Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Leverage – 5×15 The Long Goodbye Job (Series Finale)

Por: em 2 de janeiro de 2013

Leverage – 5×15 The Long Goodbye Job (Series Finale)

Por: em

Esta é a review de despedida de LeverageEsta é a primeira review de um Series Finale que eu faço e é realmente diferente do que escrever qualquer outro postLeverege é uma série que eu gosto muito e por isso quero dizer que o final foi absolutamente fantástico. A conclusão do drama foi digna de uma série de primeira: redondinha, sem pontas soltas, emocionante e ainda dá espaço para um possível spin-off (a gente pode sonhar, né?).Podemos dividir The Long Goodbye Job em duas partes: A primeira, em que Nate está contando sua história e a segunda, que começa no momento em que vemos o tão famoso copo de whisky sendo colocado na mesa por SterlingNate conta para a agente a história de um trabalho que deu errado. A princípio, parecia que o golpe seria contado por flashbacks, até descobrimos que na verdade o golpe só começaria mais tarde no episódio. O time enfrenta novamente o Steranko, sistema de segurança fortíssimo que foi aperfeiçoado baseado na forma de agir da equipe. A história contada por Nate, que acabou em tragédia, me deixou agoniada. Já imaginava que não era verdade, mas não vou negar que senti um frio na barriga.

Esta primeira etapa foi interessante, com muitos paralelos à coisas que aconteceram anteriormente na série, como a cena do elevador, praticamente igual à cena do primeiro episódio, The Nigerian JobNate estava perfeito em sua atuação, que para mim, foi a sua melhor performance da série. Mesmo tendo certeza de que era mentira, eu quase acreditei nele. Até que ele, com sua modéstia habitual, conta para a agente Casey como ele sabia que estava na Torre Highpoint.Mas coloquei um sorriso no rosto quando vi o copo. Isso porque o copo significava que Sterling apareceria e eu jamais seria feliz se Mark Sheppard não estivesse no series finale. A partir deste momento, a perfeição começa. Todas as pontas soltas da série são amarradas e tudo começa a fazer sentido. O que o time estava procurando na Torre Highpoint era o Livro Negro, quem contem informações suficientes para destruir a maioria dos ricos e poderosos. Esse arquivo ficaria nos servidores da torre por apenas um curto período e a equipe precisava roubá-lo neste exato momento.

Foi aí que descobrimos qual era o grande segredo de  Hardison Nate. A mudança para Portland foi feita exatamente para realizar este último golpe. Isso significa que os dois ficaram um longo tempo planejando e preparando o plano. O flashback que contou o que realmente aconteceu não pode ser descrito de outra forma além de perfeito. Nate como o oficial, Sophie fingindo ser várias pessoas ao telefone, Sophie atuando maravilhosamente como Lady MacBethEliot revirando os olhos enquanto fingia ser baleado. Adorei o fato de Sterling ter deixado Nate se safar para retribuir o favor de 4×10 – The Queen’s Gambit Job. Adorei porque Sterling é tão inteligente quando Nate e não faria sentido ele ser enganado daquela forma.O importante é que eles conseguiram o Livro Negro, com material suficiente para muitos golpes. O que resultou no final mais lindo de todos: Nate pedindo Sophie (ou Laura) em casamento e passando o seu legado para Hardison, Eliot e Parker. Fiquei muito feliz com o final principalmente porque já faz um bom tempo que a série caminha para esse momento. Já havia comentado em outras reviews que Nate parecia estar preparando a equipe para agir sem ele. O que não esperava era que a mudança para Portland fosse tão importante.

Como vocês podem perceber, amei o finale. Sentirei muito a falta da série e principalmente de seus personagens, que são provavelmente os mais carismáticos do mundo das séries. Foi um prazer acompanhar a série com vocês nesta última temporada e discutir sobre todos os episódios. Agradeço a atenção de todos e agradeço principalmente à Andrezza e a Keila, que sempre comentaram todos os detalhes dos episódios comigo, inclusive o senso de moda de Eliot.

P.S.: Para quem não sabe, o copo que Sterling deu para Nate já apareceu várias outras vezes na série. Desde os tempos em que os dois trabalhavam juntos, eles tinham o costume de passar o copo para quem tinha a vantagem em alguma situação. Em vários momentos  da série esse copo muda de mãos. Nada mais justo que Nate terminar a série com o copo. Não sou tão observadora para perceber o fato sozinha, li isto aqui.

We provide… Leverage.


Keyla Mendes

Uma paulista vivendo em Minas esperando pacientemente o momento de sair para conhecer o mundo. Ou, quem sabe, o universo... Tudo depende de um certo Doutor e sua cabine mágica.

Lavras / MG

Série Favorita: Joan of Arcadia

Não assiste de jeito nenhum: Séries médicas

  • Episódio perfeito, acho que nenhum fã ficou decepcionado ou triste com esse ep. todas as referencias ao piloto, cada personaggem mostrando seu melhor e seu crescimento, Sterling, foi tudo perfeito, o que me deixa mais triste de como uma série tão boa acabou.

    Xará, se pra nós fãs foi dificil se despedir, imagina pra vc como fã e reviwer. Obrigada pelo carinho e eu que agradeço pelas reviews.Agora temos que arrumar outra série pra discutirmos no twitter. hahaha

    • Vamos encontrar outra série para discutir no twitter, porque está é a diversão! =)

      Adorei escrever as reviews e adorei comentar com você =D

  • gente, esse série é de que? nunca vi. ela é boa? qual a proposta? me contem um pouco do que acontece ao longo dela. é boa de acompanhar?

  • Fernanda

    Eu acho que mesmo tenha acabado,esses atores/personagens pelo menos por mim serão sempre lembrados como Nate,Sophie,Eliot,Hardison em qulquer série que os veja,pq é como tu disse, Leverage tu acaba assistindo mais por se importar com os Personagens do que com a propria história…
    E eu espero que tu esteja certa e que um dia tenha uma spin-off!!

    • Os personagens são realmente muito fortes. Também sempre relacionarei os atores com esses personagens.

      Eu acho que o episódio deu abertura para ter um spin-off. Cruzo os dedos para que alguém tenha disposição de produzir ele. Assistiria com certeza! =)

      • Poderia se fazer mesmo, a TNT fez o mesmo com The Closer onde a protagonista saiue um outro coadjuvante importante , a série mudou o nome mas continua com os mesmo personagens,lugar, e está fazendo um grande sucesso e já garantiu 2 temporada.

  • Andrezza

    Keyla,
    Estou adiando meu comentário há vários dias. Um pouco pela correria do dia-a-dia e talvez muito por não querer dizer adeus. Confesso que minha ficha ainda não caiu, me recuso a acreditar que não verei mais Nate criando planos brilhantes, Sophie usando todo seu charme pra enganar alguém, Hardison invadindo sistemas de segurança de última geração, Eliot precisando cortar o cabelo e Parker escalando prédios.
    Leverage foi (e olha eu usando verbo no passado – agora sim meu comentário tá em clima de despedida, snif, snif) uma grande companheira em vários momentos, trazendo um pouco de apreensão e muitos momentos cômicos pra mim.
    Felicidade total ao descobrir que o APX ganhou em 2012 uma fã de Leverage tão inteligente, dedicada e divertida como você pra compartilhar suas impressões com a gente.
    Muito orgulho em estar por aqui toda semana pra comentar 😉
    Agradeço de coração o seu empenho em levar a série até mais pessoas.

    • Muito obrigada! Foi um prazer compartilhar as minhas impressões sobre a série com vocês! =)
      Também mal posso acreditar que não teremos mais temporadas de Leverage. Mas fiquei feliz de ter tido a oportunidade de acompanhar a temporada final aqui no blog. Foi um prazer muito grande! =D

×