Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

The Royals – 3×02 Passing Through Nature to Eternity

Por: em 13 de dezembro de 2016

The Royals – 3×02 Passing Through Nature to Eternity

Por: em

Novamente The Royals apresenta um ótimo episódio e parece construir uma boa base  para as tramas de seu terceiro ano.

William Moseley consegue a cada temporada dar um novo ar ao seu personagem. Inicialmente um playboy e hoje um homem atormentado pela culpa.  O peso que sente pela morte do seu guarda-costa é extremamente compreensível, apesar de Ted ter assassinado seu pai, a morte pública o atormenta a cada dia. Não foi a melhor opção expor a dor do protagonista por meio daquele clube da luta, as conversas com sua irmã e a visão de Jasper sobre o seu protegido foram muito mais eficientes.

O novo interesse amoroso do príncipe é uma nova complicação em sua vida. A moça, provavelmente será disputada pelos irmãos, não me inspira confiança esse romance e prefiro muito mais a interação de Liam com Wilhelmina, a nova contratada pela Rainha.

Falando em Queen Helena suas cenas são deliciosas de assistir, sendo muito mais um alívio cômico Elizabeth Hurley e Jake Maskall continuam sensacionais. Cyrus na tentativa desesperada de conquistar seus súditos finalmente revelou que está com câncer, porém o péssimo timing graças a ascensão da hastag kingliam poderá sofrer muito mais rejeição do inspirar o amor de seus compatriotas.

Adoro essas subtramas políticas que The Royals insere semanalmente. Apesar do grande foco da série ser o romance e o drama, a busca pelo poder de Helena é uma das minhas partes favoritas. Agora com o testículo de Acting King não haverá problemas em provar a linhagem real.

01-queen-helena

Em Together with Remembrance of Ourselves reclamei da infantilidade de Eleanor em relação a Jasper, porém nessa semana Alexandra Park se redimiu e novamente teve o destaque merecido. Ainda que toda aquela vontade de fazer com que seu guarda-costa ficasse com ciúmes seja um pouco infantil, a cena na biblioteca e as revelações do casal conquistaram a minha simpatia.

Mark Schwahn sabe muito bem utilizar o texto para que a emoção transborde na cena. Entre encontros e desencontros a princesa e Jasper são o casal mais constante da série.  É impossível não se comover com os dois. Ainda que algumas situações envolvendo Eleanor sejam repetitivas, é compreensível em razão dos problemas de confiança que a personagem possui. Neste ano, espero que superem essa fase de desconfiança e o casal cresça, já que é um dos favoritos do público.

02-jasper

Robert finalmente voltará a civilização, em silêncio na ilha imaginando a sua volta, Max Brown se provou uma ótima aquisição para série. Novamente, o seu olhar conseguiu transmitir todo o desespero da exposição exacerbada que vive a Monarquia.

A contraposição das imagens entre Robert e a vida dos gêmeos foi um recurso visual incrível para mostrar o porquê o primogênito escolheu o exilio. Entretanto, por meio de visões de sua antiga namorada (e atual de Liam) escolheu retornar para o fardo que é ser filho da Monarquia. Há diversas perguntas que deverão ser respondidas nos próximos episódios e mal posso esperar para ver como que os roteiristas lidarão com esse plot tão interessante.

Se nos anos iniciais a série se baseava em Hamlet, tudo indica que essa temporada a história do amor proibido será o mote da temporada e parece que tem tudo para superar suas temporadas anteriores.


E você está gostou do episódio?? Não esquece de comentar comigo o que achou e até semana que vem 😉


Patrícia Martinez

Uma paulista que iniciou no mundo da séries graças as manhãs de domingo no SBT e atualmente tem um relacionamento sério com maratonas no Netflix

São Paulo

Série Favorita: The Big Bang Theory

Não assiste de jeito nenhum: House

×