu aturei o Fornell lá do início. Para ver Alex Kingston participando aqui em NCIS como Miranda Pennebaker, uma comerciante ‘diferente’ valeu a pena. Muitos vão reconhecer Alex de E.R., outros tantos de Doctor Who. Mas a participação da atriz foi na medida para NCIS, ganhando a confiança da Ziva e brincando com o Tony. Nem importava mais como o caso da semana seria resolvido. Com a sua promessa de se endireitar, os fãs da série da atriz talvez possam esperar por mais participações.

Olivia Munn em New Girl – por Maura

New Girl é uma série relativamente nova, estando somente em sua segunda temporada. No entanto, possui um currículo de participações digno de muita série veterana. Em 2011, Justin Long e seu adorkable Paul entraram na nossa lista de melhores participações. Este ano, mesmo com outras participações ilustres como a de Jamie Lee Curtis, que interpretou a mãe de Jess, a escolhida de nossa lista é a atriz Olivia Munn. Vinda de um ano movimentado, no qual teve papeis em alguns filmes e em uma série estreante (The Newsroom), Olivia participou de alguns episódios exibidos recentemente como a namorada stripper de Nick. Mesmo com pouco tempo de tela, a novata já mostrou uma boa interação com o resto do elenco, sendo responsável por nos dar cenas memoráveis como aquela na qual Schmidt decide ensiná-la a fazer uma lap dance de respeito (tendo como cobaia o coitado do Nick, obviamente). A participação de Olivia ainda não se encerrou mas, tendo em vista que o casal Nick e Jess deve acontecer mais cedo ou mais tarde, é bem óbvio que esse relacionamento não tem muito futuro.

Jorge Garcia em Once Upon a Time – por Maura

Os atores de Lost tiveram sorte. Além de terem participado de uma das principais séries dos últimos tempos, após o seu fim ainda arranjaram um seguro-desemprego chamado Once Upon a Time. Criada pelos produtores de Lost, a série dos contos de fada já tinha em seu elenco Emilie de Ravin, que interpreta a Bela. Esse ano foi a vez de outro veterano de Lost fazer sua participação. Jorge Garcia apareceu no sexto episódio da segunda temporada, chamado Tallahassee, como o gigante que Emma e Gancho tiveram que enfrentar para recuperar a bússola que os ajudaria a retornar a Storybrooke. Infelizmente o episódio não focou muito em Jorge e seu gigante, dando um maior espaço para a história de Emma e o pai de Henry. Mas, só pelo fato de terem escolhido um ator tão carismático para o papel, já é um bom sinal de que ainda veremos o nobre gigante no futuro.

Vanessa Redgrave em Political Animals – por Micael

Existem alguns atores e atrizes que são considerados os grandes, que estão num nível acima dos demais, e Vanessa Redgrave sem dúvida está incluída nesse grupo. Seu talento é palpável, e em Political Animals, a vencedora do Oscar interpretou minha personagem predileta de toda a minissérie. O episódio que ela participou, aliás, foi também o melhor da minissérie. Sua personagem é uma juíza da Suprema Corte norte-americana que pretende se aposentar para cuidar de sua companheira que está em leito de morte. Seus diálogos com Elaine Barrish foram sensacionais, ao mesmo tempo sensíveis e arrebatadores. Uma grande pena que uma produção tão boa como essa não foi renovada.

Nick Jonas em Smash – por Micael

Smash é uma série que eu gosto, sim, mas ao mesmo tempo desgosto, ao ver os rumos que tomou. Ao optar por uma narrativa mais novelesca, a série perdeu muitos fãs e foi muito criticada. Então, surge Nick Jonas
na tentativa de trazer mais público para o show. Não o considero um bom ator, mas seu personagem foi bastante importante para a trama. Interpretando um grande astro, ele ajudou Eileen a conseguir dar o pontapé inicial à peça e, inclusive, touxe um número musical bastante bom.

Allison Janney em The Big C – por Micael

A terceira temporada de The Big C não foi a melhor da série, nem de longe, mas ela marcou positivamente por novamente trazer ótimos atores convidados. Nas outras temporadas, tivemos, dentre outros, Hugh Dancy, Liam Neeson e Cynthia Nixon. Neste ano, além da ótima Susan Sarandon, que não pode ser escolhida neste post por ter aparecido em mais de três episódios, a sempre ótima Allisson Janney deu as caras. Sua personagem era uma grande diretora de cinema que pretendia levar a história de Paul para o cinema. A cena do jantar, na qual, além de Sarandon e Janney, estão Laura Linney e Oliver Platt, formou definitivamente uma mesa de imenso talento.

Matthew Perry em The Good Wife – por Keyla 

Vamos dizer a verdade: ver Matthew Perry em qualquer série é uma coisa boa. Devo dizer que gostei de ver o ex-Friends em um papel dramático. É impossível, no primeiro episódio que ele aparece, não pensar: “Olha, o Chandler!”. Claro que o tão famoso personagem irá perseguir o ator para o resto de sua vida, mas Matthew Perry conseguiu ser surpreendentemente convincente como Mike Kresteva. A atuação foi tão boa que ao chegar ao fim do episódio eu já odiava Mike. Em 2012 ele participou de 2 episódios: 3×19 – Blue Ribbon Panel e 3×20 – Pants On Fire. O personagem é excelente e o ator superou as minhas expectativas. Nunca imaginaria que ele pudesse fazer uma participação em The Good Wife, mas gostei muito de vê-lo na série. Espero que ele possa fazer outras participações como Mike Kresteva em 2013.

E pra você, quais foram as participações especiais mais marcantes? Capriche no comentário.


Andrezza

Mineira apaixonada por séries policiais, dramas jurídicos e séries teen de qualidade (Saudades, Greek!).

Belo Horizonte - MG

Série Favorita: Grey´s Anatomy

Não assiste de jeito nenhum: House

  • Quem dera Go On tivesse flopado. Matthew Perry voltaria pra The Good Wife. Ele estava perfeito.

  • evy

    Como não colocar a participação de Kristen Bell e Rachel Bilson na finale de Gossip Girl? A única coisa boa do episódio diga-se de passagem…

    • Thais

      Concordo com vc, foi REALMENTE uma das melhores cenas do episódio, deu um ar de leveza e descontração.

  • Gostei muito da participação do Ricky Martin em Glee, mas prefiro a de Kate Hudson. Nossa, ta sendo incrível, mesmo parecendo que ela é uma personagem regular.

  • Rogério Marques Júnior

    A participação de Matthew Perry em TGW foi simplesmente sensacional! Nunca o imaginaria fazendo um papel mais sério tão bom.

    Tomara que volte para mais participações!

  • Mariane

    Amei, amei e amei a participação da Lauren em Go On.
    Como uma super fã dela, fiquei mais do que feliz quando foi anunciado. E, devo confessar que não pude deixar de reparar na química que há entre os dois. O Peter que me perdoe, mas eles fariam um lindo casal, rs

  • Julia

    Só faltou a Courteney Cox em Go on ,o melhor casal e ex-friends juntos novamente é muito perfeito!!

×