Primeiras Impressões: The Bold Type

Não são poucas as séries que adoram beber da fonte de inspiração que Sex and the City e filmes como O Diabo Veste Prada representam para o mundo feminino e a nova estréia da Freeform não foge à regra. Criada por Sarah Watson, em The Bold Type, nós temos a atmosfera grandiosa, cheia de liberdade e estilo que Nova York representa, acolhendo jovens em busca de suas realizações profissionais. A série é inspirada na trajetória da ex-editora-chefe da Cosmopolitan, Joanna Coles e conta os bastidores da renomada revista feminina Scarlet, acompanhando a vida de três amigas que buscam ascender e encontrar suas próprias vozes no mundo enquanto exploram temas como sexualidade, moda, identidade e relacionamento. “Uma jovem, do Colorado. Lendo […]

Guia da Trilha Sonora: Parenthood – 5ª Temporada

Um dos pontos fortes de Parenthood é a trilha sonora que sempre casa muito bem com os sentimentos que o episódio quer nos passar, e pra não perder o costume a gente traz pra vocês o que tocou na 5ª temporada da série só que dessa vez de forma diferente: tudo numa playlist do Spotify!

Séries Procedurais: Um formato que evoca a fidelidade do público

Vocês já pararam para pensar sobre o que nos atrai tanto nas Séries Procedurais?! Pois bem, este é o assunto da pauta de hoje, as séries procedurais são quase que uma unanimidade na lista da grande maioria dos Apaixonados por Séries, mesmo que seja somente uma, aquela que já tem uma quantidade impressionante de temporadas e você não abandona por costume e/ou uma vontade imensa de saber o final, mesmo que o negócio esteja muito ruim e você permaneça perdendo o seu tempo ao assistir, fidelidade é isto, se ancorar no barco enquanto ele afunda lentamente, ou a situação contrária, mesmo que com muitas temporadas algumas séries procedurais conseguem manter a qualidade e melhorar a cada ano. O fato é que […]

Confira as últimas publicações da coluna:

Brasil

Tudo Novo de Novo ensina a fazer merchandising

8 anos atrás Comente também

Propaganda em novela costuma ser uma coisa costrangedora. Dois personagens entram numa loja de cosméticos, e, sem mais nem menos, começam a elogiar um perfume. Ou alguém precisa fazer uma transferência, liga o notebook, acessa a internet e começa a elogiar o quão o site daquele banco é útil e seguro. As vezes até falando sozinho. Pois parece que aprenderam a inserir propaganda na programação. Nessa sexta-feira, no episódio Intimidades de Tudo Novo de Novo, fomos premiados com uma nova forma de merchandising, muito mais inteligente e discreta. Discreta no bom sentido, claro. Porque afinal é uma propaganda, e deve ser vista. Mas em que tipo de produto você confia mais? Em um que está ali no cenário da série […]

Leia o post completo

Confissões de Adolescentes (ou: como deveriam ser as séries teens brasileiras)

8 anos atrás Comente também

Quando eu era pré-adolescente (mas metida a adolescente!), a primeira história que acompanhei na TV foi de Confissões de adolescente. E, pelo que me lembro foi o primeiro programa realmente dirigido para o público. Em 1994 entrava no ar pela Tv Cultura a série baseada no livro (homônimo) da Maria Mariana, produzida e dirigida por Daniel Filho. A série foi a primeira, desbravadora de público, e até hoje ainda considero um dos poucos programas bem feitos para este público no Brasil, e que, sabiamente, exibiam junto com Anos incríveis (Teremos um post comemorativo em breve ;-)). No ano seguinte, 1995, entrava no ar Malhação, seguindo o sucesso que Confissões de Adolescente fez, que nunca teve a qualidade que Confissões tinha, […]

Leia o post completo

No Dia do Cinema Brasileiro, a série que virou filme: O Auto da Compadecida

8 anos atrás Comente também

Hoje é dia do cinema brasileiro, e pra comemorar essa data poderíamos citar inúmeros filmes importantes que, desde a retomada do cinema nacional com Carlota Joaquina, deixam o nosso cinema cada dia mais digno de referência. Mas isso aqui é um blog sobre séries, e até que não foram poucas as séries nacionais que viraram filmes! Os Normais (o 2º vem aí!), A Grande Família, Cidade dos Homens, Caramuru – A Invenção do Brasil… E há ainda os que fizeram o caminho inverso, começando como filmes e virando séries, como é o caso de Ó Paí, ó. Mas nada foi tão adorado, seja como série, seja como filme, do que O Auto da Compadecida. Baseada na obra de Ariano Suassuna, […]

Leia o post completo

Girlboss: guia do que NÃO fazer na vida adulta

2 semanas atráscomentarios

Teve gente que gostou de Girlboss, teve gente que achou a série fraca. Mas em uma coisa todo mundo certamente concorda: Sophia é um dos piores seres humanos que já vimos como protagonista de uma série. E com ela a gente pode aprender muito sobre o que não fazer para ser uma pessoa melhor. 5. Não roubar Em GirlBoss, uma das primeiras coisas que descobrimos sobre Sophia é que ela acha normal roubar. Não, ela não rouba porque precisa, porque quer ajudar alguém, ou se quer por uma questão de princípios contra uma sociedade capitalista. Sophia rouba porque se sente superior e simplesmente não respeita os outros, – muito menos suas propriedades. 4. Não ser egoísta com a melhor amiga […]

Leia o post completo

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

3 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter