Starz renova Black Sails e encomenda série de Antonio Banderas

31 de julho de 2015 Por:

Se depender do canal Starz, os piratas de Black Sails não precisam se incomodar com a mudança das marés por no mínimo 2 anos. É que a série já garantiu a sua 4ª temporada, sendo que o 3º ano só estréia ano que vem. Criada por Jon Steinberg e Robert Levine, com produção de Michael Baya série apresenta as aventuras do Capitão Flint (Toby Stephens), personagem do livro A Ilha do Tesouro, de Robert Louis Stevenson.

Black Sails 2014

Ambientada 20 anos antes da história do livro, somos apresentados à Flint e  e seu jovem aprendiz John Silver (Luke Arnold) vivendo na ilha de Nova Providência, um lugar que abriga ladrões, assassinos, prostitutas, piratas e caçadores de fortuna. No comando do Walrus, Flint e sua tripulação navegam pelos sete mares em busca de riquezas.

Em sua primeira temporada, Black Sails conquistou a média de  760 mil telespectadores, ao vivo, chegando a 5.3 milhões na soma do DVR, reprises e outras plataformas, segundo divulgado pelo canal. A 2ª temporada foi exibida no início de 2015 e a série não não estreou no Brasil.

A notícia foi dada durante o painel do canal no TCA, onde também foi divulgada a produção de Havana Quartet, que terá Antonio Banderas como protagonista. Baseada em uma série de livros do autor cubano Leonardo Padura, a trama segue o detetive alcoólatra  Mario Conde, que deseja ser escritor, mas continua preso aos seus trabalhos como policial. O roteirista Eduardo Machado ficará a cargo do script, tendo em Banderas, Peter Nadermann, Jennifer Kawaja e Julia Sereny seus produtores executivos.

“O canal Starz continua vendo uma grande oportunidade em diversificar a sua programação com diversas comunidades e gêneros. A parceria com a eOne para desenvolver a série Havana Quartet com a estrela Antonio Bandeiras, vai nos possibilitar dar aos espectadores uma série premium que vai contemporizar a beleza decadente de Cuba durante seu ‘Período Especial’ – um tempo e lugar que os turistas não puderam experimentar”, disse o chefe executivo do canal, Chris Albrecht.

Nascida em Recife, infância no interior de SP e criada no Rio. Vivo e respiro Séries, Filmes, Músicas, Livros... Meu gosto é eclético, indo do mais banal ao...

Ler perfil completo

Rio de Janeiro - RJ

Série Favorita: São muitas!

Não assiste de jeito nenhum: Friends (não gosto de sitcoms)

Com pais como estes, hoje é um dia para esquecer

5 dias atráscomentarios

Existe um ditado que diz que a vida imita a arte (ou vice-versa) e isso sempre se mostra realidade quando comparamos as séries que assistimos à vida real. Claro que ainda não descobrimos um universo paralelo, uma cabine telefônica que nos transporte por aí ou que alienígenas têm planos de conquistar a Terra, mas muitas vezes a realidade é espelhada nos roteiros das histórias que mais amamos. House of Cards está aí para comprovar essa teoria, se compararmos os acontecimentos aos fatos que vemos nos noticiários todos os dias. Com os pais não poderia ser diferente. Existem pais que assumem o papel integral da criação da criança, pais que são os melhores amigos dos filhos, filhos que têm dois pais, pais de […]

Leia o post completo

5 momentos incríveis da 2ª temporada de Master of None

5 dias atráscomentarios

Somos apaixonados por Master of None por aqui. Depois de uma primeira temporada sucinta, porém arrebatadora, esperamos quase dois anos (ou foi mais que isso?) para reencontrarmos Dev em um novo momento da sua vida. E, ao longo de dez episódios, tivemos a oportunidade de passear por muitos momentos incríveis na companhia do personagem, com um roteiro extremamente crítico e que faz com que a gente pare, reflita e mude algumas atitudes tão intrínsecas do nosso ser. Por isso, separamos (só) cinco dos grandes momentos dessa nova temporada, para revisitarmos e te convencermos de que, se você ainda não viu, essa é a hora para parar tudo que está fazendo e devorar o segundo ano de Master of None.   […]

Leia o post completo

Gypsy

6 dias atráscomentarios

Confesso que a princípio eu achei que Gypsy fosse um filme, afinal Naomi Watts e Billy Crudup são atores que estamos mais acostumados a ver na telona. Estranho ter um casal desse porte em uma produção para telinha do Netflix. De fato, Gypsy não é como a maioria das séries que estamos acostumados. Tem uma cinematografia de tirar o fôlego e um enredo que se desenvolve sem qualquer pressa. Com episódios de 50 minutos em média, Gypsy é quase um estudo de personalidade da sua protagonista, Jean Holloway, vivida por Naomi Watts. Ela é uma psicóloga, casada com Michael, um advogado que parece ter uma vida normal no subúrbio dos EUA. Tudo é muito sútil no início, mas vamos notando […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter