Reign – 4×14 A box A body A bride/ 4×15 Blood in the Water

11 de junho de 2017 Por:
Reign - 4 temporada

Divulgação/ CW

Decepção define este episódio de Reign. Claro que com o título de A Bride. A box. A body. eu esperava ver o corpo de Dunrley atirado no chão, todo esfaqueado, estilhaçado, só com pedaço do rosto suficiente para reconhecer. Desculpa, deixei meus instintos assassinos tomarem conta um momento, mas o feeling é este mesmo. Chega de Dunrley.

Não me entendam mal, claro que Blackburn merecia morrer. Ele que um dia já foi meu Lord fake favorito, mas ficou resumido a concubino chorão de Elizabeth. Liz devia estar tendo casos com piratas, isso sim. Blackburn tinha que morrer porque ele não existiu e não podia interferir no futuro virgem da Rainha Elizabeth I. Imagino que essa tenha sido a desculpa que os roteiristas acharam para não casar a rainha com ninguém, a morte do seu verdadeiro *cof* amor.

Isso é essencialmente mentira, ou uma releitura dos roteiristas de Reign. O maior motivo para Liz não casar era não sofrer nas mãos do esposo como Mary sofreu na de Dunrley. Muitos conservadores iam preferir ter um homem no poder, mesmo que um estrangeiro. Casamento geraria mais problemas do que solução para Liz. As mulheres tem que se provar de novo e de novo nesta série. Mostra que o poder e a nobreza não as blindava do machismo sistêmico.

Na Escócia, Mary quer retomar o seu castelo e vai a frente do exército. E ela ainda chuta o banquinho para matar o traidor. Knox não se deixa abater. Vai até o castelo para demandar que os guardas que o seguem sejam dispensados. Uma pena que Narcisse não tenha ido mais longe na sua vingança, mas fez uma coisa certa, tirou o motivo pelo qual Knox se achava tão importante.

Reign - Mary e o filho

Divulgação/ CW

Na França as coisas vão mal. A briga entre Charles e Henry ganha reforços com a chegada de Leesa, a Rainha Espanhola que queria ser como a mãe quando crescesse, mas falhou miseravelmente. É interessante que Catarina de Médici seja uma das maiores vilãs da história e uma das personagens mais adoradas ao mesmo tempo. Enquanto sua filha, Leesa é só chata. Na verdade, ela e Elizabeth tinham tudo para serem ótimas amigas se Inglaterra e Espanha não travassem uma guerra particular por questões religiosas.

Mas chegamos ao penúltimo episódio eu tinha certeza absoluta, era a hora dele. A hora de Dunrley morrer! E lá vai Reign me decepcionar mais uma vez. Continuamos tendo que aguentar Dunrley – e agora com sífilis. Ele está claramente enlouquecendo. Pelo menos, Mary finalmente enxerga que precisa se livrar dele de uma vez por todas. Quer dizer, isso vai ficar para o próximo episódio.

Fiquei feliz em ver Mary bem e se reconciliando de certa forma com o irmão e iniciando seu relacionamento com Bothwell, mas acho uma pena que Reign, uma série que deveria ser sobre 3 mulheres fodásticas que comandaram uma parte importante do mundo ocidental por algumas décadas tenha o seu finale focado em Dunrley. Foco errado, Reign! Foco errado. Achei que o episódio final seria exclusivamente de Mary e Liz e do inevitável desfecho que as aguarda. Vamos ver como eles amarraram tudo semana que vem.

E você, o que achou destes últimos episódios? Dunrley está demorando para morrer: sim ou com certeza? Conta tudo nos comentários!

Apaixonada por histórias, em todos os formatos, conta com listas enormes de livros que quer ler e filmes e séries para assistir.

Porto Alegre / RS

Série Favorita: House of Cards, Game of Thrones, Scandal

Não assiste de jeito nenhum: Once upon a time...

  • João Vitor Maia

    Com certeza kk

Girlboss: guia do que NÃO fazer na vida adulta

1 semana atráscomentarios

Teve gente que gostou de Girlboss, teve gente que achou a série fraca. Mas em uma coisa todo mundo certamente concorda: Sophia é um dos piores seres humanos que já vimos como protagonista de uma série. E com ela a gente pode aprender muito sobre o que não fazer para ser uma pessoa melhor. 5. Não roubar Em GirlBoss, uma das primeiras coisas que descobrimos sobre Sophia é que ela acha normal roubar. Não, ela não rouba porque precisa, porque quer ajudar alguém, ou se quer por uma questão de princípios contra uma sociedade capitalista. Sophia rouba porque se sente superior e simplesmente não respeita os outros, – muito menos suas propriedades. 4. Não ser egoísta com a melhor amiga […]

Leia o post completo

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

3 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter