The Originals – 4×13 The Feast of All Sinners (Season Finale)

27 de junho de 2017 Por:

Como já era de esperar, The Originals conseguiu entregar uma season finale emocionante do início ao fim. E, ainda que a temporada não tenha sido de todo uma maravilha, os episódios finais foram surpreendentes e dignos do sucesso da série.

Reprodução/The CW

O plot da Hope e toda sua magnitude como personagem icônica foi o melhor da temporada e acredito que poderiam ter explorado mais a atriz Summer Fontana, porque essa garotinha tem um talento incrível para atuação. Personificou várias facetas da pequena poderosa bruxa e ainda conseguiu desenvolver uma relação genuína com todos os membros da família Original.

Falando nos Mikaelsons, o que foi aquela entrega? Tudo tão verdadeiro da parte deles! E por mais que não acreditem, aquela reflexão da Rebekah antes do ritual é real, sem dúvidas o sacrifício de Kol, Klaus, Rebekah e Elijah é a redenção que cada um deles precisavam. A solução encontrada por Vincent para parar a Hollow foi a mais significativa, era só raciocinar um pouco para entender o que era necessário. Existiria drama maior do que separar a família imortal que prometeu ficar unida para sempre? Impossível!

Reprodução/The CW

O melhor deste episódio final foi ver Rebekah e Marcel finalmente juntos. O decorrer da temporada já estava sugerindo a volta desse casal maravilhoso e agora que nada pode impedir os pombinhos de estarem juntos vai ser só alegria! Até que em fim a Bex encontrou seu final feliz e ainda toda glamourosa em New York City, quer mais o que?

O pedido de desculpas do Klaus para o Marcel também foi um dos pontos altos e inesperados. Quem diria que depois de todo aquela conflito no início desta temporada ia terminar com uma reconciliação tão bonita. Mas no primeiro momento pensei que o encontro dos dois seria para Klaus pedir que o rei de New Orleans protegesse Hope, já que ele terá que ficar longe da filha para sempre.

Reprodução/The CW

Adorei o final, mas a temporada teve muitos altos e baixos. Contudo, tenho certeza que este seria um final satisfatório para série, se não, até o ideal. Acredito que a própria Julie Plec e os demais produtores do show já fizeram uma trama tão fechadinha assim imaginando um cancelamento, que no fim não aconteceu. Na minha humilde opinião preferia que The Originals acabasse com esse final, seria bem digno! Mas, como não é o caso, vamos tentar imaginar o que vai vim no quinto ano?

Reprodução/The CW

Perguntas para quinta temporada:

– Com Hope na escola de bruxos em Mystic Falls, será que Caroline e Alaric farão parte do elenco regular? E ainda tem as gêmeas!

– Já deu para perceber que só restou Freya e Keelin em New Orleans. E, pelo visto a cidade deixou de ser a queridinha dos vampiros, pois até Marcel abandonou o lugar para ficar com sua Bex. Será que a cidade deixará de ser o cenário principal da série?

– Kol e Davina noivos! Quem sabe filhos para esse casal, seria legal né? Ainda que adotados!

– E os papéis se inverteram na relação entre Klaus e Elijah. Já que agora o irmão original engomadinho decidiu esquecer a família para não prejudicar a proteção da sobrinha, Klaus assumirá a missão de zelar pela vida dele. Mas ao que parece ele está muito bem na França, não é mesmo?


O que acharam da season finale?

Jornalista fascinada por boas histórias. Curte moda, cinema, livros e séries que tenham mulheres como centro das atenções. Ah, e o mais importante, ama escrever sobre tudo isso.

Salvador/BA

Série Favorita: Orphan Black e The 100

Não assiste de jeito nenhum: American Horror Story

  • Paulo Adriano Rocha

    Tirando a parte que a pior (e mais poderosa) vilã de TO foi derrotada muito facilmente – basta ver o ep 12 – o episódio foi muito bom, porque eles focara mais na parte emocional.
    Summer atuando praticamente sem falar, só com os olhos. Que expressão aquela menina tem. Muito futuro como atriz… Pena que não estará na próxima season, porque, como você falou, ela teve uma interação maravilhosa com a família original.
    Por falar em emoção, Freya, Klaus, Elijah e Marcel foram incríveis. O pobre do Klaus sofreu demais, mas foi bem. Que mudança Hope fez nesse carinha… Agora, concordo com você: achei que ele ia pedir pra Marcel tomar conta da filha. Fiquei meio desapontado. E não custava nada um: “me perdoe” aberto. Mas, tá valendo… Ele foi o que mais perdeu, pois ficou longe da família e da filha. E aquela cena cuidando de Elijah foi muito NADA A VER, já que eles tinham que ficar separados, por conta da horcrux dentro deles. Sério, depois de tudo, assumir o risco de ficar perto de Elijah e poder perder a filha? Achei non sense. Bonito, mas mesmo assim, non sense.
    Kol não tem muita ligação com a família, então ele foi o que se deu melhor. Vai ficar longe das adagas de Klaus (nem sei se existem mais) e com Davina só pra ele.
    Rebekah não se despediu da sobrinha decentemente quando teve a oportunidade, aí agora teve que se contentar em simplesmente deixar uma herança de família. Achei isso chato, mas aceitável.
    Elijah, coitado, preferiu perder a memória, o que pra ele foi uma libertação, mas imagino que deve ter ficado com a alma bem vazia. Pelo menos tá sendo infeliz na França. Rs. Merece um final feliz na 5a temporada ele depois desse sacrifício todo.
    Agora é esperar até 2018 pra ver o que a produção vai nos arranjar.

    • Isabel Tavares

      Só nos resta esperar mesmo, Paulo.

      Summer tem um talento nato, ela deu vida a Hope como nenhuma outra conseguiria!

      Realmente tinha que tomar um pedido oficial de perdão do Klaus para o Marcel, mas para mim foi suficiente.

      O final do Elijah e Klaus eu gostei. Foi bom ver o Elijah em um momento de felicidade (pelo menos aparentemente). Não tinha mais o que mostrar sobre o Klaus a não ser ele cuidando do Elijah. E sobre os pedaços da Inadu até é aceitável, porque ela só tem poder de voltar se todos os pedaços se unirem, e só os dois juntos isso não seria possível, então tá ok!

      Obrigada por comentar!

  • Moisés

    Imagino na próxima season…

    – Salto temporal de uns 5 anos.
    – Hope mega hiper fodona vai dar um jeito de tirar a Inadi deles e sumir com ela.
    – Se for a última temporada, chutaria que no fim vão todos ser humanos de novo.

    • Isabel Tavares

      Será, Moisés?

      Custo acreditar que apostariam em um fim quase igual ao de TVD. Ia ser muito esquisito ver a família original humana. Não curto essa ideia!

  • Nickolas Girotto

    Fiquei muito satisfeito com esse final, ainda sim tem coisas que nao ficaram tão boas assim, mas o saldo ficou muito positivo, considero que foi o melhor final de temporada da serie, senão a melhor temporada.
    Eu gostei neste final basicamente das mesmas coisas que você comentou na review, até dela ter ido para a super escola de bruxos do Alaric, mesmo achando essa coisa da escola meio ruim, talvez vá ser legal, principalmente se o Alaric e a Caroline aparecerem na próxima temporada. Outra coisa legal é que poderemos ver o Elijah com uma nova personalidade, isso pode ser interessante.
    Não achei muito legal, foi que no final, nos minutos finais mesmo, o Klaus teve pouco destaque, todos tiveram um momento mostrando para onde foram e o Klaus eles juntaram ali no momento do Elijah. Freya na temporada toda ficou meio esquecida ali, fizeram ela ter um relacionamento, que foi bem mais ou menos e ela parecia que não acertava uma coisa pra ajudar, sempre que ela fazia algo dava errado, só acertou a magia la no inicio da temporada, pra livrar eles do Marcel, acho que eles podiam ter trabalhado melhor ela. O final foi bom, foi emocionante, mas parece a mesma formula pra passar alguns anos da temporada passada, só que ficou melhor.
    Voce me recomendou ver as ultimas noticias sobre TO, pois eu tinha perguntado sobre o futuro da Hope, eu procurei, estou em duvida se gostei, pelo que parece na próxima temporada ela vai estar mais velha, acho que seria legal ver mais uma temporada com ela criança, mas também quero ver ela mais velha, então não sei o que pensar haha.

    Bom Isabel, foi muito bom acompanhar suas reviews!! Até a próxima temporada ou série!!

    • Isabel Tavares

      Nickolas, eu que agradeço ter você aqui sempre comentando os episódios comigo!

      Eu gosto dessa escola de bruxos, mesmo que seja algo clichê demais. Torcendo para Caroline voltar pra vida do Klaus, porque agora, de fato, ele está sem rumo. Todos os irmãos tinham uma trama, Rebekah o amor proibido pelo Marcel, Kol o relacionamento com a Davina, Freya seus poderes e a Keelin e por fim Elijah e sua incontestável crueldade incubada. O Klaus nessa temporada só tinha a Hope e agora que vão ficar longe um do outro não tinha mesmo o que mostrar ali naquele final.

      Sem dúvidas esse foi o melhor fim de temporada e como disse na review poderia ser o fim da série, ainda que não tenha sido feliz para todos.

      Também estou animada para ver o novo Elijah sem culpas. Vai ser bem interessante!

      Quanto as notícias é isso! Tinha visto que iria ter um salto no tempo nessa season finale, mas não aconteceu. Talvez tenham deixado para próxima temporada mesmo. Eu, sem dúvidas, gostaria que a Summer continuasse, queria ver mais da Hope criança, mas isso pode não acontecer. Também vi notícias que Katherine e Stefan podem voltar para quinta temporada, o que eu acho bem estranho se acontecer. Para mim essa notícia é improcedente. Mas é o que vi!

      Obrigada mais uma vez por acompanhar minhas reviews e nos vemos breve!

      • Paulo Adriano Rocha

        Acho que eles podem aparecer como “cópias”, o que é uma chateação… Acho que já tá em tempo de botar a pá de cal em TVD, porque JÁ ACABOU. Deixar os originais seguirem suas próprias histórias…
        Quanto à passagem de tempo, acho que é interessante, porque vampiros não envelhecem, mas os atores sim. Os saltos de tempo seriam interessantes nesse sentido, para a gente não sentir tanto o envelhecimento dos atores. Pra não ficar igual a Teen Wolf, que o pessoal ficou quase quatro anos só no primeiro ano do ensino médio. A galera com quase trinta anos fazendo papel de 17…

  • Diego Rodrigues

    Season Finale Sensacional, summer fontana muito boa atriz pena q ela talvez não volte na próxima temporada. excelente review como sempre 😀

    • Isabel Tavares

      Isso é uma pena mesmo, Diego!
      Obrigada por sempre comentar os episódios por aqui!

Com pais como estes, hoje é um dia para esquecer

5 dias atráscomentarios

Existe um ditado que diz que a vida imita a arte (ou vice-versa) e isso sempre se mostra realidade quando comparamos as séries que assistimos à vida real. Claro que ainda não descobrimos um universo paralelo, uma cabine telefônica que nos transporte por aí ou que alienígenas têm planos de conquistar a Terra, mas muitas vezes a realidade é espelhada nos roteiros das histórias que mais amamos. House of Cards está aí para comprovar essa teoria, se compararmos os acontecimentos aos fatos que vemos nos noticiários todos os dias. Com os pais não poderia ser diferente. Existem pais que assumem o papel integral da criação da criança, pais que são os melhores amigos dos filhos, filhos que têm dois pais, pais de […]

Leia o post completo

5 momentos incríveis da 2ª temporada de Master of None

5 dias atráscomentarios

Somos apaixonados por Master of None por aqui. Depois de uma primeira temporada sucinta, porém arrebatadora, esperamos quase dois anos (ou foi mais que isso?) para reencontrarmos Dev em um novo momento da sua vida. E, ao longo de dez episódios, tivemos a oportunidade de passear por muitos momentos incríveis na companhia do personagem, com um roteiro extremamente crítico e que faz com que a gente pare, reflita e mude algumas atitudes tão intrínsecas do nosso ser. Por isso, separamos (só) cinco dos grandes momentos dessa nova temporada, para revisitarmos e te convencermos de que, se você ainda não viu, essa é a hora para parar tudo que está fazendo e devorar o segundo ano de Master of None.   […]

Leia o post completo

Gypsy

6 dias atráscomentarios

Confesso que a princípio eu achei que Gypsy fosse um filme, afinal Naomi Watts e Billy Crudup são atores que estamos mais acostumados a ver na telona. Estranho ter um casal desse porte em uma produção para telinha do Netflix. De fato, Gypsy não é como a maioria das séries que estamos acostumados. Tem uma cinematografia de tirar o fôlego e um enredo que se desenvolve sem qualquer pressa. Com episódios de 50 minutos em média, Gypsy é quase um estudo de personalidade da sua protagonista, Jean Holloway, vivida por Naomi Watts. Ela é uma psicóloga, casada com Michael, um advogado que parece ter uma vida normal no subúrbio dos EUA. Tudo é muito sútil no início, mas vamos notando […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter