Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

The Originals – 3×15 An Old Friend Calls

Por: em 6 de março de 2016

The Originals – 3×15 An Old Friend Calls

Por: em

Por mais reuniões familiares assim.

originals-315-kol

O desenrolar de “An Old Friend Calls” foi tão bem feito, que fico até com medo do que está no caminho de The Originals. Depois de se livrar da Trindade quase que por completo, a série vem desenvolvendo um caminho muito interessante para a reta final da sua temporada, que promete envolver a família de Originais inteira. A volta de Kol no último episódio acabou sendo só o primeiro passo dado nessa direção – o que, diga-se de passagem, foi um dos maiores acertos até aqui. O personagem esbanja carisma e vem numa crescente desde que se aproximou de Davina, personagem que também se beneficia desse retorno para voltar aos holofotes da temporada. Enquanto o romance dos dois parece esquentar, a aproximação entre Kol e o resto dos Mikaelson acaba acontecendo de maneira orgânica, fazendo Davina duvidar dos seus propósitos desde o princípio.

Ainda sobre o mais novos dos Mikaelson, é interessante que notar que, ao voltar a sua forma vampira, ele terá uma série de barreiras para serem transpassadas se realmente quiser derrubar a fama do seu passado que o persegue – e já vimos que isso não será das tarefas mais fáceis, já que a sede de sangue aparece como um problema logo de princípio. Kol protagonizou também uma das maiores surpresas do episódio: o retorno inesperado de Finn. Não temos noção das circunstâncias que cercam essa volta do personagem, mas desde já, apesar das minhas ressalvas, aponto como uma grande chance de trama para esse final de terceira temporada. Gosto demais quando o roteiro se propõe a trazer os irmãos todos juntos, de uma só vez – sim Narduci, já tá na hora de tirar Rebekah do caixão, por favor.

originals-315-finn

Além dos retornos, tivemos algumas despedidas. O aparecimento repentino de Casper não passa de uma representação de todo o mal que Klaus espalhou ao redor do mundo (alguém mais reparou que tem gente odiando o híbrido até aqui no Brasil?) e que agora, com a quebra da ligação, terá que enfrentar. As artimanhas que eles utilizaram para mascarar a situação, unindo com o problema criado por Hayley, beira o brilhantismo. Ao mesmo tempo que livra a barra da loba, que estava numa caçada pessoa por vingança diante da morte de Jackson, Klaus faz com que pessoas desconhecidas trabalhem para ele voluntariamente, em uma guerra civil entre linhagens que ele mesmo iniciou. Enquanto isso acontece, ele parte em uma jornada de desaparecimento pelo mundo junto de Hope e sua mãe, que deixam um passado para trás em busca de uma tentativa quase vã de paz.

Algumas boas facadas foram dadas nesse episódio e ainda está sendo difícil de superar. A mais dolorosa delas veio da boca de Hayley. Entendemos o sentimento da moça, claro que sim. Por causa de amar a ela, Jackson pagou com a sua vida para a Strix. Mesmo ela amando Elijah, desde sempre, desde antes de tudo isso, é como se a culpa por tudo que aconteceu fosse maior. Aquele “término” é uma cena forte e que nos deixa triste com as possibilidades. Elijah entende, até porque já fez escolhas parecidas na sua trajetória, mas isso não significa que doa menos. Cami também escolheu por expor seus sentimentos e acabou com qualquer esperança dentro de Klaus, mesmo que quisesse fazer o contrário. Por não confiar nas escolhas do híbrido, ela preferiu se afastar e aprender a se defender sozinha, já que não sabe até onde a lealdade dele vai. Faz sentido? Muito. Mas a gente torce para o casal tem tanto tempo, que quando tudo parecia se encaminhar é triste ver que estamos mais longe de um final feliz.

originals-315-klaus-hayley

Vincent teve sua dose de destaque durante os 40 minutos de episódio, mas foi nos finais que realmente chamou atenção. Anteriormente renegado pelos ancestrais, o Regente de New Orleans teve uma visão bem esclarecedora de onde estava o último pedaço de carvalho branco encontrado por Aurora e, agora que o tem em sua posse, é difícil prever quais serão seus próximos passos. Cara, que episódio bom. Estou muito feliz mesmo – e só por isso, a série entra em pausa (mais uma vez). Retornamos agora só no dia 1 de abril (e não é mentira). Enquanto o tempo não passa, você pode dar uma espiada no vídeo promocional de “Alone With Everybody” aqui embaixo:

E aí, o que achou do episódio? Será que o sumiço de Klaus será definitivo? Vale lembrar que nos flashfowards de TVD que vimos na última semana, uma das personagens aponta que o Híbrido está sem ser visto por mais de 3 anos. Teremos que aguardar para saber. Até mais!


Leandro Lemella

Caiçara, viciado em cultura pop e uns papo bobo. No mundo das séries, vai do fútil ao complicado, passando por comédias com risada de fundo e dramas heroicos mal compreendidos.

Santos/SP

Série Favorita: Arrow

Não assiste de jeito nenhum: The Walking Dead

×