Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Person of Interest – 2×13 Dead Reckoning

Por: em 3 de fevereiro de 2013

Person of Interest – 2×13 Dead Reckoning

Por: em

Esta semana tivemos algumas respostas para as várias perguntas do episódio passado. Pela primeira vez nessa temporada fiquei surpresa com a velocidade com que resolveram um grande problema. Ou vários problemas dependendo do seu ponto de vista. Foi muito bom mostrarem o finalzinho logo no início desse episódio acompanhando a linha do tempo. E pela primeira vez mostraram a cena em Ordos um pouco diferente.

Uma das finalizações foi do FBI, com a morte do Donnelly. Ele já tinha morrido no episódio passado, mas saber que o FBI não ia levar isso adiante é reconfortante. A investigação sobre o homem de terno já estava ficando cansativa, precisava de um alivio mesmo. Talvez os escritores até voltem nela quando perceberem o erro, mas tem que tomar cuidado para não ficar sempre na mesma tecla quando quiserem complicar a vida de um dos protagonistas, no caso o Reese. Talvez seja um interessante plot pra Carter no futuro, se descobrirem que ela estava com ele naquela hora. Mas não vejo como isso poderia dar certo depois de passado algum tempo do ocorrido.

Finch no início pareceu genuinamente sem saber o que estava acontecendo, sem saber até onde ele estava envolvido com o sumiço do seu amigo. Eu sempre imaginei que a ida da Kara e do Reese para a China tivesse algo a ver com a máquina, mas não consigo imaginar o Finch ordenando a ida dos dois e o “apagamento” deles. Pelo que me lembro, o computador que os dois foram buscar já tinha sido recuperado, não? (Mas aquele cara na China tinha um laptop com ele, e como ele diz que informação é o seu trabalho, talvez falte alguns detalhes a minha memória. Vou rever alguns episódios.)

Precisou a Kara sequestrar dois ex-agentes da CIA e invadir um prédio para descobrirem o que ela queria, pelo menos parcialmente. Achei estranho quando eles invadiram o DOD, acertaram umas pessoas, e ainda ficaram lá dentro por quase 15 minutos, sem ninguém mais aparecer? Não é um lugar superprotegido, com as coisas secretas do governo? Eu esperava ver mais resistência à dois caras estranhos entrando ali. Mas todo mundo entrou no 21º andar, Snow, Reese, Stanton, Fusco, Carter. E Depois o Finch no telhado e nenhum alarme em lugar nenhum disparou.

A informação que a Stanton conseguiu vai chegar até o John? Ou seria melhor perguntar quando essa informação vai chegar até o John Reese? Tenho a sensação que os escritores vão criar algum problema no relacionamento entre Reese e Finch em breve. Será que o John conseguiu superar o atentado que sofreu em Ordos? A Kara não conseguiu. Acho que a ferida do John é por causa da ex mulher, não por ter sido traído pelos seus contratantes, o que para eles é como ser traído pelo seu país. Mas ainda não vimos em que condições e como ele voltou pros EUA não é mesmo?

E repararam que o nome que a máquina mostrou no final era Harold Finch, não outro nome que ele tinha/tem? E que o cara que sabe tudo, que trabalha com informação só conseguiu achar o nome, que não existe nada sobre ele? Acho que podemos concordar que esse não é o nome real dele, porque Reese não achou nada sobre Harold (ou não mostraram isso) quando pediu para Fusco pesquisar e seguir o Finch. E se ele quer realmente desaparecer, ele não usaria o seu nome real para um tanto de gente, Carter, Fusco, etc.

Devo dizer que foi interessante ver o Fusco e a Carter juntos novamente. Desde que a detetive foi ajudar a investigação do FBI eles andaram longe um do outro, foi bom vê-los juntos. Revi alguns episódios do início da 1ª temporada, a diferença do relacionamento deles, e da nossa com o Fusco mudou tanto né? Gosto muito mais desse Fusco. Não mudou a personalidade de gostar do que é caminho mais simples e indolor, mas está mais decido e é mais fácil gostar dele assim.

E o que Kara e o chinês (não chinês de verdade, mas da organização chinesa) queriam? Aliás, o que ele queria, porque ela só queria uma resposta, um nome. O que será que era o upload? Sabemos que tem tudo a ver com a máquina, algo que vai acontecer daqui a 5 meses em Person of Interest, provavelmente na season finale. Que acesso/poder esse upload dá à essa organização? Porque essa questão de informação e toda a temática da série está em alta nos nossos dias. Já estamos nos tempos da informação, temos visto todo dia na vida real que governos tentam controlar informações, que usam um controle cada vez maior sobre isso, e falamos isso com o pouco que sabemos dos segredos. Nossas informações estão em toda parte, nem precisariam de uma máquina para nos espionar, temos twitter, facebook, e-mail… todo site que vamos utilizar precisam de um cadastro com CPF, uma conexão com outro site… O que será que os escritores de Person of Interest pensam sore isso, onde será que isso vai dar?

Será que isso é para mostrar que a máquina vai sair do controle do governo e “viver” por conta própria? Será que vão mudar o direcionamento da série? Neste episódio fiquei com essa impressão, que Person of Interest está se distanciando a cada dia dos “casos da semana”, da série procedural e construindo algo mais, chegando mais perto da ficção. E ficando cada dia melhor, diga-se de passagem.

E no final do episódio só temos uma certeza: Snow não irá aparecer vivo em Person of Interest novamente. Espero que a Kara tenha realmente morrido dessa vez.

PS.: Uma coisa que tem me incomodado é a máquina ainda mostrar 2012. Sei que pela linha do tempo da série ainda estão em 2012, mas espero que no próximo episódio o tempo tenha passado, tenhamos um episódio “comum” e o tempo se acerte, 2013 por favor!

PS.II: Bear ganhou mais participação nesse episódio! Adorei a cena final que ele derruba o Reese no chão! Finch conversando com ele no início também foi fofo, só com ele que o Finch se abre.

PS.III: Eu ri do Fusco reclamando de subir 21 andares de escada!

PS.IV: “Quando eu revidar, você saberá”. Reese totalmente Batman.


Camila

Mineira, designer, professora que gosta tanto de séries que as utiliza como material didático.

Belo Horizonte/MG

Série Favorita: Fringe

Não assiste de jeito nenhum: Supernatural

×