Os indicados ao Globo de Ouro 2018

As nomeações à 75ª edição do Globo de Ouro foram anunciadas nesta segunda-feira pela manhã por…

Primeiras Impressões: Dark

Dark é uma produção alemã de suspense e terror, criada por Baran do Odar e Jantje…

Chicago Med – 2×15 Lose Yourself

Por: em 3 de março de 2017

Chicago Med – 2×15 Lose Yourself

Por: em

Atos de heroísmo, dos mais variados tipos, deram o tom desse episódio de Chicago Med. Nem todo herói veste capa e nem todos os motivos para ajudar (ou se ajudar) são exatamente aquilo que pensamos.

O Dr. Rhodes, já faz um tempo, vem lidando com o fato de ser excepcional em seu trabalho. Lembram-se da capa de revista como um dos jovens mais bem sucedidos? No caso do rapaz que caiu de uma altura de 33 andares e sobreviveu, ele mais uma vez colocou a vaidade acima dos interesses do paciente.

Eu nem acho que o Connor seja arrogante ou se ache a última bolacha do pacote, até porque ele sempre acaba refletindo sobre isso, mas ele coloca sim o trabalho acima de qualquer coisa. Foi importante para o desenvolvimento do personagem ver que nem sempre salvar a vida de alguém é mantê-la a qualquer custo. O rapaz estava destruído, não havia realmente muita chance de sobrevivência, mas o médico queria insistir porque isso seria inédito, o tornaria famoso.

Foi bom também o leve sermão que ele tomou da Goodwin depois de dar entrevista mesmo ela tendo orientado que ele não fizesse isso. Ele é mesmo um dos melhores médicos do Med, mas, como a diretora bem sabe, precisa aprender a lidar com seu ego para que isso não atrapalhe seu trabalho.

April também teve o seu dia de heroína, embora com um sabor bem amargo. Que tristeza ela perder o bebê! Foi bonito ela lutar tanto para que o coração da moça voltasse a funcionar direito, numa clara metáfora com o coração do seu pequeno (a) que parou de bater. Será que o relacionamento dela com o Tate vai continuar depois dessa situação? Com as diferenças que os dois já tinham, especialmente em relação ao trabalho dela, fico na dúvida se a perda do bebê não será o fim do casal também.

Já a Dra. Reese continua seguindo o seu caminho para se tornar uma psiquiatra. Gosto como o Dr. Charles a ensina com sutileza, sem decidir nada por ela mas sempre a orientando. Claro que não foi uma boa ideia (embora tenha sido engraçado) a encenação de um homem passando mal para ajudar o herói mascarado, mas a forma como lidou com o caso partiu totalmente dela e deixou o professor orgulhoso. Eu já disse, e repito, que a relação de Sarah com o Dr. Charles é uma das melhores coisas de Chicago Med.

Em outro caso de heroísmo, esse as avessas, o homem paraplégico preferiu continuar fingindo que acreditava em um tratamento charlatão para não magoar a esposa, ou talvez até mesmo para não perdê-la. O Dr. Choi conseguiu entender como ele se sentia, ao contrário da Dra. Manning, que ficou horrorizada. Claro que o médico tem a experiência como veterano, e a convivência com quem perdeu membros ou movimentos, mas mesmo assim ele mostrou que está mais maduro, o que é uma avanço para o personagem.


O que acharam do episódio? Também ficaram tristes com a perda da April? Deixem seus comentários!


Thais Gonzaga

Jornalista, mãe, apaixonada por séries desde a época da Sessão Comédia, Gosto de dramas que emocionam e de comédias inteligentes. Também sou fã dos seriados de super-heróis.

São Bernardo do Campo, SP

Série Favorita: Outlander

Não assiste de jeito nenhum: The Blacklist

  • porlapazyporlavida lc

    Eu gosto tanto de Rhodes. Fico triste quando ele pisa na bola. hehehehe. Mas isso é bom que pelo menos faz dele humano e acho que ele vem melhorando muito nos últimos tempos. Amei como Choi conduziu o caso, deixando o paciente ter direito de escolha. Quem não anda me agradando é Manning. Faz um tempo que eu tenho achado ela muito chata. Diferente de Will que nessa temporada está divino. Amo a relação de Charles de Reese. É uma das mais bonitas de Chicago Med. Amei o episódio, principalmente o caso do héroi humano. Foi lindo. Ahh, e sobre April, muito triste vâ-la perder o bebê. Acho que a relação desanda de vez…

    • Thais Gonzaga De Oliveira

      Também estou achando a Natalie bem chatinha, mas acredito que estão fazendo isso para que ela e Will voltem a ser shippados rs. Foi um episódio bem emocionante.

×