Melhores momentos da 4ª temporada de Game of Thrones

11 de abril de 2015 Por:

Foram longos meses de espera, ansiedade e teasers que aumentavam ainda mais aquela vontade tão grande: “Chega logo, 12 de abril!”. Pois é, 12 de abril é amanhã (ufa!) e Game of Thrones  finalmente retorna para a quinta temporada. E pra você já ir entrando no clima, o Apaixonados por Séries preparou um post para relembrar os momentos mais marcantes da 4ª temporada.

 Purple Wedding (4×02) – Laís

Joffrey

Como não amar uma temporada que no segundo episódio já nos presenteia com a morte do personagem mais odiado da série? Pois bem, depois do Casamento Vermelho, The Lion and the Rose trouxe mais um enlace matrimonial, o de Joffrey e Margaery… e todo mundo sabe que esse tipo de festa de Game of Thrones nunca termina bem. O Rei de Westeros estava no auge de sua arrogância, fazendo todos os convidados, sua família e até sua noiva passarem por situações extremamente desagradáveis, mas nem imaginava o quão desagradável seria o fim da sua própria festa. Joffrey morre envenenado, deixa Margaery novamente viúva, Tyrion em maus lençóis, a guerra pelo trono com uma configuração completamente nova e o público… bem, acho que vocês se lembram de como o público ficou, né?

A Conquista de Meereen (4×04) – Lívia

daenerys 1

A mãe dos dragões ficou a maior parte da 3ª temporada em sua própria epopeia, saqueando cidades e libertando escravos até parar em Meereen, onde os grandes mestres se prepararam para sua chegada – mais de uma centena de crianças escravas mortas em seu percurso até a cidade o que colocou mais fogo ainda em suas chamas libertárias. Com um plano arriscado, ela conseguiu tomar a cidade, representando uma reviravolta total nos seus planos. Ela decide governar a cidade, colocando em prática suas prerrogativas, antes de partir para empreitada de (re) conquistar os Sete Reinos. Essa nova fase representou o fim do relacionamento com Jorah Mormont, que em um primeiro servia como espião de Varys antes de tornar-se completamente leal a sua rainha. Em Mereen ela percebe que estar na posição de comando pode ser completamente diferente do que ela pensava, enfrentando novos desafios e a insatisfação dos grandes mestres por conta de suas ações.

O Julgamento de Tyrion (4×06) – Laís

tyrion-1

Acusado de matar o rei, Tyrion passou por um duro julgamento para tentar provar sua inocência – uma missão praticamente impossível. Tendo o pai como juiz, ele precisou ouvir testemunhas compradas por Cersei para dizer verdades (na maior parte dos casos) descontextualizadas, que o fizessem parecer um monstro aos olhos do povo. Muita manipulação, algumas inverdades, mas ainda assim uma aula de como tudo pode ser uma questão de perspectiva, e que fatos não significam nada sem um contexto.  O plano de Tywin era conseguir um acordo para que Jaime deixasse a Guarda Real e Tyrion pedisse clemência e fosse mandado para a muralha, mas o depoimento cruel e dissimulado de Shae – que por orgulho ferido resolveu condenar o anão à morte – mudou tudo. Tyrion cansou de ser mais uma peça descartável para as manobras políticas da família, fez um discurso visceral expondo toda a hipocrisia e o desprezo que vivenciou desde que nasceu e selou o próprio destino pedindo um julgamento por combate.

O Turning Point de Sansa (4×07) – Alexandre

Sansa Alayne

Sansa é a típica Stark. Desde a 2ª temporada, come o pão que o diabo amassou no castelo de Porto Real (muito, claro, decorrência de seus próprios atos) e, neste meio tempo, a garota precisou aprender a sobreviver no ninho de cobras onde estava. O clímax disso foi atingido na 4ª temporada, quando a garota foge do castelo graças a um plano de Mindinho, logo depois do assassinato de Joffrey. Abrigada no Ninho da Águia, sob a custódia de sua tia Lysa (que acabou sendo morta por Baelish em uma jogada para garantir ainda mais seu poder), Sansa pintou seus cabelos de preto e com o ruivo, “adormeceu” seu lado Stark, tornando-se Alayne Stone, bastarda de Mindinho e inocente jovem. O que Alayne nos entregará na 5ª temporada? Mal posso esperar pra saber.

A Víbora Vermelha x A Montanha (4×08) – Alexandre

oberyn-gregor

Conhecemos Oberyn Martell no começo da temporada e a identificação foi imediata. Juntando fãs do livro, já ansiosos por vê-lo e fãs da série, que gostaram de cara, foi impossível não torcer para que o príncipe de Dorne fosse bem sucedido em sua missão de vingar a terrível morte de Ellaria, que aconteceu durante a “Revolução de Robert”. É uma ironia enorme que a vontade de vencer de Oberyn, que conquistou a todos, tenha sido a responsável por sua derrota. Em uma das cenas mais emocionantes e angustiantes da temporada, Oberyn enfrentou Gregor Clegane, o responsável pela morte de sua irmã, em um confronto direto. Mesmo quando dominou a situação, o príncipe deixou o orgulho e a sede de justiça falarem mais alto e pressionou a Montanha para que ele confessasse o que fez. Acuado, a Víbora Vermelha acabou tendo seus olhos esmagados por Gregor e deixou saudades.

A Batalha de Castle Black (4×09) – Janaina

muralha

Para  quem não leu os livros (como eu), o resultado da  Batalha de Castle Black foi, de certa forma,  surpreendente.  Se fosse qualquer outra série era possível prever que os membros da Patrulha da Noite venceriam, porém em Game of Thrones nada é previsível e nenhum personagem está a salvo.  A batalha foi bem grandiosa e sangrenta, o que provocou muitas mortes de ambos os lados e também muita destruição.  Proteger a muralha é fundamental para a segurança de todo os sete reinos, mas o que parece ocorrer é que poucos parecem compreender o fato, por isso os membros da Patrulha da Noite são, em sua grande maioria, compostos por ladrões e pessoas não bem quistas.  Mance desconfiava que o poderio bélico da Patrulha era menor do que o seu e para derrotá-la reuniu mamutes, gigantes e diversos guerreiros para a batalha e por pouco ele não saiu vitorioso. Importante destacar as mortes de Grenn – que morreu tentando proteger a Muralha da invasão  –  e o fim de Ygritte, que sucumbiu e morreu nos braços de Jon Snow.  O episódio foi repleto de efeitos especiais, com poucos diálogos e muitas lutas. A direção de fotografia foi muito feliz ao escolher a paleta de cores em tom mais escuro (o que contrasta com a neve constante).

Daenerys acorrenta os dragões (4×10) – Lívia

daenerys 2

Uma mãe capaz de tudo para defender seus filhos, sejam escravos ou dragões, se vê diante de um cenário cruel. Depois de Dracarys (ou Drogon) supostamente matar uma criança, ela fica sem saída e resolve colocar Viserion e Raeghar sob o peso das correntes. Daenerys passou por muitas dificuldades nas duas primeiras temporadas, com a morte de Khal Drogo e Viserys, além da mortal caminhada pelo deserto vermelho antes de conseguir reunir um exército de soldados eficientes e súditos leais. Seus dragões sempre representaram o sonho de liberdade e poder dela, o sofrimento dela ao deixa-los para trás foi tangível. Com Dracarys solto por aí, livre e seus dois irmãos enclausurados, Daeny deve começar a 5ª temporada de uma maneira muito aflita pela situação que ela foi obrigada a impor aos seus bebês.

Bran finalmente encontra o corvo (4×10) – Laís

Bran

Se tem uma trama que a série evoluiu muito melhor que os livros, com certeza foi a de Bran. Você pode até pular as partes do pequeno-já-grande Stark (quem nunca?), mas os “fillers” e adiantamentos no seu plot foram bem eficientes. Um desses casos foi seu encontro com o corvo de três olhos já no fim da quarta temporada. Bran e seus companheiros estão prestes a chegar na árvore que ele procurava quando são são atacados por wights. Bran mais uma vez controla Hodor para conseguir lutar, mas eles acabam perdendo Jojen antes de chegarem.  Bran, Hodor e Meera são guiados até o interior da árvore por uma das crianças da floresta, e lá está o corvo de três olhos. Bem, lá está o corvo de três olhos na forma de um homem, (seria muito esquisito conversar em corvês). Ele revela que Bran não andará nunca mais, mas poderá voar. Há muitas teorias sobre o significado dessa frase, mas não teremos teremos nenhuma resposta sobre ela na próxima temporada, já que Bran, Hodor e Meera não retornam este ano. 

Brienne derrota o Perdigueiro (4×10) – Laís

brienne-sandor

Outra boa adição à série na season finale foi o encontro de Brienne e Podrick com Arya e Sandor. Brienne aborda Arya enquanto Sandor faz um nº2 e as duas tem um momento fofo trocando figurinhas sobre ser uma mulher maravilhosa que luta espada. O momento fofo acaba quando o Cão de Caça aparece, coloca em dúvida a lealdade de Brienne à Catelyn e se recusa a entregar Arya, começando uma luta com a loira. E que luta! Eles vão da esgrima ao vale-tudo, e depois de usarem suas espadas, partem para um combate corporal pesadíssimo envolvendo soco nos colhões, chute na tchebs, mordida na orelha e pedrada na cabeça – com Brienne levando a melhor. Arya se esconde durante a luta e, depois de despistar Pod, encontra o Perdigueiro agonizando. Sandor tenta de todas as formas persuadir a garota a lhe dar um golpe de misericórdia, mas ela prefere deixar ele morrer por sua própria conta e segue seu caminho para Braavos.

Tyrion foge de King’s Landing (4×10) – Laís

tyrion2

 Dos 10 melhores momentos que selecionamos, quatro aconteceram em “The Children“. Que season finale! E o auge desse episódio foi a fuga do nosso querido duende. Após a morte de Oberyn, Tyrion seria executado pelo assassinato de Joffrey, mas Jaime intervém e ajuda o irmão a escapar. Como nada sai como o previsto em Game of Thrones, ele desvia de sua rota e vai até os aposentos do pai, onde encontra Shae. Sua ex-amante o ataca com uma faca e, encurralado, Tyrion acaba matando a moça. Ele vai com sangue nos olhos e uma besta na mão acertar as contas o pai (que também estava fazendo nº2). Amedrontado, mas sem perder a pose nem quando é pego no banheiro, Tywin tenta persuadir seu caçula, mas acaba morto por duas flechas disparadas pelo filho. Lord Varys esconde Tyrion e o leva para fora de King’s Landing em um navio, e algo me diz que se a vida na corte era difícil, fora dela será ainda pior!


A lista poderia ser ainda maior, com momentos marcantes como Stannis e Sor Davos no Banco de Ferro de Braavos, a Patrulha da Noite enfrentando os rebeldes na Fortaleza de Craster e todos os diálogos de Tyrion com seus visitantes na prisão. A 4ª temporada foi realmente muito rica e se você quiser rever esses e muitos outros momentos, a HBO está exibindo uma maratona como aquecimento para a premiére de amanhã. E aí, todos preparados?

Jornalistatriz, viajante, feminista e apaixonada por séries, pole dance e musicais.

Rio de Janeiro / RJ

Série Favorita: Homeland

Não assiste de jeito nenhum: Two and a Half Men

  • Camila

    Olá Laís!
    Muito bom o seu post! Sempre leio o blog e gosto muito!
    Só notei no item dos dragões da Daenerys, uma confusão quanto ao nome do dragão preto. O nome dele é Drogon, Dracarys quer dizer fogo de dragão na língua valiriana. Concordo que na série ficou um pouco confuso de entender, mas como leio os livros, fui confirmar o nome depois da cena em que ela grita Dracarys para o dragão! 😉
    Abs
    Camila

    • Oi, Camila! Super obrigada por acompanhar o blog e comentar com a gente ^^ Neste caso, usamos o “Dracarys” como uma brincadeira pela forma como o Drogon é chamado na internet. Nas primeiras temporadas a Daenerys quase não citava o nome dos dragões, então acabou que o termo se popularizou mais (também colocamos o nome de verdade dele entre parênteses). Já assistiu à premiére da quinta temporada? Tem review no blog =)
      Bjs!

  • Camila

    Ah! Não sabia dessa! rs
    Eu não costumo olhar tanto na internet, só uma coisa ou outra, leio mais no blog mesmo, pra fugir dos spoilers do livro, ainda não terminei o último.
    Já li a review da premier tb, muito boa! Vou continuar acompanhando!
    bjos

    • Obrigada, Camila! Até a próxima, então 😉

1 Contra Todos

1 semana atráscomentarios

Com a lei de incentivo à produção nacional, várias produções poderiam sair do papel. Muitas delas não têm a menor pretensão de introduzirem uma ideia nova ou em mesmo de fazer sucesso. É por isso que uma série estoura na medida em que 1 Contra Todos fez, a gente tem que prestar atenção e dar os louros. Cadu (Júlio Andrade) é um advogado de Taubaté que será pai pela segunda vez, mas perde o emprego devido seus princípios éticos. Para piorar sua situação, é injustamente preso ao ser confundido com o Doutor do Crime, maior traficante do país. Para tentar sobreviver, e com o apoio de sua esposa Malu (Julia Ianina), ele decide se passar pelo criminoso como única forma […]

Leia o post completo

Queens que merecem redenção em RuPaul’s Drag Race: All Stars – Parte 2

1 semana atráscomentarios

Comemorando que RuPaul’s Drag Race acaba de conquistar o Emmy de Melhor Apresentador de Reality, Melhor Edição de Fotografia e Melhor Figurino (pelo episódio: Oh! My! Gaga!), além da VH1 não perder tempo em agendar a próxima edição All Stars para Janeiro de 2018 (está quase chegando!), em breve teremos a lista oficial das queens que estarão retornando para brigar por um lugar no Hall Of Fame do programa e ter a oportunidade de reescrever parte da sua história na competição. Assim como na primeira parte desse especial, eis aqui uma outra lista de participantes que não conseguiram atingir seu potencial e chegar longe na competição. Então, shall we begin? Trixie Mattel – Temporada 7 (Top 6) Oh honey! Quem não […]

Leia o post completo

Stephen King na televisão

1 semana atráscomentarios

Stephen Edwin King sem dúvida alguma é um (se não for “o”) maior escritor de terror e suspense de todos os tempos. Nascido em Portland, no estado de Maine, cenário da maioria das suas histórias, em 21 de setembro de 1947, teve uma infância complicada, tendo seu pai abandonado a família quando ainda tinha dois anos, e testemunhou um acidente com a morte de um amigo. Já escrevia desde criança, e vendia suas histórias aos amigos. Estudou inglês na Universidade do Maine, casou-se com Tabitha Spruce, em 1971, e lecionou sua formação em Hampden, enquanto isso escrevia para revistas masculinas. Teve problemas com álcool, e em 1999 sofreu um acidente sério, em que foi atropelado enquanto caminhava aos arredores de […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter