Merlí

Merlí é uma produção catalã de 2015, exibida pela TV3 e estrelada por Francesc Orella que…

Primeiras Impressões: Mindhunter

Mindhunter estreou na Netflix nesta sexta-feira (13) sob toda a expectativa que uma série de David…

Agent X

Por: em 17 de novembro de 2015

Agent X

Por: em

Junte tudo que você sabe sobre séries de ação e filmes do 007. Pronto, temos Agent X.

agent-x-tnt

Seguindo o padrão básico das séries do gênero, a nova atração da TNT estrou de maneira bastante sucinta e mostrando pouco a que veio. Talvez seu maior erro tenha sido fazer da estreia um episódio duplo: o que se mostrou completamente sem propósito, já que ambos seguiam a fórmula “caso da semana”, não apresentando qualquer relação entre si. Apesar disso, o percurso não foi cansativo. Cenas de ação bastante envolventes – o que é extremamente necessário para um show que se presta a abordar um tema já tão batido – e personagens, na medida do possível, cativantes.

Não sou um grande fã de Sharon Stone, mas reconheço seu carisma. Na pele de Natalie Maccabee, vice-presidente dos Estados Unidos, é que começamos a entender a premissa da série. Quando tudo foge do controle e o governo americano se vê com as mãos atadas, um poder, até então desconhecido, da quinta ementa da constituição, delega que o detentor do cargo de vice-presidente pode utilizar de meios para salvar qualquer situação. E qual seria esse meio? Um agente secreto. Jeff Hepner está muito bem no papel de John (só John mesmo), o agente secreto delegado a Maccabee, e consegue entregar cenas incríveis de ação, vendendo tudo que a série pode ter de melhor.

agent-x-07

Aos poucos, vamos conhecendo a implicação dos problemas da presidência e parece que a informante Olga possa ser a única ligação plausível entre os casos dos dois primeiros episódios. Pouco nos foi apresentado sobre a personagem e a onda de mistério que a cerca, a torna ainda mais interessante. Outro destaque do elenco fica para Gerald McRanet na pele de Malcolm, que imprime um excelente ritmo no episódio e parece ser a liga necessária para que o relacionamento recém-começado entre a VP e o Agente funcione de fato.

Sobre os casos apresentados, mais do mesmo. Nada ali chega a ser uma novidade e a ausência de uma trama central que ligue os pontos grita a todo momento. E, apesar de apontarmos os atores como responsáveis pela parte positiva desse piloto, se a série se segurar nisso para se manter, dificilmente terá uma longa vida. Esse negócio de resolver o problema e ganhar o final feliz cansa fácil, tornando-se uma jogada bem arriscada (apesar dos americanos serem extremos consumidores desse tipo de produto). Bem ou mal, com algumas falhas de roteiro, a série é um entretenimento razoável. Sua primeira temporada contará com 10 episódios.

E você, já assistiu a nova atração da TNT? O que achou?

 


Leandro Lemella

Caiçara, viciado em cultura pop e uns papo bobo. No mundo das séries, vai do fútil ao complicado, passando por comédias com risada de fundo e dramas heroicos mal compreendidos.

Santos/SP

Série Favorita: Arrow

Não assiste de jeito nenhum: The Walking Dead

×