Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Gossip Girl 4×07 e 4×08 – War at the Roses e Juliet Doesn’t Live Here Anymore

Por: em 11 de novembro de 2010

Gossip Girl 4×07 e 4×08 – War at the Roses e Juliet Doesn’t Live Here Anymore

Por: em

Tenho que dizer que o Dan me surpreendeu em War at the Roses. Ele, que sempre foi bonzinho, ingênuo até, o cara tão correto que aceitou de primeira a Georgina quando ela disse que estava grávida dele. E ainda queria ficar com o Milo mesmo sabendo que  não era o filho dele, mas não queria abandonar uma criança sozinha no mundo.

De repente, ele começa a querer a dar uma de esperto…  bom, era meio óbvio que não daria certo. Ainda mais quando ele se une a alguém tão inexperiente como o Eric. Eu cheguei a dar risada dos planos “infalíveis” da dupla; até a Dorota sabe armar um plano melhor do que eles! Nem senti pena do Dan quando o Rufus disse que ele se tornou um “deles”. Aliás, eu gosto quando ele se une à Blair para aprontar alguma; é quando ele se torna um personagem no mínimo interessante.

Foi uma pena ver que ele voltou a ser o mesmo Dan sem graça de sempre no 4×08. Quase senti pena dele ter o coração quebrado (de novo) pela Serena. Dan, já passou da hora de você superar a garota!

Aliás, acho uma grande palhaçada todo mundo tratar a Serena como se fosse a mulher mais maravilhosa do mundo, um tesouro a ser guardado e capaz de despertar tantas paixões nos homens. Qualquer um que joga um papinho furado consegue pegar a Serena e a personalidade dela é tão apagada e sem graça que não vejo como ela pode ser tão radiante como todo mundo no Upper East Side parece achar.

Assistindo ao 4×07, eu realmente achava que a Serena e o Tripp 2.0 iriam se controlar e esperar as seis semanas que faltam para a acabar o semestre. Quando vi a loira indo para o apartamento do Colin, já pensei “Serena, de novo? Não faça isso com você!” – ainda mais depois de ver o que a Juliet estava aprontando. Por outro lado, fiquei bem feliz ao ver que os riquinhos se uniram contra a vilã no episódio seguinte. Ela está deixando os sentimentos ficarem no caminho da vingança que ela e o Ben (não consigo conceber a ideia de que eles são irmãos) tanto desejam e tudo está indo por água abaixo por pura incompetência da própria Juliet.

E quanto mais eu penso, menos eu entendo os motivos que levariam alguém a querer se vingar de Serena. Blair e Chuck ainda vai, os dois aprontaram com muita gente. O Nate fica no caminho e leva patada de graça, mas a Serena é tão inofensiva. No máximo, vai roubar o seu namorado, mas se ele se deixou levar por ela, é melhor mesmo que fique longe de você. Vou ficar bem decepcionada se o Ben querer se vingar por algum desentendimento amoroso.

Acredito que a Vanessa e a Jenny serão boas adições aos planos da Juliet e do Ben. Embora não faça muito sentido a Jenny entrar nessa brincadeira depois do sermão que passou em todo mundo em Easy J, mas os roteiristas tinham que colocá-la de volta na série.

Deixei o melhor para o final: Chuck e Blair. Foi constrangedor ver os dois tendo que dividir Manhattan como se fosse um filho perdido na briga dos pais, mas serviu para uma coisa: as cenas finais de War at the Roses. Enquanto os dois brigavam eu só conseguia falar: Se beijem logo, p***a!!!

Como uma fã incondicional de Chuck e Blair, não consigo expressar o tamanho da minha alegria ao ver os dois voltando a ser um casal e parando de vez com essa briga besta. Gostei muito de ver o começo do 4×08, com os dois na cama, continuando a noite anterior. E gostei mais ainda de ver o Chuck cobrindo a mentira da Blair, que estava cobrindo a verdade da Serena e do Colin. É assim que eu gosto da série!

XOXO

P.S. 1: O livro que a Blair ganhou de aniversário é o “This I remember”, escrito por Eleanor Roosevelt, uma das heroínas da personagem. Eleanor foi esposa do presidente Franklin Rooselvelt e sempre lutou pelos direitos humanos.

P.S. 2: Adoro quando a mãe da Blair volta da França. A Margaret Colin tem uma energia tão boa, tão contagiante! Mesmo não fazendo a mínima diferença para o roteiro, ela rouba as atenções quando está em cena.

P.S. 3: Adorei o vestido da Vanessa no ballet! Poderosa! A Blair também estava linda no vestido claro, acho que esse tipo combina demais com ela.

P.S. 4: Desculpe a demora na review (e dupla!). Me atrapalhei toda e não consegui ver o episódio antes =/


Bianca

Feminista interseccional, rata de biblioteca, ativista, ama filmes, séries, cultura pop e BTS. Twitter sempre vai ser a melhor rede social.

São Paulo - SP

Série Favorita: Grey's Anatomy

Não assiste de jeito nenhum: Lost

×