Beauty and the Beast – 4×11 Meet the New Beast

1 de setembro de 2016 Por:

É só isso, não tem mais jeito, acabou, boa sorte.

batb-411-vincent

Sim, comecei essa review entoando os versos de Vanessa da Mata, já que passei 40 minutos querendo acreditar que não estava vendo uma trama tão imbecil na minha frente. Depois do período de aceitação, veio a triste constatação: Beauty and the Beast é uma série que teme demais. Teme ousar, teme criar novos contextos, teme fazer seus personagens evoluírem. Depois de traçar os contornos de um grande vilão por dez episódios, fomos apresentados a uma versão repaginada da Murfield, que fez uma versão melhorada das bestas (que já foi o que aconteceu na terceira temporada, não é mesmo?). De verdade, que coisa ruim. Quanto tempo de tela jogado fora, quanta coisa que a gente poderia estar vendo ali e simplesmente terá que se contentar com uma conclusão rápida nos dois últimos episódios.

Talvez o que mais tenha me irritado no meio de tudo isso foi a ideia de que fugir seria a melhor solução para todos os problemas. Isso é, no mínimo, subestimar demais o Departamento de Segurança Nacional. Considerando o alarde feito em cima da situação de Vincent, não existia a menor probabilidade dele não ser reconhecido naquele aeroporto, quando seu disfarce era tão “tosco” (sério que ainda colocando boné e óculos como uma maneira da pessoa passar despercebida?). E, o pior, é eu ter me emocionado com aquela despedida forçada e até me animado um pouco com a prisão dos protagonistas. É o tipo de reviravolta interessante para o roteiro, mas que já sabemos que será mal explorada e, provavelmente, dure por cinco minutos do próximo episódio.

batb-411-kyle

Perdi um bom tempo do último texto pintando uma imagem não muito boa para Kyle e acabou que eu estava certo, pelo menos em termos. Demorei horas para entender como que ele tinha conseguido o contato do DSN (se você está sofrendo para lembrar isso: quando ele vai até o escritório de Cat, o DSN está lá tomando posse de tudo e a chefe do departamento diz que quer conversar com ele) e o odiei muito forte pelo que ele fez. Primeiro, por ser enxerido. Ele não tinha nada é que se meter na vida dos outros. Teve esse ato baseado no puro egoísmo de querer ter Heather por perto, sendo que sabia que isso provavelmente não aconteceria enquanto ela tivesse que lidar com os problemas da irmã. Segundo porque quem é esse cara na fila do pão? Meu filho, a gente já matou muita besta descontrolada para tu vir agora querendo ser o salvador da pátria. Ponha-se no seu lugar.

Um ponto positivo do episódio foi a retomada do relacionamento entre Tess e JT. O casal que veio enfrentando sérios problemas durante toda essa temporada, acabou encontrando na partida dos amigos, o motivo que lhes faltava para assumir a falta que um faz ao outro. E eu espero que isso se encaminhe de maneira positiva mesmo. Está mais do que na hora dos personagens viverem suas vidas, sem o peso da culpa e a responsabilidade por trás da vida de uma besta – tá que isso só vai funcionar de fato quando tudo se resolver. Mas é o caminho que começa a ser trilhado. As pontas precisam começar a se fechar, os personagens a trilhar seu rumo ao final feliz, já que só nos resta mais dois episódios.

batb-411-jt

Ainda não entendi essa estratégia louca da CW de separar os episódios de duas em duas semanas ao invés de acabar logo. Mas o fato é que não teremos inédito nessa semana, retornando para o penúltimo só no dia 8. Se você está ansioso (não se faça, eu sei que você está), dá um confere no vídeo promocional logo abaixo – e claro, comenta comigo a sua revolta depois desse episódio!

Caiçara, viciado em cultura pop e uns papo bobo. No mundo das séries, vai do fútil ao complicado, passando por comédias com risada de fundo e dramas heroicos...

Ler perfil completo

Santos - SP

Série Favorita: Arrow

Não assiste de jeito nenhum: The Walking Dead

  • Eu já não sei nem mais o que comentar… E prefiro nem dizer que espero alguma coisa, porque como dizem é melhor não criar expectativas pra não se decepcionar né? hahaha

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

2 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

House of Cards e a Política Brasileira

3 semanas atráscomentarios

Primeiramente, #foratemer. E se você ainda não conferiu a última temporada de House of Cards, não se preocupe, esse texto não contém spoilers, – apenas reflexões. Pra gostar de House of Cards você precisa torcer pelos Underwood. Claro, a gente sabe o quanto eles são escrotos, mas é ficção, certo? Não tem problema torcer pelos vilões. Ou pelo menos era o que pensávamos em 2013, quando a série estreou. Mas de lá pra cá a política mundial virou de ponta à cabeça. Os Estados Unidos elegeram Trump e nós tivemos Temer enfiado goela abaixo. Isso sem contar os acontecimentos dignos da ficção, como a morte de Teori Zavascki, a delação do Joesley e os testes nucleares da Coréia do Norte. […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter