Top 10 – Séries de espiões

30 de julho de 2011 Por:

O mundo dos espiões faz parte do meu imaginário desde a infância, quando as notícias sobre o final da Guerra Fria e conflitos entre CIA e KGB se misturavam com comentários sobre o charme irresistível do agente 007 e as proezas de MacGyver com seu canivete e engenhocas. No cinema ou na TV, a fórmula é antiga, mas sempre capaz de se reinventar nos detalhes e arrecadar milhares de fãs. Pensando nisso, montamos nosso top de séries sobre o tema, aliando algumas “clássicas” e outras com temporadas atuais.

 

24 Horas por Camila


Jack Bauer é provavelmente o funcionário do governo mais leal ao seu país. Muitas vezes o agente especial colocou todos os seus interesses e de sua família abaixo do interesse da nação. Jack tinha por princípio que a população como um todo era mais importante que uma pessoa ou um grupo. Mas reparem que Bauer era leal ao seu país, não ao seu governante, muitas vezes pouco confiáveis. E se Jack era tão leal e digno, não podemos dizer o mesmo de quem estava com ele. A CTU (unidade contra-terrorismo) sempre teve algum agente duplo para espionar as atividades e garantir o sucesso dos ataques aos EUA, dando muito trabalho para Jack, mas no fim tiveram o final que mereciam, que o digam Nina Meyers, presidente Charles Logan e alguns outros. Os problemas que enfrentaram sempre envolviam a paz mundial, dizimação de parte da população e início de guerras, e Jack ainda tinha que se preocupar com espiões altamente treinados dentro de sua equipe. Ao longo das temporadas ele teve um braço direito, Chloe, e desconfiou do restante. Poucas vezes o público soube com antecedência quem era o espião, só descobrindo junto com Jack, o que garantia surpresa e reviravolta para a trama, fazendo com que 24 horas fosse desde o seu início um grande sucesso e uma série pioneira no seu gênero.
 

Agente 86 (Get Smart) por João Miguel

Exibida na década de 60, Get Smart é até hoje um marco na cultura popular norte-americana. A série acompanhava Maxwell Smart (interpretado pelo gênio do humor Don Adams) em suas missões para a agência de espionagem CONTROLE, lutando contra a organização de malfeitores K.A.O.S., da qual fazia parte seu nêmesis: o Doutor Siegfried (Bernie Kopell), que era o cabeça da corporação. A série, descrita como uma mistura dos filmes da série 007 com A Pantera Cor de Rosa, foi a sensação televisiva da década, inspirando grandes produções até hoje e dando origem a quadrinhos, livros e o filme de 2008, com Steve Carell (o Michael de The Office) e Anne Hathaway nos papéis principais. Ao lado de sua inseparável parceira (e par romântico), a Agente 99 (Barbara Feldon), Smart marcou época com seus clássicos bordões, seus gadgets absurdos (entre eles o icônico telefone no sapato), seu humor despretensioso e a maneira estabanada, caricata e ao mesmo tempo genial como conduzia suas missões. A química de Adams e Feldon é um dos maiores trunfos da comédia; ambos indicados ao Emmy pelos papeis, mas o elenco de apoio era igualmente fantástico: Edward Platt como o Chefe da CONTROLE, King Moody como Starker, o assistente de Siegfried, Dave Ketchum como o Agente 13 e, é claro, Fang (ou Agente K-13), um espirituoso Labradoodle. A criação de Buck Henry e Mel Brooks é a sátira máxima da Guerra Fria, eternizada por sua deliciosa jocosidade.

 

Alias por João Miguel

A criação de J.J. Abrams nasceu tímida, sem grandes ambições. Em um primeiro momento, o que estrearia no canal ABC na fall season de 2001 seria um remake da irrelevante The Girl From U.N.C.L.E. (que por sua vez é um spin-off de The Man From U.N.C.L.E.), dos anos 60, mas após várias edições no roteiro, tornou-se uma das séries de ficção científica mais aclamadas da última década. Em Alias, Jennifer Garner interpreta Sydney Bristow, uma universitária que tenta conciliar seus estudos e sua vida pessoal com o trabalho como espiã na agência SD-6, que ela acredita ser uma divisão da CIA. Tudo muda quando Sydney descobre que, na verdade, trabalha para uma organização criminosa internacional chamada Alliance of Twelve: a partir daí, a protagonista torna-se uma agente dupla, tentando derrubar a SD-6 de dentro. Acompanhamos Sydney envolvendo-se em intrincadas operações, nunca sabendo em quem confiar e valendo-se de seus infindáveis disfarces para realizar suas missões. Com o passar do tempo, a série ganhou em profundidade, ficando cada vez mais complexa e intensa. A busca pela elucidação das profecias de Rambaldi, os relacionamentos de Sydney com sua família, seus amigos e, particularmente, seu parceiro Michael Vartan, e reviravoltas e cliffhangers que estarreciam os telespectadores (no melhor estilo Lost, só que com um desfecho mais satisfatório) são os elementos que imortalizaram Alias e que marcaram para sempre os fãs da série.

 

Archer por João Miguel

No debochado cartoon Archer, Adam Reed mistura diferentes estilos, épocas, temas e técnicas de animação com o humor típico das séries animadas adultas do Adult Swim. O protagonista é Sterling Archer (dublado por Jon Benjamin, indicado do Emmy de Melhor Dublagem pelo papel), um espião cafajeste, mulherengo, egocêntrico e esbanjador que leva uma vida regada a mulheres e bebidas. Sua mãe, Malory Archer, é a chefe do Serviço Secreto de Inteligência Internacional (ISIS), empresa de espionagem onde ele também trabalha, juntamente com a super espiã (e sua ex-namorada) Lana Kane, o bem dotado Cyril Figgis, a lenta secretária Cheryl/Carol/Cristal Tunt e a “cheinha” Pam Poovey. Lá, os personagens enfrentam problemas típicos do dia-a-dia de qualquer escritório, como denúncias de assédio sexual e hostilidade no ambiente de trabalho, em um cenário político onde “a Guerra Fria nunca tem fim”. A série é descrita como a junção de 007 e Arrested Development, série da qual boa parte dos dubladores já participou e que tem um humor parecido com o de Archer: cínico, rápido, trabalhado e repleto de influências à cultura pop. A estética da série remete aos quadrinhos da década de 60 e lembra bastante Mad Men, porém nunca fica estabelecido em que década a história acontece. Uma verdadeira miscelânea de referências, Archer é considerada a Agente 86 desta década, avacalhando completamente a política internacional em prol do humor de qualidade. Aliás, ela ganhou um prêmio NewNowNext na categoria “Melhor Série que Você Não Está Assistindo”. Se fosse você, não perderia mais tempo.

 

Burn Notice por Andrezza

Burn Notice é uma série sexy e repleta de ação. O título se refere aos “avisos de queima”, lançados pelos serviços de inteligência para desacreditar ou anunciar a exoneração de agentes ou fontes que foram considerados duvidosos. O protagonista é o agente Michael Westen (Jeffrey Donovan), um espião agora sem currículo, dinheiro, apoio, enfim, sem identidade. No meio de uma operação na Nigéria, ele é informado da “queima” e acorda em Miami, sua cidade natal, de onde não poderá sair antes de descobrir quem o queimou. Apesar de não ser mais um espião oficial, Mike utiliza todos os seus conhecimentos para trabalhar como investigador particular, ajudando pessoas que a polícia não pode ou não quer ajudar,  tudo na tentativa de financiar a sua investigação sobre o motivo de estar na “lista negra”. Michael luta contra mafiosos, vigaristas, traficantes de armas, sequestradores, especialistas em lavagem de dinheiro e traficantes de droga.  Em suas missões, conta com a ajuda de sua ex-namorada, Fiona Glenanne (Gabrielle Anwar), ex-agente do IRA – e nas horas vagas traficante de armas e “caçadora de recompensas”, além de Sam Axe,  o melhor amigo de Michael e um contato da inteligência militar e ocasionalmente pede ajuda até a sua mãe, Madeline. Os episódios conciliam essas duas narrativas: a busca de Mike pelo motivo de ter sido “queimado” e episódios individuais focando em casos nos quais ele trabalha para clientes. A série é narrada do ponto de vista de Michael, como se estivesse ensinando o telespectador as táticas de espionagem, imperdível para quem gosta de mistérios e grandes reviravoltas do mundos dos espiões. Que ser um espião? Pergunte a Michael Westen!

 

Chuck por Andrezza

Espiões são charmosos, inteligentes, seguros, insensíveis, especialistas em artes marciais e peritos em armas de fogo, treinados apenas para cumprir ordens, executar tarefas sem questionar os motivos, certo? Nem sempre. Chuck Bastowsky (Zachary Levi) era apenas um nerd especialista em computação que trabalhava com seu melhor amigo, Morgan, em uma loja de artigos eletrônicos. Em seu aniversário ele recebe um e-mail de um ex-colega de faculdade – agora agente da CIA – que lhe mostra uma série de imagens, todas referentes a arquivos confidenciais da CIA, parte de um programa secreto chamado Intersect. No começo, Chuck era apenas um recurso a ser protegido pelos espiões veteranos Sarah e Case. Com o passar do tempo, ele evolui até ser considerado um ótimo espião, sem, claro, perder seu charme inconfundível, incluindo a aversão à armas de fogo e a combates corpo-a-corpo. Quem mais desarmaria uma bomba usando suco? O final da quarta temporada trouxe novos rumos a série e Chuck e seus amigos agora estarão intretidos com a Carmichael Industries. Apesar da baixa audiência, foram os fãs que livraram a série do cancelamento com as campanhas “Save Chuck“, mostrando que o espião “atrapalhado” conquistou muitos corações. Nesse ponto, vale ressaltar os méritos do shipper Chuck/Sarah, um dos mais queridos do mundo das séries e, inclusive, Yvonne Strahovski foi uma das mulheres mais requisitadas da última Comic Coon. A quinta e última temporada estréia em outubro no EUA e você pode conferir aqui as novidades divulgadas na Comic Coon.

 

Covert Affairs por Lara Lima


Annie Walker (Piper Perabo) é uma agente em treinamento da CIA que inesperadamente é promovida para operações em campo. Tudo leva a crer que essa promoção é graças as suas habilidades lingüísticas (ela é fluente em seis línguas, incluindo turco e hebreu), mas na verdade é uma estratégia da agência para encontrar o ex-namorado e ex-agente – Ben Mercer (Eion Bailey).  O grande diferencial dessa série é o ritmo acelerado, tramas ágeis e casos bem criativos de modo que todo episódio é surpreendente. O texto é inteligente e possui críticas a essa política de espionagem dos EUA. Ademais, a protagonista é cativante, doce, amiga e não tem aquela mascara de mulher durona querendo provar que dá conta do recado comum a outras protagonistas femininas em procedural policial. Covert Affairs deixa o mundo dos espiões ainda mais atrativo com um jeito inteligente e divertido de entreter.

 

Macgyver (Profissão Perigo) por João Miguel

A produção da ABC trazia Richard Dean Anderson no papel do protagonista MacGyver, o “Tom Sawyer dos dias atuais”. Ex-agente do Departamento de Serviços Externos (DXS) dos Estados Unidos, Mac trabalhava como agente secreto para a Fundação Fênix, sendo sempre requisitado por seu chefe Peter Thornton (Dana Elcar) para atuar nas situações mais complicadas. Mas o herói era contra o uso de armas de fogo, devido a um acidente que aconteceu em sua infância (o que fez com que, posteriormente, o personagem fosse usado em várias campanhas contra a posse de armas), e para enfrentar arriscadas missões, valia-se de clipes de papel, canetas esferográficas, maços de cigarro, cabides, pilhas alcalinas e outros objetos banais da vida cotidiana, além de seu inseparável canivete suíço. A série durou sete temporadas seguindo uma fórmula bastante rígida e sendo absolutamente episódica. Pode parecer cansativo ou tolo, mas o que garantiu o sucesso de MacGyver foi a engenhosidade do personagem-título e a criatividade das situações criadas. O show é tão cultuado que “macgyver” tornou-se um verbo nos Estados Unidos, sinônimo de improvisar, deu origem a uma técnica conhecida como MacGyverismo, além de livros, telefilmes, games, a sátira “MacGruber” e o memewhat would MacGyver do?”. Tendo marcado a infância de muita gente, MacGyver é hoje o símbolo do “faça você mesmo” e a “spy-fi” que deixou o legado mais respeitável da história da TV.

 

Nikita por Leandro Lemella

Depois de anos respeitando as ordens de Percy, chefe da Division, agencia financiada pelo governo para esconder os podres do mesmo,Nikita decidiu se rebelar contra a organização e lutar para acabar com ela. É assim que somos introduzidos a uma trama inteligente, ágil e envolvente, cheia de personagens bons de briga e prontos para cumprir a missão que for. O foco claro é Nikita, uma agente que abusa da sensualidade em suas missões e as cumpre sempre com extrema eficácia. Junto dela está Alex, uma das novas recrutas da Division, mas que na verdade faz jogo duplo e só está lá dentro para ajudar Nikita e vingar a morte de seu pai (fato que ocorreu devido a ordens dessa organização). Do outro lado, temos Michael, um dos grandes dentro da Division, agente sério e competente, que junto com Percy caça a inimiga número um da organização: Nikita. Temos também Amanda, personagem cruel, mas incrivelmente interessante, o que torna surpreendentemente difícil tomar um lado nesse jogo. Se você espera encontrar missões, tiros e muita ação, encontrou a série certa, sendo ainda presenteado com mulheres belíssimas que mandam muito bem em brigas sérias. Remake da série de sucesso nos anos 90, La Femme Nikita, e com um roteiro sensacional, viradas impressionantes e tramas envolventes, Nikita fez uma das melhores temporadas do último Fall Season e deixou pontas interessantíssimas para a próxima temporada, fazendo valer a pena dar aquela espiadinha na série!

 

Verônica Mars por Alexandre Borges

O subtítulo que o SBT usava para anunciar a série, por mais estranho que soasse para nós, era apropriado: Veronica Mars: A jovem espiã. Com uma personagem principal poderosa, casos bem elaborados e tramas investigativas com desfechos sempre surpreendentes e mesmo com um cancelamento pra lá de precoce (e injusto!), Veronica Mars firmou seu lugar ao sol entre as grandes séries da década, mesmo que seu canal de origem seja a CW, o último na hierarquia da TV aberta americana. Os motivos para tal sucesso saltam aos olhos de quem teve o prazer de assisti-la: O brilhante roteiro de Rob Thomas, a irretocável atuação de Kristen Bell no papel principal e a deliciosa pegada pop que a série teve, mesmo tratando de tramas investigativas, foram a fórmula certa para a consagração junto à crítica. Veronica era uma jovem que dividia seu tempo entre as obrigações do Ensino Médio e as investigações que chegavam a sua mão. A série adotava o esquema de um caso central por temporada (a não ser na terceira e última temporada, que trouxe mais de um), que era intercalado por ótimos casos isolados nos episódios semanais. Os casos centrais, ao serem resolvidos, fugiam ao óbvio, assim como uma boa parte dos semanais. Além de Veronica, os personagens secundários também eram fortes e davam mais brilho ao show. E pra quem é fã de espionagem, mas também não abre mão de uma bem contada história de amor, Veronica Mars também é uma ótima pedida. Veronica e Logan, são, até hojes, citados em muitas listas que envolvem melhores casais de TV. Em meio a uma Summer Season escassa, Veronica Mars pode ser a série que você procura.

 

Gostou do nosso top? Qual a sua série preferida? Não conhece nenhuma? Então não perca tempo, escolha alguma e divirta-se!

Mineira apaixonada por séries policiais, dramas jurídicos e séries teen de qualidade (Saudades, Greek!).

Belo Horizonte - MG

Série Favorita: Grey´s Anatomy

Não assiste de jeito nenhum: House

  • Helena

    Eu confesso que meio que torço para os personagens de Veronica Mars ficarem desempregados, com esperanças utópicas de uma volta da série. Veronica Mars, saudades…

    • Andrezza

      Helena, essa é com certeza uma série que deixou saudades! =)
      Obrigada pelo comentário, volte sempre!

  • vihh3

    Eu acrescentari a serie inglesa spooks, que pouca gente ve

    • João Miguel

      obrigado, Vih!dei uma pesquisada e a série parece realmente bacana, vou assistir. são dez temporadas, mas como é britânica, são temporadas curtinhas 🙂

      • Andrezza

        Vih, Só de ser da BBC a série já ganhou um pontinho comigo! 😉
        Tb já está na minha listinha de séries pra assistir!

        João, você está praticamente um “expert” em séries de espiões, não pode perder mais essa, né? rs Mais uma vez, muito obrigada pelo seu empenho no post, você arrasou nas suas séries! =)

  • Nat

    Que lista bacana!!!

    Praticamente irretocável. Talvez, eu acrescentaria La Femme Nikita (a original) e Mission: Impossible, mas todas as citadas são excelentes!

    Parabéns a todos que participaram do post!

    • Andrezza

      Oi, Nat!
      Que bom que gostou!
      Nós lembramos de La Femme Nikita, mas como ninguém assistiu, não dava pra fazer um texto somente sobre ela, então o Leandro, que escreveu sobre a nova versão, apenas citou o remake! 😉
      Obrigada pelo comentário!

      • Nat

        Oi Andrezza!

        Eu vi que o Leandro citou a original, mas é que para mim, La Femme Nikita (sim, assisti inteirinha!) é uma série prá lá de cult 🙂

        Quem sabe se, como acontece com Doctor Who, em que boa parte das pessoas que começaram a assistir a série a partir de quinta temporada, com o 11th Doctor, gostaram tanto que foram assistir às temporadas anteriores, o mesmo não acontece com Nikita?? Eu recomendo!

        Grande abraço!

        • Andrezza

          Oi, Nat!
          Baseado no que conheço da Nikita atual e na sua recomendação, La Femme Nikita parece mesmo imperdível! Vou incluir na minha lista de séries que merecem atenção.

          Obrigada pela dica! 😉
          Abraços

      • Antonio José

        Poderia de falar onde tem a 4 temporada dublada pois eu estava assistindo no Armagedom filmes mas o site está fora do ar sem acesso

  • Pooo esqueceram de uma famosa: She Spies muito boa!!

    • Andrezza

      hsc_aju,
      Quando pensei no post, lembrei de She Spies sim! Eu adorava a série, lembro que passava no SBT! O problema é que tem muitos anos que eu vi e não achei pra baixar e assistir de novo antes de escrever! 😉
      Abraços

    • Eu assistia e tal, mas era trash demais. Não dá pra colocar num Top de melhores.

      • She Spices eram tão tosco, mas tão tosco, que era viciante. Uma série que ri de si mesma na cara dura merece o meu respeito e audiencia.kkkkk.

  • OH, ALIAS. Realmente não poderia faltar. Mas devo concordar com a pessoa ali: faltou She Spies. Come on, era uma série ótima e divertida, uma espécie de Três Espiãs Demais para adultos, HAHAHAHAHAHHA.
    Mas Alias está aí e é o que conta. Tempos atrás eu baixei para rever todos os episódios e, por mais que tenha acabado, teve um final super eletrizante.
    Tempos atrás sugeriram um remake, mas graças que não foi feito, porque nada pode substituir Jennifer Garner e sua eterna Sydney Bristow. Nada.
    NIKITA. Dude, sem comentários. E Covert Affairs que, recentemente, se tornou minha série favorita sobre agentes secretos da CIA. Annie Walker é tão awesome que dá vontade de morder e levar para a casa, sério.

    • Andrezza

      Oi, Lucas!
      Como eu expliquei acima, eu assitia e adorava She Spies, mas como não achei a série para baixar e assistir de novo, não lembrava o suficiente pra escrever um texto digno da série!
      Alias é perfeita, não é? João arrasou no texto.
      Nikita está cada dia melhor e Covert Affairs é minha atual queridinha, amo Annie e Augie! =)
      Obrigada pelo comentário!
      Abraços

  • Vivii

    NIKITA!!!!

    • Andrezza

      Oi, Vivvi!
      Adoro Nikita, mal posso esperar pela volta da série!
      Você já viu nosso post sobre o Painel dela na Comic Coon?
      http://www.apaixonadosporseries.com.br/series/painel-de-nikita-na-comic-con-2011/

      • Vivii

        Vi sim, sou louca pela série.. foi a melhor estreia do ano passado na minha opinião.

        • Andrezza

          Oi, Vivii!
          Nikita com certeza foi uma das melhores estréias do ano passado, eu torci muito pra não cancelarem…
          Essa audiência dos EUA às vezes é tão injusta… 🙁

          • muito injusta, e as vezes cancelam as series sem fim justo como foi com lie to me . Mas fazer o que =/

            quais series vc olha?

          • Andrezza

            Vivii,
            Eu também fiquei muito triste com o cancelamento de Lie to Me sem um final digno, embora eu reconheça que a série caiu muito de nível desde o meio da segunda temporada. Eu tinha muita esperança de renovarem pq a season finale da terceira temporada, que acabou como series finale, foi um episódio digno dos melhores da primeira temporada.
            Desculpa, não sei se entendi sua pergunta, você quer saber de quais séries eu faço review? Se for isso, por enquanto é Leverage e Rookie Blue.
            Abraços

  • Ótima descrição de Alias. É uma das minhas séries favoritas. Tô assistindo pela segunda vez. É uma obra-prima de série. Adoro a história complexa, as profecias do Rambaldi, tudo. Sem falar na incrível atuação da Jennifer Garner e dos outros atores também, é claro.

    • Andrezza

      Renan, eu só assisti alguns episódios, ainda não arranjei tempo pra ver tudo. Mas todos os meus amigos que assistem amam de paixão, nunca ouvi ninguém falar mal dela!
      Abraços

      • É uma série muito boa! Não há nenhum episódio que te deixe entediado. Os 40 minutos de Alias são os que mais passavam rápido para mim. Teve 5 temporadas ótimas, que não deixaram a desejar nas tramas.

        • Andrezza

          Obrigada pela dica, Renan, depois do pouco que já assisti, do super texto do João e tantos comentários, não posso perder mesmo, os boxes da série estão na primeira fila da minha próxima compra! *-*

        • João Miguel

          Alias foi bem redondinha, mesmo. terminou no auge e só deixou saudade 😀

  • Elielton

    É ótimo ver ALIAS ai! EU SIMPLESMENTE AMO A SÉRIE, que por sinal foi a pioneira a me fazer comprar os boxes originais! E desde então, venho fazendo coleção das série que mais me cativam.

    Por conta de ter os boxes, ja vi e revi o seriado umas 5x. Juro por Deus!

    Inclusive viciei 7 amigos meus. E agora to viciando meu namorado!

    Muito boa! Fala sério!

    Essa nova NIKITA…comecei a ver como quem nao quer nada…e no primeiro episódio ja me ganhou. ADOREI! Esperando a 2ª ansiosamente…

    E o que dizer de 24 horas e MacGyver…Não preciso dizer nada.Meu silêncio define tudo!

    AMO!

    • Andrezza

      Elielton,
      A gente assiste algo que gosta, não resiste e já vai logo tentando espalhar, né?
      Alias ainda está no meu caderninho pra ver a série completa, só assisti alguns episódios, nunca vi ninguém que assiste falar mal dela!
      Nikita é uma das que eu mais gosto ultimamente, excelentes personagens e uma trama intrigante!
      Obrigada pelo comentário, volte sempre! 😉
      Abraços

    • Jairo

      Tb amo ALIAS de paixão. Foi a primeira série que vi e que me viciou em séries e tb foi a primeira que adquiri todos os boxes originais. Já perdi a conta de qtas vezes a revi (estou revendo de novo) e concordo D+ com o texto. Pra mim, ela é superior a LOST em tudo (embora tb ame LOST) e tb viciei todos os meus amigos nela.

      • João Miguel

        Alias foi boa demais. uma das minhas séries favoritas até hoje :’) muito viciante!

        não tenho os boxes, mas são um sonho de consumo 🙂

        • Joana D’arc

          Alias, com certeza, é minha melhor série! Na primeira vez, tive que assistir tudo em espanhol! Que secura! Mas gosto muito de Nikita. Comecei a assistir sem vontade, mas nos primeiros minutos me apaixonei pela série. Espero que Nikita tenha mais temporadas que Alias (o que eu acho muito difícil)…

  • Larissa

    Acabei a primeira temporada de Chuck e estou apaixonada. Nikita annw, definitivamente uma das melhores estreias do ano passado!

    • Andrezza

      Larissa,
      Eu amo Chuck, acho que a série melhora a cada temporada!
      Concordo com vc, Nikita foi uma das melhores estréias do ano passado! 😉
      Obrigada pelo comentário, volte sempre!

  • Bel Wwod

    Poxa, to fraca nas séries de espiões, só vi duas da lista: 24 horas (Jack Bauer *_*), mas sói vi três temporadas, infelizmente, e Veronica Mars, que partiu meu coração quando acabou, e da forma como acabou eheheh

    Vou procurar as outras, especialmente Chuck, que parece ser bem o meu estilo! =)

    • Andrezza

      Oi, Bel!
      Todas as série citadas, cada uma ao seu lado, são ótimas e merecem uma oportunidade.
      Se você gosta de ação com uns lances de comédia, Chuck é a melhor pedida!
      Assista e depois passe aqui pra nos contar o que achou! 😉
      Abraços

  • Débora

    Uauuu, gente que ótimo post, adorei, quando vi falando de 24 horas e principalmente Alias meus olhos brilharam. Alias foi a minha primeira paixão, foi amor a primeira vista e foi a série que me iniciou no mundo magico das séries, me apaixonei, me rendi e endoidei com o shipper =) Tb foi a primeira coleção de boxes originais que fiz questão de ter, não poderia abrir mão.

    Chuck *-*
    minha bebe fofa que me mata de rir, que me fez apaixonar por Chuck/Sarah, casal mais fofo dos fofos… e não é, só Chuck pra desarmar uma bomba com…suco hauhua uma pena ser esta 5ª a ultima temporada =/ mas como disseram na comic con eles estão terminando do jeito que queriam e deveria ser. Sentirei saudades, principalmente dos personagens.

    • Andrezza

      Oi, Débora!
      Quando o João disse que ia escrever sobre Alias eu lembrei de você na hora, sabia que ia gostar! *-*
      Um bom shipper faz uma história mto mais interessante, né?
      Chuck é uma das séries que mais me divertem e assim com o Zack na CC, tb já começo a chorar com o cancelamento.
      Só espero que conduzam bem a última temporada pra que ela tenha um final decente.
      Chuck/Sarah são um dos shippers mais queridos de todos os tempos! =)
      Obrigada pelo comentário, volte sempre!

    • João Miguel

      Alias foi a primeira série na qual eu me viciei, também <3

      é uma delícia assistir Chuck, ainda mais sendo nerd, mas acho melhor eles terminarem enquanto todo mundo ainda adora a série do que ir empurrando com a barriga e se perderem...

  • Gostei da lista e tenho 4 considerações a fazer:

    1-Todo amor do mundo pra Burn Notice, incrivelmente sedutora.

    2-Quero ver ainda Alias e NIkita.

    3- Não consegui gostar de 24, e não conseguir ver a 4 temporada de Chuck

    4-Menção honrosa pra She Spies, é muita fanfarronice na série que vc se apaixona.

    • Andrezza

      Keila,
      Nikita é uma série injustiçada pela audiência: a trama é ótima, um roteiro bem amarrado com ótimos atores, é muito fácil de apaixonar por ela.
      Chuck é linda, a temporada não foi a melhor, mas gostei e a última vai ter só 13 episódios. Acho que vale a pena assistir tudo. As reviews da quinta temporada de Chuck são minhas.
      Comecei a ver 24 e no meio de tantas séries me perdi e nunca completei uma temporada, embora goste mto do formato.
      Lembro de She Spies, eu adorava.

      • Eu fiz maratona de algumas series agora esse 2 semestre, descobri outras, add algumas do fall season e não achei tempo pra Chuck ainda, mas quero ver, pelo menos a 5 que é a final.

        She Spies gostava muito do JAke, e em seguida das meninas.

        • Andrezza

          Se você for assistir Chuck, aconselho a não ver somente a quinta temporada, você tem que entender o que acontece na quarta pra ter mais sabor. Pelo menos os cinco últimos episódios.

          • Verei sim pelo menos os 05 últimos.

            Eu só assisto séries que não tem reviews,e das que tem em todo blogou não gosto ou não vejo.

            Quais series vc ?

          • Andrezza

            Atualmente vejo: Body of Proof, Burn Notice, Chuck, Criminal Minds, Dexter, Glee, Grey’s Anatomy, Hart of Dixie, H-5.0, Leverage, New Girl, Nikita, Once Upon a Time, Person of Interest, Revenge, The Mentalist, The Good Wife, The Vampire Diaries, Private Practice, White Collar. De vez em qdo assisto 90210. Parei com tantas outras pq as temporadas caíram de nível…

            Você tem twitter? Vamos conversar por lá!
            @andrezzapd

          • Vou te seguir lá sim.

          • Ah e o meu é @keilags

  • Daiana

    Oi Andreza! Achei seu site procurando alguma coisa sobre a serie Dirty Little Secrets e me surpreendi com o bate-papo que vc tem com a galera. Principalmente sobre essas series aki. Vc listou algumas aí que tenho vontade começar a ver como Person of Interest e New Girl( embora não vá muito c a cara da Zooey D.)Acho que pq ela me lembra de mais a irmã dela Emily que eu não suporto.Não gosto da sua atuação estilo ” a mesma cara pra todas as emoçoes” sabe. Sem contar que o David Boreanaz é muita areia pro caminhanzinho dela.Na MINHA OPINIÃO não fizeram um casal bonito mas como ele é,ela embarcou na fama e beleza dele e agora é queridinha nos States.Uma pena pq eu até assistiria Bones numa boa pq gosto tb de series investigativas tipo CSI, Cold Case( saudades).Bom, outra que já tô louca pra acompanhar é Burn Notice! Parece ser excelente! Sempre penso que se casal principal tivesse sido o David Boreanaz com sua ex-colega de Angel, Charisma Carpenter,eles marcariam época tipo Dean Cain e Teri Hatcher sabe?É, falei pra caramba. agora é sua vez, me recomenda as três de qual eu falei?kkkk!! Bjus!Ah, vou te seguir no twitter!

    • Andrezza

      Oi, Daiana!
      Que bom que você gostou do nosso blog. Uma das melhores partes do Apaixonados por Séries é esse contato com os leitores, temos muito carinho pelos nossos posts e ficamos felizes quando percebemos que agradamos pelo menos a maioria. Aliás, esse contato todo foi um dos motivos que me fizeram participar da seleção para colaboradora no ano passado. Antes de fazer parte da equipe, era leitora assídua, comentava vários posts e comecei a me apaixonar pela galera!
      Sobre as séries, New Girl tem alguns episódios bons, mas não é regular, só consegui rir mesmo com o Thanksgiving, Natal e Dia dos Namorados. Person of Interest é boa, mas tem muito filler, aqueles episódios aleatórios que pouco ou nada falam da trama central contínua da série, entende?
      Burn Notice é fantástica. As temporadas variam entre muito boa, ótima e excelente. Tem alguns fillers, mas a trama sempre evolui. Das três, é minha recomendação. Assista uma temporada e depois venha me contar o que achou!
      Não sou fã de Bones, tenho preguiça da protagonista marrenta…
      Já estou te seguindo, fique sempre à vontade pra comentar aqui no blog e lá, a galera daqui adora comentar séries no twitter!
      Beijos

  • Daiana

    Oi Andreza!B quanto as series… andei vendo alguns episodios de New Girl.Realmente, não estimula a gente a acompanhar mas não de todo ruim. A tal da Zooey tem lá sua graça. Person of Interest, fiquei desanimada já que vc não me recomendou.kkk!!Já Burn Notice, eu já até comprei.Não vejo a hora de assistir.
    Eu também parei para assistir Elementary.Gostei do que vi.A mistura do temperamento explosivo do Holmes com a serenidade da Joan deu um balanço bom na série. Vamos ver se serão capazez de nos segurar ao longo do tempo.
    Confesso que uma outra coisa que me atraiu tb foi meio “Lie To Me” de ser dele.Amava aquela série demais e fiquei arrasada quando cancelaram. Coisa ruim tipo Smallvile eles arrastam até os proprios atores enjoarem mas quando a serie tem algo de bom pra passar… é sempre assim.
    Eu tava gostando de Dexter tb. na verdade, tava me amarrando aí de repente na season finale da 4ª eles mataram a Rita.Achei que a morte dela desequilibrou o Dexter e por consequência a série. Ver o Dexter como marido e pai de familia ajuda mais a ver o seu lado bom e não só como um serial killer.Desanimei total.
    Agora o que vc acha de Game of Thrones?Tem visto por aí que a crítica tem sido boa mas tô meio com preguiça de começar a acompanhar. Fora que não sei se segue o mesmo estilo de The Tuddors tipo “sexo, guerra, guerra e sexo” pq foi a impressão que passou logo nos 1ºs episodios, o que me desestimulou a continuar assistindo.
    Bom, é isso, estou aberta a recomendações de outras séries, sempre.kkk!!
    Bjus!!

    • Andrezza

      Oi, Daiana!
      New Girl é questão de gosto, de senso de humor mesmo. Tem que gente que ama, gente que tem odeia e gente que acha mais ou menos. Com tanta série pra assistir na fall season, pode ser que eu não ache tempo pra acompanhar a segunda temporada.
      Burn você vai amar, inclusive tô devendo um post sobre a primeira parte da sexta temporada.
      Elementary é bacana, o piloto me agradou e como meu namorado também gostou, impossível não acompanhar.
      Fiquei super triste com o cancelamento de Lie to me, era uma das minhas preferidas. Caiu um pouco em termos de qualidade do meio da segunda temporada pra frente, mas a series finale deixou saudades! Quem curte Lie to tende a gostar de The Mentalist, você conhece? O protagonista também é praticamente um detector de mentiras humano!
      Dexter é ótima, mesmo com seus altos e baixos. A morte da Rita teve um impacto negativo, mas ainda assim não largo. Vai terminar na oitava temporada e quero saber como será a vida de Dexter quando a irmã descobrir quem ele é.
      Game of Thrones me dá sono. Comecei a ver de tanto escutar o que o povo fala, mas não rolou química.
      Se você curte investigações, White Collar pode te conquistar. Outra ótima opção de série com espiões é Nikita.
      Beijos

  • Erikson Eduardo

    Esqueceram de Charlie’s Angels, o seriado é perfeito, teve um remake em 2010 muito legal, mas não deu audiência e foi cancelado :/ mas era uma ótima série !!!

  • Mauricio

    Ola Andrezza.
    Achei alguem mais “viciado” em series q eu…… Vc realmente me superou em muito… Qd comecei a ver series, 24 horas foi minha primeira serie, as vzs queria ver td uma temporada de uma vez, (qse impossivel), mas com certeza,pra mim, a melhor series de espionagem, depois comecei a ver ALIAS, tbm IMPAR em qualidade, vi leverage, acompanho person of interest, continuum, (torço pra 2ª temporada), nikita, e mais algumas, enfim, gosto muito…. A propósito, acho q ninguem melhor q vc pra indicar um site pra baixar series… Poderia indicar um??? Abraços linda..

    • Andrezza

      Oi, Maurício!
      Te mandei um e-mail. Se não tiver recebido, avise =)
      Abraços

      • Mauricio

        Recebi sim…. Obrigado pela dica…..

        • Andrezza

          Disponha. Precisando comentar, estamos aqui em vários posts 😉

  • Mauricio

    Onde consigo baixar “SPOOKS”?????

  • olha das séries acima, assiti chuck toas as temporadas e um serie perfeita, quero assistir algumas mais como: Covert Affairs,Verônica Mars, quero dublado, conhce o site ??

  • clarinha

    nossa vc colocou o Chuck pensei q ninguém mais se lembrasse dessa serie maravilhosamente incrivel

  • eduardo

    Chuck é a melhor de todas

  • queria que a serie chuck não tivesse sido cancelada

    • Jonatas

      Vc tem razão! É triste que tenha acabado!

  • Julia

    Aiiiiii que saudade de Nikita <3 meu coração se despedaça sempre que penso que já acabou!!
    Eu comecei a ver Covert Affairs daí enjoei e desisti, pelo jeito tá legal!!! Acho que voltarei a ver.

  • Jonatas

    CHUCK é a melhor de todas sem duvidas!

  • Michel Ramos

    Kd homeland,tb e the americans?

O que você precisa saber de Jessica Jones antes de Defensores

5 dias atráscomentarios

A primeira série da Marvel protagonizada por uma mulher começa quando os pais de Hope Shottman (Erin Moriarty) pedem a ajuda de Jessica Jones (Krysten Ritter) para investigar o paradeiro da filha, e ela então descobre que o sequestrador da moça é ninguém mais ninguém menos que Killgrave (David Tennant): aquele que a traumatizou através de um relacionamento abusivo. A moça não é então a típica heroína a qual estamos acostumados, e algumas vezes até chegamos a duvidar se podemos chama-la assim. Por ter um passado marcado pelo abuso sua personalidade se torna um tanto ácida e sombria, além de deixar para a personagem um descontrole no consumo de álcool e a ideia de que desistir é a melhor saída, e […]

Leia o post completo

O que você precisa saber de Demolidor antes de Defensores

6 dias atráscomentarios

Com o sucesso do universo cinematográfico desenvolvido pela Marvel nos cinemas, um dos personagens mais interessantes e queridos dos fãs de quadrinhos foi ansiosamente aguardado para voltar a fazer parte do mesmo mundo. Homem-Aranha? Não, na verdade Demolidor. Após a Fox deixar os direitos de uso do personagem retornar para a casa das ideias, Marvel e Netflix fecharam uma parceria para desenvolver diversas séries de heróis. Demolidor abre essa parceria com maestria, trazendo uma série obscura, e violenta, diferente do que o personagem já viveu nas telas até então (abraço Ben Affleck!) Charlie Cox (Broadwalk Empire), dá vida a Matt Murdock, sofrido e realista. A série apresenta ele como advogado com o escritório associado em Hell’s Kitchen, e em seguida suas […]

Leia o post completo

Com pais como estes, hoje é um dia para esquecer

7 dias atráscomentarios

Existe um ditado que diz que a vida imita a arte (ou vice-versa) e isso sempre se mostra realidade quando comparamos as séries que assistimos à vida real. Claro que ainda não descobrimos um universo paralelo, uma cabine telefônica que nos transporte por aí ou que alienígenas têm planos de conquistar a Terra, mas muitas vezes a realidade é espelhada nos roteiros das histórias que mais amamos. House of Cards está aí para comprovar essa teoria, se compararmos os acontecimentos aos fatos que vemos nos noticiários todos os dias. Com os pais não poderia ser diferente. Existem pais que assumem o papel integral da criação da criança, pais que são os melhores amigos dos filhos, filhos que têm dois pais, pais de […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter