Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Dead of Summer – 1×05 How to Stay Alive in the Woods

Por: em 27 de julho de 2016

Dead of Summer – 1×05 How to Stay Alive in the Woods

Por: em

Chegamos à metade da temporada de Dead of Summer com o pior episódio da série. Tentando focar mais no mistério, a série da Freeform mostra as fragilidades de seu roteiro  diante de uma mitologia estranha e desinteressante.

Com o passado de Joel Goodso tivemos a presença constante do Tall Man. Suas aparições foram totalmente dispensadas, uma vez que não assustaram em nenhum momento e também não trouxeram nenhuma explicação, aposto que o jovem tem uma relação de parentesco com o Tall Man.

Acredito que o grande problema do episódio recai sob Eli Goree, apesar de seu esforço considerável, não conseguiu exprimir os sentimentos dramáticos que as cenas requeriam. O trauma pela morte do irmão e seu problema com as vozes do além foram abordados de forma superficial e previsível. A péssima atuação de Eli dificulta o que o expectador tenha empatia com seu personagem. Toda ameaça a vida da Amy também foi desnecessário já que não teve nenhum risco real a vida da protagonista.

Joel kid

A lua vermelha e o acampamento na floresta trouxeram uma nova fotografia para o episódio, contudo, a utilização das imagens da câmara de Goodso por inúmeras vezes foi irritante, principalmente  quando aparecia o Tall Man nas filmagens. Sabemos que a relação de Joel com Deb foi fruto da sua imaginação, Drew e Blair continuam em um impasse e Cricket parece que sofreu algum acidente nos minutos finais. Além disso, como se não bastasse a existência de um Xerife ineficiente, é provável que nos próximos capítulos apareça seu pai, como se já a série já não tivesse perguntas suficientes para uma temporada.

Já disse inúmeras vezes, mas o terror é um gênero clássico e poderia muito bem ser adaptado para o público adolescente. Me lembro que a Record transmitia uma série incrível chamada “Clube do Terror” que lembra muito bem o contexto de Dead of Summer, porém o grande diferencial entre essas produções é o foco. Acredito que os roteiristas até agora não sabem que história desejam contar: romance, drama, comédia ou terror. A confusão de todos esses gêneros faz com que a série se perca tornando-a cansativa.

Joel

Faltando 5 episódios a série tem dificuldade em criar uma base de fãs diante da sua história arrastada e confusa. Apesar de bons personagens e um tema muito interessante, o conceito se mostra muito melhor do que a execução.


E você gostou do passado do Joel ou também ficou irritado como eu? Não esquece de comentar comigo o que está achando da série e até semana que vem!! 😉


Patrícia Martinez

Uma paulista que iniciou no mundo da séries graças as manhãs de domingo no SBT e atualmente tem um relacionamento sério com maratonas no Netflix

São Paulo

Série Favorita: The Big Bang Theory

Não assiste de jeito nenhum: House