Primeiras Impressões: Legion

9 de fevereiro de 2017 Por:

Alucinante, psicodélica e eletrizante.

São as três palavras que melhores descrevem Legion. Ela está muito longe de ser comparável com as outras séries da Marvel, como Luke Cage, Demolidor e Jessica Jones, já que foge e muito dos estereótipos do mundo heroico dos quadrinhos adaptados para a TV. A nova produçaõ do showrunner Noah Hawley (Fargo) tem tudo para ser um marco na televisão, mudando nossa percepção do mundo dos super heróis da TV. A série acompanha David (Dan Stevens), um jovem paciente de uma instituição psiquiátrica, diagnosticado com esquizofrenia. Se você espera um piloto com muitas cenas de lutas, cheio de referências aos filmes e aos quadrinhos… Bom, esqueça. Essa não é a proposta da nova aposta da FX.

É tudo muito confuso em grande parte do episódio, já que estamos vendo tudo pelos olhos (e memórias) do David – um cara que escuta vozes, vê um “demônio de olhos amarelos” e vive a base de forte medicação. Passamos muito tempo em flashbacks e em meio a bons efeitos visuais, que farão você confundir tudo, achar que entendeu e confundir novamente. Mas calma, é assim mesmo que os roteiristas querem que você fique! No fim, você acaba entendendo ou achando o que está acontecendo.

Na instituição psiquiátrica, David parece bem confortável, rodeado por Lenny Busker (Aubrey Plaza), uma outra paciente e imerso em uma rotina que mostra o quão resignado e passivo ele é.  A jovem me parece uma personagem com grande potencial, mas que ficou muito pouco tempo em cena.  O grnade turning point acontece  quando Sydney (Rachel Keller) aparece. A jovem que tem uma profunda aversão ao contato físico, acaba se envolvendo com o protagonista. Rachel e Dan têm uma boa química me cena, o que faz o casal se tornar carismático e insano. É esse relacionamento romântico que desencadeia uma sucessão de drásticas mudanças na vida de David. Ainda não dá para saber se eles vão ser bom juntos, ou se serão o calcanhar de Aquiles um do outro.

O ponto forte da série é exatamente a loucura, que te prende do começo ao fim. David não é um narrador confiável. E Noah Hawley, showrunner da série, faz questão de passar toda a insegurança que o protagonista tem, ao telespectador. Seria tudo uma viagem psicótica do jovem? Ou tudo está realmente acontecendo? É difícil saber. Em um dado momento, Sydney defende que uma doença mental não é necessariamente algo que te faz anormal, ou um problema a ser consertado. É simplesmente parte de quem você é. Nesse ponto já fica claro que um dos plots da série será a aceitação de David aquilo que se passa em sua mente.

Legion foi uma grata surpresa para este mês e se os outros episódios forem como o piloto, tem muito potencial para conquistar fãs e garantir uma renovação. Chapter 1 deixa algumas pontas soltas, que são suficientes para te deixar intrigado e com vontade de mais episódios. A série vai ao ar às quartas, no canal FX americano. Eu serei a responsável pelas reviews, então espero ver vocês por aqui, viu?

 

Já assistiu ao piloto? O que achou dele? Comente aqui conosco!

 

Nos vemos em breve!

Até mais.

 

 

Advogada paulistana, é viciada em leitura desde que se entende por gente. Vê mais séries do que deveria e menos do que gostaria. Quer ser uma mistura de...

Ler perfil completo

São Paulo/SP

Série Favorita: The Blacklist

Não assiste de jeito nenhum: Two and a Half Men

  • Josevando Sousa

    Acabei de ver o piloto, caramba. Me empolguei bastante, tô até tentando segurar o hype porque tenho medo de me decepcionar hahahha. Episódio bem crazy de verdade, realmente a gente achava que tava começando a entender e do nada a cabeça voltava a dá “pane”. Fazia tempo que não assistia um piloto que me empolgasse tanto de continuar vendo a série, ainda bem que serão só 8 EPs, menos tempo pra enrolação e pra não ficarem enchendo linguiça. Uma observação: a série não vai ser exibida às quintas? Pra mim, era.
    Semana que vem estou aqui de novo pra comentarmos sobre o novo episódio 😉

    • Tavares Carol

      Olá Josevando! Um episódio muito louco! Fiquei bem perdida com os efeitos especiais, me senti vendo Dr Estranho, haha. No EUA será transmitido nas quartas, mas aqui no Brasil, acredito que as quintas mesmo ! Espero você na semana que vem, tá? Até mais!

  • Preciso assistir, adoro heróis!

    • Tavares Carol

      Oi Marcelo! Vale muito a pena! Depois me conta o que achou 🙂

  • Andrezza

    Achei o piloto cansativo, custei a chegar no final.
    Mas o tema é ótimo, então vou dar uma chance e continuar por mais alguns episódios.
    Ótimo texto, Carolina!

    • Felipe Borges

      tbm achei muito cansativo, mas darei uma chance pq gostei do final haha

    • Tavares Carol

      Oi Andrezza! Achei o piloto parecido com o dr. Estranho – porque eu me confundia muito com tanto efeito! rss O tema é sensacional! Juro que estou tentando não criar expectativas, mas como faço isso? ahahha Seria demais querer algo parecido com X-Men Evolution? Continue sim a assistir! Obrigada pelo elogio! /o/ Um beijo!

  • Heitor Oliveira

    Vi o piloto ontém , meu senhor, que piloto foi esse! Super psicodélico, fotografia, direção de arte e design e produção impecáveis, e que direção. Fiquei louco com aqueles planos e aquele plano sequencia no final. A série me passou uma eterna sensação de irrealidade e loucura do inicio ao fim, foi tão estranho e gostoso de assistir. Está claro que não podemos fazer comparações. Mas se for levar em conta outras séries (e até filmes) com a mesma premissa (Kick Ass, Powers, Demolidor, Arrow, Gothan, Etc Etc) acho que há tempos não se fazia algo tão fora da curva, seja na telinha ou em Hollywood. Espero que Legion evolua e se torne uma das melhores séries baseadas em HQ. Pois tem potencial para isso.

    • Tavares Carol

      Heitor, rapaz! Não é? Me senti vendo um filme alternativo! Você falou tudo, foi totalmente fora da curva! Achei que foi o melhor piloto dos últimos anos, rsrs Sou suspeita, gosto demais de X-Men…. Mal posso esperar para ver tudo! A gente se vê por aqui, tá? Um abraço!

  • Caio

    Enquanto achei o piloto morno pude notar muito potencial na serie, na vdd me parece que a série realmente começará no próximo ep.

    • Tavares Carol

      Oi Caio! Olha, acho que a série tem muiiito potencial! Estou muito ansiosa para ver mais ação! Confesso que estou criando expectativas – seria muito querer algo a la X-Men Evolution? hahahaha Espero que você decida acompanhar! A gente se vê! Abraços

  • NOT jason todd

    Se você acha entendeu tudo que aconteceu neste piloto e não ficou confuso, quem precisa de um psiquiatra é você. Série muito boa mesmo, o que já era de se esperar.

    • Tavares Carol

      Olá NOT Jason hahaha Sim, juro que me senti assim! hahaha

  • Sloany Medeiros

    Essa série é melhor do q as da marvel q tem na netflix! passada com o último episódio.

O que você precisa saber de Jessica Jones antes de Defensores

6 dias atráscomentarios

A primeira série da Marvel protagonizada por uma mulher começa quando os pais de Hope Shottman (Erin Moriarty) pedem a ajuda de Jessica Jones (Krysten Ritter) para investigar o paradeiro da filha, e ela então descobre que o sequestrador da moça é ninguém mais ninguém menos que Killgrave (David Tennant): aquele que a traumatizou através de um relacionamento abusivo. A moça não é então a típica heroína a qual estamos acostumados, e algumas vezes até chegamos a duvidar se podemos chama-la assim. Por ter um passado marcado pelo abuso sua personalidade se torna um tanto ácida e sombria, além de deixar para a personagem um descontrole no consumo de álcool e a ideia de que desistir é a melhor saída, e […]

Leia o post completo

O que você precisa saber de Demolidor antes de Defensores

7 dias atráscomentarios

Com o sucesso do universo cinematográfico desenvolvido pela Marvel nos cinemas, um dos personagens mais interessantes e queridos dos fãs de quadrinhos foi ansiosamente aguardado para voltar a fazer parte do mesmo mundo. Homem-Aranha? Não, na verdade Demolidor. Após a Fox deixar os direitos de uso do personagem retornar para a casa das ideias, Marvel e Netflix fecharam uma parceria para desenvolver diversas séries de heróis. Demolidor abre essa parceria com maestria, trazendo uma série obscura, e violenta, diferente do que o personagem já viveu nas telas até então (abraço Ben Affleck!) Charlie Cox (Broadwalk Empire), dá vida a Matt Murdock, sofrido e realista. A série apresenta ele como advogado com o escritório associado em Hell’s Kitchen, e em seguida suas […]

Leia o post completo

Com pais como estes, hoje é um dia para esquecer

1 semana atráscomentarios

Existe um ditado que diz que a vida imita a arte (ou vice-versa) e isso sempre se mostra realidade quando comparamos as séries que assistimos à vida real. Claro que ainda não descobrimos um universo paralelo, uma cabine telefônica que nos transporte por aí ou que alienígenas têm planos de conquistar a Terra, mas muitas vezes a realidade é espelhada nos roteiros das histórias que mais amamos. House of Cards está aí para comprovar essa teoria, se compararmos os acontecimentos aos fatos que vemos nos noticiários todos os dias. Com os pais não poderia ser diferente. Existem pais que assumem o papel integral da criação da criança, pais que são os melhores amigos dos filhos, filhos que têm dois pais, pais de […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter