Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Person of Interest – 2×17 Proteus

Por: em 14 de março de 2013

Person of Interest – 2×17 Proteus

Por: em

Mais um episódio de Person of Interest que consegue inserir novos elementos mesmo seguindo fielmente a fórmula Número divulgado+Investigação+reviravolta+briga=salvação. Os roteiristas conseguem sempre surpreender alterando pouca coisa na fórmula. E uma série seguir uma fórmula padrão não me importa, muito pelo contrário. Eu gosto de ver é o “como” chegaram lá. Descobrir os fatos e os mistérios junto com os personagens. Ruim é quando tudo é muito obvio o tempo todo. Mas não é esse o caso de Person of Interest, e a série está muito boa!

Interessante ver Reese e Finch levando uma vida rotineira durante estes três dias sem receber nenhum número da máquina. Indo ao cinema, Bear participando das atividades, mesmo que de forma ilegal e mesmo que só vimos isso por um breve momento.  Desde o início mostraram como Finch está preocupado com a sanidade e a segurança da máquina, mas ele tá preocupado com o vírus, ou com o que a máquina pode fazer para se proteger? Acho que a máquina já é tão autônoma que pode ser um risco.

Seis números de uma vez, muito diferente, não? E a máquina estava com todas aquelas telas azuis. Vi algumas pessoas falando que poderia ser o vírus, mas acho que era só por causa da chuva, elas estavam desligadas, por falta de energia ou internet para transmissão, ou seja, estava sem sinal. O vírus ainda não mostrou o que fará, sabemos que será ruim, mas ainda não é ele.

E o Finch sabe que o que acontecer vai ser ruim, e parece que ele não terá como consertar, ou não quer mostrar que ele sabe como conseguir o acesso. Ele está muito preocupado isso. Enquanto mostravam os seis números, acho que todo mundo imaginou que seria um caso de sequestro, não é mesmo? Não imaginei os seis num grupo criminoso como Reese e Finch acharam que poderia ser, porque a máquina não achou uma conexão entre eles.

E as cenas de terror no fim do episódio? Gostei desse elemento com cenas escuras, relâmpagos mostrando o agente do FBI atrás do Finch, ficou muito legal. E rendeu o desfecho desse episódio de Person of Interest, com cenas excelentes entre Finch e o Fahey. Os dois são ótimos atores.

Por que o cara do FBI não teve um quadrado vermelho? Durante todo o episódio quando mostravam as cenas do ponto de vista da máquina ele apareceu com o quadrado branco. Isso eu achei que foi um furo da produção, não vi nenhuma resposta lógica possível dentro da história. Mas ainda bem que a Carter conseguiu chegar no momento certo, como disse o Finch, ela tem um timing impecável!

Carter e o Cal. Eu entendo que ela estava gostando do policial, mas se o FBI me falasse que ele era um mal elemento, eu não me envolveria com ele mais, não gostaria de ser vista trabalhando em conjunto, nem ficando na mesma sala. Tudo bem que ele tenha salvo a detetive no fim do episódio, mas esse papel deveria ser do Fusco, do Reese, qualquer outro, não do Cal. Ela deveria cortar relações com ele, até porque gosta tanto de ser correta. Imagino que isso ainda trará problemas pra ela. E fiquei imaginando depois do episódio: Cal gosta dela de verdade, ou tem algum interesse em estar perto dela? Talvez para pegar informações sobre quem é o homem de terno?

O que deixou a desejar foi mesmo a conclusão da história, ou alguém não achou que o culpado era o suposto agente do FBI Fahey? Dava pra desconfiar do cara desde o início. O que será que o Reese respondeu quando ele perguntou o que ele sabia sobre fazer um corpo desaparecer? Essa previsibilidade foi de propósito? Tipo, a máquina está lenta? Não tá conseguindo analisar direito? Mas isso é um efeito da chuva ou do vírus que carregaram nos computadores do DOD?

E durante aquela conversa com o Harold, ele esclarecendo porque matar (só em série os vilões explicam todo o plano e dão tempo para serem detidos) e porque assumir a identidade das pessoas, eu percebi que ele era um dos assassinos mais loucos que já vi em séries. “eu vou parar quando eu achar a pessoa que eu deveria ser”. É ou não é coisa de doido? Tá no Top 10 motivos loucos em séries.

PS.:

  • Eu ri do assassino  tentando imitar o Finch, mal sabia ele que iria assumir uma identidade que não existe.
  • What about you? – Finch estava muito Ben Linus este episódio.
  • Cadê o Fusco?
  • Se eu estiver certo, Só sangre.
  • Cada dia gosto mais dos disfarces do Finch!

Camila

Mineira, designer, professora que gosta tanto de séries que as utiliza como material didático.

Belo Horizonte/MG

Série Favorita: Fringe

Não assiste de jeito nenhum: Supernatural

×