Agent X

17 de novembro de 2015 Por:

Junte tudo que você sabe sobre séries de ação e filmes do 007. Pronto, temos Agent X.

agent-x-tnt

Seguindo o padrão básico das séries do gênero, a nova atração da TNT estrou de maneira bastante sucinta e mostrando pouco a que veio. Talvez seu maior erro tenha sido fazer da estreia um episódio duplo: o que se mostrou completamente sem propósito, já que ambos seguiam a fórmula “caso da semana”, não apresentando qualquer relação entre si. Apesar disso, o percurso não foi cansativo. Cenas de ação bastante envolventes – o que é extremamente necessário para um show que se presta a abordar um tema já tão batido – e personagens, na medida do possível, cativantes.

Não sou um grande fã de Sharon Stone, mas reconheço seu carisma. Na pele de Natalie Maccabee, vice-presidente dos Estados Unidos, é que começamos a entender a premissa da série. Quando tudo foge do controle e o governo americano se vê com as mãos atadas, um poder, até então desconhecido, da quinta ementa da constituição, delega que o detentor do cargo de vice-presidente pode utilizar de meios para salvar qualquer situação. E qual seria esse meio? Um agente secreto. Jeff Hepner está muito bem no papel de John (só John mesmo), o agente secreto delegado a Maccabee, e consegue entregar cenas incríveis de ação, vendendo tudo que a série pode ter de melhor.

agent-x-07

Aos poucos, vamos conhecendo a implicação dos problemas da presidência e parece que a informante Olga possa ser a única ligação plausível entre os casos dos dois primeiros episódios. Pouco nos foi apresentado sobre a personagem e a onda de mistério que a cerca, a torna ainda mais interessante. Outro destaque do elenco fica para Gerald McRanet na pele de Malcolm, que imprime um excelente ritmo no episódio e parece ser a liga necessária para que o relacionamento recém-começado entre a VP e o Agente funcione de fato.

Sobre os casos apresentados, mais do mesmo. Nada ali chega a ser uma novidade e a ausência de uma trama central que ligue os pontos grita a todo momento. E, apesar de apontarmos os atores como responsáveis pela parte positiva desse piloto, se a série se segurar nisso para se manter, dificilmente terá uma longa vida. Esse negócio de resolver o problema e ganhar o final feliz cansa fácil, tornando-se uma jogada bem arriscada (apesar dos americanos serem extremos consumidores desse tipo de produto). Bem ou mal, com algumas falhas de roteiro, a série é um entretenimento razoável. Sua primeira temporada contará com 10 episódios.

E você, já assistiu a nova atração da TNT? O que achou?

 

Caiçara, viciado em cultura pop e uns papo bobo. No mundo das séries, vai do fútil ao complicado, passando por comédias com risada de fundo e dramas heroicos...

Ler perfil completo

Santos - SP

Série Favorita: Arrow

Não assiste de jeito nenhum: The Walking Dead

Girlboss: guia do que NÃO fazer na vida adulta

2 semanas atráscomentarios

Teve gente que gostou de Girlboss, teve gente que achou a série fraca. Mas em uma coisa todo mundo certamente concorda: Sophia é um dos piores seres humanos que já vimos como protagonista de uma série. E com ela a gente pode aprender muito sobre o que não fazer para ser uma pessoa melhor. 5. Não roubar Em GirlBoss, uma das primeiras coisas que descobrimos sobre Sophia é que ela acha normal roubar. Não, ela não rouba porque precisa, porque quer ajudar alguém, ou se quer por uma questão de princípios contra uma sociedade capitalista. Sophia rouba porque se sente superior e simplesmente não respeita os outros, – muito menos suas propriedades. 4. Não ser egoísta com a melhor amiga […]

Leia o post completo

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

3 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter