Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Arrow – 2×04 Crucible

Por: em 2 de novembro de 2013

Arrow – 2×04 Crucible

Por: em

Um dia, não muito tempo atrás, um amigo meu me disse que entrar para o mundo do heróis de quadrinhos é algo fascinante, talvez até irreversível. Eu demorei bastante a acreditar nisso até que me dei conta que eu já tinha sido levado para dentro desse universo. De repente Arrow vem sendo uma das melhores séries que assisto atualmente e eu não estou parando por aí – já vejo filmes de outros heróis e cada vez mais me fascino por como as tramas são quase sempre muito bem construídas e, na medida do possível, lógicas (talvez o que sempre me incomodou em tudo isso foi o fato de alguém ter um superpoder não ter sentido algum). E, nessa semana, a série deu mais um passo em caminho a uma temporada perfeita contando um pouco da história da Canário Negro.

arrow204 - sarah

Todo o lance da Canário vem sendo discutido desde que foi lançada a contratação de uma atriz para o papel que não era Katie Cassidy, que vive nossa Laurel Lance no seriado. Nisso, os fanáticos foram a loucura com medo que a série tomasse rumos que não os originais e tudo que os produtores declararam desde o começo foi: tenham calma, sabemos o que estamos contando. Com a riqueza de detalhes da primeira temporada, eu que mal conheço a história original do Arqueiro aguardei. Aguardei e fui surpreendido com uma ótima história para esse personagem que parece ser muito importante para o enredo da série. Só o fato de ser Sarah Lance, a suposta irmã traidora e ‘morta’ de Laurel, já foi demais. Eu realmente não esperava por isso – vi muita gente comentando que era algo manjado, mas não percebi em nenhum momento. Lembro de cogitar que ela estivesse viva em alguma parte da primeira temporada, mas depois acabei largando a ideia devido as insistentes confissões e culpas que Oliver apresentava.

O melhor de tudo isso é que a situação de Sarah existir é muito mais complicada do que jamais poderíamos imaginar. Apesar de ter pensando que ela tinha morrido no dia do naufrágio, Oliver encontrou com ela dentro daquele navio (que parece mais uma amostra grátis de inferno do que um navio) o que o complica bastante. A omissão pesará sobre os ombros do primogênito da família Queen, isso é uma certeza, só que minha pergunta ainda é outra: como que Sarah vai reaparecer para a sua família? Qual vai ser a situação adequada para isso acontecer? E qual o impacto que isso terá nas relações de Oliver com Laurel e Quentin? Eu não sei se vocês também notaram, mas Sarah não pareceu uma pessoa que superou muito bem o término forçado da sua relação (o momento que cita que encontrou com Oliver me mostrou isso pelo menos). Já sobre a Canário, as dúvidas podem ir um pouco além.

arrow204 - canario

A primeira delas, sem dúvidas, é como que Sarah sobreviveu àquela tragédia – o que me parece bem difícil de explicar, afinal ela fora engolida pelas águas na hora em que o iate partiu ao meio. Depois, claro que queremos saber da onde ela aprendeu toda sua habilidade, toda sua maneira de lutar. E, por fim, o que ela estava fazendo naquele navio. Muitas perguntas que eu acredito que serão contadas no seu devido tempo e eu realmente não estou afobado por respostas. Quero que o roteiro tenha cuidado ao me contar cada uma dessas partes para que nada fique mal explicado ou sem contexto. O mais louco disso tudo é Sarah voltar exatamente no momento em que sua irmã está se afundando cada vez mais – o que me faz pensar que esse retorno não foi ao acaso. Laurel realmente se abateu com a culpa pela morte de Tommy e está se afundando de uma maneira que nunca vimos a personagem ficar. Bebendo, sendo irresponsável, tentando usar do seu cargo para conseguir privilégios. A personagem está perto de uma explosão emocional e talvez esse seja o momento que veremos a aproximação de Sarah acontecer.

Ainda não sei como uma hora Laurel tomará o papel de Canário, mas isso deve acontecer num futuro um pouco distante do atual. Requer cuidado e a trama caminha para a transformação de outro personagem em herói: Roy. A evolução dele é uma das coisas que mais vem me cativando nesse segundo ano de Arrow e a história tá dando os passos certos a cada episódio para torná-lo um herói um dia. Primeiro uma informação para o Arqueiro, depois salvar uma amiga em meio a um tiroteio. Ele tá ganhando admiração, espaço e logo o Arqueiro mesmo deverá começar a ensiná-lo um pouco mais dos seus truques. Minha única ressalva fica no fato dele estar mantendo esse seu lado em segredo, o que pode atrapalhar e muito o relacionamento com Thea, que quer vê-lo longe do perigo. Mas é necessário esse embate entre os personagens no futuro, então os fãs do casal que já se preparem para um pouco de sofrimento.

arrow204 - oliver

Se no último episódio a ilha fora uma parte adjacente, nesse ela foi quase que fundamental, soltando uma das maiores bombas que já tivemos na série: a sobrevivência de Sarah. Eu ainda não tenho ideia do que é aquele cargueiro, de quem são aquelas pessoas, do porquê eles querem tanto achar aquela tumba, mas eu repito que aquilo parece uma amostra grátis do inferno. Ver Oliver retirar a bala a sangue frio foi uma das maiores agonias do eu dia e espero que eles não deem tanto enfoque nessas cenas de tortura – apesar desse ser um dos grandes diferenciais da série. Como a Canário continua no próximo episódio, devemos ver mais dela na ilha e entender o motivo de Oliver achar que ela estava morta, o que me interessa bastante. Voltando para os tempo atuais, tivemos no caso da semana o tal do prefeito dos Glades que queria impor um sistema totalitarista de governar a região e quase que acabou conseguindo – se não fosse a ação conjunta do Arqueiro e da Canário. O que mais me chama atenção nessa parte da trama foi o fato do tal prefeito Blood lá estar envolvido em muito mais do que a gente imagina.

Eu nunca achei aquele personagem com cara de boa índole e a mania dele de apontar o dedo para cada erro de Oliver já vinha me incomodando a muito tempo, agora que ele apareceu naquela cena bizarra, meio que criando um exército, eu fiquei curioso com o destino que o roteiro dará para ele. Óbvio que um embate direto com o Arqueiro deve estar se aproximando, mas ainda não temos noção da dimensão dos planos desse cara. E foi mais ou menos isso. Semana que vem teremos um pouco mais de cada pedaço dessa história que vem se tornando mais empolgante a cada dia. Fique com o vídeo promocional e espero o seu comentário!


Leandro Lemella

Caiçara, viciado em cultura pop e uns papo bobo. No mundo das séries, vai do fútil ao complicado, passando por comédias com risada de fundo e dramas heroicos mal compreendidos.

Santos/SP

Série Favorita: Arrow

Não assiste de jeito nenhum: The Walking Dead

×