Como superar um coração partido em 6 séries

14 de fevereiro de 2017 Por:

Hoje é o dia de São Valentim, em muitos lugares do mundo é a data mais romântica do ano, e isso inclui as nossas queridas séries. Este é o dia no qual os namorados trocam presentes, comemoram o romance e tudo fica lindo, cor de rosa, com muitos corações e glitter em tudo.

Mas se você não está nesse clima romântico, acabou de terminar um relacionamento e o seu partido é um coração partido, ajudamos você a superar essa fase, passando por vários passos acompanhados de séries para sair dessa e sorrir novamente (quem sabe já com um novo alguém).

1º Passo: Chorar

Faz parte do processo chorar e deixar doer um pouco, afinal, foi um relacionamento que acabou. Pra isso, aconselhamos a ver:

Grey’s Anatomy


Está certo que a série é longa, muita gente já viu. Mas nada melhor que o drama nº 1 da Shonda Rhimes para nos fazer chorar com as idas e vindas de vários namoros que acontecem no hospital mais “romântico” de Seattle. Com todas as tragédias que acontecem nos corredores, com os namoros que não dão certo, as traições, a vida louca da Meredith, impossível resistir ao choro ao longo das temporadas. Os casos médicos só ajudam a trazer uma visão diferente e reflexão em torno da vida pessoal dos médicos, para o desenvolvimento de cada um. Talvez seja bom rever as primeiras e passar para a próxima etapa.

Mas se está buscando uma série menor pra ver toda antes de prosseguir, veja Downton Abbey!

Downton Abbey


A série acompanha uma família da aristocracia inglesa no início do século 20, onde os namoros e casamentos ainda eram arranjados entre famílias, e as moças Crowley sofreram muito para quebrar esse padrão e poderem casar por amor. Não sem passar por anos (temporadas) de tragédias, que acompanharam os romances e o desenvolvimento de cada um dos personagens, da ala da aristocracia ou dos funcionários da família.

2º Passo: Aceitar

Aceitar que as pessoas mudam, os planos alteram e os caminhos não seguem sempre juntos. É um bom momento para se conhecer melhor, e para isso é bom assistir:

Being Erica


Being Érica é a terapia que falta pra você se conhecer melhor, se entender melhor e se tornar uma pessoa mais bacana, pronta seguir em frente sozinha ou com um novo amor. Na série, a protagonista faz viagens no tempo até momentos chave no seu passado, revivendo cada um deles. Durante 4 temporadas, acompanhamos Erica evoluindo tanto no nível pessoal quanto profissional. É impossível não crescer junto.

3º Passo: Rir

The Mindy Project


Com a ginecologista Mindy a gente aprende a rir de diversas situações do dia a dia, da gente mesmo, e pra que isso dê certo o principal é a gente saber se valorizar. Isso a médica sabe fazer bem ou aprende ao longo dos seus relacionamentos. Apesar de estar sempre buscando um romance de cinema, e de diversas vezes ela fantasiar as coisas e parecer irreal, Mindy sabe bem se posicionar e lidar com as adversidades que encontra, tanto no lado amoroso quanto no profissional.

4º Passo: Partir pra outra

A sua dor já está cicatrizada, está pronta pra partir pra outra? Quem sabe então está na hora de assistir

Signed, Sealed, Delivered


Signed, Sealed, Delivered é aquela série que você assiste pra ficar bem e lembrar que ainda existe bondade nesse mundo. Depois de ter o coração partido, nada melhor do que ter fé nas pessoas e em bons relacionamentos. A série celebra esse sentimento bom e não apenas no campo do amor. Também mostra momentos fofos entre amigos e parentes. É pra aquecer o coração e as vezes os olhos de lágrimas! E vale cada minuto!

5º Passo: Lidar melhor com sexo

Já está em busca de um novo relacionamento, está tendo encontros com outras pessoas, já voltou a gostar mais de si e rir? Então esta série é pra você:

Secret Diary of a Call Girl

Com a Belle a gente aprende que pode sim gostar de sexo, e ela dá um certo glamour pra profissão que escolheu justamente por gostar de sexo, e não faz isso ser um tabu. Belle é uma prostituta de luxo em Londres, mostra os seus clientes e sua vida, como ela concilia a profissão com a sua vida pessoal, seus amigos e namorados. É uma comédia que apresenta casos engraçados da vida e das taras das pessoas.


Mas se você não está com o coração partido, esta talvez ainda seja uma boa lista de séries fofas e românticas para fazer maratona.

Mineira, designer, professora que gosta tanto de séries que as utiliza como material didático.

Belo Horizonte/MG

Série Favorita: Fringe

Não assiste de jeito nenhum: Supernatural

  • Ivy

    Ironicamente a série que eu assisto sempre que estou na bad é Gilmore Girls hahahahahaha Não sei explicar o porque, mas a Lorelai e a Rory sempre me fazem me sentir melhor quanto a não estar em um relacionamento.

    • milatelcontar

      Sim, é uma série boa pra levantar o humor. Tem episódios bem bons pra rir e ficar de alto astral.

  • Andrezza

    Adorei o post.
    Com ou sem coração partido, são ótimas dicas!

    • milatelcontar

      Sim!

  • Jéssica Cândido

    Muito legal…não conhecia várias séries e deu vontade de ver

    • milatelcontar

      Oi Jéssica, veja algumas e depois volte pra comentar com a gente!

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

1 semana atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

2 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

House of Cards e a Política Brasileira

2 semanas atráscomentarios

Primeiramente, #foratemer. E se você ainda não conferiu a última temporada de House of Cards, não se preocupe, esse texto não contém spoilers, – apenas reflexões. Pra gostar de House of Cards você precisa torcer pelos Underwood. Claro, a gente sabe o quanto eles são escrotos, mas é ficção, certo? Não tem problema torcer pelos vilões. Ou pelo menos era o que pensávamos em 2013, quando a série estreou. Mas de lá pra cá a política mundial virou de ponta à cabeça. Os Estados Unidos elegeram Trump e nós tivemos Temer enfiado goela abaixo. Isso sem contar os acontecimentos dignos da ficção, como a morte de Teori Zavascki, a delação do Joesley e os testes nucleares da Coréia do Norte. […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter