Aquele em que dizemos adeus

Pra quem não sabe, o Apaixonados por Séries existe há quase dez anos. Eu e Camila…

O que esperar de 2018

Antes de mais nada, um feliz ano novo para você. Que 2018 tenha um roteiro muito…

The Walking Dead - 8x02 - Ricky

The Walking Dead – 8×02 The Damned

Por: em 1 de novembro de 2017

The Walking Dead – 8×02 The Damned

Por: em

Quem esperava um episódio que trouxesse mais clareza, deve ter se decepcionado com o segundo episódio da nova temporada de The Walking Dead. Como previsto no episódio anterior, a narrativa fragmentada continuou. Mas além de fragmentada ela pareceu trazer pontos de vista novos. Ai minha cabeça. Para facilitar, vocês já sabem, vou dividir as histórias nos núcleos de ação, já que tudo poderia se passar no presente da série.

Muito tiroteio e pouco plano.

Carol e o Ezequiel tem que lutar contra Walkers que foram soltos na tal da explosão. E tem uma conversa estranha sobre como Ezequiel tem que fingir até conseguir (fake it till you make it) e manter seu sorriso no rosto mesmo as chances estando de fato contra ele. É bem estranho para falar a verdade. Uma plot que não se segura muito e não teria nenhum espaço no formato tradicional de TWD. Não pela conversa, mas pela ação sem noção. Quer dizer, aquelas alturas eles já estavam de fato em guerra contra os Saviors, que, por sinal, já deveriam ter se dado conta de que todos os seus outros postos estavam sendo “conquistados”, então por que perseguir aquele um cara que sabia disso era tão importante? Os Saviors todos não sabiam que estavam sendo atacados?

Enquanto Rick aparentemente invadiu o Santuário com Daryl em busca de armas, só para se dar conta de que o que eles tinham de mais valioso não era de fato armas. O que Rick encontra é um bebê. O mais confuso aqui é a localização, se este foi o lugar em que Daryl foi preso por Negan, só pode ser o Santuário, não é? De qualquer forma, ao final desta plot, vemos um Rick bem parecido com aquele que eu chamei na review passada de Rick doidão. Acho que esta foi a captura cujas consequências a gente vai ver na semana que vem. Pelo menos, eu espero que a gente veja e ele não pule para uma nova série de tramas.

Jesus e Tara disputam para saber quem está certo. Devem matar a todos que encontrarem pela frente ou acreditam que alguns dos seguidores de Negan podem de fato ser inocentes? Eu até concordo que não tinha porque abrir fogo contra todos os “trabalhadores” como eles chamam quando eles se rendem, mas aquele cara escondido. Sério que no meio de um ataque quando se está matando todo mundo tu vai parar para perguntar para o cara se ele é mesmo bonzinho? Menos, Jesus. Menos. Mas Jesus é badass e consegue se livrar do cara igual. Fiquei com a sensação de que isto, na verdade, era passado. Essa parecia ser a plot que nos explica porque ao invés de atirar logo, Rick espera e dá a chance de todo mundo se render, mas honestamente, podia ter só atirado mesmo e depois ter oferecido para os tenentes de Negan se renderem, era bem mais fácil. De qualquer forma, não achei informação o suficiente para comprovar isso.

The Walking Dead - 8x02 - Ezequiel

Reprodução/AMC

O ponto de vista dos Saviors

Mary, que estava lá de boa, sendo bossgirl e cuidando da sua vida se vê no meio de um ataque do grupo de Rick liderado por Aaron. Achei legal aqui foi mudar um pouco o foco. Isso humaniza os Saviors, eles são só pessoas que não tiveram a sorte de encontrar um lugar liderado por alguém melhor que Negan, afinal de contas. E se ninguém teve coragem de encarar Negan antes, nem Ezequiel, não se pode esperar muito de quem não tinha um exército para começar.

O problema do episódio é que ao invés de esclarecer as coisas ele pareceu nos dar ainda menos indicações de tempo e localização do que o anterior. Em alguns momentos fiquei pensando que as tramas eram do passado, mas todas elas poderiam ser do presente da série, a Guerra Total. Senti falta de mais indicações de tempo para fazer sentido. Tivemos um primeiro episódio com uma temporalidade tão louca, que para mudar, só avisando mesmo.

Confesso que eu vinha achando as últimas temporadas de um tanto enroladas, mas vendo essa ação desenfreada com pouca explicação para quem acompanha apenas a série me da saudades dos episódios lentos focados em desenvolver um núcleo de personagens por vez. Ainda acho que vai assim até a metade da temporada, mas espero que conforme a gente vá ganhando mais informações, as coisas fiquem mais compreensíveis.

E você? Tem alguma teoria sobre o que vem para o próximo episódio e para essa temporada? Conta nos comentários!


Mariane Lima

Apaixonada por histórias, em todos os formatos, conta com listas enormes de livros que quer ler e filmes e séries para assistir.

Porto Alegre / RS

Série Favorita: House of Cards, Game of Thrones, Scandal

Não assiste de jeito nenhum: Once upon a time...

×