Os indicados ao Globo de Ouro 2018

As nomeações à 75ª edição do Globo de Ouro foram anunciadas nesta segunda-feira pela manhã por…

Primeiras Impressões: Dark

Dark é uma produção alemã de suspense e terror, criada por Baran do Odar e Jantje…

When Calls The Heart

Por: em 18 de novembro de 2017

When Calls The Heart

Por: em

When Calls The Heart é mais uma produção da Hallmark Channel que possui 4 temporadas já disponíveis no serviço de streaming da Netflix, e uma 5ª temporada já confirmada que estreia no próximo ano. A história é baseada nos livros de mesmo nome de Janette Oke, e tem um filme que precede a série, mas não tem relação com esta, lançado em 2013 que tem Stephen Amell (Arrow) e Daniel Sharman (The Originals) no elenco!

A série conta a história de Elizabeth Thatcher (Erin Krakon) uma professora vinda de família rica que se muda para a pequena cidade de Coal Valley, na fronteira do Canadá, ao receber uma proposta de trabalho. A moça é abrigada por Abigail Stanton (Lori Loughin), umas das viúvas da cidade após o acidente que ocorreu na minha e matou 47 homens. Além delas temos também o Delegado Jack Thorton (Daniel Lissing) que foi mandado para a cidade a pedido do pai de Elizabeth, o que não o deixou muito feliz.

Ao longo das temporadas o elenco ganhou algumas ótimas adições como o policial Bill Avery (Jack Wagner),  Rosemary LeVaux (Pascale Hutton) uma atriz da Broadway que agita as coisas quando chega na cidade com seus pensamentos mais modernos, Lee Coulter (Kavan Smith) que funda uma serraria na cidade após o fechamento da mina e Frank Hogan (Mark Humphrey) o novo pastor que tem um passado a esconder.

Reprodução/Hallmark Channel

Já nos primeiros episódios somos apresentados à seguinte realidade: Coal Valley é uma cidade baseada na mineração que passou por uma terrível tragédia. O acidente na mina deixou muitas famílias sem seus pais ou filhos, fazendo com que as mulheres tenham que se levantar e se impor diante de situações de injustiça como perder suas casas. E esse é um ponto forte da série: mostrar que as mulheres são tão capazes quanto os homens, mesmo em 1910 quando o mundo ainda era majoritariamente deles.

Elizabeth é a prova viva disso. Desacostumada com a realidade da vida em uma cidade pequena onde todos precisam colocar a mão na massa a moça se supera a cada episódio, sempre demonstrando o enorme talento e capacidade que tem para ser uma excelente professora para as crianças da cidade, ensinando não só as matérias básicas, mas também lições de vida. Aos poucos a moça conquista a confiança, o amor, o respeito e admiração de toda a comunidade, além do seu lugar entre eles, é claro.

Divulgação/Hallmark Channel

O principal foco da série é o espirito comunitário, algo que não falta nessa pequena cidade. Como é comum todos se conhecem e se ajudam em momentos difíceis, coisa que não costuma faltar na pequena cidade que passou a ser chamada Hope Valley depois de tudo que já enfrentou. E além disso ainda temos um pouco de romance para alegrar nossos corações. Por que quem é nunca torceu por shipp em série?

When Calls the Heart vale cada minuto investido.


Louise Rezende

Tem memória de elefante pra tudo aquilo que as pessoas costumam chamar de "cultura inútil". Apaixonada por séries, filmes, livros, música e nescau.

Petrópolis/RJ

Série Favorita: Gilmore Girls e One Tree Hill

Não assiste de jeito nenhum: Outlander

  • Andreia Hora

    Que lindo!!!! *—-*

    Conheci essa série há pouquíssimo tempo, e se apaixonar por essas personagens e histórias é inevitável!!! Como as temporadas são pequenas, já estou sofrendo com a espera da 5ª…

    E como não poderia deixar de ser, Jack Thornton assumiu fácil a posição de segundo crush na minha vida, só perdendo para Oliver Queen!!! Rsrsrsrs

    • A 5ª temporada retorna dia 25 de dezembro Andreia, com outro especial de Natal que com certeza vai ser lindo! Aí no ano que vem os episódios voltam a sair semanalmente… 🙂

      • Júlia Saldanha

        Onde consigo ver a 5 temporada quando sair?

        • Não sei te confirmar Júlia, talvez a Netflix coloque os episódios semanalmente, como vem fazendo com Chesapeake Shores. Mas será preciso esperar pra ver.

  • Andrezza

    Essa série conquistou meu coração.
    Quando li a sinopse, não botei muita fé.
    Mas aos poucos me apaixonei pelos personagens e suas histórias, especialmente as crianças, que me levaram às lágrimas várias vezes.
    Não vejo de estrear a próxima temporada.
    Lou, amei o especial.
    Você conseguiu transmitir tudo que sinto pela série.
    Obrigada pela indicação e parabéns pelo texto!
    Beijos

    • Obrigada Dezza.
      Eu confesso que também estranhei um pouco a sinopse, comecei a ver mesmo por ser da Hallmark e aí foi amor na certa né?
      As crianças sempre serão os melhores personagens da série <3

  • Se não fosse pela Dezza fazendo propaganda dessa série em todos os chats possíveis e imagináveis, eu nem clicaria no thumb dela. Tinha visto na Netflix, mas coisas que de longe me parecem bem conservadoras americanas e românticas não costumam cair no meu gosto.

    Bem diferente de WCTH. É uma série para a gente assistir quando o mundo está cruel demais e a gente precisa de uma fuga urgente da realidade. As mulheres são a melhor parte dos episódios, em seguida as crianças. O valor humano é algo que não se perdeu em Hope Valley e não seria nada ruim resgatá-los hoje em dia.

    Ótima indicação, Louise! <3

    • Exatamente Bianca, esse é o meu sentimento com WCTH e as outras séries da Hallmark: são pra escapar da crueldade do mundo. E não deixam a gente enlouquecendo com plot twist, vilão etc hahaha.

      Temos que divulgar o que é bom não é mesmo? 🙂

  • Renata Vivan

    Eu sempre vejo esse thumbnail na Netflix e me chama a atenção, mas nunca nem cliquei pra ver a sinopse – coisa que vai mudar logo. Fiquei bem curiosa pra assistir! Lou, muito obrigada por essa indicação <3

    • Tenho certeza de que você vai gostar e de que ela vai se o tipo de série pra alegrar seu dia Rê! 🙂

  • Laís Rangel

    Louise, por causa do seu post fui atrás da série e adorei a primeira temporada! Achei muito legal a forma como as coisas se desenvolveram e os problemas foram se resolvendo na cidade…
    Mas aí veio a segunda temporada, aquele monte de cenas em Hamilton, sumiram com as crianças fofas, enfiaram aqueles irmãos problemáticos da Elizabeth e do Jack e eu fiquei bem triste hahahaha
    Mas valeu conhecer a série pela primeira temporada, que foi linda demais <3 obrigada pela indicação!

  • daniele

    A melhor série para quem procura uma bela história e se emocionar com o espírito comunitário das pessoas. Com certeza é contagiante. Da vontade de ter nascido naquela época! É maravilhosa! Recomendo a todos!!!

×