Containment – 1×07 Inferno

3 de junho de 2016 Por:

Após atingir a metade da temporada, Containmet apresenta um episódio que promete alterar muito do que vimos até aqui e delimitar rumos inimagináveis para algumas tramas e personagens. Com momentos interessantes e que conseguiram manter o equilíbrio entre as cenas de ação e as que possuíam um forte apelo emocional, Inferno se consagra como mais um ótimo episódio, desta que tem sido uma temporada bem estável. Além disso, os quarenta minutos dessa semana conseguiram evidenciar muito bem a evolução de alguns personagens.É provável que a maior delas se refira a Lex Carnahan.

Era óbvio, desde o primeiro episódio, que em algum momento veríamos o major certinho quebrar as regras a qual era tão temente. A cada novo episódio assistíamos à intensificação do conflito entre ele e as autoridades que deveria servir. Na semana passada, o vimos burlar o regulamento pela primeira vez, mas toda a trama atingiu seu ápice aqui, após dois eventos muito significativos. A conversa com o pai que, ainda que de uma maneira meio torta, o estimulou a agir de acordo com o que julgava certo; e a ligação desesperada de Jana, que acaba se tornando o estopim de toda a situação. O que fez com que Lex acabasse tentando entrar na zona de quarentena, para salvar amada, assim como Xander havia feito episódios atrás,  e acabasse preso por isso. Dessa forma, vemos nosso major herói ser convertido em um possível criminoso. Containment A mudança também é visível em Jake e Jana. Os dois, que tinham um grande problema em deixar pessoas entrarem em suas vidas e evitavam compromissos, se encontram agora em uma posição completamente oposta. Jana, que tanto fugiu, só deseja voltar para Lex, enquanto Jake não tem problemas em falar sobre seus sentimentos por Kate. Algo que, por mais que goste do relacionamento entre policial e a professora, acho um pouco estranho. Entendo o que motiva a aproximação dos dois, mas acho que os sentimentos estão intensos demais, considerando o pouco tempo em que se conhecem. Tirando isso, a cena em que Jana e Jake conversam foi muito bonita e um dos muitos momentos emocionantes do episódio.

Nessa lava e transformações e emoções, temos também a mãe de Teresa. Como não ir às lágrimas quando mãe e filha são obrigadas a se despedir, ao som de Hurts Like Hell, pela grande chance da mulher ter sido contaminada? Uma cena que se torna ainda mais dramática, por todo histórico conflituoso entre as duas e por ver a Leanne finalmente se desculpar com a filha e perceber que a menina e o namorado podem ser bons pais. Containment Ainda assim, nem só de drama viveu Inferno, muito pelo contrário, é provável que esse tenha sido o episódio com mais sequências de ação e capaz de despertar a apreensão do público. A invasão na empresa em que Jana trabalha, colocou mais da metade dos personagens da série em risco e acabou causando a morte de um deles. Além disso, foi um evento decisivo para que Jana decida tentar fugir da área de isolamento e Jake conseguisse as informações que precisava. Tudo isso, deve dar o tom aos próximos episódios  e começar a preparar terreno para o desfecho da série. Desfecho que, se seguir o exemplo desse episódio, será intenso e desesperador.

Uma estudante de jornalismo melodramática e indecisa. Apaixonada por séries, livros e fanfics. Se pudesse viveria de açaí e pão de queijo.

Mariana/ MG

Série Favorita: My Mad Fat Diary

Não assiste de jeito nenhum: Revenge

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

3 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

House of Cards e a Política Brasileira

3 semanas atráscomentarios

Primeiramente, #foratemer. E se você ainda não conferiu a última temporada de House of Cards, não se preocupe, esse texto não contém spoilers, – apenas reflexões. Pra gostar de House of Cards você precisa torcer pelos Underwood. Claro, a gente sabe o quanto eles são escrotos, mas é ficção, certo? Não tem problema torcer pelos vilões. Ou pelo menos era o que pensávamos em 2013, quando a série estreou. Mas de lá pra cá a política mundial virou de ponta à cabeça. Os Estados Unidos elegeram Trump e nós tivemos Temer enfiado goela abaixo. Isso sem contar os acontecimentos dignos da ficção, como a morte de Teori Zavascki, a delação do Joesley e os testes nucleares da Coréia do Norte. […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter