Continuum – Uma análise dos últimos episódios

30 de junho de 2013 Por:

Já estamos chegando à reta final a 2ª temporada de ContinuumPara nos preparar para os dois* últimos episódios, farei um apanhado geral sobre os acontecimentos dos últimos quatro episódios. Os próximos episódios terão review normalmente na semana de lançamento do episódio.

Continuum 2x06

A série está tendo um bom desenvolvimento em sua história nesta temporada. O quinto episódio, Second Opinion, foi bastante interessante e conseguiu aprofundar um pouco a personalidade da protagonista. A demissão de Dillon serviu para dar uma sacudida na situação e criar uma tensão maior no roteiro. A instabilidade criada pela investigação no departamento de polícia e pela desconfiança generalizada conseguiu criar um ótimo ambiente para bom episódio.

Toda esta tensão fez com que Kiera se descontrolasse por alguns instantes, então descobrimos mais uma função do CMR. O Sr. Fairweather é uma funcionalidade interessante e assustadora ao mesmo tempo. Ter um psicólogo em sua cabeça  parece ser algo útil, principalmente para os carentes. Considerando que Kiera tem acesso à uma tecnologia extremamente potente, faz sentido que exista um sistema de segurança que a contenha caso ela perca o controle. Imagine toda esta tecnologia disponível para alguém que não está em condições psicológicas de usá-la com o cuidado necessário. Mas vamos combinar: é bem assustador, principalmente porque esta parte do programa é capaz de apagar as memórias de Kiera.

A presença de Sr. Fairweather durante metade do episódio deu a chance de Kiera lidar um pouco com a saudades que ela tem sentido de sua família e com isto, crescer como personagem. Apesar de o episódio praticamente não envolver os Liber8 (pelo menos não diretamente), tivemos o caso de Betty. Para ser honesta, nunca fui com a cara da moça, mas no início desta temporada tinha chegado a conclusão que só não gostava dela porque achava ela chata. Era pura implicância da minha parte, não imaginava que ela estivesse ligada ao grupo terrorista. Só percebi que ela era a espiã no final do episódio mesmo.

O sexto episódio, Second Truths, me empolgou menos do que os anteriores. Foi um bom episódio, mas não mais do que isto. A história  do episódio é centrada em um caso não solucionado que Kiera estudou no futuro. Voltado ao caso em 2013, ela tinha algumas informações que poderiam levar ao serial killer antes que ele matasse todas as suas vítimas. O problema é que ela não conseguia lembrar de tudo em detalhes e mesmo o que ela lembrava, ela não conseguiu explicar para os seus colegas da polícia. O caso do serial killer, apesar de ter sido gostoso de assistir, não teve nada de muito especial.

No início do episódio já imaginava que Kiera iria contar suas origens para Carlos. Claro que ele não acreditou na revelação, mas não entendi porque ela não tentou provar usando algum de seus super acessórios do futuro. Em questão de desenvolvimento da história geral, além de Carlos descobrir o segredo de Kiera, descobrimos que a namoradinha de Alec está aprontando. Não fui com a cara desta menina logo no começo, mas depois de assistir os episódios seguintes, fiquei em dúvida em relação às intenções da moça.

O julgamento de Julian em Second Degree trouxe um desenvolvimento legal para a história. Já estava passando da hora de realmente dar destaque ao Teseu. Gostei bastante da combinação dos dois julgamentos de Julian. Claro que o Liber8 conseguiria libertar o garoto, pois ele ainda tem muita coisa para fazer antes de se tornar o homem que foi julgado em 2077. Apesar de o resultado ser bastante óbvio, gostei muito de como o caso foi conduzido.

A cada episódio que passa, o Movimento fica mais forte. Travis parece estar sempre à um passo a frente de Sonya, mas isto não necessariamente significa que ela não oferece mais nenhum perigo. Os golpes aplicados pelos revolucionários estão cada vez mais elaborados e mais eficientes. Nem toda a tecnologia de Kiera conseguiu evitar que Julian se livrasse da acusação. Na verdade, Kiera Carlos caíram feito patinhos nos planos do Liber8.

Continuum 2x09

Second Listen é provavelmente o meu episódio favorito da temporada até agora e me deixou bastante empolgada para os episódios. A história do ladrão de corpos foi bem legal e confesso que apesar de Gadner não ser “amiguinho”, adorei vê-lo trabalhando junto com Kiera. Inclusive, acho ele mais legal que Carlos como investigador. Só porque comecei a gostar do personagem (porque antes ele estava na série só de enfeite) ele morre! Fiquei chateadíssima.

Tivemos muitas informações neste episódio e a conexão entre cada núcleo foi muito bem feita. Junto com o caso dos ladrões de corpos tivemos bastante foco em Alec. Depois da conversinha que ele teve com Garza, o garoto nunca mais será o mesmo. Inclusive, que cena ótima que aconteceu na futura sede da Sadtec. A sequência intercalando estas cenas com o futuro Alec e Garza e com Kiera Jason foi realmente muito boa. Mesmo não acreditando que Alec morreria ali, houve bastante tensão no ar.

Alec é um personagem com muito potencial. A versão velha dele não parece ser uma pessoa muito boa. O que se tem certeza é que ele cometeu muitos erros pelo caminho. Acho extremamente difícil acreditar que o garoto que conhecemos possa se tornar uma pessoa tão terrível. Não sei se Alec seguirá o mesmo caminho depois de tudo que aconteceu, mas tenho a impressão que a parceria que ele fez com Kellog terá um importante papel no destino dele.

Sobre as minhas expectativas para o final da temporada, espero muito que aprofundem na história dos freelancers. Eles foram muito comentados nestes últimos episódios e acho que eles podem deixar a história muito mais interessante. Além disto, temos o senhor Esher, que ainda não tenho certeza se é confiável. A série está desenvolvendo bem sua história e na minha opinião, está bem melhor que a sua 1ª temporada.

* Update: Achava que esta temporada teria 10 episódios. Mas me avisaram nos comentários que são 13. Bom assim, temos mas episódios! Obrigada a quem avisou.

Uma paulista vivendo em Minas esperando pacientemente o momento de sair para conhecer o mundo. Ou, quem sabe, o universo... Tudo depende de um certo Doutor e sua...

Ler perfil completo

Lavras / MG

Série Favorita: Joan of Arcadia

Não assiste de jeito nenhum: Séries médicas

  • Lili

    Serão 13 episodios nesta 2ª temporada. 😉
    Boa review, adoro a série!

    • Tem certeza? Eu tinha olhado no imdb, dizia que seriam só 10 episódios, como na primeira. Vou conferir aqui, se for o caso, eu mudo no texto. =)

      Obrigada Lili!

  • Bruno

    São 13 mesmo na pagina da serie no eztv diz que são 13. \o/

  • Bruno

    Pior que o episódio que eu gostei mais foi justamente o 2×06… no final, Kiera descobriu que se não confiar em ninguém, poderá morrer e ai sim o futuro se f*

    E parece-me que Carlos viu a arma do futuro sim.

    Outra sequência memorável foi a procura de partes de metal na loirinha do Liber8 por Kiera antes dela ir encontrar com Alex velho. Ele sabia, é claro (como será que ele sempre sabe de tudo?), que mesmo sem arma ela era mortal. E faz a proposta…

    Sobre a bobinha da polícia, ficou por isso mesmo, e Carlos está pra lá de apagado. O ex-chefe foi trabalhar pra Escher e… Escher é um dos “freelancers que tem coisas borgs entre os dedos das mãos”…

    Também choquei com a morte de Krycek… justamente quando tinham acertado uma boa participação dele na história!

    PS recomeçou Saving Hope… bobinha mas ótima.

    • Acho que ele viu a arma sim. Só que depois. Quis dizer na hora em que ela conta para ele, lá na delegacia.

      Carlos é apagado demais. A mosca na parede é mais interessante que ele, tadinho. hahahahaha
      Os freelancers e Esher vão esquentar a série, estou sentindo =)

      Até agora não me conformei com a morte dele! Fiquei tão triste…

  • irineia

    Agora que o Gardner começava a ficar menos chato, ele morre??
    Eu vi 2×09 ninguem fala nada sobre a morte dele… nenhum comentário…

    • Pois é! Justo agora que o personagem ficou legal! Fiquei frustada com a morte deele.

  • Caio Ribeiro

    Eu achei o episódio 2×06, depois do finale, o mais intrigante e interessante. Na verdade, por um simples motivo: o tal caso policial do futuro sem solução é resolvido no presente e isso revela que se a Kiera voltasse realmente o futuro estaria totalmente diferente. Foi o episódio que respondia essa contínua pergunta. Acho que isso deve ser mais explorado na 3ª temporada. Sem spoilers hauahau. Muito bom review e estou aguardando o da finale!

    • Que bom que gostou da review!
      As reviews que faltam desta temporada devem sair até sábado, se tudo der certo. =)

  • israel

    Nossa acabei e assistir o ultimo episódio
    gostei muito da temporada e já sou fã de continuum
    mal posso esperar para sair a 3 temporada
    o ultimo episódio da 2 temporada foi muito louco animal 🙂

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

2 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

House of Cards e a Política Brasileira

3 semanas atráscomentarios

Primeiramente, #foratemer. E se você ainda não conferiu a última temporada de House of Cards, não se preocupe, esse texto não contém spoilers, – apenas reflexões. Pra gostar de House of Cards você precisa torcer pelos Underwood. Claro, a gente sabe o quanto eles são escrotos, mas é ficção, certo? Não tem problema torcer pelos vilões. Ou pelo menos era o que pensávamos em 2013, quando a série estreou. Mas de lá pra cá a política mundial virou de ponta à cabeça. Os Estados Unidos elegeram Trump e nós tivemos Temer enfiado goela abaixo. Isso sem contar os acontecimentos dignos da ficção, como a morte de Teori Zavascki, a delação do Joesley e os testes nucleares da Coréia do Norte. […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter