Primeiras Impressões: The Mick

7 de janeiro de 2017 Por:

O maior desafio que eu enfrento ao escrever as Primeiras Impressões de uma série é se o fato de eu não ter gostado muito ou me identificado o bastante faz dela ruim, e com The Mick não foi diferente. Depois de assistir dois episódios, vi cenas que me fizeram rir e pensar “até que essa série é legal”, mas não acho que a história me prendeu o suficiente para entrar na minha listinha. Resumindo, o que eu quero que você leve desse post é que eu não achei a série ruim, tem momentos muito bons, inclusive, mas não é como se você estivesse perdendo muita coisa.

A comédia tem como premissa uma tia desajustada que se vê obrigada a cuidar dos sobrinhos depois que sua irmã e o marido fogem do país. O nome dessa anti-heroína é Mackenzie (Kaitlin Olson), uma mulher que, claramente, não tem controle sobre sua própria vida e, portanto, a melhor escolha para cuidar de três seres humanos (há controvérsias), não é mesmo? Mas não há como deixar de elogiar Kaitlin e o seu talento para comédia, algo que temos testemunhado há mais de 12 anos em It’s Always Sunny in Philadelphia, a mulher arrasa mesmo.

Já adianto que não há piadas “gourmet”, hiper sofisticadas, nem nada do tipo; me peguei rindo de cenas bem toscas, como quando alguém cai, é atropelado ou atingido por um vaso na cabeça, por exemplo, sim, nesse nível. As crianças também são um ponto positivo nessa história, igualmente adoráveis e pentelhas. Sabrina (Sofia Black-D’Elia) é a típica adolescente mimada que não vai aceitar ordens de ninguém, o que promete muitos conflitos entre ela e Mickey. Chip (Thomas Barbusca) é o do meio, porém se comporta como um verdadeiro adulto tamanha noção que tem de seus privilégios como homem branco e rico; cômico e trágico. Por fim, Ben (Jack Stanton) é o caçula, uma criança fofa que não foi completamente estragada pelos pais, ainda.

A Fox, assim como várias emissoras têm feito nos últimos anos, lançou o piloto da série dias antes da verdadeira estreia, a fim de situar a premissa, o que costuma funcionar bem, mas não sei se foi o caso dessa vez. Para mim, o piloto funcionou melhor do que o segundo episódio, The Grandmother, pois mostra uma Mickey que apesar de desequilibrada se importa com os sobrinhos (pelo menos com Ben, um pouco), o que é o contrário do que vemos no episódio seguinte, que dá várias voltas para terminar exatamente como o piloto.

Claro, foram só dois episódios, é possível que os próximos tragam mais novidades, mas, por ora, é isso. A crítica parece incerta quanto ao futuro da série, e nós, como apaixonados por séries, sabemos melhor que ninguém que não há garantias de nada nesse mundo perverso dos seriados. Enfim, se você se interessou e ficou curioso para saber mais, segue abaixo o trailer de The Mick! Se você viu e gostou, ou não, vem discutir comigo nos comentários! Até a próxima!


Estudante de humanas que já perdeu a conta de quantas séries fizeram e fazem parte de sua vida. Fã da internet, da literatura e do ócio; especialista em...

Ler perfil completo

São Paulo/SP

Série Favorita: Veronica Mars

Não assiste de jeito nenhum: The Vampire Diaries

  • Romulo Brenno

    Não é a coisa melhor do mundo das comédias, mas por enquanto me fez rir um pouco.

    • Lara Monteiro

      Eu podia ter resumido o post com esse comentário hahah

  • Andreza Soares

    Eu curti um pouco a série. As atuações da Kaitlin Olson e da Sofia Black-D’Elia me chamaram atenção. A história pode ser boa, é interessante, mas acho que pode cair no clichê. Mas vamos ver o que vai acontecer. Ainda é cedo para uma conclusão definitiva.

    • Lara Monteiro

      Sim, Andreza! Concordo! As duas são muito boas, né? E ainda é bem cedo mesmo, mas espero que vejamos mais coisas boas daqui pra frente!

Girlboss: guia do que NÃO fazer na vida adulta

1 semana atráscomentarios

Teve gente que gostou de Girlboss, teve gente que achou a série fraca. Mas em uma coisa todo mundo certamente concorda: Sophia é um dos piores seres humanos que já vimos como protagonista de uma série. E com ela a gente pode aprender muito sobre o que não fazer para ser uma pessoa melhor. 5. Não roubar Em GirlBoss, uma das primeiras coisas que descobrimos sobre Sophia é que ela acha normal roubar. Não, ela não rouba porque precisa, porque quer ajudar alguém, ou se quer por uma questão de princípios contra uma sociedade capitalista. Sophia rouba porque se sente superior e simplesmente não respeita os outros, – muito menos suas propriedades. 4. Não ser egoísta com a melhor amiga […]

Leia o post completo

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

3 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter