Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Bones 6×10 – The Body in The Bag

Por: em 24 de janeiro de 2011

Bones 6×10 – The Body in The Bag

Por: em

Depois de segurar as lágrimas com o último episódio pré-hiatus de Bones, quando ela se declarou a Booth, a série retorna com um episódio mais leve, porém um tanto quanto escatológico. A começar pelo estado em que um corpo estava quando foi localizado. Nojento, mas divertido, assim como as cena em que alguns restor mortais da vítima foram “expelidos” pelo encanamento.

Por falar em diversão, as cenas cômicas do capítulo desta vez tiveram como protagonista Clark. Seu desejo de interagir com os outros participantes e a forma como fez isso (com perguntas íntimas ou inusitadas) renderam saias justas hilárias. Até mesmo Hodgins se sentiu desconfortável com algumas de suas “investidas”.

Outra sequência que garantiu risos foi o diálogo entre Booth e Sweets na academia de ginástica. Começando pela música estranha que o psicólogo cantarolava à forma como esta conversa terminou, tudo levou ao riso. E a uma certa pena também. Pena do Sweets, claro.

Falando em investidas, a situação entre Booth e Bones pode não ficar assim tão boa depois do agente ter revelado a Hannah a confissão que a antropóloga fez a ele. Assim como alguns fãs da série, também fiquei um tanto revoltada com a atitude dele que, para mim, se pareceu com uma traição.

Sobre Hannah tenho de confessar que estou muito surpresa com seu comportamento com Bones. Apesar de ter reagido de forma cruel no início, quando optou por evitar Bones, no final do capítulo ela mostrou que a amizade que une as duas é genuína e aparentemente duradoura. A forma como o episódio termina, com as duas bebendo animadamente em um bar exemplifica isso.

Outra cena emblemática, na minha opinião, é a sequência em que Hodgins realiza uma ultrassonografia em Angela. Com diálogos simples, a cena conseguiu arrancar suspiros, especialmente quando ele a presenteou com a chave da casa que ela tinha “escolhido” para criarem seu filho.

Já em relação ao caso da semana a história foi muito bem desenvolvida, incluindo o roll de suspeitos, que terminou conduzindo exatamente para aquele que, desde o início, estava fora de qualquer suspeita. Embora um olhar mais cuidadoso e, quem sabe, menos “estereotipante” excluísse logo de início a principal suspeita. Mas, mesmo assim, brilhante.

Até a próxima semana.


Rosangela Santos

São Paulo - SP

Série Favorita: Smalville

Não assiste de jeito nenhum: Grey's Anatomy

×