Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

How I Met Your Mother – 9×18 Rally

Por: em 25 de fevereiro de 2014

How I Met Your Mother – 9×18 Rally

Por: em

Então é isso: chegamos na reta final.

Talvez esses sejam apenas os olhos cegos de um fã, mas está sendo impossível achar algum defeito nesses últimos episódios de How I Met Your Mother. Tudo está ali, na medida certa, como deveria ser. Respostas, flashfowards, nostalgia e um turbilhão de referências a estes nove anos de história. E o melhor de tudo: nada está parecendo forçado. Não temos nenhum dramalhão acontecendo, não temos o grupo brigando, não temos alguma ameaça à felicidade. Os episódios têm mostrado uma trama que, como aqui, pode parecer simples, mas que no fundo está carregada de sutilezas e destalhes que deixam evidente que falta muito pouco para o adeus.

Quando a premissa de “Rally” foi liberada, minhas expectativas logo caíram lá embaixo. “Como assim eles focarão na ressaca do Barney? Falta tão pouco para acabar e irão mostrar isso!” Que grande engano esse, que foi logo percebido quando a Mother deu as caras na primeira cena. Aliás, existe uma maneira de não abrir um sorrisão que vai de orelha a orelha toda vez que a personagem aparece? Porque se existe por favor me avisem, já que passo por essa reação desde a season premiere.

De qualquer forma, “Rally” pode ser facilmente divido em duas partes: os acontecimentos no casamento e os flashfowards/flashbacks. Vamos começar pelo primeiro. É extremamente difícil apontar para qual foi o melhor momento que essa trama teve. Até porque, como escolher entre Ted experimentando bacon pela primeira vez, o Tantrum, a Robin e a Lily finalmente se pegando ou o Barney falando que ama os amigos? Era um plot tão bobo e que How I Met Your Mother usou da melhor forma possível.

how i met your mother s09e18

Lily: “He loves us?… Let’s throw him down the stairs again!!!”

Sem contar a grande referência à Weekend at Bernie’s (traduzido para o Brasil como “Um Morto Muito Louco”) que já havia aparecido nesse último ano e retornou agora de uma forma melhor ainda. Uma pena que as imagens não foram tiradas de verdade, pois com certeza aquele seria a sessão de fotos mais legendary de todos os tempos. O que também merece destaque no casamento é aquela montagem com tudo o que o Barney de lembrava. Mais alguém chegou a pensar que o urso fosse o “Ring Bear-er”?

Quanto aos flashfowards, todos foram excelentes e merecem devidas considerações. O envolvendo a Lily e o Marshall, além de mostrar Marvin todo crescido, apresentou a Lily xingando da melhor forma possível: “You son of me!” Simplesmente impagável! E o que falar do Ted e uma das famílias mais bonitas da televisão? Apesar de muito curta, aquela cena já entra pra uma das mais bacanas da temporada (quem sabe da série inteira). Mas também teve o flashfoward do Barney  e a Robin…

Acredito que não falo só por mim quando digo que dei um pulo e fiquei com os olhos esbugalhados quando aquele som de criança chorando apareceu e o Barney falou “every time…”. Infelizmente isso não passou de uma brincadeira com os fãs, mas vai que o fato do Barney ter falado isso não indica que eles provavelmente tem um filho? Ou será que, quando o Ted do futuro diz que a Robin nunca foi uma “saltadora”, isso também exclui a possibilidade da adoção? Essa questão é uma que provavelmente será respondida até o fim, mas particularmente preferiria que eles tivessem algum  descendente.

Mas é claro que deixei para encerrar a review com a melhor frase de “Rally”:

Ted: “I finally found the one, Marshall. Her name is Bacon!”

 E você, o que achou do episódio? Está contente com o rumo que está sendo tomado? Deixa seu comentário nos contando.

Observação:

-Faltam apenas 6…


Douglas

Possui mais séries na grade do que tempo disponível. Viciado em cultura pop, bandas indies e, principalmente, ketchup.

Curitiba / PR

Série Favorita: Seinfeld

Não assiste de jeito nenhum: Anger Management

×