Guia da Trilha Sonora: Parenthood – 5ª Temporada

Um dos pontos fortes de Parenthood é a trilha sonora que sempre casa muito bem com os sentimentos que o episódio quer nos passar, e pra não perder o costume a gente traz pra vocês o que tocou na 5ª temporada da série só que dessa vez de forma diferente: tudo numa playlist do Spotify!

Séries Procedurais: Um formato que evoca a fidelidade do público

Vocês já pararam para pensar sobre o que nos atrai tanto nas Séries Procedurais?! Pois bem, este é o assunto da pauta de hoje, as séries procedurais são quase que uma unanimidade na lista da grande maioria dos Apaixonados por Séries, mesmo que seja somente uma, aquela que já tem uma quantidade impressionante de temporadas e você não abandona por costume e/ou uma vontade imensa de saber o final, mesmo que o negócio esteja muito ruim e você permaneça perdendo o seu tempo ao assistir, fidelidade é isto, se ancorar no barco enquanto ele afunda lentamente, ou a situação contrária, mesmo que com muitas temporadas algumas séries procedurais conseguem manter a qualidade e melhorar a cada ano. O fato é que […]

Citações da 1ª temporada de Good Witch

Uma das coisas que torna Good Witch uma série tão gostosa de assistir, e um dos motivos pelos quais ela vale cada minuto, são as citações e reflexões que os personagens trazem pra gente. Cassie é o tipo de pessoa que sempre tem algo bom a dizer para aqueles que convivem com ela, mas ela não é única com bons pensamentos e conselhos e volta e meia a gente se pega analisando aquilo que a série tenta nos mostrar. E pra não esquecer das lições aprendidas a gente traz pra vocês as melhores citações da primeira temporada de série que é pura magia! “Saber como compartilhar nossos dons com o mundo é tão importante quanto saber que dons temos para […]

Confira as últimas publicações da coluna:

Primeiras Impressões

Hung

8 anos atrás Comente também

Com um episódio piloto, duas coisas podem acontecer. Ou ele é bom, ou ruim. Se for ruim, tudo bem. Mas se for bom, duas coisas podem acontecer. Ou dá origem a uma série boa, ou ruim. Se for ruim, tudo bem. Mas se for boa, duas coisas podem acontecer. Ou ela tem uma história capaz de aguentar várias temporadas, ou não. Se tiver, tudo bem. Mas se não tiver, duas coisas podem acontecer. Ou a série fica ruim, ou se reinventa. Se a série se reinventar, tudo bem. Mas se ficar ruim, duas coisas podem acontecer. Ou ela é cancelada ou não. Se for cancelada, tudo bem. Mas se não for, duas coisas podem acontecer. Ou você continua assistindo ou […]

Leia o post completo

Hawthorne

8 anos atrás Comente também

Junho foi o mês das séries médicas. Conferimos e deixamos as nossas primeiras impressões de Mental, Royal Pains e Nurse Jackie. Chegou a vez de Hawthorne. E melhor seria se sua vez nunca tivesse chegado. O que dizer de uma série em que apenas um personagem é interessante? Se pelo menos fosse a protagonista… Mas não, o principal nome de Howthorne, Jada Pinkett Smith, só não é mais dispensável do que a personagem que interpreta, Christina Hawthorne. Christina é chefe das enfermeiras, viúva, tem uma filha, uma sogra que ela não gosta, e ainda tem que aturar os médicos, esses seres incompetentes incapazes de prescrever um medicamento corretamente. Bom, pelo menos foi assim que eles foram tratados. Bastaram cinco minutos […]

Leia o post completo

Psychoville – Tudo estranhamente fora do lugar

8 anos atrás Comente também

Que dizer dessa série da BBC Inglesa? Confesso que estou a vários minutos procurando entender, definir alguma coisa, mas não tem jeito. O título já foi mudado umas 4 vezes, este parágrafo nem sei mais. Psychoville tem um cenário meio de filme de terror, com o clima sombrio inglês, nevoeiro, casas de pedra, e a trilha sonora também segue por esse caminho, a trama segue por esse caminho, o design da abertura, das fontes utilizadas… Tudo é envolto num mistério e ficamos 28 minutos presos nesse cenário que lembra animações de Tim Burton, como A noiva cadáver.Não é propriamente terror, é quase. Mas (sempre em um mas), os personagens são cômicos. Cômicos? Você pode me perguntar, e se tiver assistido […]

Leia o post completo

Nurse Jackie

8 anos atrás Comente também

Se você está querendo resolver se assiste ou não Nurse Jackie e quer uma opinião, pode seguir em frente. Esse texto não contém spoilers. Ou pelo menos não fala de nada que você não vá descobrir nos primeiros cinco minutos da série. Depois de tantos anos vendo tantos dramas médicos é praticamente impossível ver uma série nova e não comparar com tantas outras… Principalmente se a protagonista tiver o mau humor de Cristina Young (Grey’s Anatomy), o vício de House e o temperamento das enfermeiras de ER. Jackie é uma enfermeira que a primeira vista pode parecer ter um caráter duvidoso, mas a única dúvida que pode pairar sobre ela é em relação a impulsividade de suas ações. Porque, como […]

Leia o post completo

Royal Pains

8 anos atrás Comente também

Tá, confesso que fui assistir por pura falta do que assistir, vício mesmo! E eu só sabia que era um drama médico, não sabia onde se passava, se era focado em um médico, se era numa equipe, numa enfermaria, numa pediatria.. enfim, acho que deu pra entender a situação geral. Achei o início muito parecido com House, mostrando uma pessoa passando mal durante uma partida de basquete. Pensei, oh, mais uma série pegando carona nos roteiros de House (vide Mental)! Mas ao ver o Dr. Hank Lawson (Mark Feuerstein), indo com o paciente para o hospital foi diferente, e o seu modo de tratar o paciente e sua atitude no hospital me prendeu o resto do episódio. Ao chegar no […]

Leia o post completo

Mental

8 anos atrás Comente também

A diretora do Hospital de Los Angeles Nora Skoff (Annabela Sciorra) contrata um novo diretor para a ala psiquiátrica do hospital, Dr. Jack Gallagher (Chris Vance), contrariando seus médicos experientes e mais antigos, Dr. Carl Belle (Derek Webster) e a Dra. Veronica Haydes-Jones (Jacqueline Mackenzie). Esta chega até a apresentar a carta de demissão quando vê que seu novo chefe é do interior e tem ideias de como tratar os paciente muito pouco convencionais. Estes dois doutores achavam que iam ser indicados ao cargo, quando o antigo se aposentou. O piloto começa com Dr. Carl e a Dra. Veronica discutindo sobre como será o o novo diretor, já que ele é do interior, provavelmente não dará conta de um hospital […]

Leia o post completo

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

2 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

House of Cards e a Política Brasileira

3 semanas atráscomentarios

Primeiramente, #foratemer. E se você ainda não conferiu a última temporada de House of Cards, não se preocupe, esse texto não contém spoilers, – apenas reflexões. Pra gostar de House of Cards você precisa torcer pelos Underwood. Claro, a gente sabe o quanto eles são escrotos, mas é ficção, certo? Não tem problema torcer pelos vilões. Ou pelo menos era o que pensávamos em 2013, quando a série estreou. Mas de lá pra cá a política mundial virou de ponta à cabeça. Os Estados Unidos elegeram Trump e nós tivemos Temer enfiado goela abaixo. Isso sem contar os acontecimentos dignos da ficção, como a morte de Teori Zavascki, a delação do Joesley e os testes nucleares da Coréia do Norte. […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter