Continuum – 2×09 Seconds

14 de julho de 2013 Por:

Apesar de Seconds ter sido um bom episódio, fiquei um pouco incomodada com a falta de conexão da história. A impressão que ficou foi que os dois últimos episódios foram exibidos com a ordem trocada. Gardner foi assassinado no episódio anterior e ninguém deu bola para este “pequeno” acontecimento. A história faria muito mais sentido se Seconds fosse depois de Second Degree e antes de Second Listen. Possivelmente isto não aconteceu para não termos dois episódios seguidos focados apenas em Julian.

Continuum 2x09

Neste episódio, Dillon voltou para o departamento de polícia, mas desta vez, com o apoio de Esher e com uma política um tanto diferente. Com Julian fora da prisão, todo mundo queria um pedacinho do rapaz. Ele foi abordado por todo tipo de gente: pela polícia, por pessoas comuns que se revoltaram com sua libertação e pelos dois grupos do Liber8.

Não concordei com a postura da polícia em relação à situação. O fato de o departamento passar a ser financiado por Esher é bastante preocupante. Por mais que Julian seja obviamente culpado, se ele foi declarado inocente pela justiça (ainda que tenha sido corrupta), a polícia não tem nada que ficar perseguindo o rapaz e agindo como justiceiros. A polícia se sentir “livre” para agir de tal forma só porque passou a ser financiada pela iniciativa privada é no mínimo estranho. Mas não diria que é algo absolutamente irreal.

Entendo o sentimento de Kiera em relação ao Teseu. Mas vamos combinar que ela fez uma cagada histórica. Literalmente. Há duas opções mais plausíveis em relação a viagem do tempo: Ou o fato de eles terem voltado já alterou o futuro ou 2077 só é do jeito que Kiera conhece porque eles voltaram no tempo. Depois deste episódio, comecei a acreditar que a segunda opção é mais possível.

No presente, por mais que os grupos Liber8 já adoravam o rapaz com Teseu, Randol estava perdido. Ele tinha potencial, mas ainda não era o Teseu. Não acho que Kiera deveria matá-lo, independente do que ele fará no futuro. Se fosse para seguir a mesma lógica, ela também deveria matar Alec, que apesar do que é no presente, tem o potencial de se tornar um homem nada santo no futuro.

Continuum 2x09

Sobre os grupos Liber8, realmente não entendi porque Lucas quis afastar Julian de Sonya. Só consigo imaginar que Lucas esteja espionando Sonya para Travis. De qualquer forma, Julian teria que ser muito bobo para escolher Sonya em vez de Travis. Para os objetivos dele como Teseu, Travis e seu grupo é uma escolha muito mais segura. Com seus novos seguidores incondicionais, não será muito difícil se tornar o homem que um dia fará história como Teseu.

No flashforward, fomos apresentados à terrível história do massacre de New Pemberton. Não consegui decidir o que teve de mais horrendo nesta história: se foi o massacre que Teseu executou ou se foi o que acontecia lá antes. As pessoas eram condenada à prisão perpétua por inadimplência! Como se não bastasse as condições pré-julgamento sub-humanas, a “prisão” após a condenação era um tipo de prisão mental que transformava o “criminoso” em um escravo. Nos últimos segundos do episódio, descobrimos que os trabalhadores eram mão de obra para SadTech!

O que mais me chama a atenção é a discordância da visão de Kiera com as imagens que vemos. A versão do massacre de New Pemberton que ela narra é nitidamente diferente da história que vemos. Ouvindo apenas Kiera, acreditamos que Teseu é o único vilão, o único responsável pela morte de muitos. Mas assistindo, percebemos que não foi exatamente o que aconteceu. Sem defender os métodos de Julian, dificilmente ele é o único Bicho Papão desta história. Queria saber qual seria a reação de Kiera se ela percebesse que em parte, os Liber8 tem razão em sua indignação com o governo corporativo.

Uma paulista vivendo em Minas esperando pacientemente o momento de sair para conhecer o mundo. Ou, quem sabe, o universo... Tudo depende de um certo Doutor e sua...

Ler perfil completo

Lavras / MG

Série Favorita: Joan of Arcadia

Não assiste de jeito nenhum: Séries médicas

  • Juliano Paredes

    A minha teoria para que Kiera Julgue tanto as atitudes de Teseu é que ela foi induzida a fazer isso, Alguns Episódios atrás mostrou Alec fazendo alguns “updates” no Chip, Acho que tudo é parte do plano para que todos no atual presente dela pensem que Teseu é o único vilão.

    • Juliano Paredes

      eu achei Plausível essa↑ minha teoria!

    • Ah, mas para isso não precisa nem de chip.
      Kiera é manipulada desde que nasceu para pensar que Teseu é o vilão. É a forma que ela aprendeu a história, foi o que ensinaram para ela que é certo. A história é contada pelos vencedores. O massacre aconteceu antes de Kiera nascer, provavelmente ela aprendeu a pensar assim na escola mesmo.

      • Juliano Paredes

        Sim, na época em que ela nasceu toda a população foi induzida a pensar que Teseu é o grande FDP mas na minha opinião ela foi criada em especial, Já que tava planejado mandar ela para o atual presente, por isso a teoria acima, E acho que para o OldAlec e Teseu já passaram por tudo isso em uma espécie de Looping e tudo só vai ter um fim em uma última temporada.

  • Bruno

    Tive a mesmíssima impressão quando vi Kiera se perguntando se tinha alterado o futuro. Pareceu Sarah Connor no final de Terminator 1, pensando se a vinda de John havia criado o futuro como ele o conhecia.

    Acho que Kiera e Carlos não sabem ainda que Krycek foi morto, ele trabalhava sozinho, não devia prestar muita satisfação por lá mesmo. Por outro lado, “iniciativa privada” financiando E controlando quem manda na polícia de forma direta? Não tem nada de plausível nisso. Que negócio mais sem sentido!!!

    OldAlec não é santo e Teseu está mais que certo em seu objetivo (embora não em seus métodos). A pergunta que fica é POR QUE OldAlec mandou eles todos de volta se ELE(e a Sadtech) é(são) o vilão da história?

    Quanto ao moreno ele pareceu agir como se estivesse com o chip da presa implantado, não percebeu?

    Queria que Garza e Sonya participassem mais da história. O lado do Liber8 é muito mais interessante que a visão torta do “certo” que Kiera tem do futuro.

    • Mesmo assim… ninguém nem notou a ausência dele? Ele estava em um caso com Kiera. Ela não notou que ele simplesmente parou de ligar para ela (no episódio anterior ele ligou para ela o tempo todo)?

      Sobre a iniciativa privada pagar e mandar na polícia: é um absurdo. Não acho que o governo real permitiria uma loucura desta. Maaaaaas… Quando disse que não via a situação como completamente irreal, quis dizer no contexto da série. O massacre de New Pemberton acontece em apenas alguns anos no futuro (foi antes de Kiera nascer). Isto dá a entender que o governo já está falindo e a situação toda está caminhando para o futuro de Kiera.

      Também queria saber porque Old Alec mandou todos de volta. Talvez ele seja o vilão mesmo e queria simplesmente garantir que tudo aconteça. Mas é difícil acreditar nisto conhecendo ele jovem.

      Não, quem pareceu agir como quem estava com o chip?

      • Bruno

        Lucas agiu como se estivesse com um chip.

        No episodio seguinte todas essas duvidas que conversamos foram sanadas… Aguardando seu review para comentar!

  • Bruno

    Ouch, o ator que faz Teseu está no piloto de The Hundred?!

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

2 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

House of Cards e a Política Brasileira

3 semanas atráscomentarios

Primeiramente, #foratemer. E se você ainda não conferiu a última temporada de House of Cards, não se preocupe, esse texto não contém spoilers, – apenas reflexões. Pra gostar de House of Cards você precisa torcer pelos Underwood. Claro, a gente sabe o quanto eles são escrotos, mas é ficção, certo? Não tem problema torcer pelos vilões. Ou pelo menos era o que pensávamos em 2013, quando a série estreou. Mas de lá pra cá a política mundial virou de ponta à cabeça. Os Estados Unidos elegeram Trump e nós tivemos Temer enfiado goela abaixo. Isso sem contar os acontecimentos dignos da ficção, como a morte de Teori Zavascki, a delação do Joesley e os testes nucleares da Coréia do Norte. […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter