Masters Of Sex

3 de setembro de 2016 Por:

Ambientada no início dos anos 50, com todas as pompas características à época, Masters Of Sex  é uma obra que surpreende pela qualidade e minuciosidade, numa peculiar e singular situação em que todo o conjunto funciona perfeitamente, tudo isso ainda sem colocar na equação a temática central do show: um estudo sobre a cientificidade da sexualidade humana.   

Desenvolvida por Michelle Ashford e baseada na biografia ”Masters Of Sex: The Life and Times of William Masters and Virgínia Johnson, the Couple Who Taught America How To Love” de Thomas Maier; a série caminha para a estréia da sua 4º temporada pelo canal Showtime com aprovação e elogios da crítica especializada, assim como do seu pequeno, mas fiel, público.

Trazendo um frescor necessário a um ambiente saturado de temas repetitivos e pouco criativos, Masters Of Sex inova ao ousar. Contando a história real de Dr. William Masters (Michael Sheen), renomado ginecologista que inicia os seus estudos às escondidas acompanhado da sua secretária Virgínia Johnson (Lizzy Caplan), mãe divorciada a frente do seu tempo, são duas pessoas de personalidades e realidades completamente discrepantes que se juntam em prol da ciência sexual, destrinchando a mecanização e reações do ato no corpo humano, isto através da observação das relações em cobaias e neles mesmos, que em nome da ciência se envolvem sexualmente.

masters-of-sex-cast-

William, no casamento e para a alta sociedade, é o típico homem dos anos 50, conservador ao extremo, machista e opressor, mantendo um matrimônio, de camas separadas e eventual relação sexual automática, massante e sem espaço para diálogos e questionamentos com a introvertida e culpada Libby (Caitlin FitzGerald), esposa modelo adequada a época. Masters é em seu cerne arrogante, ditador e extremamente desagradável, mas que merece um desconto por causa da sua infância traumática e, afinal de contas, por somente reproduzir uma educação que evoca uma superioridade masculina.

Já Virgínia é uma jovem mãe solteira que desperdiçou muitos anos de sua vida em um casamento e carreira de cantora frustados, contudo, a moça é puro carisma, esforço, inteligência e audácia, sendo sozinha um atrativo para acompanhar o show. Johnson é uma mulher a frente do seu tempo em diversos aspectos, possui uma liberdade sexual sobre o seu corpo, é profissionalmente ambiciosa e entra de cabeça numa pesquisa científica sem ao menos um diploma na área, sábia ao ponto de contribuir efetivamente com o estudo.

Masters-of-Sex-Virginia-and-william

Ao decorrer do estudo/série fica claro que William é a cabeça e Virgínia a face do projeto, considerando que o primeiro não possui as habilidades sociais necessárias nem para recrutar as cobaias, quesito que a segunda tira de letra. Masters e Johnson formam uma improvável dupla que de fato revolucionaram os conceitos da sexualidade humana, definindo conceitos hoje disseminados como informações simplistas, são os resultados de uma pesquisa que foi alvo de ferrenhas críticas, oposição e exposição negativa dos seus autores.

Contudo, não só de sexo vive Masters Of Sex e é neste quesito que reside o encanto da série, as tramas dramaticamente construídas dão um ar concreto ao show, as relações entre os personagens são muito bem amarradas, como a bonita amizade que Libby e Virgínia constroem, apesar das circunstâncias, e a notável ascensão de caráter de William a partir do momento em que ele começa a se envolver sentimentalmente com a parceira de pesquisa.

masters-of-sex-season-2

Masters Of Sex é perfeita para quem se dispõe a sair da sua zona de conforto, estes acabam se surpreendendo com uma série de alta qualidade com um elenco esplêndido, roteiro e direção consistentes que prendem o telespectador em um show inteligente e bastante gratificante.

Elementos finais de persuasão:

Promo da 1º temporada:

A sugestiva/genial abertura:

Jovem bahiana simpática e gente boa que curte um bom número de séries e por este motivo tem a audácia de escrever suas opiniões positivas e negativas sobre...

Ler perfil completo

Itamaraju/BA

Série Favorita: How i Met Your Mother/Friends

Não assiste de jeito nenhum: The Vampire Diaries

  • Anderson Luis

    Olha, estava interessado a assistir essa série faz um tempo, quando estreou eu cheguei a ver uns 3 episódios mas acabei desistindo mas gostei do seu texto e vou dar uma nova chance! Uma coisa que me interessou foi o elenco, gosto de alguns nomes ali e tem um bom guest cast. Parabéns pelo texto!

    • Ana Rebeca Tamandaré

      Anderson, o elenco é mesmo um ponto muito forte da série, mas como eu mesma comentei tudo na série dá muito certo, roteiro, elenco, direção, fotografia, enfim, vale mesmo cada minuto! Recomendo que você volte o mais rápido possível.

      Muito obrigada pelo comentário!

  • Karmem Corrêa

    Vale muito cada minuto. É umas das minhas queridinhas! A história é fascinante, num mundo tão conservador!

    • Ana Rebeca Tamandaré

      Com toda a certeza Karmem!

      Valeu pelo comentário.

The Astronaut Wives Club

2 semanas atráscomentarios

Baseada em um livro de mesmo nome que narra eventos reais e históricos, The Astronaut Wives Club consiste em um instigante drama de época, ambientada entre os anos de 1950 e 1960, que segue a vida das sete esposas dos primeiros astronautas da América, os Mercury Seven, mulheres que da noite para o dia tiveram suas vidas aparentemente suburbanas, de mães e de donas de casa, acompanhadas e expostas pela imprensa para todo o país, as mesmas sendo consideradas exemplos de moralidade e bons costumes, as esposas perfeitas para os homens que elevaram os EUA  para o próximo nível na corrida espacial contra a URSS em pela Guerra Fria. A minissérie de 11 episódios foi exibida pelo canal ABC no […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Parenthood – 4ª temporada

3 semanas atráscomentarios

Parenthood é o tipo de série que sempre nos emociona de alguma forma: seja com o clima familiar, com os dramas dos personagens ou com a alegria de suas conquistas. E na 4ª temporada a gente sofreu bastante com alguns personagens, e claro que a trilha sonora contribuiu bastante pra que tivéssemos o maior impacto possível de tudo que a temporada queria nos passar. Abertura: Forever Young – Bob Dylan Abertura Internacional: When We Were Young – Lucy Scwartz 4×01 – Family Portrait Just As Loud – PAUL MCDONALD Corner – ALLIE MOSS Call Me the Breeze – BETH ORTON Amen – ROCCO DELUCA A Little One – PEASANT Counting Stars – PAUL MCDONALD T-Bone Shuffle – T-BONE WALKER 4×02 […]

Leia o post completo

Maratona Parenthood – 6ª temporada

3 semanas atráscomentarios

Pegar a última temporada de Parenthood para fazer o post de maratona foi um imenso desafio. A expectativa era grande, junto com o medo de não conseguir terminar o texto. Mas é isso que uma série faz conosco, não é? Nos encher de emoções e deixar aquele gelinho na barriga no final. Família é uma coisa difícil. Você não vive sem ela e não consegue, muitas vezes, ficar perto dela. Talvez porque família não tenha o dever de ser um amigo e dizer que certas atitudes estão corretas. Ela tem o dever de apoiar, apesar dessas atitudes e estar ao lado nas horas mais importantes, sejam elas felizes ou tristes. E isso define bem o que os Braverman são. O sexto ano da […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter