Beauty and the Beast – 4×05 It’s a Beautiful Beast

3 de julho de 2016 Por:

A comprovação de que quando o destino quer, pode passar o tempo que for, as coisas voltarão para o mesmo lugar.

beauty-and-the-beast-405-reynolds

Em um episódio bem diferente, Beauty and the Beast estabeleceu essa semana um mundo onde Catherine nunca conheceu Vincent, um mondo onde ela estaria livre de todas essas maluquices e caçadas que a nossa Besta está sujeita. Essa foi uma maneira do roteiro de levantar a possibilidade que tanto vem atormentando o médico depois de tudo que aconteceu nas últimas semanas – o que acabou sendo bem interessante, exatamente pela chance que tivemos de encontrar alguns velhos conhecidos e entendermos de uma vez por todas que Vincent e Cat só superarão tudo isso juntos.

Nesse universo alternativo, Cat está praticamente casada com Evan, nunca descobriu a verdade sobre o assassinato de sua mãe e nem teve a possibilidade de desmascarar seu pai. Completamente “inocente” quando o assunto é sua própria vida, vemos uma diferente versão da personagem, bem parecida com a Catherine que conhecemos lá no começo da série. O interessante é notar que, mesmo com a versão alternativa situada no tempo presente, Cat ainda tem os problemas que tanto a atormentam, como se um pedaço de si mesma faltasse por não saber a verdade sobre a noite que mudou completamente a sua vida. E Vincent é exatamente esse pedaço que faltava. Assim como foi no “mundo real”, se assim podemos dizer, Cat é resistente a princípio, para logo depois se entregar por completo a uma pessoa que conhece há tão pouco tempo, mas que tem uma ligação muito mais forte com dela do que qualquer outro.

batb-405-equipe

Outro ponto bacana desse episódio foi mostrar como as coisas acabam se encaminhando para um mesmo final quando a mão do destino quer que elas aconteçam. Foi assim com a morte de Evan depois de uma breve “redenção”, com o surgimento de uma possibilidade entre Tess e JT, com Reynolds colocando a filha em primeiro lugar mesmo discordando completamente dos meios de Vincent e, principalmente, com o casal principal juntos em meio a toda uma guerra. Tudo se encaminhou para um mesmo final, o que acaba indo de acordo com aquela velha máxima de que quando Deus quer, nada impedirá.

Na linha do tempo real, as coisas não estavam muito boas para ninguém. Atiradores profissionais foram contratados para matar Vincent e todos que fazem parte de sua vida, tornando a situação bastante caótica em poucos segundos. É estranho que, separadamente, tantas ameaças estejam surgindo. De algum modo que ainda não consigo pensar, acredito muito que tudo isso irá se convergir para um única pessoa, com propósitos bastante deturpados, como sempre são. A cena, além de desesperadora, principalmente com o fato de Vincent estar totalmente sem controle sobre o seu outro lado, acabou terminando de maneira muito conveniente, fazendo com que o personagem voltasse a si justamente na hora que a polícia chegou para ajudar (por sinal, que polícia demorada, pelo amor de Deus!).

Ao passo que a temporada caminha, fica cada vez mais difícil entender para onde estamos indo. Hoje me passou pela cabeça a possibilidade de que algum velho conhecido pode ser o grande mandante de tudo isso que estamos vendo – o que vocês acham? Não sei. O roteiro está fazendo mistério demais para dar um rosto a esta ameaça, o que só faz sentido se vier com uma grande surpresa para nós. Enquanto esperamos para saber mais, confira o vídeo promocional do próximo episódio:

E claro, comenta comigo vai! Nunca te pedi nada!

Caiçara, viciado em cultura pop e uns papo bobo. No mundo das séries, vai do fútil ao complicado, passando por comédias com risada de fundo e dramas heroicos...

Ler perfil completo

Santos - SP

Série Favorita: Arrow

Não assiste de jeito nenhum: The Walking Dead

  • Gabriel Carvalho

    Eu amo essa serie

  • Adorei esse episódio, pra mim foi o melhor até agora!
    Eu tô começando a achar que a pessoa que quer ele morto pode ser o Hill, chefe da Cat. Porque ele já reclamou algumas boas vezes do fato de ter que estar acobertando o Vincent…

Desafio: você se lembra de quem foi essa declaração de amor?

2 semanas atráscomentarios

Ah, o dia dos namorados. Aquele momento do ano para espalhar aos quatro cantos nosso sentimento por aquela pessoa especial, que faz o coração acelerar e as palmas da mão suarem. Aquela pessoa por quem você faria qualquer coisa, até mesmo deixar a vergonha – ou o medo – de lado para professar seu amor. Nas séries, existem muitos personagens  que não esperam data especial nenhuma para declarar seu amor, seja num momento de desespero, num pedido de casamento ou só para reforçar aquilo que o parceiro já sabe e Tom Jobim cantava aos quatro ventos: é impossível ser feliz sozinho. Você também acredita nisso e se derrete toda vez que sabe que chegou a hora de surtar, porque vai ter […]

Leia o post completo

Guia da Trilha Sonora: Scream – Season 1

3 semanas atráscomentarios

Entre os poucos pontos positivos que posso destacar em Scream, a trilha sonora fica em primeiríssimo lugar (talvez porque seja da MTV). Misturando canções atuais, dançantes e tristes, que fazem parte da vida dos jovens de Lakewood, a série soube utilizá-las para compor a história e os personagens. Assim, nada melhor do que ouvir as músicas da primeira temporada, agora disponível em uma playlist na nossa conta do Spotify!

Leia o post completo

House of Cards e a Política Brasileira

3 semanas atráscomentarios

Primeiramente, #foratemer. E se você ainda não conferiu a última temporada de House of Cards, não se preocupe, esse texto não contém spoilers, – apenas reflexões. Pra gostar de House of Cards você precisa torcer pelos Underwood. Claro, a gente sabe o quanto eles são escrotos, mas é ficção, certo? Não tem problema torcer pelos vilões. Ou pelo menos era o que pensávamos em 2013, quando a série estreou. Mas de lá pra cá a política mundial virou de ponta à cabeça. Os Estados Unidos elegeram Trump e nós tivemos Temer enfiado goela abaixo. Isso sem contar os acontecimentos dignos da ficção, como a morte de Teori Zavascki, a delação do Joesley e os testes nucleares da Coréia do Norte. […]

Leia o post completo

Siga as nossas redes sociais e fique sempre conectado:

Assine nossa newsletter