Sherlock X Elementary

4 de janeiro de 2017 Por:

O detetive Sherlock Holmes já ganhou muitas adaptações ao longo de sua vida, para a TV, cinema… Além das séries que foram baseadas no próprio detetive, algumas outras se inspiraram em suas aventuras para a construção do roteiro, desenvolvimento de personagens, como em House, por exemplo.

Atualmente duas séries estão no ar com adaptações direta da obra de Sir Arthur Conan Doyle, Elementary e Sherlock, uma americana e outra inglesa, ambas modernizaram a obra e a adaptaram para os dias atuais. Apesar da mesma base, as duas tem muitas diferenças (alem da regularidade de exibição) que as distiguem e as tornam tão interessantes:

O Ambiente: Londres X New York

Uma grande diferença entre as duas séries é o local onde elas se passam. Elementary tomou uma liberdade criativa maior que Sherlock da BBC e trouxe o detetive inglês para New York, fugindo de seus hábitos viciosos que foram cultivados em Londres, assim como fugindo de sua família. As duas cidades são grandes polos que trazem a mesma carga de interesse e diversidade que as duas séries precisam. Se não é para ser em Londres, New York é a escolha mais acertada. Dá para se divertir e viajar nos cenários das duas cidades.

Sherlock X Sherlock

Vamos ao astro principal das séries: Sherlock Holmes. Benedict Cumberbatch e Jonny Lee Mille dão vidas diferentes para o detetive. Os dois são ingleses e o sotaque não muda, o que ajuda a manter uma relação afetiva com a história original de Sir Arthur Conan Doyle. Os dois são ótimos atores, embora Benedict tenha maior destaque na mídia no momento, Jonny não deixa a desejar como Sherlock. As duas produções tratam o detetive de forma diferente e os dois Sherlocks são muito inteligentes e atento a detalhes e com memória bem superior a de meros mortais (nós).

Os dois possuem vícios, mas a relação que os dois tem com a droga e o impacto que tem na vida deles é diferente. Em Elementary esse é um aspecto a ser superado, faz parte da premissa da série e tem grande influência nas tramas dos episódios; em Sherlock o assunto é tratado quase levianamente, sem muito destaque ou importância. O Sherlock de Cumberbatch tem uma aura mais brilhante, com o pouco tempo que tem para solucionar casos, eles tem que confiar neste brilhantismo quase sobrenatural do detetive. Em Elementary, apesar de essencial, Sherlock é mais mundano, com sofrimentos mais próximos da realidade de todos nós.

Dr. Watson, Jonh X Joan

sherlock_x_elementary4

Antes da estreia de Elementary, a opção por transformar o eterno companheiro de Holmes para o gênero feminino foi bastante questionado, e mesmo após a estreia o questionamento sobre a transformação e a atuação de Lucy Liu continuaram por um tempo. Mas a atriz provou que essa foi a escolha mais acertada entre todas as mudanças feitas pelos produtores da série, a renovação que essa alteração trouxe para o Sherlock é uma das melhores coisas que Elementary apresenta ao público atualmente.

Joan não é só a médica que acompanha Sherlock, ela é um elo indispensável entre Sherlock e o Departamento de policia de NY, tornando essa relação mais interessante, de Sherlock com o mundo real, humanizando o personagem. Joan tem uma delicadeza que a maioria das séries policiais não possuem, e mesmo investigando homicídios ela ainda consegue ver coisas boas em todos e todos lugares. Mas ela não é só a personificação do coração enquanto Sherlock é o cérebro, ela se torna uma detetive muito habilidosa, lembro a vocês aqui que, quem traça o plano para capturar Moriarty é ela.

A semelhança entre os dois Watsons fica na convivência com Sherlock, a dupla de investigadores moram juntos em ambas as séries, ao menos no início das temporadas. Esse fato aprofunda o relacionamento entre Sherlock e Watson em suas muitas formas.

Moriarty X Moriarty

sherlock_x_elementary2

O que dizer do arqui inimigo de Sherlock? o personagem é brilhantemente desenvolvido nas duas séries, sendo aproveitadas no máximo que a diferença entre as duas produções permitem. E isso é bom. Em Sherlock com poucos episódios temos um vilão mais caricato, mais aterrorizante e contundente. Em Elementary, Moriarty carrega uma carga de responsabilidade sobre Sherlock de uma maneira diferente, além de novamente os produtores fazerem a opção por caracterizarem um personagem importante para a série como mulher, que é também o amor de Sherlock, Irene Adler.

Enxergo o Moriarty de Sherlock com uma vilanidade que não vejo em Elementary, mas aqui ela aparenta ser mais engenhosa e com ambições maiores do que ser apenas o antagonista de Sherlock, capaz de organizar e manter uma grande rede criminosa que não tem Sherlock como centro de atividade, que ainda pode ser muito mais explorada na série. O antagonismo de Moriarty em Sherlock nos leva a episódios com mais ação e mistérios do que vemos em Elementary, captando mais nossa atenção ao longo dos poucos episódios que temos.

NYPD x Scotland Yard

sherlock_x_elementary3

Como muda-se o cenário das séries, muda-se também o departamento de polícia que Sherlock ajuda com consultoria. Perdemos a participação do Detetive Lestrade, mas ganhamos bons detetives da NYPD para acompanhar. Ganhamos também em diversidade que falta e muito em Sherlock, o detetive Bell e o padrinho Alfredo dão representatividade negra à uma série que normalmente só vemos homens brancos. Dentro do departamento temos a possibilidade de ver aparições menores de outras etnias e gêneros como policiais ou suspeitos.

Com a grade maior de episódios em Elementary, temos também o aprofundamento das relações entre e destes personagens que são importantes para as séries, podemos vera vida dos personagens secundários, o que não acontece em Sherlock e a Scotland Yard. Neste plano Elementary novamente aproxima a genialidade de Sherlock do mundo e dos problemas reais na maioria dos casos que trabalham.

Família

sherlock_x_elementary-1

Família é sempre engraçada né? De longe parecem uma coisa, de perto… de perto ninguém é normal. Em Sherlock vemos muito o seu irmão Mycroft, que ocupa um cargo no governo britânico (ele fala que é um cargo de baixo escalão, mas seu acesso à informação e recursos mostra o contrário), tentando à sua maneira manter Sherlock longe de perigo, assim como o Mycroft de Elementary, porém aqui este faz sacrifícios pessoais pelo irmão. O relacionamento entre os irmãos é conturbada em ambas as séries, já o relacionamento com Watson é bem diferente.

Em Elementary vemos também o pai de Sherlock em aparições especiais com uma certa regularidade e com uma trama muito interessante na quarta temporada!

Caso único X episódios procedurais

A grande diferença entre as duas produções para os fãs são a frequência das séries. Enquanto para Sherlock a BBC tem pequenas temporadas bem espaçadas e optam por trabalhar uma linha investigativa que une todos os episódios, Elementary tem casos da semana, e uma trama de background que aparece eventualmente ao longo de suas temporadas regulares e com 24 episódios. Isso faz uma grande diferença para os fãs e tornam as duas muito diferentes, possibilita Elementary trabalhar mais seus personagens e arcos de histórias.


São duas obras com propostas bem diferentes, o que só traz mais histórias para os fãs de Sherlock, podemos apreciar as duas por suas diferenças e particularidades, quanto mais Sherlock e Watson, melhor.

Mineira, designer, professora que gosta tanto de séries que as utiliza como material didático.

Belo Horizonte/MG

Série Favorita: Fringe

Não assiste de jeito nenhum: Supernatural

  • Denia Karru

    Amo Elementary. Cada ano que passa e ela sofre perigo de cancelamento, meu coração fica sempre na mão.

    • milatelcontar

      Eu também. Fico sempre aguardando a renovação de elementary bem aflita!

  • Paulo Adriano Rocha

    Gosto muito das duas.
    Sherlock é brilhante, mas como a série é mais curta, você acaba esquecendo rápido, enquanto Elementary nos deixa mais próximos por conta da quantidade de episódios e também por ser bem
    mais humanizada.

    • milatelcontar

      Eu acho que hoje prefiro elementary por causa disso, a gente fica mais próximo dos personagens, dá tempo de nos importar com eles.

  • Keila

    Sou apaixonada pelas 2 series(tendo Sherlock como preferida, assumo) e aproveito muito poder ver as versões diferente das historias que lia quando mais nova e me encantavam, adoro poder ser o brilhantismo,a loucura e arrogância do Sherlock do Cumberbatch como gosto de ver o Sherlock mais humano assombrado por erros tão reais e tb sarcástico e ácido. Os Watsons são incríveis e ainda bem que em tentaram juntas os protagonistas na versão americana.
    Concordo com todos os argumentos da Camila que fez um texto excelente e imparcial sobre como é gostosa a experiencia de acompanhar as 2 series,

    • milatelcontar

      Eu confesso que hoje gosto mais de elementary, não pela qualidade técnica, que sei que Sherlock é superior, mas pelo vínculo afetivo que criei com a versão americana.

      Adoro a Joan, o det Bell, o modo como Sherlock se intromete na vida pessoal do capitão…
      Acho os casos bem interessantes também. Nas primeiras temporadas me dava sono, agora acho que acertaram o tom.

  • Andréia Viana

    Eu gosto muito das duas séries, essas diferenças me atraem para ambos os lados, ter uma mulher como Watson foi uma jogada genial e essa humanização do Sherlock em Elementary facilita muito, já Sherlock da BBC gosto da ação, apesar de nem sempre conseguir acompanhar o Cumberbatch nas suas falas!! rsrs

  • Tenho interesse de ver as duas, adoro as histórias do Sherlock…
    Acho que a pausa de Sherlock é ao mesmo tempo algo muito ruim, por deixar a gente muito tempo esperando, mas bom pelo lado de que não dá pra ficar atrasado na série haha

  • Confesso que não acompanho nenhuma das duas, mas o texto me motivou a começar. Espero ser surpreendido! O problema vai ser achar tempo hahaha ótimo texto!

  • Aomame Kawana

    Assisto as duas séries, mas Sherlock BBC é a minha preferida com muita vantagem.
    Tenho um pouco de carinho por Elementary, que tem características que me agrada, mas no final, só assisto para ter algo do grande detetive enquanto espero pela BBC.

    • Aomame Kawana

      Ah… as séries tem mais uma diferença, na verdade, a maior diferença. A forma como que se relacionam com o material original do Sir Doyle.
      Sherlock da BBC tenta ser uma releitura moderna dos contos e livros. Os episódios são carregados de referências ou até muito parecidos com os contos e livros.
      Elementary é mais uma série inspirada/baseada, mas com muita mais liberdade. Tem momentos que dá para perceber os “easter eggs”, mas são poucos e não direcionam os capítulos.
      Existe dois termos para os fãs dos livros do grande detetive. Sherlockianos (somente fãs) e Holmesianos (fãs que estabelecem o objetivo de ficar intelectualmente igual ao Sherlock). Penso que Elementary é uma série Sherlockiana, uma série fã dos livros. Já Sherlock BBC é uma série Holmesiana, uma série que tem como objetivo ser como os livros.

  • johnny

    Assisto as duas, mas prefiro muito mais Elementary, mais tempo de tela, me apeguei mais aos personagens, gosto muito mais.

  • Ildinha Santos

    Pelo que percebo tecnicamente Sherlok e melhor mas não consigo gostar dele enquanto amo o Sherlok de Elementary acho ele muito mais inteligente que o outro e muito mais humano também amo o casal que eles formam a forma até meio infantil que ele tem com a Joan e vamos combinar que a Lucy Liu e uma graça e enfeita muito a serie certeza prefiro Elementary

Emmy 2017 | Em noite histórica, The Handmaid’s Tale derruba favoritas e quebra recorde de 36 anos

5 dias atráscomentarios

Fazia exatos 36 anos que uma série havia vencido ao menos 4 das 5 categorias principais do Emmy (Série, Roteiro, Direção, Ator e Atriz de Drama). O recorde pertencia à primeira temporada de Hill Street Blues, em 1981. Ontem, uma nova marca foi estabelecida. Deixando as favoritas Stranger Things e Westworld comendo poeira, The Handmaid’s Tale venceu os prêmios de série, direção, roteiro e atriz principal de série dramática e fez o que nem grandes séries como Breaking Bad, The Sopranos e The West Wing fizeram no seu auge. À esses 5 prêmios, a série acumula mais 3 vencidos no Creative Emmy semana passada: Atriz Convidada (Alexis Bledel), Fotografia e Direção de Arte, totalizando 8 vitórias na edição. Às outrora favoritas, restaram apenas 5 prêmios cada, todos entregues no Creative. Na noite de ontem, não teve […]

Leia o post completo

Primeiras Impressões: The Orville

1 semana atráscomentarios

O que dizer de The Orville? Assisti ao primeiro episódio dessa nova série da Fox, criada, produzida e estrelada por Seth MacFarlane (Family Guy), e até agora não consegui entender por que o seriado está classificado como uma comédia ou, mais distante ainda, uma sátira de Star Trek. The Orville não é uma série ruim, vejam vocês, mas não é uma comédia como tentaram vender os trailers e todo o material promocional. Há piadas sim, algumas até engraçadas, mas elas fazem parte do contexto e não são o objetivo final do roteiro. A ideia de um mundo futuro, com naves espaciais e seres de diversos planetas convivendo também não é uma sátira de Star Trek, como fizeram parecer. Ao contrário, […]

Leia o post completo

1 Contra Todos

1 semana atráscomentarios

Com a lei de incentivo à produção nacional, várias produções poderiam sair do papel. Muitas delas não têm a menor pretensão de introduzirem uma ideia nova ou em mesmo de fazer sucesso. É por isso que uma série estoura na medida em que 1 Contra Todos fez, a gente tem que prestar atenção e dar os louros. Cadu (Júlio Andrade) é um advogado de Taubaté que será pai pela segunda vez, mas perde o emprego devido seus princípios éticos. Para piorar sua situação, é injustamente preso ao ser confundido com o Doutor do Crime, maior traficante do país. Para tentar sobreviver, e com o apoio de sua esposa Malu (Julia Ianina), ele decide se passar pelo criminoso como única forma […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter