Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Supernatural – 9×05 Dog Dean Afternoon

Por: em 7 de novembro de 2013

Supernatural – 9×05 Dog Dean Afternoon

Por: em

Mais um episódio, mais um caso da semana, mesma qualidade.

Falar bem dessa temporada de Supernatural já virou costume. Nessa altura do campeonato acho que todos já perceberam que os terríveis sexto e sétimo ano da série foram apenas um grande deslize e tudo foi voltando aos eixos a partir do 8×01. O caso dessa semana não foi genial, não apresentou nada muito diferente do que já foi visto anteriormente e não teve um vilão que se tornou memorável. Mas foi um episódio extremamente divertido e que os minutos passaram como segundos.

Durante a investigação de dois assassinatos bizarros, Sam e Dean percebem que existe uma testemunha ocular para as duas mortes macabras: um pastor alemão. Então, a dupla procura um feitiço que possa fazer com que Dean se “comunique” com o cachorro, mas isso gera alguns efeitos colaterais. Esses episódios em que a série não se leva a sério e aposta num lado humorístico sempre são ótimos, o 4×06 Yellow Fever e o 5×08 Changing Channels (e inúmeros outros) são grandes exemplos disso.

“Dog Dean Afternoon” não fugiu da tradição. Depois que Dean começou a se comunicar com os animais parecia que estávamos assistindo a um crossover com Dr. Dolittle e isso é claro que ficaria divertido. O humor apresentado foi muito bobo, mas de fato funcionou e era impossível não dar risada ao longo do tempo.

O Jensen Ackless possui carisma e um timing cômico enorme, o que tornou as coisas ainda melhores. Cenas com ele negociando com os cachorros e agindo como um foram, sem dúvidas, as melhores. Em contrapartida, o Jared continuou igual sempre e a mesma coisa aconteceu com seu personagem: ele estava correndo risco de vida e Zeke o salva. O pior disso são as desculpas que Dean arranja para o irmão, uma pior que a outra. Até quando Sam continuará a acreditar? Pois isso já está começando a irritar…

O vilão do episódio foi extremamente vazio e a única cena em que ele teve importância foi perto do final, onde ele revela seu plano (e, é claro, é derrotado). Mas isso não chega perto de ser um problema, pois esse vilão serviu apenas como pano de fundo para a história mais importante, a comunicação com os animais.

Mas o grande destaque foi para Coronel, o cachorro que presenciou os assassinatos. Sua interação com Dean foi hilária e vale destacar a cena dos dois olhando para uma cadelinha, impossível não gargalhar! Infelizmente ele não foi adotado pelos irmãos, mas quem sabe ele retorna algum outro dia? Eu iria adorar!

Observações:

-A abertura do episódio, mostrando as cenas das outras temporadas, estava ótima (e engraçada).

-A referência a Breaking Bad foi excelente.

-O cachorro fugindo do abrigo gritando “Bacon, Bacon, Bacon!” também merece um destaque, foi memorável.


Douglas

Possui mais séries na grade do que tempo disponível. Viciado em cultura pop, bandas indies e, principalmente, ketchup.

Curitiba / PR

Série Favorita: Seinfeld

Não assiste de jeito nenhum: Anger Management

×