Séries fofas para maratona

23 de julho de 2014 Por:

Sabe aquela série fofa, que você assiste pra relaxar e ter momentos leves na frente da TV? Aquela que mesmo quando mostra plots de drama, consegue ser leve e por muitas vezes, emociona? Pensando nesse estilo, montamos um top dessas séries, até mesmo como sugestão pra maratona, enquanto a fall season não chega.

Being Erica

Por 

Being-Erica

Uma série de fantasia sobre uma mulher (Erica) que tinha tudo para ser alguém na vida, mas se vê perdida, sem saber para onde ir, até que encontra um psicólogo capaz de fazê-la voltar ao tempo e consertar o que acha que fez de errado. Se você tem receio das tramas com viagem no tempo, fique tranquilo: os erros “consertados” da Erica nem sempre interferem em seu presente, servindo mais como forma de aprendizado. Com essas viagens,  Being Erica convida o telespectador a também repensar algumas escolhas que tomamos e sempre nos divertimos com muitas das situações sem noção que a Erica acaba se enfiando. A série tem somente quatro temporadas.

Chasing Life

Por 

Chasing-Life

Chasing Life é a nova série da ABC Family e só por isso a série já é fofa. A série conta a história de April, uma jovem jornalista que descobre que tem câncer. Ok, essa sinopse não te faz pensar que a série seja fofa ou que seja uma forma de você desligar do mundo por uma horinha. Mas ela é. A leveza com que a série lida com a doença é impressionante e você quase esquece o quão carregado o tema é. Além disso, Chasing Life usa de tantos outros plots além do câncer – um novo romance da mãe, a irmã rebelde, a avó apostadora, o romance no escritório, etc – que você nem percebe que os 40 minutos já acabaram e tem que esperar uma semana para um novo episódio.

Drop Dead Diva

Por Drop-Dead-Diva

Uma comédia romântica fantasiosa não poderia ser nada além de fofa. Deb é uma aspirante a modelo que morre em um acidente de carro. Porém, ela ganha a chance de voltar à Terra, mas no corpo da Jane, uma advogada gorda e super competente. Nas primeiras temporadas, acompanhamos a Deb se adaptando ao novo corpo (e todos os preconceitos que os gordos sofrem), mas sempre temos a justiça sendo feita, tanto no lado pessoal quanto no tribunal. Completam o elenco de Drop Dead Diva: Stacy, a melhor amiga da agora Jane e uma garota super doce; Fred, o anjo da guarda da Jane, um tanto atrapalhado; Grayson, o “príncipe encantado”, entre outros. Os episódios têm pelo menos um “caso da semana”, onde a maioria é resolvido com leveza e seriedade, em todas as suas seis temporadas.

Gilmore Girls

Por Renata

gilmore-girls-1

Algumas coisas podem definir Gilmore Girls bem rapidamente: cultura pop, personagens apaixonantes, diálogos rápidos,senso de humor sem igual e vício por café. Mas nada disso chega perto da verdadeira essência da série: as relações familiares. Se de um lado temos Lorelai e Rory, mãe e filha que são melhores amigas, do outro temos Emily e Lorelai, mãe e filha com dificuldades no relacionamento por causa da diferença de temperamento e visão de mundo. No meio disso tudo, temos Richard, marido, pai e avô, com um gênio muito mais parecido com o de Emily do que com o de sua filha e neta, mas cheio de boas intenções. E ainda temos a relação das garotas Gilmore com a pitoresca cidade de Star Hollows, que é repleta de habitantes exóticos (e que mereciam seus próprios spin-offs), como Taylor, o prefeito e dono de mercado que tudo vê, Miss Paty, a fogosa professora de dança e coreógrafa da cidade e Kirk, o cara de 30 anos que mora com a mãe, não tem namorada e em cada episódio tem uma profissão diferente. É difícil pensar que, juntando tudo isso, o resultado seria uma série de alta qualidade, leve de assistir e indispensável no currículo dos apaixonados por dramas familiares e do gênero young adults, mas isso realmente acontece e a série vai muito além disso, criando um universo próprio e muito encantador. Arrisco a dizer que essa é não só uma das melhores séries que assisti na vida, mas também uma das que mais me ensinou sobre família e amigos. Faça um favor a si mesmo e dê uma chance às Garotas Gilmore: você não vai se arrepender (as chances é que você se vicie pela série do mesmo jeito que elas são viciadas em café. Você ainda não sabe, mas isso diz muito).

Hart of Dixie

Por 

Hart-Dixie

Uma médica de Nova York vai parar em uma cidadezinha do interior e ali descobre que charme e agitação não são só parte das metrópoles. Um plot destes não nos diz muita coisa, mas é só assistir ao piloto de Hart of Dixie para se ver conquistado pelo charme vintage de Bluebell. Até o nome da cidade é uma graça! Lá você encontra o sotaque do sul dos Estados Unidos (“dixie” é uma gíria para se referir a estes estados) e seus habitantes: o prefeito ex-jogador de futebol americano sempre disposto a ajudar a Zoe, a nossa protagonista; o bad boy Wade, o adorável advogado George e sua noiva Lemon, que começa como antagonista de Zoe até no jeito de se vestir – como se estivesse nos anos 1950, enquanto a médica usa shortinhos –, mas depois se revela uma pessoa de coração enorme e um forte senso de justiça. Para uma cidade do interior, Bluebell é bem agitada – e não é só pela presença da Zoe. Hart of Dixie tem, por enquanto, só três temporadas, dá para assistir rapidinho.

Life Unexpected

Por Renata

lux-life-unexpected

“Você e alguém tiveram uma criança. Vocês abandonaram essa criança. Eu sou essa criança.” Essa é a premissa básica de Life Unexpected. Uma adolescente que viveu em diversos lares adotivos e decide ir procurar os pais biológicos é clichê? Sim. Mas quando essa história é recheada de personagens carismáticos (a protagonista nem tanto, mas vamos esquecer essa parte), você simplesmente esquece que já viu versões dessa história umas trezentas e doze vezes e senta para assistir mais uma. Lux é a tal menina abandonada que sai em busca de seus pais, o encantador dono de bar Baze e a neurótica radialista Cate, para conseguir se emancipar. Uma juíza decide que Lux não está pronta para tomar este caminho e decide dar a custódia da menina para os pais, que não se viam desde o colegial. A partir daí, os três vão se adaptando a este novo estilo de vida, além de mudar a vida dos que estão ao seu redor: Cate tem um noivo, Baze divide um apartamento em cima do bar com mais dois amigos e Lux tem uma amiga e um namorado da época do orfanato. Pode até soar como um filme qualquer, que nem daríamos atenção se estivéssemos zapeando os canais da TV, mas pode acreditar: Life Unexpected tem um roteiro bem escrito, um excelente desenvolvimento de personagens (principalmente dos adultos) e aquela faísca que faz a gente se apaixonar e querer assistir o próximo episódio. E o próximo. E o outro depois daquele…

Melissa and Joey

Por Aline

 

Melissa-Joey

Melissa & Joey conta a história de uma tia que de repente fica com a guarda de seus sobrinhos já que sua irmã se envolve num escândalo financeiro e acaba sendo presa. Sabendo das dificuldades de criar os adolescentes, Mel, na procura de uma ajudante, conhece Joey, um jovem empresário que perdeu todo seu dinheiro no mesmo escândalo, e acaba por contratá-lo para auxiliar nas tarefas de casa. A vereadora de Toledo, não tem naturalmente um instinto materno, mas faz de tudo para manter o equilíbrio da casa. Todos os personagens mostram um pouquinho de como suas personalidades tão diferentes podem construir uma família.
Melissa & Joey é deliciosa, engraçada e viciante, quanto mais você assiste, mais curiosa fica. Além disso, os protagonistas são o tipo de casal que são um casal e apenas não sabem disso ainda. Os diálogos entre Mel e Joe são sempre os melhores, cheios de caras e bocas, inteligentes, irônicos e divertidos. Não tem como não se apaixonar por essa série. É definitivamente uma comédia familiar marcante.

Necessary Roughness

Por Camila

NECessary- ROUGHNESS

Necessary Roughness é uma daquelas séries que te encantam logo no primeiro episódio. Apesar da premissa ser dramática, a Dra. Dani Santino encontra o seu marido com outra, pede o divórcio e tem que trabalhar muito para manter o seu estilo de vida e o dois filhos adolescentes, é uma série fofa e engraçada. Dani é psicoterapeuta e conhece por acaso num bar Matthew Donnally, um dos treinadores do New York Hawks, time de futebol americano da liga principal. Donnally a chama para ajudar numa crise com um dos seus principais jogadores, Terrence King. A partir daí aparecem muitos pacientes famosos buscando ajuda em tempos de crise. O seu trabalho com os Hawks continua, e sua vida pessoal é sempre misturada com a profissional, coisa que a Dra. Santino desaprova mas não consegue controlar muito bem. Aliás, se ela lida muito bem com pacientes, a sua vida pessoal é bem confusa. Então vemos em cada episódio um novo drama, a Dra Dani Santino ajudando as pessoas a superarem seus medos, e também vemos o seu lado carinhoso, preocupada com todos que a cercam. Claro que também tem romance na série, porque ninguém é de ferro. Necessary Roughness tem três temporadas completas com 38 episódios.

New Girl

Por Marina

new_girl

Se você está procurando uma série para um dia de bobeira, sem te obrigar a pensar em nada, mas que também não é completamente vazia, New Girl é uma excelente opção. Ela é encabeçada pela fofa da Zooey Deschanel, que é muito bem escoltada por três rapazes tão carismáticos quanto ela. No primeiro episódio é um pouco difícil de acreditar que aquela menina, que só te faz sentir envergonhada por ser tão esquisitinha, vai conquistar um espaço no seu coração. Jess é autêntica e sincera, como todas gostaríamos de ser, mas que nos falta coragem, e Nick, Schmidt e Winston são os melhores roomates do mundo (e de quebra-galho Jess ainda tem Cece como amigona para toda hora). A sitcom da FOX tem tudo que uma série fofa merece ter: comédia, romance e drama, na medida certa. Quando você menos esperar, os cinco amigos de Los Angeles já terão dominado o posto de uma de suas séries favoritas, já que tem roteiro leve, boa trilha sonora (quando aparece) e boas tiradas do mundo pop. Está sem série em mente para começar a assistir? Então dê uma chance para New Girl!

Signed, Sealed Delivered

Por Andrezza

Signed-Sealed-Delivered

Signed, Sealed Delivered é a típica série que não inventou a roda, mas que sabe trabalhar os clichês e trazer leveza, alegria e emoções em cada episódio. A trama gira em torno de uma equipe de funcionários dos correios dos EUA responsável por entregar cartas e encomendas que ficaram perdidas por ausência de endereço completo e correto de entrega e do remetente. Pra serem eficientes, eles acabam ultrapassando as paredes do escritório e formando uma espécie de equipe de “detetives”, sempre buscando um final feliz pra remetentes e destinatários. Os casos da semana sempre me emocionam, especialmente pela delicadeza e simplicidade com o roteiro narra a história. A primeira temporada da série tem dez episódios.

__________________

E você, conhece alguma das nossas séries fofas? Tem mais alguma sugestão pra compartilhar? Falta alguma dessas na sua lista? Tá esperando o quê? Arruma a sala, prepara a pipoca, convide os amigos e vá se divertir!

Mineira apaixonada por séries policiais, dramas jurídicos e séries teen de qualidade (Saudades, Greek!).

Belo Horizonte - MG

Série Favorita: Grey´s Anatomy

Não assiste de jeito nenhum: House

  • Jeniffer

    Gilmore Girls pra sempre no meu coração!!! <3

    • Gilmore Girls é única. Vc tem razão. É a minha preferida. Nunca vi nenhuma série melhor.

  • Daniela

    Vocês comentam tanto sobre Gilmore Girls que estou pensando seriamente em começar a assistir (assim que tiver um tempo nos estudos), afinal, foi graças a textos como esse do Apaixonados por Séries que eu comecei a assistir Doctor Who, que se tornou a série que mais amo no mundo!
    E lhes agradeço imensamente pelas dicas! 😉

    • Thayse

      Gilmore Girls é MUITO AMOR!! Nossa, recomendo demais que assista mesmo, rsrss. Uma amiga minha viva p me convencer a ver e olhe, agradeço ela até hoje hehehe

      Ps. Doctor Who <3 Na expectativa p próxima!! 😉

  • Su

    Que post fofo! Mas nem devia ter lido 😉 a lista de séries a ver só aumenta e o tempo não estica… Várias delas já tinha vontade de ver faz tempo, depois de ler então ainda aumentou mais a vontade!

    Being Erica é uma das minhas séries favoritas e das que mais deixou saudades 🙂 Life Unexpeced acabou prematuramente mas foi muito boa de acompanhar, apesar de achar que a segunda temporada não foi tão como a primeira..

    As dicas pessoais que acrescentaria como grande fã de séries fofas seriam: Switched at Birth, actualmente na 3ª temporada (adoro! série família bonitinha mas que sempre aborda temáticas interessantes e pouco exploradas na TV, como por exemplo a surdez. Recomendo vivamente neste género!) e The Carrie Diaries, o mais sentido cancelamento deste ano… pelo menos não deixou pontas soltas e tivemos o segundo ano de bónus com direito a conhecer a Samatha 🙂

  • Bianca

    Tenho muita vontade de começar Necessary Roughness de tanto que ouço você falar dela, Dezza 😉
    Tá anotadinho aqui com carinho =)

  • Kaio

    Tão feliz ver Signed Sealed Delivered aqui… 😀

    • Andrezza

      Kaio, eu comecei a ver a série por causa do comentário de um leitor, que no final das contas não lembro que é…
      Foi você quem deu a dica?

  • Jully Guedes

    <3 Amo Gilmore Girls de mais. Recomendaria Castle, que é uma dramedia excepcional, e Chuck que tá mais para comédia romantica.

  • Patrícia Melo

    Sou apaixonada por Hart of dixie, é uma serie de tirar o fôlego, os personagens são super carismáticos e o enredo é incrível. Essa é uma das minhas series preferidas.

  • Dinho Soares

    Todas Muito Ruins. Nem o Piloto da pra Assistir.

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

2 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

House of Cards e a Política Brasileira

3 semanas atráscomentarios

Primeiramente, #foratemer. E se você ainda não conferiu a última temporada de House of Cards, não se preocupe, esse texto não contém spoilers, – apenas reflexões. Pra gostar de House of Cards você precisa torcer pelos Underwood. Claro, a gente sabe o quanto eles são escrotos, mas é ficção, certo? Não tem problema torcer pelos vilões. Ou pelo menos era o que pensávamos em 2013, quando a série estreou. Mas de lá pra cá a política mundial virou de ponta à cabeça. Os Estados Unidos elegeram Trump e nós tivemos Temer enfiado goela abaixo. Isso sem contar os acontecimentos dignos da ficção, como a morte de Teori Zavascki, a delação do Joesley e os testes nucleares da Coréia do Norte. […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter