When Calls The Heart

When Calls The Heart é mais uma produção da Hallmark Channel que possui 4 temporadas já…

Primeiras Impressões: Justiceiro

Quem assitiu a 2ª temporada de Demolidor já conhece um pouco do Justiceiro, ou Frank Castle.…

Game of Thrones – 3×09 The Rains of Castamere

Por: em 3 de junho de 2013

Game of Thrones – 3×09 The Rains of Castamere

Por: em

“Mais à frente, viu um festim de cadáveres. Massacrados de forma selvagem, os convivas jaziam espalhados por cima de cadeiras viradas e mesas de montar estilhaçadas, estatelados em poças de sangue coagulando. Alguns tinham perdido membros, ou até a cabeça. Mãos cortadas seguravam taças ensangüentadas, colheres de pau, aves assadas, nacos de pão. Num trono acima deles, estava sentado um morto com cabeça de lobo. Usava uma coroa de ferro e segurava numa mão uma perna de cordeiro como um rei seguraria um cetro.”

A Fúria dos Reis, página 451

Catelyn Robb e Talisa Game of Thones 3x09

Retórico dizer, mas se você não assistiu a esse episódio, você não vai querer ler o que está escrito abaixo antes. 

O evento mais marcante dos 5 livros escritos por George R R Martin até agora rendeu também o melhor e mais marcante episódio de Game of Thrones (e não apenas por causa do Casamento Vermelho, é preciso ressaltar). O trecho que abre esse texto não diz respeito ao momento dos livros em que o massacre acontece, mas sim a uma descrição mais direta e sucinta dele, que acontece em uma das visões que Daenerys tem na Casa dos Imortais, e que eu acho que dá um panorama cru do que assistimos em The Rains of Castamere.

É até complicado escrever sobre um episódio tão brutal. Faltam palavras que possam descrever o que foram os eventos aqui retratados, o impacto que eles causaram em quem assistia o episódio (e aqui eu incluo mesmo quem já sabia o que acontecer. Passei mais de duas semanas me preparando e ainda assim não adiantou nada) e como isso vai ser relevante para o futuro da série de agora em diante. Afinal, não foi apenas um personagem que morreu. Foram dois. Três. Quatro se a gente contar o lobo.

Desde a morte de Ned Stark, lá nos tempos de primeira temporada, o Robb despontou como um um dos personagens mais interessantes e mais promissores. Seu desejo de vingança, sua autoproclamação como Rei do Norte, as batalhas vencidas e o ardor de se provar, de vingar o Norte e fazer jus ao sobrenome; tudo isso, mais a interpretação sempre forte do Richard Madden fizeram do Jovem Lobo uma das figuras favoritas de muita gente que assiste ao seriado. E tudo isso, em somatório as últimas derrotas que sofreu e as decisões (equivocadas ou não) que tomou agindo impulsivamente, nos trouxe a esse momento.

A morte de Robb é cruel não apenas pelo modo como acontece (por mais que ele tivesse rompido o acordo com os Frey, nada justifica uma emboscada sórdida e baixa como a que ele e seus aliados foram submetidos), mas pelo que ela representa. Morre, com ele, a esperança de dias melhores para os Stark. De justiça, de vingança ou seja lá qual o termo for mais adequado. Quando ele se levanta na cena final, já sem forças e desfalecido e tudo o que consegue dizer é um arranhado “Mother“, já fica claro que está tudo acabado ali. Não havia mais escapatória, o Rei do Norte já havia caído. Quem levanta ali não é o mais o Jovem Lobo que acompanhamos lutar há 2 temporadas. É o príncipe herdeiro que brincava de espada que conhecemos no piloto e que, da noite pro dia, foi jogado numa guerra quase perdida. E, há que se dizer, Richard Madden deu show. Contido, sôfrego, o último olhar que ele lança a Catelyn resumiu tudo.

Catelyn Tully Game of Thrones

Igualmente entorpecente foi a performance de Michelle Fairley. Catelyn Tully/Stark divide opiniões desde sempre. Há os que amem, há os que odeiem, mas não existem aqueles que se mantenham indiferentes ante a personalidade forte que a filha de Correrio sempre apresentou ter. Catelyn perdeu Ned, acreditou ter pedido Bran e Rickon e acreditava que Arya e Sansa eram prisioneiras em Porto Real (e a última realmente era). Colocando tudo isso em perspectiva, é fácil entender a apatia que se abate sobre a personagem no momento em que Robb dá seu último suspiro. Naquele momento, Catelyn não tem mais nada. Nos segundos anteriores, enquanto ela implora para que Lorde Walder libere Robb (mesmo que ele sequer tivesse condições de dar um passo que fosse), ainda residia nela uma esperança. Mas quando seu primogênito morre, Catelyn também morre. O aço que arranha sua garganta minutos depois é apenas um detalhe.

Talisa nunca teve um destaque muito grande na série. Apareceu temporada passada como aquela que roubaria o coração de Robb, faria-o romper o acordo com os Frey e que, sem saber, levaria a esse massacre, mesmo que indiretamente. O fato é que a personagem nunca despertou muita empatia, seja pelo trabalho de composição da atriz ou porque o roteiro não lhe deu oportunidades. Nos últimos episódios, uma sequência chamou a atenção: O momento onde ela confessa a Robb que espera um filho dele. E foi exatamente este detalhe que ajudou a transformar a sequência do Casamento em algo mais horripilante do que já era. As facadas que ela levou diretamente na barriga abriram da maneira mais mórbida possível toda a sequência do Red Wedding.

Todo o episódio foi construído em cima de um clima de tensão e expectativa, que colaborou diretamente para a aflição e o susto no momento em que o clímax foi atingido. Desde a primeira sequência com Robb pedindo a Catelyn sua opinião sobre um possível ataque a Rochedo Casterly, passando pelo primeiro e misterioso contato direto com Walder Frey (em uma cena marcada por um texto deliciosamente dúbio, um presente para os leitores de Martin que já sabiam o que estava por vir), até o momento em que Catelyn percebe a emboscada e Rains of Castamere começa a tocar, tudo convergiu para que o impacto gerado fosse satisfatório.

A presença de Arya comprova isso.

A pequena Stark percorre Westeros há mais de 10 episódios em busca de sua mãe e de seu irmão e é terrivelmente irônico que no momento em que mais se encontre próxima a eles, algo nessas proporções aconteça. Arya, ali, era os nossos olhos e ouvidos. O choque estampado no rosto dela ao ver o que um dia foi Vento Cinzento morto (e aqui eu confesso que foi tão dolorido quanto ver Cat ou Robb ou Talisa mortos) é também o nosso choque e o momento em que Cão de Caça a desacorda dizendo que “É tarde demais” é também o momento em que fica perceptível que a jornada para ela agora será mais sombria. O norte de Arya nesta e na temporada passada era se reunir com Catelyn e Robb. Que agora não existem mais.

Bran e Rickon Game of Thrones

Totalmente eclipsados pelo Casamento, mas ainda assim com um forte desenvolvimento dramático, vieram Bran, Jon e Daenerys Targaryen. Assim como Robb, os três núcleos apresentaram um avanço significativo e, no que diz respeito a Bran e Jon, trouxeram ainda excelentes viradas em suas histórias.

Chega a ser irônico que Bran encontre um novo rumo exatamente quando Arya perde o seu e sua mãe e seu irmão mais velho são mortos. A cena da despedida entre ele e Rickon é profunda e tocante (e provavelmente o momento em que o mais jovem dos Stark mais falou durante a série inteira) e funciona por deixar a dúvida sobre o novo mundo que se abre agora que Bran estará sozinho com Jojen, Meera e Hodor e, principalmente, por o garoto já ter uma maior noção sobre o que significa ser um warg e o poder que ele tem em suas mãos. O pequeno momento em que ele entra na mente de Hodor é intrigante, mas nem de longe tem o impacto da cena em que as mentes dele e Verão se fundem em uma só. Que venha o Corvo de Três Olhos.

Para Jon Snow, o caminho já era esperado há alguns episódios. Jon gosta de Ygritte, isso está claro desde sempre, mas seus votos à Patrulha da Noite são mais fortes. A luta com Tormund e seu bando ganhou ótimas proporções e as dúvidas que ficam agora é: que rumo o bastardo deve tomar, já que que seu disfarce foi descoberto e qual será a atitude de Ygritte diante disso? Preciso ressaltar, também, a grande ironia que foi Jon e Bran estarem tão perto um do outro. Quase tanto quanto Arya e Catelyn e Robb.

Quanto a Dany, as perspectivas são otimistas. Com Yunkai caída, graças a seu mais novo capitão Daario Noharis, a mãe dos dragões tem um exército numeroso, ouro e dragões, muito mais do que tinha uma temporada atrás. A pergunta é: Será suficiente?

Três histórias que tiveram um considerável tempo de tela em The Rains of Castamere, mas que nem de longe se igualaram ao que aconteceu no restante. O grande quebra cabeça que é Game of Thrones está com suas peças todas espalhadas e com a morte sangrenta de Catelyn e Robb, os próximos passos desta guerra se tornam imprevisíveis. Semana que vem teremos o season finale dessa que já é fácil a melhor temporada da série, mas uma coisa é certa: Superar o que vimos aqui é difícil.

The North Remembers.


Alexandre Cavalcante

Jornalista, nerd, viciado em um bom drama teen, de fantasia, ficção científica ou de super-herói. Assiste séries desde que começou a falar e morria de medo da música de Arquivo X nos tempos da Record. Não dispensa também um bom livro, um bom filme ou uma boa HQ.

Petrolina / PE

Série Favorita: One Tree Hill

Não assiste de jeito nenhum: The Big Bang Theory

  • Otima Review

  • Luna

    Os honrados e trágicos Stark são meus preferidos. Espero que os que restaram possam se erguer das cinzas até o final da saga. Porque, francamente, o que acontece com eles é pior do que tragédia grega.

    Terrível o sadismo do autor, transformando justamente a família com quem podemos mais nos identificar em termos de valores morais, honra, coragem, honestidade, lealdade, nobreza de caráter tivesse de ser transformada em símbolo de derrota, desgraça total,fraqueza.

    Por que escolher os Stark para uma saga de tanto sofrimento, sem descanso, só a mente fascinantemente doentia do autor pode responder

    RIP belo Rei do norte, valoroso lobo e trágica mãe.

    #onortenãoesquecerá.

    • Assino embaixo do seu comentário, Luna. O George foi bem sádico mesmo. Senti muita dor quando li esse capítulo e mais ainda agora assistindo.

      PS. Editei uma parte do seu comentário pra não dar spoiler do que ainda tá vindo pra galera, ok? Tem mt gente que só vê a série e gosta da surpresa 🙂

      • Dani

        Alexandre, fico muito agradecida por você não publicar os spoilers, eu só assisto a série, e estou lendo o primeiro livro agora, e foi muito chato quando me contaram um tempo atrás que o Robb morreria. Mas ainda sim o que eu assisti hoje me chocou!

    • elisa

      Os Starks não são só seus favoritos não Luna, são os meus tb: eles são os heróis da série : ). O problema é esse: no momento, a série não tem mais heróis (sansa se foi, arya não chegou lá e bran é limitado). Ninguém mais na série guarda os valores morais que buscamos em qq herói em qq história. Resultado: sensação de vazio.
      Espero que a história mude e George crie um novo herói, senão…

      • Seria Jon Snow esse novo herói?

        • Luna

          Minhas esperanças estão em Jon Snow e Arya, mas acho que o Bran terá um papel importante na história.

          • Eu acredito que o herói, no fim da história, vai ser o Jon. Não sei bem em que sentido, mas sinto que tudo converge pra ele.

        • elisa

          Ih, esqueci do jon snow.

  • Lu

    Ótima resenha, mas discordo sobre o Robb. Gosto do Richard Madden, mas a estupidez e a impulsividade do Robb me irritaram muito desde a temporada passada. Claro, ele não merecia morrer desse jeito. Acho que ele seria um rei justo e que merecia ver os assassinos de seu pai punidos.

    Entretanto, um rei em guerra não se casa por amor, ainda mais rompendo um acordo com um aliado. Ainda mais um aliado perigoso e traiçoeiro como Walder Frey. Catelyn tentou avisá-lo sobre isso. Não era para ele ter executado Karstark. Entende o que quero dizer? Enquanto Robb faz besteira atrás de besteira, os Lannisters mandam cartas.

    Voltando ao episódio, achei-o chocante e extremamente cruel, como deveria ser. Eu achava que estava preparada para a cena do Casamento Vermelho, mas não tem como. Ver na televisão foi ainda pior do que quando o imaginei na minha mente, enquanto lia. E eu não esperava que Talisa morresse. Tinha tanta certeza de que a traidora era ela, que agora não sei bem o que pensar.

    As cenas do Bran e do Jon foram ótimas e as melhores dos dois na temporada, até agora. Dava nervoso vê-los tão perto e tão cercados por inimigos. Quanto a Dany, as cenas de lutas foram bem-feitas, mas achei a invasão a Yunkai um pouco sem graça.

    The North remembers.

    • Dani

      Estou em choque!
      Nossa, Alexandre, seu review está ótimo, como sempre!
      Um imbecil tinha me contado da morte do Robb (mas felizmente ele não me contou como foi), e ainda assim, ……. cara! …….. não sei o que dizer – nem o que pensar!!! E ainda por cima a morte da Catelyn, da Talissa já barriguda, e do VENTO CINZENTO(eu sempre ficou mal quando os pets morrem na TV, filmes, livros, chorei muito com a morte da coruja Edwiges)!!!
      Uau! Na hora em que fecharam as portas, com a Cat olhando, e depois começaram a tocar Rains of Castamere, eu fiquei gelada (mais pela cena do que pelo frio que está esta noite em SP), e morrendo de medo que a Arya entrasse lá e também caísse na armadilha.
      E para onde a Arya vai agora?? Coitada, literalmente sem norte e nas mãos do Cão! Eu estou lendo o 1º livro, então não sei o que ainda vai rolar, mas torço muito para que seja ela que corte a garganta do Joffrey na frente da Cersei (que será devorada por um dos lobos).
      E eu tenho Rains of Castamere no meu MP3, mas não vou mais conseguir ouvir, senão corro o risco de chorar no trem…
      P.S.: Há alguns dias eu fiz o teste da Super Interessante para ver de qual Casa eu seria em Westeros e deu Lannister, para minha vergonha. Só Tyrion salva.
      P.P.S.: Desculpe por escrever tanto, é que desde a morte do Ned eu não ficava tão chocada.
      P.P.P.S.: É impressão minha ou o Walder Frey é o zelador Filch, de Harry Potter? Se for, já são três atores da franquia que estão na série (menos a Catelyn, agora).
      #TheNorthRemembers

      • Marcos

        É impressão minha ou o Walder Frey é o zelador Filch, de Harry Potter? Se for, já são três atores da franquia que estão na série (menos a Catelyn, agora).

        É ele mesmo.

        • Eryck

          A maioria dos atores da série são britânicos. Por isso essa coincidência com HP.

          • Inah

            E skins e misfits!

        • Tava comentando isso com um amigo meu. Não bastou ser odiado como Filch, ainda foi fazer o Walder Frey. uhauhauhauha

      • Não precisa pedir desculpas por escrever muito não, Dani, eu gosto de comentário grande e com um episódio desses, é ainda mais dificil de se controlar.

        Spoiler é uma praga, antes de ler os livros eu também peguei vááários durante a segunda temporada, por isso assim que ela acabou, cuidei de devorar os 5 volumes em alguns meses. Mas não ia adiantar nada saber de tudo memso… Eu passei uma semana me “preparando” pra ver a cena e ainda assim foi tão impactante como se eu não soubesse o que ia acontecer.

        Ouvir Rains of Castamere agora jamais será a mesma coisa, sem dúvida. E eu tb fiz esse teste da Super, mas no meu caso deu Stark. uhauhauha

    • Luna

      No livro o Robb é um adolescente. Isto explica sua imaturidade.

    • Obrigado pelo elogio, Lu! E eu entendo perfeitamente seu ponto de vista. E, apesar de sempre ter gostado do Robb, concordo que ele fez muita besteira, especialmente o casamento com a Talisa. Não que justifique alguma coisa, mas o Robb sempre agiu por impulso e, como nos livros ele tem apenas 14 anos, entendo um pouco as atitudes equivocadas que ele tem.

      Eu tb tinha certeza que a Talisa era uma traidora, me surpreendi com a cena das facadas.

  • Renato

    Alexandre poderia deixar esse espaço para os comentários sem spoilers e abri outra página para os com spoilers, já vi isso em outra reviews pela net, seria uma boa já que a série é sobre um livro.

    • É uma boa ideia, Renato. Como semana que vem já é o season finale, logo após eu vou pensar em algum post pra discutir a temporada e os livros, as mudanças, as expectativas, pra debater isso com quem já leu os livros tb.

  • sloan

    Só tenho uma coisa a dizer sobre esse episódio: Q O Norte Se Lembre e Se Vingue por Ned, Robb, Catelyn, Vento Cinzento, Arya,Lady,Nymeria, Bran, Rickon e até mesmo Sansa… Pq q família sofrida desses Starks q amamos. Por favor Martin nos dê justiça por eles, vc matou nossos tão queridos personagens, nós(leitores e telespectadores) merecemos q O Norte Se Lembre!! ;(

    • Você lembrou até da Nymeria. =(

      Esse episódio foi um baque mesmo. Os Stark eram os mais queridos.

  • Monique

    Chorei de novo lendo a sua Review.
    Preciso dizer que a Michelle fez um trabalho incrível, ela conseguiu transmitir todo o desespero de uma mãe implorando pela vida do seu primeiro filho, eu como mãe entrei em desespero por ela.
    E o que dizer do Robb Stark despedaçou meu coração com aquele Mother essa cena não sai da minha cabeça
    Amo os Starks e estou completamente arrasada com o ruma que essa família esta levando.
    #ThekingOfTheNorthIsDead

    • A Michelle estava realmente incrível, Monique. Tem se falado muito na internet da performance dela. Espero que seja ao menos indicada ao Emmy (tem gente achando que ela até mesmo pode levar).

  • Mortified, totally devastated!!!! Eh o que da pra esboçar nesse momento!!!! Que cena triste, cruel, avassaladora… Meu deus, the king of the north is dead!!!!!! Unf*believable!!!! Eu que ainda nao li esse livro, estou em estado de choque!!!!! Que cena forte!!!!

    Agora, há de se convir que esse autor tem culhoes…. Pq matar o Ned foi dificílimo de assistir e superar, mas a morte de Rob e de cate foi simplesmente angustiante, nao que ambos tivessem carisma, pq pra mim pelo menos, nenhum dos dois tinha, mas que foi painfull, foi!!! Hands down! Foi inacreditável!!! O autor tem que ter muita confiança na sua prosa pra matar três personagens tão significativos na trama dos tronos…e ainda assim, arrastar milhões de fãs pra assistir e ler as suas estórias!!!! Parabéns, George Martin!!!!! Que fabula sensacional de acompanhar!!!

    Agora, em relação ao Rob, poxa, eu torcia por ele, única e exclusivamente, pelo fato de ele ser o avenging son, you know?!ele era o cara que ia vingar a morte do Ned, a destruição de winterfell, as humilhações da sansa, a queda de Bran, a morte de meistre Luwin… E agora, minha gente, quem vai tomar esse papel pra si??? Pq a morte do Ned nao pode sair impune!!! Seria triste e injusto demais!!! Cruel!!! Aff, também nao se pode negar que o Rob estava fazendo besteira atras de besteira, primeiro, casou com a talisa e depois matou o karstark, e bem antes me manda o Theon (por onde anda, aquela pobre alma???) pras ilhas de ferro sozinho??? Pessimas decisões atras de péssimas decisões… Ninguém pode negar…era realmente uma questão de tempo pra um rapaz de 15 tropeçar nos seus erros e por fim, cair!!! Triste, comovente… Esse episódio foi digno de um emmy ou golden globe!
    R.I.P Rob and Catelyn!! The north will always remember!!!!!!!

    • Eu sentia o mesmo pelo Robb. Mesmo com todas as burradas e decisões equivocadas, residia ali, nele, a esperança de ver o Ned vingado. O Martin desfaz heróis com a mesma maestria que os cria, e isso é o mais legal da obra dele. Tudo pode acontecer, não tem um protagonista, todos tem seu espaço e ninguém está a salvo. É agridoce, mas é um retrato da vida.

  • Dri

    Olha, mesmo já tendo lido o livro e esperando por isso, ver a cena toda realmente é angustiante. E o silêncio do final então torna tudo mais triste…

    • Eu estava esperando que tocasse Rains of Castamere no fim tb. O silêncio foi um soco no estômago.

  • Laís

    Fiquei muito triste com esse episódio, foi realmente chocante e os atores desempenharam um excelente papel. Mas esses Stark, que diabo é isso, foi macumba pra cima deles? Acontece tudo que é coisa ruim…

  • Wander

    Sem palavras para descrever os sentimentos após assistir esse episodio!!!!

    Review Excelente Alexandre.

    Não estava preparado por esse momento. E não consigo mais dizer nada!!!!

    • Obrigado, Wander!

      Eu achei que estava preparado… até assistir.

  • Jeniffer

    Chocada! Chocada! Chocada!
    Eu não li os livros, então fui pega totalmente de surpresa. Apesar de sem querer ter visto um spoiler (malditos spoilers!) de que Robb Stark morreria em algum momento, nunca pensei que seria ali. Pensei que seria em batalha, quando eles atacassem o Porto Real, provavelmente seria morto por um Lannister, enfim… mas nunca pensei que seria do jeito que aconteceu, e que morreriam junto a esposa, o futuro filho, a mãe e até o lobo!
    Depois que acabou o episódio fiquei uns 5 minutos parada, olhando pra tela do computador, tentando processar tudo que eu tinha acabado de ver. Depois vim aqui ler a review, mas não consegui escrever nada, precisei de uma noite de sono para clarear as idéias.
    E eis que os Starks estão sendo dizimados, agora o que resta é um bastardo e um bando de pirralhos. Triste, triste, triste… mas triste ainda pela Arya, que depois de tanto tempo esteve tão perto de sua mãe e seu irmão, mas chegou tarde demais.
    O que resta agora é torcer muito pela Daenerys e seus dragões nessa season finale, que dificilmente vai superar o choque que foi esse episódio, mas que promete ser de arrepiar!
    Ainda em choque, ainda em choque, ainda em choque…

    • O choque foi grande pra todo mundo, Jeniffer, mesmo quem já sabia o que ia rolar. Eu assisti na HBO no domingo e mal consegui dormir. Só escrevi a review depois de rever na segunda à tarde.

      Acho que o finale vai ser muito bom (pra coroar a temporada sensacional), mas não acho que supera esse.

  • João Dapal Madas

    Sabe porque a Arya vai ter sucesso onde o pai, a mãe e o irmão mais velho fracassaram?

    Porque o pai, a mãe e o irmão mais velho queriam justiça, enquanto a Arya quer vingança.

  • Sandra Gomes

    Eu mesmo tendo lido os livros, também estou passada. chorei pelas mortes de Vento Cinzento, Robb e Catelyn, muito triste!
    Robb fez uma série de cagadas como casar com a Talisa e matar o o velho aliado Karstark, mas mesmo assim ele não merecia esse triste fim.
    E que raiva daquele velho Frey com sua risada de escárnio, de Roose Bolton com seu olhar malicioso. que eles tenham uma morte bem dolorosa nas mãos de Arya!!
    Tenho comigo uma teoria de que a Talisa era uma espiã do Tywin Lannister ( na segunda e terceira temporada vc vê ela escrevendo cartas mais de uma vez,suspeito!). só que como ela engravidou do Robb, para os traidores ela era apenas mais uma peça e não poderiam deixar vivo um herfeiro do Rei do norte, por isso a mataram também.

    • É uma teoria interessante, Sandra, eu também tinha pra mim que a Talisa era uma espiã. Talvez a gente descubra mais sobre isso no season finale, se for verdade.

  • elisa

    Excelente review!!!
    Depois do choque inicial (obviamente só pra quem não leu os livros), meu único problema é que agora não torço mais pra ninguém vencer a guerra dos tronos!!! Torcia para Robb ou Daenerys. Com o Robb fora do pedaço e a Dae virando uma bitch, nem ligo mais…. O Stannis nem fede nem cheira e podia morrer amanhã que nem ligaria. O resultado é que a série perdeu GRANDE PARTE do meu interesse. A não ser que a próxima temporada me envolva mais com outros personagens, não me vejo mais tão empolgada assim pra assistir. uma pena.
    Se o Frey amanhã morrer de uma longa e torturante doença com muita dor e angústia, não lamentarei nem um pouco…

    • Obrigado, Elisa!

      Eu sabia que esse desânimo ia se abater sobre alguns, mas deixa eu te dar um conselho: Não larga a série não, segue firme que já já vc se empolga de novo. O nível continua altíssimo, mesmo com a dizimação dos Stark.

      • elisa

        ‘dizimação dos Stark’, rsrsr! Parece isso mesmo. Só eles morrem 🙁 !
        Vou seguir seu conselho Alexandre: vou insistir pra ver se melhora a empolgação. Valeu!

  • Bruno Martins

    Acho que o Robb deveria ter escutado a mãe dele a principio. ela avisou ao Ned pra não ir pra Porto real, ela avisou pro Robb não se casar com Talisa, ela avisou pra não enviar Theon pro pai dele, avisou pra não cortar a cabeça de kastark.

    • elisa

      Pois é, Catelyn tava certa em todos os seus outros conselhos, menos no último (se unir a Frey)….justo esse o Robb resolve ouvir. putz.

      • Bruno Martins

        Robb pediu “conselho” por ultimo pra se sentir seguro na decisão que estava tomando, ela sabia que não era boa ideia e ela tb não tinha ideia que os freys iriam cooperar, mas ela queria acima de tudo que os lannister sofressem tanto quanto ela, ela perdeu tudo, a casa o marido pensa que os filhos estão mortos as filhas prisioneiras. e a unica pessoa que ela tem como norte era o Robb, ela ja estava morta quando viu ela morrer, o corte no pescoço era apenas um detalhe. me veio um frio na espinha quando escutei “As chuvas de Castemere” logo pensei “é cilada Binoo”.

        • elisa

          Pois é, Bruno, o conselho dela foi contrário aos instintos dela: ela sabia que não era uma boa idéia e ainda assim apoiou o Robb. O fato é que ela o aconselhou a seguir adiante com o plano. Falha dela e do Robb.
          Só estava apontando a ironia da situação.

    • Moral da história: Sempre escute sua mãe.

  • Helena

    Ótima review!
    Eu já sabia que isso aconteceria, meu irmão querido havia me contado, mas foi muito triste e chocante ver a cena. Mas sabemos que foram as escolhas erradas do Robb que garantiram este fim para ele e sua mãe. Não me conformo com o que ele fez: como ele quebra a promessa de casar com uma das filhas Frey, mata um de seus principais aliados e depois vai pedir ajuda para o Frey? Não fez sentido, acho que o George cansou desse núcleo e pensei na maneira mais brutal de dar um fim neles, pelos motivos mais insensatos quando se está em guerra.

    Por fim, acho que o pessoal deveria evitar spoilers aqui, tem gente (como eu) que gosta de ler os comentários, mas acaba se dando mal! Não custa nada se conter a comentar só o que já aconteceu na série.

    • Eu acho que saber que foram as escolhas do Robb que levaram a esse momento deixa tudo ainda mais difícil e doloroso.

      E obrigado, Helena! Eu sempre tento deixar essa área livre de spoiler, porque sei que tem mesmo uma galera que só acompanha a série e não quer saber o que ainda vai acontecer.

  • Ednilson Silva

    Excelente post Alexandre, concordo com tudo que vc disse, e eu como não li os livros e não sabia o que ia acontecer também fiquei de queixo caído com esse episódio do G.O.T., especialmente pela maneira como foram construídos os acontecimentos de maneira incisiva e chocante, porém muito bem elaborado.

    • Obrigado, Ednilson.

      Também achei tudo muito bem construído mesmo. E olha que eu tava esperando muito!

  • Matheus

    Eu realmente fiquei chocado com esse episodio, enquanto assistia fiquei pensando, “só pode ser um sonho, alguém ta sonhando não deve ta acontecendo isso” kkkkkkkkkkk. Agora estou extremamente curioso com a continuação da série, tantas perguntas na minha cabeça, quem vai pegar o lugar de Robb ? Jon snow ? Eu não li os livros, então pra mim foi total surpresa oque aconteceu, mais em momento algum fiquei com vontade de parar de ver a série, mesmo todos os personagens que eu estava “torcendo” morressem, como foi no caso do Nedd, fiquei chocado também, mais esse ultimo episodio foi foda, só achei que Robb não merecia morrer assim, morrer em uma batalha seria muito melhor e mais honroso. E sei la, as vezes penso que o George odeia os Stark heuehuehueh

    • A gente tem certeza de que o George odeia os Stark. haha Embora ele jure negar.

      Eu gosto dessa imprevisibilidade da série (e dos livros tb) onde a qualquer momento qualquer um pode morrer. 5 livros depois, eu já me aprendi a não me apegar a ninguém. ahuauhauha

  • Bruno

    Eu não estava preparado para esse vermelho no casamento. Quando ouvi a respeito pensava que era algo relacionado a bruxa (que só veste vermelho) com Stannis, ou o bastardo Baratheon, nunca com Robb e a mãe.

    Jon Snow evitou que Ygritte lutasse ao seu lado por que? Temia que ela morresse ou não sentia nada por ela? Uma mulher rejeitada é algo a ser temido e prevejo tempos sombrios para Snow.

    O que é irônico, porque afinal é ele o homem mais velho ainda vivo da casa agora. Com Sansa casada com o duende, Arya ainda em fuga (embora protegida) com o Cão e Bram indo para o norte da muralha, cabe ao bastardo Stark assumir a casa e buscar a compensação pelo que aconteceu a sua família.

    Continuo torcendo pela loirinha, embora acredito que ainda vai dar confusão o tanto de asseclas apaixonados por ela que a cercam, cada qual tentando mais provar seu valor (basta ver os 3 que foram invadir o castelo, que até o velho que não sei o nome queria ir também)

    O pobre do Sam acabou ofuscado devido ao restante dos acontecimentos. Não se tocou da lâmina do dragão nem nada.

    • Você não foi o único que achou que o vermelho era uma referência a Melisandre, Bruno. Vi muita (muita mesmo) gente compartilhando do mesmo sentimento. No fim das contas, ninguém imaginou que significava o sangue dos Stark derramado.

      E esse problema de “ofuscar” às vezes acontece nos livros também. A série consegue trabalhar isso até melhor. Às vezes ficamos 70 ou 80 páginas sem ouvir falar em algum personagem. Outras vezes até um livro inteiro!

  • Edna

    Alexandre, não sei vc, mas depois que li a narrativa do casamento vermelho, comecei a ler os capitulos sempre com um pé atras. Não achei que depois da morte do Ned, o escritor teria tanta coragem para mais maldades…rsrs. Sempre lia os capitulos com medo de virar a próxima pagina…hahaha
    Sou aquela que reza para o velhinho não morrer também e me deixar em estado de choque por não ver quem sentou de fato no trono de ferro.

  • Renilson

    Assisti ao episódio sem muitas expectativas, e como em todos dessa temporada, o suspense vai aumentando, aumentado… e no fim fica aquela sensação de espanto e a vontade de gritar CARALH……
    GOT é uma daquelas séries que você fica esperando com muita ansiedade para assisti e quanto está assistindo, fico o tempo todo pedido… NÃO ACABA AGORA, NÃO ACABA AGORA, NÃO ACABA AGORA… Muito bom!!!

×