Tudo que você precisa saber sobre Constantine

2 de setembro de 2015 Por:

O que vocês não me pedem sorrindo e eu não faço chorando, não é mesmo?

Constantine - Elenco

Algum tempo atrás, os fanáticos pelo universo DC sofreram um grande baque com o cancelamento de Constantine, série que teve um vida curta na NBC e, por suas baixas audiências, acabou indo para o limbo sem chance de sobrevida. Logo depois, a comoção pública para que alguém salvasse a série começou – com apelos inclusive de estrelas como Stephen Amell (aka Arqueiro Verde). Sem resultado.

Mas o que parecia ser um final triste e definitivo, ganhou novos contornos quando a produção de Arrow decidiu por bem colocar o personagem título da série cancelada em um dos seus episódios (a CW mesmo foi uma das emissoras a negar uma continuidade para a produção). Você que não é bobo nem nada, sabe muito bem que isso é uma bela jogada da emissora adolescente, que vai usar um episódio de uma das suas séries de maior audiência para testar o personagem e depois decidir quais rumos tomar daqui para frente (afinal, alguém aqui acreditou que eles não vão produzir mais séries da DC?).

Só que é aquela coisa, notícia boa para uns, ruim para outros. Confesso para vocês que vi o piloto de Constantine lá no começo da Fall 2014/2015 e achei bem qualquer coisa – tanto que a série se preocupou em mudar algumas coisas e até alterar parte do elenco -, fazendo com que eu nem continuasse. Só que acabo de perder o direito de escolha e, para que você não sofra como eu, vou ser bem bacana e fazer um apanhado geral de tudo que você precisa saber para entender a entrada do personagem em Arrow sem pagar de Capitão América e ficar procurando referência onde não tem. Vamos lá?

Quem é John Constantine?

matt-ryan-constantine

John é um caçador de demônios e mestre das artes ocultas que tem um passado traumático na sua nada tradicional carreira, enquanto lida com os males que assolam nossa civilização a medida que a Escuridão se espalha pelo mundo. Dúbio até o último fio de cabelo, suas decisões dificilmente podem ser classificadas entre boas ou más, o que torna bastante complicado apontar para qual lado seu caráter caminha.

Em algum momento de sua trajetória, John acabou colocando a vida de Astra em jogo ao invocar um demônio maior que acho ser capaz de controlar. Desde então, tenta reparar esse erro, já que o passado insiste em o assombrar. Sua interação com outros personagens acontece somente quando necessário, sendo Zed sua pessoa mais próxima.

Constantine - Quadrinhos

Matt Ryan traz consigo a essência do personagem. Um sotaque bacana, muita personalidade e um toque de mistério essencial para combinar com o elemento sobrenatural da atração. São muitos os momentos que queremos odiar o sentimento egoísta de John, sempre desenhados em cima de atitudes mais altruístas do que qualquer outra coisa. O sarcasmo também esta presente em quase todo momento, mas principalmente naqueles em que se vê fora do seu lugar comum. Contraditório, busca a justiça sendo um fora da lei. Aos fãs dos quadrinhos, o personagem é uma adaptação bem bacana da obra original, principalmente nos trajes, onde a semelhança se torna ainda mais notável. Porém na trama, a história é outra.

 

Sobre os episódios …

É bastante difícil julgar se realmente vale a pena acompanhar essa tacada de 13 episódios.

constantine-tv-episodes

Pode lhe parecer pouco, principalmente para nós, apaixonados por séries, mas o ritmo é tão lento que chega a dar sono. Foi realmente uma batalha conseguir passar por essa curta temporada – e olha que eu vejo muita série ruim. Constantine tinha potencial de desenvolver uma grande mitologia, porém acabou ficando com casos da semana bastante insossos, pouco se preocupando em levar seus personagens a lugares diferentes ou inesperados.

Se eu pudesse classificar, julgaria que fãs de Supernatural talvez sejam mais tolerantes com a série do que eu – é uma espécie de caça-demônio com pouca qualidade. Os momentos de terror chegam a ser um tanto cômicos devido a baixa produção e recursos escassos. Coadjuvantes sem carisma algum, nos levando a falta de interesse na resolução do caso. Então acredite, não são 13 episódios tranquilos de ver.

Destaque positivo: Não tem. Sério.

Destaque negativo: Efeitos especiais tosqueira e o demônio do vinil (1×03). E, claro, o Michael de Lost.

 

Inserção no universo Arrow

Com o anúncio da produção, muitos se perguntaram: onde que vão enfiar John Constantine no drama de Star City?

arrow-sara-lazarus-pit

Pois a resposta nem demorou a chegar. Quem analisa com cuidado a trajetória de Arrow, percebe que o roteiro vem inserindo, com o passar do tempo, elementos diferentes àquela série crua que conhecemos na primeira temporada. De uma cidade que precisava acabar com seus bandidos para a caçada por meta-humanos, percorremos um longo caminho. E agora a série se prepara para entrar no campo sobrenatural com o renascimento de Sara, a partir do poço de Lázaro.

Esse último fato não é novidade para ninguém, ainda mais depois que o fato foi exibido no vídeo promocional de Legends of Tomorrow. Agora as circunstâncias em que vão ocorrer, um mistério. Sabemos que quem entra nas águas do poço, não sai da mesma maneira (vale lembrar que Thea não estava completamente morta quando lá foi jogada – e, mesmo que estivesse, não era por tanto tempo como Sara). Parece que esse corpo possuído da antiga Canário vai precisar da ajuda de alguém que entende de exorcismo, dando a deixa para John Constantine.

O personagem também combina bastante com o tom diferente que a produção vem anunciando tomar no seu quarto ano. Com uma leveza maior em meio a escuridão, o sarcasmo do caçador de demônios pode dar uma pitada interessante ao episódio que participará (para quem ainda não sabe, será o episódio 4×05 – já gravado), além de ser uma ótima maneira de estimular Oliver Queen a soltar seu lado sarcástico, até então pouco conhecido pelos fãs.


Talvez você não saiba tudo, mas já sabe o suficiente. O que faltar, a gente vai complementando com alguns pontos mais caprichados nas reviews. Minha dica: se você não for um fanático por querer ter visto tudo do mesmo universo, então não veja. A série é fraca, não prende a atenção e trabalha muito mal seus personagens. Tem coisa melhor para se ver por aí.

Agora a gente senta, cruza as pernas e espera a 4ª temporada de Arrow começar, assim podemos falar mais concretamente do que será essa participação. Enquanto isso, dá uma olhada nas estreias e retornos de setembro com a gente.

Ah, de nada. Vocês estão me devendo uma.

Caiçara, viciado em cultura pop e uns papo bobo. No mundo das séries, vai do fútil ao complicado, passando por comédias com risada de fundo e dramas heroicos...

Ler perfil completo

Santos - SP

Série Favorita: Arrow

Não assiste de jeito nenhum: The Walking Dead

  • Lucas

    Agora é ver no que isso vai dar. Sinceramente, estou achando uma péssima ideia inserirem Constantine no universo de Arrow. Enfim, só resta esperar. Por enquanto, o filme do Keanu Reeves continua sendo a adaptação mais empolgante de Constantine e da mitologia de Hellblazer. Eu gosto daquele filme (me julguem).

  • Daniel

    Eu gostei de colocarem ele como Constantine, uma prova de que mesmo cancelada, a série da NBC fazia parte do mesmo universo, assim como será Supergirl, pelo que li. Provavelmente se a repercussão for boa ele pode voltar em Arrow ou até em flash, né? Também não acho q a CW parou não!

    Legal sua análise!

  • Gabriela lalala

    kkkkkk adoro o jeito como escreve, cara! Eu sou mto interessada por esse personagem, John Constantine. Joguei um RPG escrito uma vez em que tínhamos q criar personagens filhos de heróis ou vilões e uma menina criou uma personagem q era filha desse cara, eu fiquei fissurada pelo personagem dela, tanto q o meu pegou a dela na história né kkkk Ei fiquei sabendo da série q tinha sido cancelada e com o seu review me parece que foi pouco investida 🙁 N sei qto a vc, mas eu sou mto mto fan mesmo de Sobrenatural kkkk tanto q qo vc disse “caçador de demônios” eu disse “opa! sobrenatural…”XDDD cheguei a tremer qdo vi o nome da série no texto kkkkkk então vamos ver se nós fans de SPN temos mais tolerância. Qdo terminar de assistir arrow, q vai demorar um pouco pq tô na quarta temporada ainda :p ou prison break – tbm na quarta – tô assistindo as duas, olha q loucura kkkk vou tentar essa de John 😉 mto obrigada pelo post, mto bom, mto bom!!

O que você precisa saber de Jessica Jones antes de Defensores

5 dias atráscomentarios

A primeira série da Marvel protagonizada por uma mulher começa quando os pais de Hope Shottman (Erin Moriarty) pedem a ajuda de Jessica Jones (Krysten Ritter) para investigar o paradeiro da filha, e ela então descobre que o sequestrador da moça é ninguém mais ninguém menos que Killgrave (David Tennant): aquele que a traumatizou através de um relacionamento abusivo. A moça não é então a típica heroína a qual estamos acostumados, e algumas vezes até chegamos a duvidar se podemos chama-la assim. Por ter um passado marcado pelo abuso sua personalidade se torna um tanto ácida e sombria, além de deixar para a personagem um descontrole no consumo de álcool e a ideia de que desistir é a melhor saída, e […]

Leia o post completo

O que você precisa saber de Demolidor antes de Defensores

6 dias atráscomentarios

Com o sucesso do universo cinematográfico desenvolvido pela Marvel nos cinemas, um dos personagens mais interessantes e queridos dos fãs de quadrinhos foi ansiosamente aguardado para voltar a fazer parte do mesmo mundo. Homem-Aranha? Não, na verdade Demolidor. Após a Fox deixar os direitos de uso do personagem retornar para a casa das ideias, Marvel e Netflix fecharam uma parceria para desenvolver diversas séries de heróis. Demolidor abre essa parceria com maestria, trazendo uma série obscura, e violenta, diferente do que o personagem já viveu nas telas até então (abraço Ben Affleck!) Charlie Cox (Broadwalk Empire), dá vida a Matt Murdock, sofrido e realista. A série apresenta ele como advogado com o escritório associado em Hell’s Kitchen, e em seguida suas […]

Leia o post completo

Com pais como estes, hoje é um dia para esquecer

7 dias atráscomentarios

Existe um ditado que diz que a vida imita a arte (ou vice-versa) e isso sempre se mostra realidade quando comparamos as séries que assistimos à vida real. Claro que ainda não descobrimos um universo paralelo, uma cabine telefônica que nos transporte por aí ou que alienígenas têm planos de conquistar a Terra, mas muitas vezes a realidade é espelhada nos roteiros das histórias que mais amamos. House of Cards está aí para comprovar essa teoria, se compararmos os acontecimentos aos fatos que vemos nos noticiários todos os dias. Com os pais não poderia ser diferente. Existem pais que assumem o papel integral da criação da criança, pais que são os melhores amigos dos filhos, filhos que têm dois pais, pais de […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter