Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Da Vinci’s Demons

Por: em 18 de Abril de 2013

Da Vinci’s Demons

Por: em

Seguindo no propósito de não procurar nada sobre uma série nova antes de assistí-la, quando vi Da Vinci’s Demons só sabia o nome, que por si só já é uma baita informação. Embora modernizações de histórias sejam possíveis, tais como Sherlock, não conseguiria imaginar uma série sobre Da Vinci nos dias atuais, a menos que o protagonista não fosse o Leonardo em pessoa.
Mas sim, a série é sobre um dos maiores artistas da história, figura importantíssima do renascimento, Leonardo Da Vinci tem imensa curiosidade por várias áreas do conhecimento e muitos trabalhos sobre a natureza, botânica e medicina além da pintura. Um dos pecados da série foi justamente tentar mostrar que sabe de tudo isso logo de cara, mostraram um Leonardo curioso e transitando por todos os lados, fazendo experimentos. Ele devia ser realmente desse jeito, mas o episódio se apressou a mostrar a sua vida dessa forma e não se deu ao trabalho de nos fazer importar com o personagem.

A nova série da Starz tem Tom Riley como protagonista, numa atuação bem convincente (mas a jaqueta de couro que ele utiliza me incomoda), representando Leonardo sem a modéstia do personagem, e como dito anteriormente, o roteiro falha ao tentar mostrar muita coisa sem se aprofundar em nada em um piloto bastante promissor. O Leonardo da Starz também tem uma queda pela valentia que eu duvido que o real tinha.

Mas esta é uma série de ficção e se propôs a contar a história não contada de Da Vinci, o verdadeiro era muito reservado, pouco se sabe sobre sua vida particular e seus amigos, e durante os séculos foi alvo de especulações, inclusive de Freud. As ideias e referências ao psicanalista moderno parecem estar muito presente na série, com cenas de sexo óbvias, muita nudez e alguns palavrões para conquistar o público. Mostram a relação da igreja com o sexo, com o poder e controle da região, com o controle do conhecimento. Também vão mostrar os conflitos entre regiões da Itália, e vão colocar Da Vinci bem no meio disso tudo, já que em vida ele transitou entre Florença e Milão, servindo tanto ao Medici quanto ao Ludovico Sforza.

No meio desta ficção a vida de Leonardo é preenchida com algumas pessoas, amigos como Zoroaster (Gregg Chillin) e o aprendiz Nico (Eros Vlahos). Na série temos também a bela Lucrezia Donati (Laura Haddock), com participação controversa, mas provavelmente será um grande problema para Da Vinci. A história também apresenta mistérios na trama, como sociedades secretas, que povoam a nossa mente sobre Da Vinci, e que ficaram tão populares com os livros de Dan Brown.

O roteiro foi um pouco infeliz ao tentar inverter início e final do episódio sem muito propósito, e ainda começar com um personagem inútil, interpretado por um ator bem querido dos fãs de Downton Abbey que foi desperdiçado. Ao longo do episódio alguns fatos poderiam ter sido melhor conduzidos, deixando os telespectadores mais curiosos com o que foi apresentado, não com o que ainda pode ser.

Se não tivemos tanto aprofundamento na história, e isto foi um ponto negativo já que cada detalhe que mostraram ficou um pouco superficial, a série me ganhou com efeitos especiais, com o cenário e com o mistério. A produção de Da Vinci’s Demons procurou um lugar renascentista para fazer as locações, mas não puderam filmar na Florença verdadeira, assim a locação acabou sendo em Swansea, Wales. A cena em que Da Vinci solta os pássaros para desenhá-los me ganhou, achei os efeitos especiais lindos e um tanto quanto romântico!

Outro ponto positivo é que a série está usando os rascunhos e desenhos que realmente foram atribuídos à Da Vinci. Tenho dois livros enormes com pintura e desenhos completos do trabalho do mestre e nunca me cansei de admirá-los. Há algum tempo também teve uma exposição rodando o brasil com protótipos dos seus trabalhos de engenharia. Qualquer um que goste do trabalho e que tenha visto os desenhos e a exposição irá gostar de vê-los na série e quem sabe com histórias de como Leonardo chegou nestes desenhos.

A série tem um grande potencial para ser um sucesso, a emissora já até renovou Da Vinci’s Demons para a segunda temporada. Se souberem dosar os efeitos especiais, os mistérios da vida de Leonardo, os conflitos da igreja e a vida cotidiana de Florença, podemos ter uma grande série.


Camila

Mineira, designer, professora que gosta tanto de séries que as utiliza como material didático.

Belo Horizonte/MG

Série Favorita: Fringe

Não assiste de jeito nenhum: Supernatural

  • Lucas

    Um recado importante: o Leonardo era gay.

    • Marcela

      É. Ele era gay. Mas na série colocaram ele como “pegador” .-.

      • Marcos

        Mas quem sabe ele ainda possa dar uma experimentada…

      • Gabriel

        Você viveu nos tempos em que ele viveu pra saber se ele era homossexual ou não? -_-´
        Histórias são transformadas ao longo dos tempos, tais hipóteses como essa, são mescladas na história real…´
        Mas certezas ninguém tem já que até mesmo o grande Leonardo escreveu pouco sobre sua vida intima.
        Fora o seu equívoco, eu sempre fui muito fã do grande Deus da arte! *____*`
        Estou no aguardo para os próximos episódios!

        • Josafa

          filho, Leonar não escrevia muito sobre sua vida, porém seu assistente escrevia sobre a própria, o que inevitavelmente encluia Leonardo, esta comprovado em arquivos Históricos burrinho ^^ Da Vinci era homossexual

    • Mariane

      Isso que eu não entendi. A sexualidade é um ponto mais do que importante para definir o personagem. O colocaram como hetero para não chocar o público? Ora! Em que ano estamos, gente? Né possível.

  • Taís Gonçalves Brito

    Essa questão da sexualidade de Da Vinci foi o que mais me incomodou, pq ele no minimo era bi, e cm eles mostraram outra situações de homossexualidade no pilot, deveriam mostrar dele tb. Todos nos sabemos que ali é uma ficção, mas a sua homoxessualidade é uma coisa que todo mundo sabe, ficará estranho se não retratarem.

  • Renato

    Camila acho q vc pegou levíssimo com a série, sei lá, o roteiro e os efeitos especias fez feio e a morte daquele pobre garoto na piscina me de uma vergoinha aqui, parei de assistir e não sei se darei outra chance pra série. Que pena, pegar um ícone da história e fazer uma palhaçada dessas, sinceramente!

  • Wander

    Assisti o pilot novamente ontem! Na segunda, passado a grande empolgação, deu pra perceber mais os defeitos.

    Primeiramente o que me incomodou mais foi o fato de coloca-lo como um pegador-garanhão-womanizer, até porque praticamente todos os relatos históricos apontam para o fato dele ter sido, no mínimo, Bi. Tem até aquelas teorias de que Monalisa seria uma auto-retrato dele travestido como mulher. haha. Enfim… Espero que isso seja explorado mais a frente. Até porque o ponto homossexualidade apareceu no pilot em pelo menos dois momentos, entao nao parece ser o problema.

    Fora isso, eu adorei! O Tom Riley tem mt carisma, soube bem achar um estilo de interpretação que fizesse sentido dentro da narrativa proposta pelo direção e equipe de roteiristas… Os efeitos especiais, principalmente do vôo do pássaro (Comlombina, isso?), culminando no show pirotécnico tbm foi muito bem feito. E a sequencia onde ele observa o voo dos pássaros e sobrepondo na tela rascunho das obras de Da Vinci tbm foi muito legal!

    Mas ao msm tempo achei que a maioria das personagens foram abordadas de forma superficial; a própria Lucreza, que foi a mais controversa dessa première, ficou muito vago quais suas motivações, como se o fato dela ser uma traidora foi colocado no roteiro apenas pra servir apenas de função de ter um twist no final do episodio.

    Finalizando, a serie me conquistou totalmente com esse pilot. Fiquei muito feliz com a renovação e vou acompanhar com fervor!

    Parabens pelo texto Camila! Você é quem vai ficar responsavel pelas reviews? Valeu!!

  • Gabriel

    Não sabem ao menos interpretar o livro sagrado, imagine a história codificada de um grande mestre…A arte é magia, nós artistas somos mágicos!
    Aos olhos daqueles que não enxergam além, tudo se vê ao contrário…
    Então não se apoiem em hipóteses criadas por vocês mesmos, a série está sendo incrível e pronto!

    • Gabriel

      Concordo. Só pra deixar minha opinião: Nao tenho nada contra qualquer opção sexual(nao tenho amigos gays, que eu saiba), mas eu não tenho certeza se assistiria uma serie em que o personagem principal fosse gay. Absolutamente nada contra, assisto modern family e acho o casal gay tao hilario quanto toda a familia. Mas eu nao criaria aquela identificacao. Ate me assusto pois consigo me enxergar sendo o Dexter, o Professor do Breaking Bad. Mas um um pouco mais gay eu nao me identifico: o hannibal. acho que os produtores da serie acertaram pois evitaram perder inumeros telespectadores, que como eu, nao se interesariam pela serie.

      • Susan

        Não assistiria porque o personagem é gay. Grande merda hein companheiro?!

  • Camila Dias

    Achei o Da Vinci da série muito parecido com os cantores de sertanejo universitário. :/ E as roupas? Aquele cabelo com gel, os dentes super alinhados. arghhhhh… Não me convenceu o mínimo.

  • Rudson Nunes

    Gostei muito da serie, esperando a segunda temporada, muito pouco episódios na 1 temp.
    Gostei muito do ator, agora se ele fosse gay não ia presta, como ele ia fazer luta de espada ia ser um bailarino, a historia de aventura com ação, não ficam boas com gay fazendo papel de forte.

    • Bruno

      Aff, nada haver que comparação esdruxula. kkkk

  • Ele dá a entender que é Bi sim. Ficou claro no diálogo com o Zoroaster, após um gay se oferecer a ele para ser modelo novamente. Leonardo dispensa o rapaz e Zoroaster diz se tratar de um prostituto enganador. Então Leonardo diz: “Mas é agradável aos olhos”, deixando claro que ver o gay posando para ele pintar lhe dá certo prazer. Zoroaster termina o diálogo com um “credo”.

  • jose anderson

    Mostrou sim as sintuações sexuais dele. Eu asistir o quinto episodio no canal FOX e na antepenutima cena eu ví o leonardo beijando na boca de um garoto , mas não transaram e foi um beijo de adeus…..

  • Rafaelx

    Nao precisa ser fiel. Tirando as caracteristicas principais ja esta de bom tamanho. Serie excelente me convenceu em todos os aspectos.

    Se o leonardo era gay ou nao isso nao e importante. Mas sim seu lado artistico e de engenharia que desenham o escopo da serie.

    Achei a ideia do roteiro muito bacqna misticismo consegue ser muito bem explorado em series de epoca.

  • Joana

    Olá…

    Li várias páginas e muitas críticas, mas a única pessoa que disse que a série NÃO foi gravada na Italia foi vc. Onde vc conseguiu essa informação de que foi gravada em Swansea, Wales??

    No mais, ótima resenha.

×