Merlí

Merlí é uma produção catalã de 2015, exibida pela TV3 e estrelada por Francesc Orella que…

Primeiras Impressões: Mindhunter

Mindhunter estreou na Netflix nesta sexta-feira (13) sob toda a expectativa que uma série de David…

As crianças das séries – Personagens adotados

Por: em 12 de outubro de 2014

As crianças das séries – Personagens adotados

Por: em

Já dizia a música “Família, família, papai, mamãe, titia. Família, família, almoça junto todo dia”. E não importe o quanto disfuncional seja a sua família, o quanto de vinho vocês tomem para resolver os problemas, no final do dia é a família que está ali para te apoiar sempre.

E tem coisa mais bonita do que dar uma família para aqueles que não tem? E hoje o Apaixonados por Séries veio lembrar das filhos que não tinham pais, ou dos pais que não tinham filhos. A adoção é um tema recorrente em séries familiares nos Estados Unidos, bebês, crianças, e até adolescentes foram inseridos nas maravilhosas famílias das nossas séries favoritas. Um gesto de carinho e amor imenso que alguns dos nossos personagens preferidos tomaram.

Lily – Modern Family

Lily Modern Family
Nascida no Vietnã e adotada pelo casal Cameron e Mitchell, Lily entrou em nossas vidas no primeiro episódio de Modern Family. Se no início era apenas uma fofa bebezinha, hoje ela é dona de uma personalidade carregada de sarcasmo e bom humor, nos proporcionando altas risadas. A temática adoção sempre foi tratado com muita naturalidade por seus pais, estando Lily super adaptada, tanto na família, quanto aos Estados Unidos.
Por Janaina

Victor – Parenthood

Victor Parenthood
Victor entra nas vidas de Júlia e Joel após uma tentativa frustrada de adoção de um bebê. A adaptação foi bem complicada, pois Victor ainda era muito ligado a sua mãe, amigos e estilo de vida anterior. Pesou também o seu fraco desempenho no Colégio. Com muita paciência, dedicação e amor de Júlia, Joel e de todos membros da família Braverman, hoje ele está super adaptado, já está progredindo na escola e nos esportes!
Por Janaina

Zola – Grey’s Anatomy

Zola Grey´s Anatomy
Zola apareceu em Grey’s Anatomy graças ao projeto de Karev, que levava crianças doentes da África para serem tratadas no Seattle Grace Mercy West Hospital (na época o nome era esse). Zola era paciente do Derek, que logo se encantou pela menina e não demorou muito para que isso também acontecesse com Meredith. O processo de adoção foi longo e nada fácil, mas quando finalmente aconteceu, eles estavam preparados para receber a filha de braços abertos.
Por Renata

Olivia e Evan – Brothers and Sisters

Olivia e Evan Brothers and Sisiters
Brothers and Sisters teve duas adoções durante suas 5 temporadas. A primeira foi de Evan, o menino que Kitty e Robert tanto esperaram, mas como não conseguiam ter filhos, encontraram em uma mulher que estava grávida a oportunidade de realizar este sonho. A segunda adoção foi a de Olivia por Kevin e Scotty, que procuraram um orfanato e logo se encantaram pela menina latina de 9 anos que “ninguém queria”. Mais um processo de adoção complicado, mas que foi tratado com muita delicadeza pelos roteiristas. Nem preciso dizer que tanto Evan quanto Olivia foram muito bem recebidos pelos Walker, né?
Por Renata

Ryan – The O.C.

Ryan The O.C.
Ryan tinha os ingredientes para um garoto problema: uma mãe descontrolada, um irmão criminoso e um padrasto violento. Exatamente por isso que ele encontra seu “pai adotivo” após ser preso. Sandy Cohen, um dos maiores “paizões” da história da TV americana, se identificou com o garoto que, atrás da máscara de bad boy, demonstrava muita inteligência e personalidade. Nesse encontro entre o defensor público e o adolescente rebelde, começa a história da família Cohen e de um grupo de ricaços de Orange County. Por mais que The O.C. seja uma série adolescente, sua maior força sempre esteve no relacionamento familiar. O modo como Kirsten aprende a amar seu filho adotivo e enfrentar tudo pela sua família. Como Sandy ensina valores como paixão, dedicação e respeito. E, claro, como a amizade entre Seth e Ryan demonstra que irmãos de verdade não precisam ter o mesmo sangue.
Por Thiago

Henry – Private Practice

Henry Addinson Private Practice
Addison era o típico exemplo de uma mãe sem filho. Ela tentou a todo custo ter um filho, passou por diversos tratamentos, terminou relacionamentos, pois ela realmente queria formar uma família. Quando Henri finalmente apareceu, ele era filho de uma de seus pacientes, ela já não tinha escolha, já estava tomada pelo sentimento maternal. O processo de adoção, que seria simples, ainda foi conturbado, pois Jake estava passando por alguns momentos difíceis com a sua filha e sem querer atrapalhou um pouco a vida de Addsion. Mas como todo final feliz, ela encontrou em Jake o parceiro ideal para completar a sua tão sonhada família.
Por Joanna

Dixon – 90210

Dixon e Annie 90210
Seria impossível imaginar a família Wilson sem o Dixon. Desde o primeiro episódio de 90210 estava muito claro que ele, Harry, Debbie e Annie eram uma família unida e que Dixon estava integrado a eles. No meio da série sua mãe biológica apareceu, mas isso só serviu para fortalecer o laço entre os Wilson. Mesmo com todas as desavenças familiares ao longo do seriado, Dixon sempre foi muito amado por sua família.
Por Joanna

Rachel- Glee

Glee-Rachel-Pais_

A personagem mais ambiciosa de Glee não poderia ter outra família tão linda quanto seus dois pais homossexuais, Hiram e Leroy, que adotaram a garota abandonada pela mãe. Durante a série, descobrimos que sua mãe biológica é Shelby Corcoran, uma cantora com uma voz tão talentosa quanto sua filha. Foi difícil para Rachel acompanhar sua mãe, que a abandonou, adotar e ter tanto carinho com a filha de Quinn. Mas sem dúvidas, carinho, amor e atenção nunca faltaram na residência dos Berry.

Por Andrezza

Erika e Jack – Friends

Friends-monica-chandler-babies

Quando o casal mais estável dos seis amigos finalmente decidiram que era hora de ter filhos, descobriram que não conseguiriam ter um pelos meios “normais”, mas depois de algumas situações complicadas, os dois se esforçaram tanto e conseguiram adotar uma criança, que quando chegou a hora do parto, eram dois! Apesar de não termos visto muito dos gêmeos Erika e Jack, afinal, eles chegaram no último episódio da série, temos certeza que Monica e Chandler seriam excelentes pais. Amor não ia faltar.

Por Camila

Mozzie – White Collar

mozzie-white-collar

Mozzie foi um órfão sem muita atenção de adultos e teve que desde cedo se virar para sobreviver. Acabou tendo que se envolver com criminosos, hoje ele é mestre em conspirações, mas quando criança ele teve a orientação do Jeffrey (Instrutor do orfanato), que o guiou para se valer de sua inteligência sempre, e achou para o pequeno Mozzie uma família que o adotou, ele foi bem instruído sobre artes, pelo menos até fugir e se tornar o dentista de Detroit. A orientação de Jeffrey o manteve com uma boa índole. Mesmo sendo um golpista, ele é um amigo fiel.

Por Camila


E você, leitor? Sentiu falta de algum personagem?


Joanna Saldanha

Carioca, curiosa e apaixonada por novelas e séries desde sempre.

Rio de Janeiro / RJ

Série Favorita: Friday Night Lights

Não assiste de jeito nenhum: Lost

  • Thiago Martins

    Joanna,

    Ficou muito bacana, parabéns!

  • May

    Faltou The Fosters!!! Abri o post, tendo certeza que eles estariam aí :/

  • ruth

    Tbm sentir falta de The Fosters série linda sobre a família…Lindo Post!Parabéns!!

  • Janaina Helena

    Um bom apanhado das adoções das séries! Adoção é um ato de amor e as séries refletem bem isso!!! parabéns!

×