Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

Survivor 20×11 / 20×12 – Jumping Ship / A Sinking Ship

Por: em 9 de maio de 2010

Survivor 20×11 / 20×12 – Jumping Ship / A Sinking Ship

Por: em

Survivor Heroes Vs Villains Rupert

Posso confessar uma coisa? Tô feliz que daqui a uma semana essa temporada de Survivor vai acabar. Esses dois últimos episódios foram bons (o 20×11 foi excelente), mas comecei a ficar cansado de tanto blindside, tanta reviravolta e tanta discussão acontecendo ao mesmo tempo. Fica tão focado em jogo, jogo, jogo e mais jogo, que eu sinto falta daquela vibe Borneo, Australian Outback… Mas isso não elimina o fato de que Heroes Vs. Villains mantém seu posto como uma das minhas temporadas favoritas (talvez A favorita, mas isso só o tempo vai dizer), e de que o cenário armado pros próximos dois episódios é promissor. A minha intenção era esquecer o atraso da review passada e passar direto pra A Sinking Ship, mas o episódio anterior mostrou um momento TÃO histórico de Survivor que eu não podia deixar passar em branco aqui no blog.

Danielle. Amanda. Colby. Um quarto de hotel. Um filme antigo. Uma dica pra um Hidden Immunity Idol. Meus amigos… QUE COMBINAÇÃO INCRÍVEL. A recompensa inteira foi genial, porque tava na cara que Danielle e Amanda não tavam nem aí pra nada daquele museu, e muito menos tinham paciência pra assistir a um filme em preto e branco de décadas e décadas atrás. Só uma coisa interessava as duas: o HII. Mas foi só quando Amanda percebeu que Danielle tinha o encontrado dentro da pipoca que o show começou. Uma das razões pra que a cena tenha sido tão boa e estranha foi o fato de elas estarem em um ambiente completamente diferente do que a gente tá acostumado a ver as discussões se desenrolando. Nada de floresta, bicho, mato… Era um quarto de hotel limpinho! Era muito surreal pro universo de Survivor. Só que o negócio conseguiu ser mais surreal ainda, porque a Amanda simplesmente aceitou a decisão do Colby de devolver o ídolo! Tipo… De! Vol! Veu! O! Í! Do! Lo! 100 dias de Survivor pra isso, Amanda? Até depois de elas voltarem pro acampamento o nível de qualidade da cena continuou, porque foi genial a Danielle mentindo pra Parvati, Russell e cia. falando que ela tirou o ídolo das mãos da Amanda à força. Ahan, Danielle, senta lá… HAHAHA (Eu odeio soltar risada nas reviews, mas tem vezes que é necessário. Pra vocês verem como eu gostei do negócio.)

Mesmo depois de tudo isso, o episódio ainda teve espaço pra outro destaque: Candice. Desde que ela foi anunciada no cast da temporada como uma das heroínas, muita gente já achava a decisão contraditória. Jumping Ship tratou de confirmar como essa gente tava certa. Acontece que Candice não foi uma vilã muito esperta. Ou será que ela não tinha escolha? Fica meio fácil falar agora que eu já assisti ao 20×12, mas acho que ela teria mais chances de chegar longe se mantendo firme com os heróis e aceitando a ajuda da Sandra pra eliminar Russell. Durante toda a temporada os heróis jogaram com o discurso tosco da honestidade… Se Candice continuasse com eles, a eliminação de Russell deixaria os heróis no topo, e o ex-grupo azul muito provavelmente jogaria “honesto”, e a manteria no acampamento até, pelo menos, que todos os vilões fossem extintos do jogo. Mas, de novo, fica fácil deduzir isso sabendo que o destino dela no episódio seguinte foi a apunhalada nas costas de um grupo que não precisava de um vilão a mais.

E já que eu cheguei na eliminação da loira, bora falar de A Sinking Ship, que não foi exatamente um dos melhores episódios que eu já assisti de Survivor. Tudo pareceu extremamente forçado, cheio de frases de efeito que não me convenceram em momento algum, e acima de tudo, com um ritmo estranho, corrido demais — consequência da eliminação dupla necessária pro grupo fechar no 39º dia com apenas 3 participantes. Além disso, Russell tá ficando mais chato que o normal, já que quando as suas estratégias têm resultado em Tribal Councils memoráveis, a sua arrogância meio que é compensada, mas no caso dessas últimas semanas, suas estratégias demonstram uma burrice e um orgulho extremamente irritantes. A jogada dele de separar Parvati e Danielle, de fato, funcionou, mas nunca do jeito que o careca tinha engenhado no acampamento. Russell deu sorte de Jerri estar perdida ali naquele grupo, presa a uma dinâmica que não existia quando ela participou de suas duas edições anteriores.

Survivor Heroes Vs Villains Danielle Amanda

Apertando a mesma tecla de sempre, uma das coisas que eu mais gostei de assistir foi… Parvati. A garota sabe jogar. Foi muito legal ver que a estratégia dela de semanas atrás, se aproximando de Danielle, surtiu total efeito quando o Russell resolveu espalhar os rumores pras duas. Mesmo que, no final das contas, Danielle tenha sido eliminada, é um voto certo que ela consegue no Júri caso consiga chegar até a final. Apesar disso tudo, quem tá com um jogo tão bom (ou ainda melhor) é a Sandra. Ela se escondeu de todas as confusões que aconteceram no episódio e conseguiu sair da reta de qualquer voto sugerido no acampamento. Mesmo que ela pudesse formar uma aliança fácil com o Rupert pelo passado em Pearl Islands, ela soube jogar seguro e se manter no grupo mais forte, aceitando a decisão de colocar o pirata-wannabe pra fora sem nem pensar duas vezes. Ah, e ela ainda tem um HII importantíssimo pra se salvar nessa reta decisiva. Alguém ainda duvida que ela chega ao Final 3?

O bom é que falta muito pouco pra gente descobrir. Um episódio na quinta e o episódio duplo final no domingo. Tô ansioso, mas satisfeito. Quero descobrir logo como termina a temporada, antes que ela tenha tempo de me decepcionar como aconteceu (rapidamente) no 20×12. Vejo vocês nas últimas reviews!

__________

P.S.: Russell é dislexo? Não lembro de ter reparado nisso antes, mas nesse último episódio ele escreveu CANDANCE e DANELLIE na hora de eliminar as duas mulheres.

P.S. 2: Não lembro exatamente quais foram as palavras, mas pra provar como o episódio soou forçado, é só assistir os depoimentos do Tribal Council da Candice, e principalmente, do Colby. A briga do Russell com o Rupert logo no começo também é um bom exemplo.

P.S. 3: E falando em Rupert e Russell, foi genial a jogada do gigante de colocar uma pedra no bolso, fingindo que tinha achado o HII. Tô torcendo muito pra que o Russell seja blindsideado e dê espaço pra que alguém menos chato chegue à final. Pode até ser o Colby no lugar dele. Juro.

P.S. 4: Feliz dia das mães pra todas as mães que assistem Survivor, pra todas as mães de quem assiste Survivor e… Ah, pra todas as mães do mundo inteiro. =)


Guilherme Peres

Designer

Rio de Janeiro - RJ

Série Favorita:

Não assiste de jeito nenhum:

×