Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Sex and the City x The Carrie Diaries

Por: em 13 de Maio de 2013

Sex and the City x The Carrie Diaries

Por: em

carrie-satc
Com a renovação de The Carrie Diaries chegou a hora de analisarmos alguns detalhes do seriado. Praticamente easter eggs, alguns momentos da nova série da CW remetem a grandes cenas de Sex and the City. Vamos relembrar?

À frente do seu tempo

as roupas estruturadas
As roupas sempre foram uma grande parte de Sex and the City, e com The Carrie Diaries não é diferente. Carrie sempre teve uma predileção por peças únicas, que marcassem território e deixassem sua personalidade fashion à flor da pele.

Correndo de salto alto

correndo de salto
Conhecendo desde cedo o poder do salto alto, Carrie teve que aprender a correr usando Manolos. Claro, na década de 80 ela ainda não podia desfrutar dos famosos Manolo Blaniks, mas isso não a impedia de, desde cedo, usar saltos sempre altos que ajudasse  a disfarçar a sua estatura mínima.

Cosmopolitan

cosmopolitan
Foi em uma de suas primeiras visitas a Manhattan que Carrie conheceu o Cosmopolitan e não teve dúvidas, aquela certamente seria sua bebida preferida na cidade grande. Anos depois, ela continuou achando que aquela bebida avermelhada era a sua melhor amiga na noite.

Cupcakes

cupcakes
Cafés da manhã sempre foram ponto de encontro para Carrie e seus amigos, e quando seu metabolismo ainda era de uma adolescente, ela não dispensava os cupackes até mesmo na primeira refeição do dia! Com o passar do tempo, cucpackes se tornaram mais raros, mas sempre indispensáveis. Na série clássica, Carrie ataca um cupcake da Magnolia Bakery ao lado de Miranda. A cena fez tanto sucesso que a loja passou a fazer parte do tour SATC que acontece em NY.

Amigos gays

dançando com dois caras gays
Muito antes do casamento gay começar a ser discutido, Carrie já via com naturalidade preferências sexuais diferentes da sua. Tendo amigos homossexuais desde sempre, Carrie numa dispensou uma boa balada gay e, mais do que isso, sempre pôde contar com Walt e Stanford.

Desmaios

desmaiando nos bracos de homens
Desmaiar não é comum na vida de Carrie Bradshaw, mas quando acontece é sempre nos braços de algum homem lindo que faça parte da sua vida. Nos anos 80, foi no colo de Sebastian Kid que ela foi parar… Anos depois, o excesso de romantismo de Alexander Petrovsky acabou levando Carrie Bradshaw ao chão.

Esbarrando em namorados

esbarrando em futuros namorados-
O primeiro encontro de Carrie e Big todo mundo se lembra, no meio de NY, em plena luz do dia, ela se esbarra com Big, ainda vestida com a roupa da noite anterior, e deixa cair várias camisinhas… O primeiro encontro com George não foi diferente, só faltaram as camisinhas!

Escrever

escrevendo em janleas
Escrever sempre foi um costume de Carrie, principalmente perto de janelas! Nos anos 80, seu caderno era seu fiel companheiro, mas nos anos 200 ele foi substituído por um notebook – com o qual ela nunca se deu tão bem. Mas a verdade é que, independente do meio, o talento para a escrita sempre esteve latente em Carrie.

Limousine e Motorista

namorado de limousine e motorista
Quem pensa que Carrie começou a andar em limousines quando conheceu Big, se engana. Muitos anos antes, ela já tinha tido um namorado que dispunha do mesmo kit mordomia “limousine e motorista”: George. O riquinho, filho de amigos de seus pais, parecia gostar de impressionar a adolescente com a riqueza da sua família.

Anúncio no ônibus

o anúncio no ônibus
Larissa previu e décadas depois aconteceu, o rosto de Carrie foi parar em um anúncio num ônibus! Falando sobre o potencial que via em Carrie, Larissa Loughlin, editora da Interview Magazine (e primeira amiga de Carrie em NY), deixou claro que esperava grandes feitos da sua pequena pupila. E não é que ela estava certa?

Péssima motorista

péssima motorista
Dirigir nunca foi o forte de Carrie; mudar de marcha não é com ela, seja na década de 80 ou nos anos 2000. Sempre que precisou pegar num carro, Carrie teve probleminhas na direção… Mais um costume típico de nova-iorquinos que ela incorporou, acostumados a irem de táxi e de metrô pra todos os lugares.

Princesa Diana

princesa diana
Na série clássica Carrie cita o casamento da princesa Diana como um evento imperdível, tão fabuloso que chegou ao ponto de fazê-la acordar cedo para não perder. Já em The carrie Diaries testemunhamos o encantamento de Carrie pela Princesa Diana ao vê-la se fantasiar de Diana e Charles, os noivos do ano, ao lado de Walt.

Chapéus

chapéus
Com seu gosto todo particular para acessórios diferentes (aka estranhos), Carrie começou desde cedo a investir em chapéus. Casamentos, enterros, batizados, lançamentos, tudo é desculpa para tirar um dos chapéus do armário!

Alcaçuz

twizzlers
Não é só em Fringe que temos personagens viciados em alcaçuz, Carrie também nunca dispensou uma boa barrinha de açúcar. Sempre cercada por suas amigas (coincidentemente reclamando dos homens da sua vida), o alcaçuz sempre foi o seu doce favorito para afogar ás mágoas .

Xuxas e frufrus de cabelo

xuxa de cabelo
Uma das cenas mais clássicas de Sex and the City mostra Carrie criticando duramente o uso de “frufrus” de cabelo. Segunda ela, qualquer mulher oriunda de NY jamais usaria aquele acessório. Sua certeza é tanta que isso acaba provocando uma briga enorme entre ela e seu então namorado Jack Berger. E, como ela não nasceu em Manhattan, quando era adolescente, Carrie acabou usando sim o terrível acessório. Será?

__

Algumas palavras também marcam a vida de Carrie desde que ela tinha dezesseis anos… Sebastian a chamada de “Bradshaw” e “Kid”, e Berger e Big repetiram os apelidos anos depois. Suas melhores amigas também já recebiam o carinhoso “sweetie” muito antes dela começar a reservá-los para Miranda, Charlotte e Samantha.

“Se eu ainda estiver namorando e falando sobre rapazes quando eu estiver com 30, alguém por favor me sufoque com um travesseiro.”

Carrie Bradshaw

Lista inspirada no site Vulture.


Cristal Bittencourt

Soteropolitana, blogueira, social media, advogada, apaixonada por séries, cinéfila, geek, nerd e feminista com muito orgulho. Fundadora do Apaixonados por Séries.

Salvador / BA

Série Favorita: Anos Incríveis

Não assiste de jeito nenhum: Procedurais

×