Merlí

Merlí é uma produção catalã de 2015, exibida pela TV3 e estrelada por Francesc Orella que…

Primeiras Impressões: Mindhunter

Mindhunter estreou na Netflix nesta sexta-feira (13) sob toda a expectativa que uma série de David…

Primeiras Impressões: The Guest Book

Por: em 7 de agosto de 2017

Primeiras Impressões: The Guest Book

Por: em

A premissa de The Guest Book, nova comédia do canal TBS, é muito boa. Uma pousada nas montanhas da Califórnia recebe hóspedes que querem um tempo de descanso. A cada episódio, novos personagens chegam ao chalé e vivem as mais diferentes, e malucas, situações. Possibilidades infinitas de roteiros que podem funcionar mais ou menos de acordo com a ideia desenvolvida, o que acaba sendo um ponto negativo, já que não há uma linearidade.

A antologia, com dez episódios nesta primeira temporada, é do mesmo criador de My Name is Earl e Raising Hope, Greg Garcia. Ele teve a ideia de criar o seriado porque gosta de deixar histórias nos livros de visita dos locais onde se hospeda, com o objetivo de divertir, ou mesmo assustar, os futuros hóspedes. Há um elenco fixo e a cada episódio atores convidados, muitos deles conhecidos por fazer comédia, dão as caras. No primeiro capítulo, as estrelas são Danny Pudi (Community) e Lauren Lapkus (Orange is the New Black). Também participam do seriado Garret Dillahunt (Raising Hope), Jenna Fisher (The Office), Michael Rappaport (My Name is Earl) e Margo Martindale (Justified), entre outros.

Entre o elenco fixo, as histórias dos personagens serão desenvolvidas ao longo da temporada. O dono da pousada, seus funcionários, uma policial local, um vizinho e os donos de uma casa de striptease vão tendo participações maiores ou menores em cada episódio. O foco está mesmo nas histórias vividas pelos atores convidados, que depois escrevem no livro de visitas as situações malucas que viveram no local.

Divulgação/TBS

No primeiro episódio, um professor de ciências do ensino fundamental resolve passar um fim de semana no chalé com a esposa (Lauren Lapkus), disposto a retomar a vida sexual do casal. Os dois acabaram de ter um bebê e a mulher está à beira de um ataque de nervos, num verdadeiro show de clichês sobre o tema. Desesperado para agradar a mulher e conseguir que ela relaxe, o marido acaba tomando uma decisão questionável e acaba se metendo numa grande confusão.

O desenrolar da situação em que se mete o marido, vivido por Danny Pudi (Community), chega a ser engraçado em alguns momentos, mas nada que arranque verdadeiras gargalhadas. Tudo soa previsível e sem muito timing. Sem contar as sequências politicamente incorretas, que chegam a incomodar.

A questão com as comédias, em geral, é que nem todas as pessoas acham graça das mesmas coisas. Há quem goste do escracho, há quem goste do sarcasmo, há quem prefira o nonsense. Há comédias, ainda, que exigem um certo repertório de quem assiste, geralmente do universo cultural e político. Em The Guest Book, o mote parece ser a comédia de situação, fazendo com que o telespectador tenha que se identificar com os personagens de alguma forma para achar graça do que está acontecendo com eles. Como em cada episódio há novos personagens, isso acaba não atraindo muita audiência fiel.

Como se trata de uma antologia e há atores muito bons como convidados, é possível que um ou outro episódio seja mais engraçado, mas não sei se muitos telespectadores terão paciência para esperar por um episódio que seja mais do seu agrado.

Se você já assistiu, deixe nos comentários o que achou da nova série!


Thais Gonzaga

Jornalista, mãe, apaixonada por séries desde a época da Sessão Comédia, Gosto de dramas que emocionam e de comédias inteligentes. Também sou fã dos seriados de super-heróis.

São Bernardo do Campo, SP

Série Favorita: Outlander

Não assiste de jeito nenhum: The Blacklist

×