Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

The Voice – 10×23 Top 9 Live Performances/10×24 Live Results

Por: em 11 de maio de 2016

The Voice – 10×23 Top 9 Live Performances/10×24 Live Results

Por: em

Quando você se prepara para um banho de sangue, mas só eliminam uma pessoa – e dói tanto quanto se fossem 4.

Como eu tinha lido que semana que vem teríamos as semi-finais, tudo indicava que rolaria um corte grande de candidatos no Top 9, mas o programa surpreendeu e levou 8 para a próxima fase – quando aí sim rola um corte grande e só sobram metade dos competidores. Pela primeira vez, desde a mudança do formato para um Top 12 com eliminações livres, temos a chance de ver um de cada time lutando pelo título de campeão – até porque cada time tem um front-runner bem claro. Só que tem uma coisa que The Voice sabe fazer é surpreender. Então esperemos para ver o que o futuro nos reserva. Enquanto isso, vamos comentar as nove apresentações da noite de segunda.

 

Shalyah Fearing (Team Adam)4controles

Alexandre: Essa apresentação é só a prova do que há temporadas já é claro: Adam não sabe explorar muito bem o potencial dos seus pupilos. Shalyah atinge notas incríveis, mas parece que se engessou em um formato e não sai mais dele, o que tem afetado até mesmo seu carisma. Adam precisa acordar a garota porque, com o banho de sangue de semana que vem, talvez ela fique de fora da final.

Leandro: Essa apresentação da Shalyah me lembrou demais alguns momentos de Jacquie Lee (lembram dela?) no programa. Principalmente a maneira de se portar no palco, o fato de ser a mais jovem da competição, a escolha musical. Só que Jacquie tinha algo que faz muita falta para Shalyah: apelo. Sou um baita fã desse tipo de apresentação, adoro ver uma mulher que canta berrando, mas, de alguma maneira estranha, são poucas as vezes que a representante do time de Adam me convence de fato. Foi tudo certinho, só ficou uma sensação estranha de que ela não estava jogando 100% da sua emoção no palco.

 

Hannah Huston (Team Pharell)4e5controles

Alexandre: Vocês também acham que Pharell todo dia, antes de dormir, agradece por ter Hannah no seu time? Acho que sim. E essa apresentação é a prova do quanto a menina é boa. Com algo bem diferente do que vinha apresentando, ela começou derrapando, estranha, mas foi evoluindo com a música e no meio a gente já tava totalmente envolvido por tudo.

Leandro: Essa semana eu tô todo estranho. Não gostei muito de Shalyah e amei a apresentação de Hannah. Depois de semana me mostrando mais do mesmo, ela veio com um número poderoso e se colocou como uma das grandes nessa temporada. Que sorte do Pharell, a única do seu grupo que presta vai chegar na final, com chance de um segundo lugar, sem muita dificuldade. Foi tudo incrível, desde sua movimentação no palco até seus vocais. Adorei.

 

Nick Hagelin (Team Xtina)4controles

Alexandre: Semana após semana, eu falo que o Nick precisa de um big moment na competição e eu cheguei quase a acreditar que seria agora. Mais uma vez, não aconteceu, mas ainda assim foi facilmente uma das apresentações mais consistentes do garoto na temporada. Acho que ficaria um pouco melhor sem o falsete no refrão, mas é aquele ditado: Vida que segue.

Leandro: Cara, eu curto Nick, simples assim. Para mim, ele é baita consistente e vem seguindo a linha de apresentações do estilo que quer ter quando sair da competição. Entendo que pode não ser muito atraente para um show como The Voice, mas ele tem seu valor – principalmente pela mensagem que traz colocando seu sonho como algo super importante para sua vida e partilhando de todos os momentos possíveis com a família (que é linda). Sei que ele corre sérios riscos de ser eliminado e nem gosto de pensar na possibilidade.

 

Paxton Ingram (Team Blake)3controles

Alexandre: Eu tenho perdido um pouco da minha birra com o Paxton. Acho que os vocais tão melhores, ele tem conseguido diversificar um pouco mais e entregar apresentações não mais tão esquecíveis, mas ainda falta muito pra que eu o considere merecedor de ter chegado até aqui.

Leandro: Tá de parabéns quem achou que seria uma boa dar uma música da Whitney para esse menino. Conseguiu estragar bem e, mesmo assim, capaz de não ser eliminado. Ranço define.

 

Mary Sarah (Team Blake)3controles

Alexandre: Foi a melhor apresentação da MS no programa, o que não quer dizer exatamente muita coisa. Começou chatinha, mas pouco a pouco foi crescendo e acredito ter sido a primeira vez em que eu a acho ao menos na média. Bom, é uma evolução, ainda que minúscula, então não dá pra reclamar.

Leandro: Aquela horinha para ir até o banheiro, comer qualquer coisinha, porque ninguém se importa com Mary Sarah mesmo, né? Mesma coisa de sempre, tem nem o que comentar (pulei umas partes, tava me dando sono).

 

Bryan Bautista (Team Xtina)4e5controles

Alexandre: O melhor momento do Bryan na competição. Foi sexy, foi sincero, foi suave, subiu o tom quando precisava, abaixou quando tinha que abaixar e não ligou pra ser brega. Se jogou e entregou uma roupagem diferente da música e bem bacana. Moço, quero muito te ver na final!

Leandro: Quando vi a escolha do Bryan para essa semana, fiquei um pouco desanimada. Acho ‘1 + 1’ bem caidinha, mas ele fez uma versão incrível. Acho que foi seu melhor momento até aqui. Conseguiu mostrar um lado mais suave da sua interpretação e uns vocais super potentes. Seria nosso sonho ver dois do time de Xtina na final?

 

Alisan Porter (Team Xtina)4e5controles

Alexandre: Alisan está caindo no mesmo problema de Adam: Apresentações ótimas, com vocais incríveis e emoções no tom correto, mas que estão começando a soar mais do mesmo, semana após semana. Acho que se ela tivesse apostado num tom mais leve aqui, poderia nos entregar algo incrível. Foi ótimo. Mas poderia ter sido mais.

Leandro: O que falar dessa mocinha que eu acho incrível? A cada semana Alisan se firma como a favorita em meu coração – e, a cada semana, eu tenho mais certeza de que ela não leva. Uma pena que a audiência de lá ainda tenha tanta resistência com uma técnica mulher, mas ok, vou superar. Talvez Miley consiga quebrar isso na temporada que vem. Voltando a Alisan, incrível. Maravilhosa. Potente. Quero.

 

Adam Wakefield (Team Blake)4e5controles

Alexandre: Adam tem os melhores vocais da competição. Poucos conseguem passar a emoção que ele consegue (talvez apenas Alisan). Mas ele está preso a uma zona de conforto que incomoda… Quando a gente olha o conjunto, é como se todas as suas apresentações – por melhores que elas sejam (E essa foi incrível!) – fossem iguais. Um pouquinho mais de diversidade e era fácil meu favorito.

Leandro: Se a gente não tivesse passado nove temporadas vendo o country ganhar, eu juro que eu gostaria muito de Adam. Ele tem uma voz incrível, interpreta as letras como verdadeiras histórias, mas eu odeio tudo que ele representa: a mesmice, a falta de possibilidade da audiência de enxergar algo além desse padrão country exaustivo. Desculpa Adam, você não merecia isso, mas não gosto de você.

 

Laith Al-Saadi (Team Adam)4e5controles

Alexandre: Laith é muito fácil a maior surpresa dessa competição. Não colocava fé nenhuma no moço, nem quando ele passou pro top 12, mas semana após semana, ele prova não só que mereceu chegar até aqui, como merece ir pra final, muito fácil. Arrebenta, Laith! Mais uma apresentação arrepiante.

Leandro: Esse cara merece nossos aplausos de pé. A música dele toca a alma, chega a arrepiar. Adam só podia estar muito iluminado quando virou para Laith, quando ninguém mais virou. Front-runner, sem dúvidas (e sempre me surpreendo por estar gostando de um candidato como ele).

 

Ranking da Semana

  1. Laith Al-Saadi (Adam)
  2. Bryan Bautista (Xtina)
  3. Alisan Porter (Xtina)
  4. Adam Wakefield (Blake)
  5. Hannah Huston (Pharell)
  6. Nick Hagelin (Xtina)
  7. Shalyah Fearing (Adam)
  8. Mary Sarah (Blake)
  9. Paxton Ingram (Blake)

 

Ranking Acumulado

  1. Alisan Porter (Xtina)
  2. Hannah Huston (Pharell)
  3. Laith Al-Saadi (Adam)
  4. Shalyah Fearing (Adam)
  5. Bryan Bautista (Xtina)
  6. Adam Wakefield (Blake)
  7. Nick Hagelin (Xtina)
  8. Paxton Ingram (Blake)
  9. Mary Sarah (Blake)
  10. Daniel Passino (Pharell)
  11. Owen Danoff (Adam)
  12. Emily Keener (Pharell)

 

Eliminação

Mesmo já sabendo o que estava por vir, eu fiquei tão chateado de ver Nick de novo no bottom, que nem sei descrever – ainda mais quando vi quem o acompanhava. Paxton, do time de Blake, ficou nas últimas posições junto com o representante do time de Christina. E na decisão pelo #VoiceSave, veja quem levou a melhor:

Alexandre: A América só pode estar muito louca e deixar Paxton para Nick sair. Que o banho de sangue de semana que vem faça justiça a isso.

Leandro: Querem me irritar, né? Tirar Nick para deixar Paxton? Esse povo americano só pode estar completamente fora de si. Já comecei minhas orações aqui para ele ser massacrado na eliminação da semana que vem (sou desses passionais que fica tuitando que nem louco na hora do #VoiceSave).

 


E aí, chateado como a gente? Tá difícil superar!

Quais suas expectativas para a semifinal? Quem fica, quem sai? Façam suas apostas!


Leandro Lemella

Caiçara, viciado em cultura pop e uns papo bobo. No mundo das séries, vai do fútil ao complicado, passando por comédias com risada de fundo e dramas heroicos mal compreendidos.

Santos/SP

Série Favorita: Arrow

Não assiste de jeito nenhum: The Walking Dead

×