Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Agent’s of S.H.I.E.L.D. – 3×10 Maveth (Fall Finale)

Por: em 10 de dezembro de 2015

Agent’s of S.H.I.E.L.D. – 3×10 Maveth (Fall Finale)

Por: em

Maveth significa morte e tudo indicava – comentários das mídias sociais – que um personagem daria adeus nessa semana em Agent’s of S.H.I.E.L.D. O nome de Fitz esteve na boca do povo e eu estava realmente temerosa em dar adeusao meu querido engenheiro, o que certamente me deixaria em frangalhos. Mas graças à Odin não foi isso o que aconteceu, mas nós tivemos um episódio cheio de ação, encerrando freneticamente a primeira parte da temporada.

Nós retomamos exatamente onde paramos na semana passada, com o time pronto para agir e resgatar Fitz e Simmons das mãos da HYDRA. Fato novo foi Coulson ter se lançado pelo portal, aumentando a preocupação em trazer tanto ele quanto Leo à salvo. Maveth realmente colocou todos os personagens em perigo de morte, com três dinâmicas ativas: a S.H.I.E.L.D. planejando tomar o castelo, Simmons refém e a missão arriscadíssima no planeta azul. Além disso, podemos considerar que tivemos finalmente o Guerreiros Secretos começando a engatinhar como uma equipe autônoma, mesmo que eles ainda não tenham sido tão relevantes assim.

Maveth SHIELD.bmp

Quem realmente colocou para quebrar foi Bobbi. A maravilhosa harpia conseguiu lidar sozinha com uma sala cheia de dissidentes da HYDRA, tendo até mais trabalho do que os três inumanos – não precisavam focar tanto na origem dos Guerreiros Secretos, já podiam ter colocado eles fazendo a diferença sob o comando de Daisy…mas Ok, se a série considerar o tempo do hiato na sua trama, estamos no lucro (quero esse povo chutando bundas!)

Andrew me surpreendeu. Ele não parece ter se desvirtuado em relação à sua lealdade à S.H.I.E.L.D. e parece estar tendo algum tipo de consciência enquanto na forma de Lash, mesmo que ele se atenha ao instindo de matar inumanos que não merecem a sua condição. Isso dá uma profundidade contraditória ao ex-marido de May, pois ele salvou Simmons dos soldados da HYDRA – o que é uma coisa digna de consideração – mas ainda continua colocando os pares de Daisy em perigo. Provavelmente um impasse quanto a forma de manejar a situação do psicólogo terá espaço na 2ª metade da temporada, ainda mais com o desenrolar dos acontecimentos no planeta azul.

Falando nele, vamos pular no portal e analisar os acontecimentos. Vimos que o planeta realmente foi desolado pela coisa. Pensar que um inumano foi capaz de aniquilar três civilizações avançadas já nos coloca para pensar no poder que ele possui e como ele age. Conforme cantei nas reviews anteriores, o Will que Fitz encontrou realmente não era o Will que Jemma deixou para trás. O misterioso inumano não só tem o poder de tomar forma de outras pessoas, como também assimilar as memórias dela (ele sabia quem era o Fitz). (Aliás, o inumano é uma lesma? hahaha)

Maveth SHIELD.bmp-001

Todas as cenas de Coulson com Ward foram bem intensas. O diretor da S.H.I.E.L.D. não estava ali para outra coisa senão eliminar o traidor de uma vez por todas. Apesar disso, eu pensei que Phil fosse no máximo deixá-lo para trás, a mercê do desconhecido, enquanto ele e Fitz voltavam em segurança. No momento em que ele usa a mão robótica para esmagar o peito de Ward, ficou latente que por mais raiva que ele tivesse do seu ex-subordinado, finalizá-lo de vez foi muito difícil. Tanto que ele deixa sua prótese para trás, talvez em uma tentativa de desfazer-se de uma lembrança tão inerente da vingança que ele completou. Se isso trará alguma paz ao diretor da S.H.I.E.L.D., só o tempo irá dizer…mas eu duvido.

Ainda mais com a cena pós-crédito. O inumano It conseguiu passar pelo portal, trazendo toda a sua aura mortal para o nosso mundo. Já que ele é capaz de manter as memórias de seus hospedeiros, pode ser que ele saiba que ele é a base da HYDRA, uma organização que tomou proporções imensuráveis se levarmos em consideração a influência dela na história do mundo. Pelo visto ele voltou pronto para assumir o comando, representando um perigo nunca antes enfrentado pela S.H.I.E.L.D. Estou bem curiosa para ver como isso vai se desenvolver.

Maveth SHIELD.bmp-002

Maveth foi um midseason finale correto, mas ainda não trouxe muitos avanços na trama além de um novo vilão. Os Guerreiros Secretos, tão repercutidos nos materiais promocionais prévios da temporada ainda engatinham e, querendo ou não, ainda teremos Ward na frente da HYDRA. Sem falar em Lash, que deve continuar sentenciando inumanos à morte – mas, diferente do espetacular midseason finale, não me surpreendi. Disseram que Maveth superaria a transformação de Skye em inumana, mas não tive esse sentimento. Eles perderam uma oportunidade de virar novamente a mesa essa semana, mas não aproveitaram. Não digo que Agent’s of S.H.I.E.L.D. esteja ruim, longe disso, eu só esperava que a história tivesse ficado um pouco menos engessada nessa primeira parte da temporada. Agora nos resta esperar que Maveth toque o terror!

Agent’s of S.H.I.E.L.D. retoma a temporada dia 8 de março, mas não precisamos sofrer. Dia 19 de janeiro estréia a 2ª temporada de Agent Carter e, obviamente, também vamos acompanhar de perto as aventurar de Peggy.

Confira a promo:

E você? O que achou do episódio? Gostou de ver o início dos Guerreiros Secretos? Alguma teoria sobre o futuro da HYDRA com o seu verdadeiro líder? Fique a vontade para comentar e complementar a resenha.

Área reservada para Marvelmaníacos:

– Adorei o Coulson relacionando o planeta azul com Tatooine e Mack fazendo o mesmo, associando os Guerreiros Secretos aos Power Rangers.

– Por mais que a série tenha vendido, não comprei o amor de Coulson e Rosalind.

– Mack, Bobbi e Hunter funcionam muito bem juntos. Bem como Mack e Daisy, adoro essas dinâmicas.

– Mack continua sendo o elemento mais humano do grupo, tentando trazer as coisas de volta para a realidade – mesmo que no final ela se prove realmente louca.

– Achei que os agentes terminaram muito felizes, todo mundo se beijando e se abraçando. Longe do trauma de perder Trip no midseason passado. Acho que faltou esse tipo de trauma nesse episódio.

– Talvez com a chegada de novos inumanos – a velocista Yoyo Rodriguez vem aí – esses Guerreiros Secretos emplacam.

– Algumas pessoas acreditam que Ward deve se tornar Hellfire, o que pode ser uma bom palpite. Esse personagem – alterego de James Taylor Slade – é o neto do Motoqueiro Fantasma nos quadrinhos. Ele também se conecta aos Guerreiros Secretos e nas HQ’s também foi descoberto como um agente duplo da HYDRA. Mas Ward pode ser ninguém, It pode ser um inumano completamente novo criado para Agent’s of S.H.I.E.L.D. Vamos saber mesmo daqui à alguns meses. Você tem algum palpite? Também penso na Morte e na Eternidade…não sei.

– O diretor Mack foi muito bem em sua função. Impressionante como o personagem saiu do mala na temporada passada e tornou-se um dos mais legais da série.

– Será que vamos descobrir quais cidades eram aquelas?

– Fitz e Simmons vão finalmente ter uma chance?

– Capricharam nos efeitos – menos na cena do Will pegando fogo.

– Jiyaing falava que o Monolito significava a morte dos inumanos por causa da Coisa?


Lívia Zamith

Nascida em Recife, infância no interior de SP e criada no Rio. Vivo e respiro Séries, Filmes, Músicas, Livros... Meu gosto é eclético, indo do mais banal ao mais complexo, o que importa é ter conhecimento de causa.

Rio de Janeiro - RJ

Série Favorita: São muitas!

Não assiste de jeito nenhum: Friends (não gosto de sitcoms)

×