Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Being Erica 3×03 – Two Wrongs

Por: em 17 de outubro de 2010

Being Erica 3×03 – Two Wrongs

Por: em

Quem disse que a vingança é um prato que se come frio provavelmente não tinha um bom paladar. Peço desculpas aos bons moços, eu sei que a vingança não é a atitude mais correta, porém, em certos momentos somente ela nos alivia a alma. Pelo menos por um tempo. Um assunto complexo, que divide opiniões, e que foi tema deste episódio de Being Erica.

Brent está decidido a afundar a 50/50 Press, editora recém inaugurada de Erica e Julianne. Para isso, resolveu comprar os direitos de “The Purple Door”, primeiro livro que seria publicado pelas duas. Erica, sempre o mais correta possível, marca uma reunião com Julianne e o ex-colega de trabalho para colocar tudo em pratos limpos, mas Brent manda as duas embora em menos de cinco minutos. “Por que está fazendo isso”, pergunta Erica. Não é óbvio? Brent detestava ser funcionário de Julianne (que convenhamos, era uma verdadeira bitch) e, como se não bastasse, ainda nutri uma paixão reprimida por Erica. Quando Erica preferiu apoiar à amiga, Brent resolveu atacá-la.

Mas Julianne, não tão correta quanto sua sócia, possui uma arma secreta: Um vídeo de Brent falando mal do chefe depois de beber muito. As duas decidem enviar o vídeo para todos os contatos do e-mail, inclusive para os funcionários da editora. Se o vídeo chegasse à caixa de entrada do chefe, provavelmente Brent seria despedido. Porém, pouco antes de apertar o “enter” do teclado, surge Doutor Tom e a questiona se tal atitude valeria à pena.

Sinceramente, eu acho que valeria. Perceberam que eu não sou tão bom assim?  Pois bem, aposto que muitos de vocês também não são. Já o Dr. Tom pensa diferente de nós e, para ensinar alguns valores, envia Erica de volta ao passado, desta vez acompanhada de Adam.

O mais legal desta viagem foi ver Leo novamente. Erica retorna ao período em que ele era universitário, pouco antes de morrer no incêndio do celeiro. A situação não era nada boa para o garoto, pois diariamente era maltratado por seus colegas de faculdade. Todos os tratavam como empregada, com a velha desculpa dele ser novato e ter que passar por algumas humilhações. E não para por aí.

Em uma das ‘brincadeiras’, a turminha de playboys o estuprou com um cabo de vassoura. Acredito que, devido a isso, este tenha sido um dos episódios mais pesados da série. Após saber que o irmão fora violentado, Erica pega um troféu e o quebra o nariz de Jordan, líder da fraternidade. Eu vibrei com essa cena! Aquele cara mereceu ter seu nariz quebrado.

Erica se vingou pelo irmão e se sentiu muito, muito, muito bem por isso. Mas, como se não bastasse, pediu a Adam para “derrubar” o local e bater em todos. Daí, percebemos que a vingança estava totalmente fora de controle. Somente Dr. Tom poderia ajudá-la. Para isso, ele envia Erica e Adam em outra viagem, desta vez para o passado dele. Erica presencia Adam em seu antigo emprego, quando trabalhava para agiotas e batia em pessoas que não pagavam suas dividas. A cena é fortíssima.

De volta ao consultório do terapeuta, Dr. Tom se lembra da época em que ele próprio era violento. Como ele mesmo disse, a primeira vez é difícil, você bate, se sente culpado e com nojo de si mesmo. A segunda vez é mais fácil, pois se acostuma a agredir. E depois disso, paramos de nos importar. Violência gera violência. Quebrar o nariz de um cara que merece pode ser ótimo, mas depois acarreta em danos terríveis ao que nós somos. Depois de muitas lágrimas, Erica aprende a lição.

Logo após, retorna ao presente e impede que Julianne envie o vídeo de Brent. Como disse Adam: “violência é violência, seja física ou não”. Ninguém verá esse vídeo e as duas parceiras tentarão vencer pelos caminhos corretos. No final, acredito que a lição cabe a todos nós. O que Dr. Tom disse faz muito sentido, sabemos disso, mas é tão difícil pensar agir desta forma em alguns momentos.

Para terminar o episódio, Kai retorna e bate a porta de Erica. Eu fiquei muito surpreso. Podia jurar que o personagem não daria mais as caras. O que ele veio fazer? Já em outro plano, Barbara confessa a Samantha que tem câncer, confirmando a minha suspeita na review passada. Fiquei curioso para saber o rumo da personagem a partir de agora. Será que Erica perderá a mãe até o final desta temporada?


Rodolfo

Uma versão masculina da Summer (de '500 Dias com Ela'): Fã de Indie Rock, o certinho da época da Faculdade e um completo 'desapaixonado'

Série Favorita:

Não assiste de jeito nenhum:

×