Reign

“Desde que Mary, rainha da Escócia, era uma criança, os ingleses querem seu trono e sua coroa. Ela foi mandada para a França para casar com o próximo rei, para salvar a si e seu povo, um vínculo que deve protegê-la. Mas há forças que conspiram, forças sombrias, forças do coração. Que ela reine por muito tempo.” Se você gosta de séries baseadas em fatos reais e que de brinde traz mulheres fortes como o foco principal da história então Reign é uma boa pedida para se assistir até que as séries da fall season retornem. A série é da emissora CW e teve 4 temporadas, e 3 já estão disponíveis na queridinha da Netflix. Aqui conhecemos a história de […]

Primeiras Impressões: The Bold Type

Não são poucas as séries que adoram beber da fonte de inspiração que Sex and the City e filmes como O Diabo Veste Prada representam para o mundo feminino e a nova estréia da Freeform não foge à regra. Criada por Sarah Watson, em The Bold Type, nós temos a atmosfera grandiosa, cheia de liberdade e estilo que Nova York representa, acolhendo jovens em busca de suas realizações profissionais. A série é inspirada na trajetória da ex-editora-chefe da Cosmopolitan, Joanna Coles e conta os bastidores da renomada revista feminina Scarlet, acompanhando a vida de três amigas que buscam ascender e encontrar suas próprias vozes no mundo enquanto exploram temas como sexualidade, moda, identidade e relacionamento. “Uma jovem, do Colorado. Lendo […]

Guia da Trilha Sonora: Parenthood – 5ª Temporada

Um dos pontos fortes de Parenthood é a trilha sonora que sempre casa muito bem com os sentimentos que o episódio quer nos passar, e pra não perder o costume a gente traz pra vocês o que tocou na 5ª temporada da série só que dessa vez de forma diferente: tudo numa playlist do Spotify!

Thais Medeiros

Uma estudante de jornalismo melodramática e indecisa. Apaixonada por séries, livros e fanfics. Se pudesse viveria de açaí e pão de queijo.

Mariana/ MG

Série Favorita: My Mad Fat Diary

Não assiste de jeito nenhum: Revenge

13 Reasons Why – Fita 8 a 13

2 meses atrás Comente também

ALERTA DE GATILHO: O texto a seguir aborda temas sensíveis como estupro, assédio, bullying e suicídio e, portanto, pode apresentar gatilhos. 13 Reasons Why é o assunto do momento. Tanto para o bem quanto para o mal. Nas últimas semanas, a série da Netflix tem sido comentada à exaustão. A jornada de Hannah Baker – e, acima de tudo, a forma como foi retratada – tem dividido opiniões e trazido consigo inúmeras indagações. Por um lado, há profissionais da psicologia e psiquiatria que consideram a produção perigosa e pessoas que relatam terem tido problemas com os vários gatilhos presentes na trama. Do outro, temos profissionais da mesma área defendendo o seriado e afirmando que ele não é o problema, além […]

Leia o post completo

Primeiras Impressões: Famous in Love

2 meses atrás Comente também

Começo este texto avisando que tenho gostos peculiares (você não entenderia). Sou a rainha dos guilty pleasures e meu coração bate forte por séries adolescentes repletas de clichês, pieguice e que ultrapassam os níveis aceitáveis de atuações sofríveis e vergonha alheia. Quanto mais farofa melhor! Se você, assim como eu, não resiste a um drama teen cheio de defeitos, que de tão ruim se torna épico, Famous in Love fará sua vida mais feliz, te rendendo severas gargalhadas. Se esse não é o seu caso, recomendo que feche agora este texto e desista, essa série não foi feita para você. Vamos aos fatos, Famous in Love é ruim. Muito ruim, na verdade. Inspirada na série literária, de mesmo nome, escrita por Rebecca […]

Leia o post completo

Switched at Birth – 5×10 Long Live Love (Series Finale)

2 meses atrás Comente também

“Se eu te pedisse para fazer algo louco, você consideraria?” – Bay Kennish Em 06 de junho de 2011, a ABC Family – atual Freeform – exibia o primeiro episódio de um drama sobre duas adolescentes trocadas na maternidade. A trama parecia digna de uma novela mexicana e a roupagem excessivamente teen, uma característica da emissora, de toda divulgação não ajudava. Contra todas as minhas expectativas –e preconceitos – iniciais, a fórmula de Switched at Birth não apenas funcionou, como me cativou completamente, se tornando, de longe, o meu drama adolescente favorito. Seis anos, cinco temporadas e 103 episódios depois, chegou a hora de me despedir de uma série sensível, necessária e cheia de importância social. Switched at Birth foi, […]

Leia o post completo

Switched at Birth – 5×08 Left in Charge/ 5×09 The Wolf is Waiting

3 meses atrás Comente também

Sabe aquela sensação de refletir sobre um episódio e sentir que nada aconteceu? Bom, pelo menos, nada novo ou relevante? É assim que me sinto em relação a Left in Charge, o antepenúltimo episódio de Switched at Birth. Mais uma vez tivemos um filler, que pouco acrescenta ou desenvolve. Algo que tem sido recorrente nessa temporada. Chega a ser irritante perceber como o último ano de uma série tão maravilhosa não apresenta sequer uma trama principal e todos os personagens parecem soltos na gravidade zero, vivendo situações aleatórias e histórias aleatórias. Talvez o exemplo mais marcante disso seja Daphne. O que diabos a menina está fazendo nessa temporada? Mesmo que aos tropeços, consigo enxergar o arco narrativo de Bay – […]

Leia o post completo

13 Reasons Why – Fita 1 a 7

3 meses atrás Comente também

Alexandre: Uma das melhores séries do ano até aqui, 13 Reasons Why estreou no fim de semana e, desde então, não se falou em outra coisa. A história das fitas de Hannah ganhou uma dimensão que poucas séries novatas (mesmo as Originais Netflix) ganharam e é muito interessante tentar entender os motivos por trás disso. 13 Reasons Why não é só puro entretenimento. Por trás de tudo que vimos nessas 13 horas, existem lições importantes, discussões necessárias e, principalmente, muita reflexão. Não dá pra passar pela série sem tirar algo dela. Sem aprender alguma coisa ou até mesmo repensar outras tantas. Thaís: Quem matou Hannah Baker? Após a exibição dos 13 episódios da série, a conclusão óbvia é que aquelas 12 pessoas, contempladas pelas […]

Leia o post completo

Switched at Birth – 5×07 Memory (The Heart)

3 meses atrás Comente também

100 episódios. Essa certamente não é uma marca que todas as séries conseguem alcançar. Switched at Birth recentemente entrou para esse seleto grupo, o percurso até aqui foi longo, repleto de altos e baixos, muito drama e personagens marcantes. Memory (The Heart) deveria ser o momento de celebrar toda essa trajetória e, mais do que isso, presentear o público que se manteve fiel ao longo dessa centena de episódios com algo especial, que aquecesse seus corações. Infelizmente, não foi o que vimos aqui. Não me entendam mal,  esse é um episódio que, embora apressado em alguns momentos, consegue ser sensível, bonito e emocionar. Ele nos tosca de alguma forma. Evocar a memória de Angelo foi uma boa estratégia, afinal é inegável […]

Leia o post completo

Shadowhunters – 2×10 By the Light of Dawn (Midseason Finale)

4 meses atrás Comente também

É provável que essa semana Shadowhunters tenha exibido um de seus melhores episódios. Encerrando a primeira metade de sua segunda temporada, a série nos deu um episódio repleto de ação, drama, respostas e pontas soltas sendo amarradas. Como leitora da obra de Cassandra Clare, no entanto, não fui capaz de evitar a sensação de que tudo aquilo se desenrolou melhor nas páginas livros. Sensação com a qual terei que lidar. É inegável que os livros são melhores que a série, porém já está na hora de aceitar que temos  produtos e mídias diferentes e tentar analisar o seriado de forma independente. Isso, de forma alguma, quer dizer aceitar tudo o que Shadowhunters nos propõe, sem queixas ou problematizações. Muito pelo […]

Leia o post completo

Switched at Birth – 5×05 Occupy Truth

4 meses atrás Comente também

Mais uma vez não sei muito bem como iniciar esse texto. Então, começo dizendo que este não é meu lugar de fala. Sou branca e não entendo – e dificilmente entenderei – verdadeiramente o que é o racismo ou todas as formas nas quais ele pode se manifestar. Essa não é uma realidade com a qual eu tenho que lidar diariamente. Não é algo que me fere ou oprime. Não é uma dor que carrego. Ainda assim, o problema do racismo é um problema meu, assim como de todas as pessoas que habitam esse planeta. Como branca tenho o dever de reconhecer meus privilégios, reconhecer que vivemos em um sistema que mata, violenta e invisibiliza uma parcela gigantesca de sua […]

Leia o post completo

Shadowhunters – 2×09 – Bound by Blood

4 meses atrás Comente também

Faltando uma semana para seu Winter Finale, Shadowhunters exibe um episódio com um conceito interessantíssimo, mas que, como de costume, peca em sua execução. Após uma temporada e meia, Clary Fairchild finalmente está no centro da ação. Essa frase pode soar estranha, já que ela é a protagonista da série, ainda assim, por muito tempo a garota esteve ofuscada pelos demais personagens e inserida na trama mais para trazer mudanças nas vidas dos que estão ao seu redor do que para guiar verdadeiramente a narrativa. Bound by Blood, no entanto, gira em torno dela, assim como tudo o que vem a seguir. A descoberta de que a menina possui sangue de anjo e pode ativar a Espada da Alma foi suficiente […]

Leia o post completo

Switched at Birth – 5×03 Surprise /5×04 Relation of Lines and Colors

4 meses atrás Comente também

É difícil começar esse texto. Digo isso após muito tempo refletindo sobre como inicia-lo. Nas duas últimas semanas Switched at Birth tocou em muitos temas sensíveis e deixou muitas questões para serem analisadas por seu público. Não sei se já digeri tudo o que vi, assim como não sei se tenho as respostas corretas para as indagações que ficam, mas posso, ao menos, tentar continuar a discussão iniciada pela série. Em Surprise tivemos o retorno de Tank e Mary Beth, que agora formam um casal. E, honestamente, não faço ideia do que pensar sobre isso. Às vezes sinto que Switched at Birth tenta nos fazer sentir pena de Tank, por ele estar sofrendo as consequências de seus atos. Acho extremamente […]

Leia o post completo

Misfits e o uso de poderes em benefício estritamente próprio

2 semanas atráscomentarios

O tema dos super-heróis tem sido bastante explorado nos moldes atuais, existem por ai séries de bastante qualidade e que fazem a cabeça de um grande público onde o enfoque são os indivíduos/as que ganham poderes e os usam para salvar o mundo, só que muito antes disso tudo uma série britânica teve a audácia de retratar um cenário onde jovens deturbados e a margem da lei ganham poderes bizarros e os usam para os mais egoístas e cômicos interesses,  criando situações inimagináveis. Esta é Misfits, uma série britânia que foi ao ar entre os anos de 2009 e 2013, totalizando 5 temporadas de grande sucesso ao mesclar com eficiência, humor, comédia e ficção científica. A série narra as peripécias […]

Leia o post completo

Girlboss: guia do que NÃO fazer na vida adulta

2 semanas atráscomentarios

Teve gente que gostou de Girlboss, teve gente que achou a série fraca. Mas em uma coisa todo mundo certamente concorda: Sophia é um dos piores seres humanos que já vimos como protagonista de uma série. E com ela a gente pode aprender muito sobre o que não fazer para ser uma pessoa melhor. 5. Não roubar Em GirlBoss, uma das primeiras coisas que descobrimos sobre Sophia é que ela acha normal roubar. Não, ela não rouba porque precisa, porque quer ajudar alguém, ou se quer por uma questão de princípios contra uma sociedade capitalista. Sophia rouba porque se sente superior e simplesmente não respeita os outros, – muito menos suas propriedades. 4. Não ser egoísta com a melhor amiga […]

Leia o post completo

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter