The Originals – 4×07 High Water and a Devil’s Daughter

9 de maio de 2017 Por:

Foram cinco anos de mágoas e ressentimentos para acontecer uma linda e inesperada reconciliação entre Klaus e Marcel. Depois dos acontecimentos da terceira temporada cheguei a pensar que nunca mais veria os dois como uma família, mas isso foi resgatado de maneira única através da doce Hope, que para uma garotinha de sete anos é bastante esperta.

Reprodução/The CW

High Water and a Devil’s Daughter” revelou um Klaus amoroso e um Marcel que jamais irá esquecer o amor que recebeu do vampiro mais poderoso do mundo. Só o início do episódio com a Hope brincando com os brinquedos que um dia foram de Marcel já deu para ter noção do quanto o sétimo episódio da temporada tinha para entregar e sem dúvidas não deixou a desejar.

A conversa dos irmãos, Hope e Marcel, foram de fazer cair um cisco nos olhos. Era nítida a verdade nas palavras do vampiro e a sinceridade ao dizer que é quase impossível conseguir odiar quem você amou por tanto tempo. Achei linda essa frase e digna de ser publicada nas redes sociais para reflexão de todos.

Reprodução/The CW

Outro banho de doçura foram as cenas de Hayley e Klaus, em vários momentos eles conversaram lindamente sobre a filha. Klaus, por sua vez, está se tornando cada dia mais um homem honrado e merecedor de admiração, bem diferente do imortal que conhecemos anos antes. Por outro lado, Elijah está praticamente irreconhecível! Cadê aquele cara sensato, que ama a família mas opta pelo caminho menos tortuoso? É como li em um dos comentários aqui, parece que Klaus e Elijah trocaram de personalidade e agora quem assume o papel de desumano e sem alma é aquele que um dia foi o mais sábio da família. Com certeza esse caminho que Elijah está escolhendo vai dá em um beco sem saída. Porém alguém precisava assumir esse papel mais cruel entre os Mikaelsons, se não deixaria de ser a família Original. Já imagino quando a Hayley descobrir!

Reprodução/The CW

Sobre a vilã dessa temporada  (sim, é uma mulher!), a coisa está começando a ficar empolgante. Primeiro Vincent é obrigado a fazer o ritual de Colheita após Elijah matar quatro garotas inocentes a sangue frio, só para tentar refazer a ligação com os Ancestrais. Daí o bruxo tem a brilhante ideia de pedir ajuda a Davina, que até então estava morta e sem nenhum resquício de existência. Bom saber que pelo menos ainda existe um pouco dela em outro mundo. Achei interessante a maneira como trouxeram a personagem (de certa forma) de volta à trama, pois já sabemos que ela vai aparecer no próximo episódio, assim como Alaric.

Reprodução/The CW

Falando nisso, esse plot da ligação da família de Hayley com a Hollow e agora saber que todos da família possuem o mesmo sinal de nascença nas costas têm muito a revelar ainda. Possivelmente a Hollow tem o mesmo sangue de Hayley e Hope e pode ser a tataravó da loba. E neste mesmo plot conseguiram interligar os Lockywoods como um dos guardiões dos restos mortais da vilã. Interessante como os roteiristas conseguem conectar todos, vampiros, lobisomens e bruxas, para um mesmo propósito. Vamos ver no que isso vai dar! Será que finalmente iremos ver uma aliança genuína entre as três espécies que se odeiam?

Outras observações:

– Alaric em Nova Orleans pode significar muita coisa, inclusive a quase confirmação de um spin off para TVD.

– O romance da Freya com a loba médica está ficando bem convincente, não é? Ainda mais agora com essa dose de drama entre as duas. Não seria tão legal se fosse fácil.

– Simplesmente amei as cenas com a Hope, essa menina brilha em cena!

– E quanto a Hollow agora assumir um corpo para fugir dos Ancestrais? Pelo menos encontraram uma finalidade para Sofya, que estava perdidinha na trama.

– A melhor parte do episódio foi ver a pequena Hope tendo consciência dos seus poderes, assumindo ser uma bruxa Mikaelson e sobre tudo tomando a responsabilidade para si, garantindo que sozinha ela conseguia manter os pais protegidos. É assim que se fala uma verdadeira Original!


Fiquem com a promo de “Voodoo in My Blood”.

Jornalista fascinada por boas histórias. Curte moda, cinema, livros e séries que tenham mulheres como centro das atenções. Ah, e o mais importante, ama escrever sobre tudo isso.

Salvador/BA

Série Favorita: Orphan Black e The 100

Não assiste de jeito nenhum: American Horror Story

  • Paulo Adriano Rocha

    Que episódio! Que episódio!
    Essa menininha é lindinha demais e que atriz! As cenas dela como pai e com o irmão foram lindas. Impossível não quebrar o coração com as palavras de Marcel. Feche os olhos e cante. Muito rei. Um episódio realmente lindo.
    Quanto a Elijah, bem, desde a temporada lá do quarto vermelho, a gente já sabe que ele é um monstro.

    A questão é que Klaus é impulsivo, ele é muito mais controlado, mas sanguinário do mesmo jeito. A cenas dele com o Vincent também foram ótimas. Vincent rei falando todas as verdades na cara dele. Gostei mesmo!
    Enfim, vamos ver o que a Hollow/Sofya vai fazer a partir de agora.

    • Isabel Tavares

      Foi o melhor episódio da temporada até agora, espero que só melhore! Gostei muito dessa cena entre o Vincent e Elijah também! Quero só ver a Sofya possuída! Kkk

  • Isabel Tavares

    Também estou amando ver o Klaus mais humano!

  • MasterX

    Não nos podemos esquecer que The Originals e The Vampire Diaries saem das cabeças das mesmas pessoas.

    Não se esqueçam que o “final feliz” (vão chamar assim para não entrar em pormenores) foi dado ao Damon em sacrifício do Stefan. E aqui, muito provavelmente, vai acontecer o mesmo. O Elijah vai sacrificar tudo para que o Klaus tenha o seu “final feliz”.

    Ou seja, repetição da mesma fórmula: o irmão bom abdica de tudo em detrimento do irmão mau, que tem a sua redenção e passa para o lado do bem.

    • Isabel Tavares

      Você fez uma reflexão que nunca tinha pensado antes e faz todo o sentido!

  • Diego Rodrigues

    foi otimo o episódio e review, queria ver a hope usando mais seus poderes!

    • Isabel Tavares

      Obrigada, Diego! Também quero ver mais os poderes da Hope!

  • Nickolas Girotto

    A Hope esta sendo a melhor coisa da série nessa temporada, esta mandando muito bem!! Esta episodio todo foi muito bom, deu uma boa desenvolvida na história e na relação entre eles.
    O que eu mais gostei foi dessa ligação com TVD, mesmo sendo com o Tyler haha é legal ver que eles ainda vão utilizar alguns personagens de lá, bem que podia aparecer a Caroline ou a Bonie.
    Eu espero que a Hope não seja só uma bruxa, por mais que ela seja muito poderosa ela é uma fusão de 3 coisas né, bem que podia ter uma transformação diferente pra ela, eu acho isso legal.

    • Paulo Adriano Rocha

      O que eu temo pela Hope é isso: Ela é muito especial. Sempre vai ter gente querendo sacrificar essa menina ou ficar com os poderes dela…
      Agora, quero ver quando é que “Tia Freya” vai ter tempo de ensinar alguma coisa, porque ela passa o tempo todo tentando salvar os dois irmãos… Hehe. Preciso de um episódio tia-sobrinha pra já.

      • Isabel Tavares

        Caramba,Paulo! É verdade, essa cena Freya e Hope precisa acontecer logo! Vai ser lindo essa ensinando a sobrinha!

      • Nickolas Girotto

        Também espero que tenha logo um episodio com a Tia Freya, senão ela vai ter que ir para escola de bruxos do Alaric hahaha

        • Paulo Adriano Rocha

          KKKKKKKKKKKKK. Coitada de Hope tendo que conviver na cidade do Xerife Matt. Hahaha.

    • Isabel Tavares

      Ia amar ver Bonnie em TO. Sei que muita gente não curtia muito a personagem, mas eu sempre gostei da Bonnie!

      Essa junção seria interessante, mas acho que se ela tivesse algo de vampiro já teria dado sinais. Pra mim ela é só uma bruxa super poderosa mesmo!

      • Nickolas Girotto

        Ela teve momentos ruins, com o tempo foi melhorando, gosto dela também, curti que vai aparecer o Alaric, mas acho que essas duas que falei deveriam aparecer também.
        A transformação da Hope pode ser que tenha alguma ativação, como acontece nos lobisomens e tal, e agora que lembrei que o sangue dela cura as mordidas do Klaus né e também faz a transformação de híbridos sem precisar da Elena, isso pode ser trabalhado um dia se não cancelar e se eu não estive falando bobagem haha.

  • Moisés

    A menina que sabe só consertar borboletas quebrou o círculo da tia que estuda a 1000 anos.
    Meio forçado…

    • Paulo Adriano Rocha

      Não tinha me ligado nisso. Mas o círculo foi feito só com feitiço ou com aquelas coisas que eles colocam no chão, que é só afastar e já tá quebrado?

  • Moisés

    Hollow parece as vilãs dos filmes O Chamado e O Grito…

    A Esther já tinha dito que o terninho italiano do Elijah era só fachada. Que ele era mau tbm.

O que você precisa saber de Jessica Jones antes de Defensores

5 dias atráscomentarios

A primeira série da Marvel protagonizada por uma mulher começa quando os pais de Hope Shottman (Erin Moriarty) pedem a ajuda de Jessica Jones (Krysten Ritter) para investigar o paradeiro da filha, e ela então descobre que o sequestrador da moça é ninguém mais ninguém menos que Killgrave (David Tennant): aquele que a traumatizou através de um relacionamento abusivo. A moça não é então a típica heroína a qual estamos acostumados, e algumas vezes até chegamos a duvidar se podemos chama-la assim. Por ter um passado marcado pelo abuso sua personalidade se torna um tanto ácida e sombria, além de deixar para a personagem um descontrole no consumo de álcool e a ideia de que desistir é a melhor saída, e […]

Leia o post completo

O que você precisa saber de Demolidor antes de Defensores

6 dias atráscomentarios

Com o sucesso do universo cinematográfico desenvolvido pela Marvel nos cinemas, um dos personagens mais interessantes e queridos dos fãs de quadrinhos foi ansiosamente aguardado para voltar a fazer parte do mesmo mundo. Homem-Aranha? Não, na verdade Demolidor. Após a Fox deixar os direitos de uso do personagem retornar para a casa das ideias, Marvel e Netflix fecharam uma parceria para desenvolver diversas séries de heróis. Demolidor abre essa parceria com maestria, trazendo uma série obscura, e violenta, diferente do que o personagem já viveu nas telas até então (abraço Ben Affleck!) Charlie Cox (Broadwalk Empire), dá vida a Matt Murdock, sofrido e realista. A série apresenta ele como advogado com o escritório associado em Hell’s Kitchen, e em seguida suas […]

Leia o post completo

Com pais como estes, hoje é um dia para esquecer

1 semana atráscomentarios

Existe um ditado que diz que a vida imita a arte (ou vice-versa) e isso sempre se mostra realidade quando comparamos as séries que assistimos à vida real. Claro que ainda não descobrimos um universo paralelo, uma cabine telefônica que nos transporte por aí ou que alienígenas têm planos de conquistar a Terra, mas muitas vezes a realidade é espelhada nos roteiros das histórias que mais amamos. House of Cards está aí para comprovar essa teoria, se compararmos os acontecimentos aos fatos que vemos nos noticiários todos os dias. Com os pais não poderia ser diferente. Existem pais que assumem o papel integral da criação da criança, pais que são os melhores amigos dos filhos, filhos que têm dois pais, pais de […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter